História Intercâmbio - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Barbara Palvin, Fanfic Justin Bieber, Justin Bieber
Visualizações 194
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá olá!
Olha eu aqui, com uma fic novinha <3 -amo.

➡Bem, primeiramente, essa fic não será criminal, MAS irá abordar temas adolescentes que são um pouco pesados e agressivos.
➡Eu já tenho três capítulos prontos, e gostaria muito que caso vocês gostem da ideia e queiram que eu continue, comente. Eu ficaria bem feliz.
➡Por favor, sem plágio! Ela é totalmente de minha autoria e é totalmente ficção, tudo que postarei!
➡Como eu tenho outras duas fanfics, e no momento, só estou atualizando uma (The Teacher) e a outra está em correção (My Criminal), os dias que postarei essa estória será as quartas-feiras!

É isso. Eu espero que vocês gostem, tanto quanto eu!
Boa leitura ❤

Capítulo 1 - Prologue.


Fanfic / Fanfiction Intercâmbio - Capítulo 1 - Prologue.

1. O estudante deve comparecer regularmente à escola e às suas atividades, com afinco e determinação, mesmo se já tiver completado o curso em seu país de origem.

2. O estudante deve ter um seguro de saúde e um seguro de vida de acordo com as regras do Rotary International, que deve ser providenciado pelos seus pais, tendo como validade todo o tempo de duração do intercâmbio.

3. É necessária a posse de um visto de estudante por 12 meses, norma que pode variar dependendo do país.

4. As viagens só serão permitidas com o acompanhamento dos pais hospedeiros ou com autorização específica.

5. Logo que terminado o intercâmbio, o estudante deve voltar imediatamente para sua casa em seu país de origem.

6. O estudante deve trazer um fundo de emergência de US$ 400, que ficará com o Rotary Club e deverá ser reposto sempre que necessário.

7. Como membro da família, o estudante deve se adaptar e cumprir com suas obrigações, respeitando as regras internas da casa.

8. O estudante está proibido de dirigir veículos motorizados e de praticar esportes nos quais sua vida corra perigo.

9. O estudante é desencorajado a fumar. E deve se lembrar que deve respeitar as regras da casa de sua família hospedeira, onde, talvez, seja desaconselhável o fumo.

10. O estudante deve evitar o consumo e uso de bebidas alcoólicas. Beber só será autorizado quando o jovem estiver em reuniões de famílias, ou em outras ocasiões especiais, com o pleno consentimento de seus pais hospedeiros.

11. O estudante deve evitar relacionamentos românticos e amorosos, principalmente com membros da família hospedeira.

12. O estudante deve participar de todos os encontros e eventos organizados pelo seu Clube.”

 

-Sras. e Srs. Solicitamos que afivelem os cintos de segurança. A partir deste momento é proibida a utilização de qualquer equipamento eletrônico. Dentro de instantes pousaremos no Aeroporto Hartsfield-Jackson em Atlanta. Mantenham o encosto de suas poltronas na posição vertical, sua mesa fechada e travada, e afivelem o cinto de segurança. -Até que a Aeromoça termine de nos informar, fito o teto do avião. Ajusto o cinto, como a mesma recomenda duas vezes e guardo manual do intercambio dentro da pequena bolsa de mão que me acompanha a viagem inteira. –

Por volta de mais dez minutos assistindo o cenário de Atlanta se aproximando cada vez mais, e finalmente aquele frio na barriga enquanto ele pousa. Eu estou tão ansiosa e ao mesmo tempo, nervosa, que ambas minhas mãos soam e fazem movimentos de abre e fecha, pressionando a unha na pele.

