História Interdimençoes 2.0 - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls, Seraph of the End (Owari no Seraph), Star vs. as Forças do Mal, Steven Universe
Personagens Ametista, Bill Cipher, Connie, Garnet, Guren Ichinose, Krul Tepes, Lápis Lazuli, Marco Diaz, Mikaela Hyakuya, Mitsuba Sangu, Peridot, Pérola, Personagens Originais, Shihou Kimizuki, Star Borboleta, Yoichi Saotome, Yuuichirou Hyakuya
Tags Gravity Falls, Owari No Seraph, Romance, Star Vs As Forças Do Mal, Steven Universo
Visualizações 9
Palavras 977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - 3 Temporada: A cor do sangue


Kiker on

Cidade de paris 18:59 interior do subconsiente

Eu estava tomando café com o r enquanto jogavamos xadres.

Kiker- ja melhorou um pouco?(movo uma pessa)

R- ehhh mais ou menos.(toma café)

Kiker- não se preucupe, eu vou cuidar da gente.

R- ei não se sobrecarregue.(pega no meu pulso)

Kiker- é que é minha culpa.

R- você se culpa muito.

Kiker- hum e como não me culpar.

R- somos duas almas abtando o mesmo corpo, e se fomos abençoados com isso por que não dividirmos nossos problemas né.

Kiker- eh né.(sorri com lagrimas)

Derrepente a torre eifel começa a cair e nós levantamos por impulso.

R- KIKER!!!!.(joga a ser veresta)

E então eu acordo no meio de uma avenida, eu me levanto e vejo uma besta de gabriel, um monstro da tronbeta do apocalipse.

Kiker- ser acordado 18:00 de sexta-feira por um monstro que quer me comer isso sim é o cumulo.(fico com uma aura roxa)

O monstro começa a correr em minha direção e ele me devora, mas então ele explode e eu caio de pé.

Kiker- agora...........eu.......vo.(desmaio)

Violeta on

Ruinas de Moscow 19:00 antiga Russia

Eu estava fazendo uma vigia e então eu sinto uma sensação estranha.

Victor- ta tudo bem vi.(pega em meu onbro)

Violeta- eu senti um lipido fraco.

Victor- sera um deles?

Violeta- não sei.......irei investigar.

Victor- okay.

Eu saio correndo e depois de alguns minutos vejo uma besta do apocalipse cortada ao meio, e um rapas de cabelos roxo com uma blusa verde caido no chão com um ferrão no peito.

Violeta- o pulso esta fraco.(verifico os sinais vitais)

Eu me levanto e fico pensando no que eu devo fazer.........e então eu chego em uma conclusão.

Violeta- eu vou me arrepender disso.

Eu fasso um corte em minha lingua com minha presa e o beijo, deixando meu sangue escorrer pela boca dele, e então ele abre os olhos e me empurra.

Kiker- AHHHHHHHHHHH!!!!!!!.(sai vapor do corpo dele)

Eu estava observando ele se transformar, e derrepente uma aura negra sai do corpo dele e ele se senta vomitando todo o sangue que eu tinha dado.

Kiker- o que foi isso.

Ele estava me encarando com uma espreção seria, que combinava lindamente com seus olhos roxos igual a de um animal.

Violeta- ta tudo bem?

Kiker- bem tirando a parte de que agora eu sou 30% vampiro.

Violeta- e sua ferida?

Kiker- ja deve ter cicatrisado.

Ele se levanta e tira a camisa, então uma aura escura envolve o corpo dele fazendo ele ficar de all star preto, uma blusa de friu da mesma cor com o interior vermelho.

Violeta- o que é você.

Kiker- eu sou o deus da guerra.(olha para mim)

Ele salta e corta um monstro no meio com uma espada de energia roxa.

Violeta- o que foi que eu salvei.(falo espantada)

Depois de derrubar uns 30 monstros em 5 horas de batalha ele para em minha frente e fica me encarando com as mãos no bolso.

Kiker- temos que sair daqui.

ele pega em minha mão e sai me puxando para de baixo de uma ponte.

Violeta- ME SOLTA!!!!!.

Kiker- mais em?

Violeta- v...........você vai me matar.

Kiker- por que eu faria isso?

Violeta- você destruiu 30 monstros e ainda saiu ileso.

Kiker- sou muito overpower.(fala convensido)

Violeta- eu tenho que voltar.

Kiker- é muito perigoso.

Violeta- não impor........(caio de joelhos)

Kiker on

Me aproximo dela e a vejo ofegante.

Kiker- o que ouve?

Violeta- s.........sangue.

Kiker- hum sangue.....................aqui.

Tiro a blusa de friu e minha camiseta e fico de joelhos.

Kiker- bebe.(dou meu onbro)

Violeta- não.(fala ofegante)

Kiker- bebe logo.(coloco minha cabeça no onbro dela)

Ela se aproxima do meu bescoço e suas presas almentam de tamanho, e então ela da um beijinho no meu pescoço.

Violeta- eu aguento.(levanta usando a espada de apoio)

Kiker- vampira teimosa.

Violeta- você acha que eu tive escolha?

Kiker- nós nunca escolhemos nosso destino.(falo baixo)

Violeta- tenho que.......(cai)

Kiker- chega não da mais.

Abro duas asas pretas com o interior vermelho, e pego uma pena que imediatamente se transforma em uma adaga.

Kiker- aguenta.(guarda as asas)

Então eu fasso um corte em meu pescoço, e ele jorra um pouquinho de sangue.

Kiker- aqui.(passo o dedo)

Coloco o dedo na boca dela e imediatamente ela avança contra o meu pescoço e fica bebendo meu sangue, enquanto me abraçava.

Kiker- isso.............fique viva.(passo a mão no cabelo dela)

Depois dela terminar montamos uma fogueira e acampamos ali.

Violeta- por que me deu o seu sangue?

Kiker- ahhh tenho sobrando.

Violeta- é serio, eu podia mata-lo.

Kiker- você salvou minha vida.

Violeta- eu não queria nada em troca.

Kiker- e se fizermos um trato.

Violeta- que trato?

Kiker- eu viro seu assistente e você me da um lugar para morar.

Violeta- sabe cozinhar?

Kiker- sei fazer tudo.

Violeta- okay vamos ver.

Kiker on

10:35 acampamento de baixo da ponte.

Ao abrir meus olhos eu olho no redor e não vejo nem sinal da violeta então eu me sento e coloco a mão na minha testa.

Kiker- mais uma pessoa que eu perco.

E então alguem bate em meu onbro.

Violeta- bom dia.(fala de boca cheia)

Ela estava segurando um pedaço de carne seca na boca e com uma bandeija com arroz e frango.

Kiker- achei que tu tinha me abandonado.

Violeta- e ficar com peso na consiencia..........nem pensar.

Kiker- hum, onde você arranjou isso?

Violeta- eu tinha um mre sobrando.

Kiker- vampiros comem?

Violeta- claro.

Kiker- por que vocês bebem sangue?

Violeta- bebemos sangue, por que não conseguimos purificar o nosso.

Kiker- então é questão de nessesidade?

Violeta- é o preso da imortalidade.

Kiker- hum.

Violeta- temos que ir andando.

Kiker- para onde?

Violeta- vamos para o muro.

Kiker- muro?

Violeta- quando as tronbetas do apocalipse tocaram, os humanos criaram o exercito humanitario (EH) e esse exercito cuida das zonas seguras.

Kiker- bem então vamos andando.(levanto)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...