História Interdimençoes 2.0 - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls, Seraph of the End (Owari no Seraph), Star vs. as Forças do Mal, Steven Universe
Personagens Ametista, Bill Cipher, Connie, Garnet, Guren Ichinose, Krul Tepes, Lápis Lazuli, Marco Diaz, Mikaela Hyakuya, Mitsuba Sangu, Peridot, Pérola, Personagens Originais, Shihou Kimizuki, Star Borboleta, Yoichi Saotome, Yuuichirou Hyakuya
Tags Gravity Falls, Owari No Seraph, Romance, Star Vs As Forças Do Mal, Steven Universo
Visualizações 10
Palavras 1.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HEYYYY jente eu mudei um pouco a minha conta no spirit para black horse. e eu vou postar as minhas historias de segunda a sexta feira bem boa leitura

Capítulo 37 - Reunião militar


Fanfic / Fanfiction Interdimençoes 2.0 - Capítulo 37 - Reunião militar

Parkus on

Base militar 10:38 falia 6 dias depois

Eu me sento na cama toda descabelada e me espriguisso.

Parkus- hummmm bom dia r................ahh ele foi embora.(falo triste)

Saio do quarto e vejo a criss com um tablet na mão.

Parkus- bom dia querida.(falo desanimada)

Criss- o que ouve parkus?(me da um selinho)

Parkus- eu to triste.

Criss- tu ainda não superou?

Parkus- e como eu posso?

Criss- vem temos reunião hoje.

Parkus- bem não tenho escolha.

Kiker on

Apartamento 10:59 zona segura 

Eu estava dboa vendo alguns relatorios no notbook que a interdimençoes me mandou.

Violeta- como você conseguiu isso?

Kiker- fazia parte do meu trabalho.

Violeta- tem como contatar outros paises?

Kiker- não é tão simples assim.

Violeta- vai sair?

Kiker- vou sim, tenho trabalho.(visto um casaco)

Violeta- sabe.........eu estou de folga hoje.

Kiker- que bom.

Violeta- ei vai me convidar não?

Kiker- quer vir?

Violeta- sim, só vou me arrumar.

Ela entra no quarto e 5 minutos depois sai com um vestido verde agua com uma corrente em volta do coque gigante no cabelo.

Kiker- onde tu vai?

Violeta- sair com tigo.(coloca um brinco)

Kiker- você não vai gostar do lugar onde vamos.

Violeta- não importa, eu vou ver uma cidade de verdade.

Saimos do apartamento e fomos até o teto do predio.

Violeta- por que estamos aqui?

Kiker- o transporte vai chegar logo.(olha no relogio)

Violeta- tu ta diferente.

Kiker- é meu terno do exercito.

Violeta- ta bunito.(fala corada)

Kiker- hehe.(sorri convensido)

Violeta on

Então um helicoptero preto com detalhes vermelho, apareçe no horizonte.

Violeta- vampiro?

Kiker- relaxa.

O helicoptero passa dando rasante por nós e da a volta pousando no teto do predio.

Soldado- TEMOS QUE IR ESTAMOS ATRASADOS.(abre a porta do helicoptero)

Entramos e o helicoptero decola rapidamente.

Violeta- que velocidade.

Kiker- quanto tempo de viagem?

Soldado- 5 minutos.

Derrepente entramos em um tunel roxo.

Soldado- não vai dar problema?

Kiker- ahhh qualquer coisa eu mato ela.

Violeta- É O QUE!!!!!!.

Kiker- brincadeira...kkkkkkkkk

Violeta- não vi graça.

5 minutos depois

Depois de 5 minutos fomos parar em uma floresta voando perto da copa das arvores.

Violeta- onde vamos?

Kiker- ali.

Olho e vejo uma cidade em um lindo descampado.

Violeta- que lindo.

Kiker- é né.

Pousamos e fomos caminhando pela cidade, e então vimos duas mulheres de terno militar encostadas em um carro vermelho.

Moça- ahhh que demora.

Moça2- ele ja devia ter chegado.

Kiker- o transito estava um ca...............

Moça- AHHHHHHHHH QUE SALDADE!!!!!!!!!(pula em cima dele)

Kiker- para parkus.(fala rindo)

Parkus- ahhhhhhhh nunca mais saia desse geito ficamos morrendo de preucupação.

Kiker- vocês sabem por que eu fugi.

Parkus- a criss tambem estava com saldade.

Criss- parkus, deixa ele respirar.

Então eu pego no palitó dele e seguro.

Parkus- quem é essa?

Violeta- v.....v......violeta.

Parkus- por que ela veio comtigo?

Kiker- ela quis vir.

Parkus- tu nem pensa em se aproveitar dele entendeu.

Kiker- deixa ela em paz parkus.

Parkus- bem eu ja mandei preparar a sua tenda e mandei pre..............

Kiker- parkus eu não vou voltar.

Parkus- COMO!!!!.

Kiker- vocês deixaram o R instavel e eu não posso correr o risco.

Criss- então você vai nos abandonar?

Kiker- parkus eu acho que ele não vai aguentar mais uma desepsão.

Parkus-............(abaixa a cabeça)

Kiker- sinto muito.(me aproximo)

Parkus- SAI DE PERTO!!!!.

Criss- parkus.

Parkus- SAI SAI SAI!!!!!!!.

Kiker- violeta, quer ir na frente.