-Bem-vindos a Atlanta. São, exatamente, dez horas da manhã. Permaneçam sentados até que os sinais de afivelar os cintos sejam apagados. Verifiquem se estão de posse de seus pertences antes do desembarque que poderá ser efetuado pelas portas dianteira ou traseira. Para outras informações, dirijam-se aos nossos funcionários de recepção em terra. Informamos que é proibido fumar e utilizar o telefone celular até a chegada ao saguão do Aeroporto. Passageiros em trânsito para Savannah permaneçam a bordo em seus assentos de origem a fim de facilitar a acomodação dos passageiros que aqui embarcarão. O Comandante Carlos Veselich agradece sua escolha pela American Airline e deseja a todos um bom dia. Obrigada.

O motor para e em alguns minutos, o sinal se apaga, como a mesma dissera, para que eu possa tirar o sinto. As portas se abrem e der repente, uma fila de pessoas já esta ao meu lado. Analiso meu assento para garantir que nada ficará para trás e então, enfio-me na fila.

Eu e mais algumas pessoas fomos encaminhados para o controle de fronteira e visto. Como instruída, o oficial fez-me perguntas sobre o intercambio, de onde eu sou, onde e quanto tempo iria ficar, e todas essas coisas.

Após toda a burocracia, finalmente pego minhas duas malas da esteira. Chegando a sala de desembarque, arrumo o cabelo e controlo a tremedeira de minha mão. Como irei fazer o High School, não tinha um grupo de pessoas para me acompanhar e por consequência, um representante não seria necessário.

A multidão de pessoas parece crescer cada vez mais. Olhando por todos os lados, começo a ficar tensa. Deveriam ter me esquecido, com certeza, meu Deus! O que eu estou fazendo?

Ando por mais alguns minutos, e finalmente, avisto uma moça de longos cabelos preto cujo olhos azuis pude notar de longe, e um homem com músculos enormes que usa boné e óculos de sol. A mulher segura uma placa branca com o meu nome, escrito. Agradeço mentalmente e suspiro aliviada, e rapidamente pego o pequeno papel em meu bolso no qual eu havia escrito o nome da minha nova host family. Ao perceberem que eu me aproximo, sem conter o sorriso, ambos também sorriem.

-Tracy?!

-Pattie e Jeremy, certo? –Digo, e rapidamente, ela me abraça. Desde pequena eu estudo inglês, já que esse é o meu sonho, então não seria difícil o contato com todos. –

-Ou mãe, e pai. –Rimos, e Jeremy me abraça. – Estamos tão felizes e ansiosos pela sua chegada! Você deve estar tão cansada. Está com fome?

-Querida, acalme-se. –Às mãos do homem, abraçam o ombro de Pattie. –

-Tudo bem, a viagem foi um pouco cansativa, mas com certeza eu estou mais empolgada que cansada! –Eu estou tão animada com tudo aquilo. Eles são, ou pelo menos, parecem ser tão legais que me deixam de olhos brilhantes. –

-Você vai adorar aqui! Ah, já ia me esquecendo. –Pattie estende o pescoço, parecendo procurar algo ao meu lado, o que me fez também procurar. – Justin! Venha aqui! –É como se ela estivesse falando com um fantasma, já que ninguém a olha. Ao sair de perto de nós, lembro-me de minha mãe, então vasculho a bolsa, e assim que pego o celular, aperto o botão lateral para liga-lo. – Desculpe por isso. Esse é o Justin, nosso filho mais velho e agora, seu irmão. – Olho para frente e um balde de água fria atinge meu corpo. O garoto tem olhos mel, e o cabelo louro num topete, o rosto tão fofo. Quase engasgo com a própria saliva. Eu com certeza estava um trapo. –

-Diga oi para Tracy, Justin. –Jeremy o olha e engrossa a voz. Justin me olha com tanto tédio misturado a raiva, que faz pensar que alguma coisa deveria ter acontecido antes que eu chegasse. –

-Oi, Tracy. –Sorrio, e Pattie range a garganta, ao perceber que ele se mantém em silencio. Após bufar disfarçadamente, sinto que talvez, minha presença o incomode. – Bem-vinda a família Bieber. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...