História Intercâmbio - SeHun - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Zhang Yixing (Lay)
Tags Adultério, Drama, Exo, Romance, Sehun
Visualizações 79
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Sequestro


A noite foi bem intensa não consegui pregar os olhos. Fiquei pensando em SeHun, ele deve está tão preocupado, ele sempre teve medo de que algo acontece comigo. Mamãe já deve estar sabendo com certeza, ela deve está apavorada ela sempre se preocupou comigo também. Papai deve estar muito preocupado também, mas ele consegue ser forte e tenho certeza que ele está dando muito apoio para o SeHun e mamãe agora, eu estou contando com a sua força nesse momento. Mas sei que por dentro ele está arrasado, sempre fui sua princesinha. 

- Vai ficar tudo bem. – Susurro para mim mesmo. 

Quero muito que eles tenham calma. Hee é bem esperta e num momento de nervosismo ela pode querer se aproveitar. Eles precisam tentar se manter calmos mesmo nessa situação.

- Olá querida! – Hee chega toda sorridente. A mesma vestia um vestido vermelho apertado com um salto preto. Ela estava bastante chique. – Gostou do meu visual? – Fala quando percebe que eu estava olhando para sua roupa.

- deve ter sido caro. – Afirmo. Hee é filha de pessoas ricas, nunca precisou trabalhar.

- Sim, muito caro. Mas não foi com o meu dinheiro mesmo! – Olho para ela sem entender. Será que ela arrumou outra pessoa? – Foi com o dinheiro de SeHun! – Levanto minha cabeça rapidamente para olhá-la. 

- Como assim? – Pergunta nervosa. 

Será que ela já pediu dinheiro para o SeHun? 

- SeHun deveria prestar mais atenção em que se confia. – Começa. – Ele nem imagina que eu não gasto meu dinheiro, para que gastaria? Posso usar o dele a vontade. – Diz me deixando ainda mais curiosa.

- Vocês não tem mais conta conjunta, além disso ele não lhe dar dinheiro algum! – Afirmo seria.

SeHun e Hee tinham uma conta conjunta, mas quando o mesmo foi morar comigo ele se desfez dessa conta, além disso ele não dá dinheiro para ela, pois ele sempre disse que ela tem o seu próprio dinheiro e também ela não o ajudou esses anos na empresa, não merece um centavo do que ele tem hoje. 

- De fato ele não me dá o que é meu por direito, já que fui casada com ele por anos. Então eu tenho que pegar a força. – Olho para ela Chocada. 

-  Como assim? – Questiono.

- Desvio de dinheiro da empresa, querida! – Afirma rindo.

- Impossível, estava tudo dando certo nas contas da empresa! – Afirmo com convicção.

- Vocês são tolos, confiam demais nas pessoas. Os relatórios que vocês viam não eram os originais. Claro que eu e meu cúmplice não roubamos confia altas de uma vez. Estamos indo bem de vagar, além disso com a empresa fechando contratos novos e altos agora tudo fica mais fácil. – Diz simples.

Fico chocada, confiávamos demais no Lim. Ele sempre foi Leal ao SeHun. Não consigo acreditar que ele fez isso com o Oh. Olho para Hee tentando ver sinais de mentira, mas infelizmente não consigo achar. Pressa aqui tudo fica mais difícil. Preciso me soltar logo, para contar isso para o SeHun. Ele não pode continuar sendo roubado assim. Eu agora mais do que nunca preciso arrumar um jeito de sair daqui. 

SeHun 

Fiquei a noite toda pensando na minha mulher, não consegui pregar os olhos de tanto nervosismo. O detetive que contratamos chega essa manhã aqui, ele teve que ir vê uma irmã que ficou doente. Mas agora ele já esta voltando pra nos ajudar nesse momento tão difícil para nós.

Meu sogro está me surpreendendo, está sendo forte e apoiando sua esposa e a mim também, sei que esta sofrendo pela filha, em seus olhos dá para vê, mas o mesmo está fazendo de tudo para nos deixar mais calmos.  Fiquei a noite toda abraçado com uma blusa de (S/N), eu precisava de alguma forma sentir o cheiro dela perto de mim. Aquela mulher é a minha vida, sem ela não sei o que seria de mim.

- Já Tomou café, SeHun? – Meu sogro vem até a mim.

- Estou sem fome. – Digo olhando para o jardim da casa de meus sogros.

Estava me lembrando do dia que viemos aqui pela primeira vez, minha garota gostou tanto desse jardim. Comprarei uma casa com uma belo jardim para nós, quando eu tê-la de novo em meus braços.

- Precisa comer algo, (S/N) não gostaria de lhe vê assim. – Afirma. 

- Está muito difícil! – Confesso com os em lágrimas.

- Eu sei, também estou sofrendo. Mas ela vai voltar bem. – Senta do meu lado. – Você precisa está forte para ajudar a nossa princesa. – Diz e Sorrir fraco. 

- Ela gosta tanto quando você a chama assim! – Afirmo. 

- Desde de criança ela sempre gostou. – Diz nostálgico.

- Café para vocês. – Minha sogra vem com uma bandeja para nós. - Quando a minha filha voltar quero fazer um belo jantar, com direito a todos os seus pratos preferidos! – Diz com os olhos emocionados. 

Ficamos fazendo planos até o detetive chegar. Ele veio com uma mochila que parecia está bem cheia. Confiamos muito nesse homem. 

- Vamos achar a dona (S/N)! – Diz sério. 

- É o que eu mais desejo! – Afirmo me aproximando do mesmo.

- Vamos recapitular tudo que aconteceu ontem, SeHun preciso que lembre de todos os detalhes, até os mais simples quero que me conte. – Suspiro ansioso.

Olho para ele com determinação. Ele é um dos melhores detetives do país, se não o melhor do país. Quando meu sogro disse dele foi logo contratado de cara. Dês de então ele vem nos ajudando muito. Ray é um detetive particular, só pega casos grandes. Ele é muito profissional. Quando ele pegou nosso caso, no mesmo dia já começou a sua investigação. Começo a contar tudo para o mesmo. Ele anotava tudo o que eu dizia. Me fazia perguntas importantes, quer ajuda a lembrar de algumas coisas que possa ajudar. Quando eu terminei de falar tudo o mesmo tinha varias folhas com coisas anotadas. Tinham muita observações, coisas que eu achei não ser toa importante assim, ele deixou destacado. 

- Aqui temos um bom material, o que SeHun disse vai ajudar muito. – Diz confiante. E assim pega o seu notebook.

Estamos indo amor!


Notas Finais


Hee é muito baixa mesmo!
Perfil: @__KimPark


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...