Violeta- o.......okay.

Ele me da um passe e eu vou até a base militar.

Base militar 14:00 falia

Eu estava sentada em uma sala de reunião cheia de militares me encarando.

Violeta- se eu subesse tinha vindo de uniforme.

Cristalia- não se preucupe só é imcomum esse vestido na guerra.

Violeta- é que eu achei que o r ia para uma reunião de negocios sei la.

Cristalia- não se preucupe......depois ele mostra a cidade.(fica olhando alguns papeis)

Então a porta se abre e a parkus entra batendo os pés, seguida da criss e do kiker.

Cristalia- agora que estão todos aqui, podemos começar.(as luzes apagam)

O kiker passa atras de mim e fica em pé com as mãos em meu onbro.

Kiker- pode ficar tranquila.

Cristalia- bem nossa inteligencia informou que os deuses estão planejando uma ofensiva.

Kiker- mais já.

Parkus- cala a sua boca kiker você não sabe de porra nenhuma do que esta acontesendo aqui.

Violeta- ela esta brava.(coxixo)

Kiker- fique tranquila.

Cristalia- estamos tendo problemas em invadir o planeta, por causa da defesa ant aeria, queremos discutir um plano viavel.

Kiker- como foi o ultimo ataque?

Cristalia- olhe.(um holograma gigante apareçe)

Eu estava olhando aquilo apavorada, explosoes, helicopteros, avioes, tudo sendo destruido.

Kiker- então eles resolveram agir.

Violeta- tem uma falha.

Cristalia- que falha?

Violeta- olhem.(aponta para um helicoptero)

Cristalia- é um dos nossos.

Violeta- não é não esse é branco.

Derrepente sinto a minha visão turva e cambaleio.

Kiker- sangue?(coxixa)

Eu aceno com a cabeça e ele corta o proprio pulso, e me da para beber.

Cristalia- o que ela esta fazendo?

Kiker- esqueci de mencionar ela é uma vampira.

Criss- ta tudo bem.(pega no meu onbro)

Eu concordo com a cabeça enquanto tomava o sangue do pulso dele.

Cristalia- eu chamei o kiker por que ele bolou uma estrategia.......kiker.

Kiker- bem minha proposta é simples.............vamos jogar nossas unidades terrestres da orbita.

General- ISSO É LOCURA!!!!!!.

Kiker- não não é.

General2- nossos cataflarios não tem resistencia a calor.

Kiker- eu ja mandei o projeto das capsulas de reentrada.(mostra um casulo)

Violeta- hum, intereçante é como uma semente.

Kiker- isso mesmo, podemos colocar 1000 cataflarios em cada casulo.

General- e se as sementes explodirem.

Kiker- por isso vamos colocar blindagem reativa neles.

Parkus- é locura, colocar explosivos em capsulas de reentrada.

Violeta- e se fosse um guarda chuva.

Kiker- como?

Violeta- colocamos um guarda chuva com os explosivos, quando eles explodirem não darão dano.

Parkus- por que confiariamos em um vampiro?(se aproxima)

Cristalia- calada parkus.

Parkus- EU ME RECUSO A FICAR NA MESMA SALA QUE ESSE MONS..........(levanta a mão para mim)

Todos ficaram de boca aberta com o que aconteseu o kiker colocou o rosto ba frente do tapa que ela ia me dar.

Kiker- se quiser me matar, fique a vontade, mas eu só pesso não toque nela parkus.

Parkus- ELA TE TIROU DE MIM!!!!.

Kiker- parkus, eu não fugi por causa dela.

Parkus- é só quero você de volta.(abraça ele)

Kiker- desculpa jente eu e a parkus vamos sair da sala a violeta vai contar os detalhes.

Parkus on

Saimos da sala eu e o kiker e sentamos do lado de fora.

Parkus- não vai falar nada?

Kiker- você quer conversar com ele?

Parkus- quero.

Então de roxo seus olhos ficam preto e lagrimas escorrem.

Parkus- volta por favor volta.(abraço ele)

R-...............(me abraça chorando)

Parkus- desculpa, por não ser digna por não te entender.

Suas lagrimas molhavam meu onbro enquanto ele chorava baixinho.

Parkus- ei olha para mim.

Ele olha com aqueles olhos negros como a noite cheios de lagrimas.

Parkus- ohhh deus não resisto a esse olhar.(se aproxima)

Selamos nossos labios em um beijo calmo e confortavel.

R- guiAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!(cai no chão de joelhos)

Os céus ficaram escuros e raios caiam perto de nós.

Parkus- r calma r.

R- não consiAHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!.(se contorse)

Derrepente o kiker apareçe em forma de fantasma com os braços crusados olhando.

Parkus- fassa algo.

Então varias correntes roxas saem do chão e o prendem enquanto ele se debatia.

Parkus- p.......por que.

Kiker- os sentimentos o deixaram descontrolado.

Parkus- tem como reverter?

Kiker- te......tem mas tu não vai gostar.

Parkus- não me diga que.........

Kiker- ela mesmo.

Parkus- VIIIIIIIIIOOOOOOOOOOLETAAAAAAAAA!!!!.

Violeta on

Eu estava explicando o plano do r e então eu ouso a parkus.

Violeta- droga.(saio correndo)

Eu saio do predio e vejo o kiker se debatendo no chão com correntes o prendendo.

Violeta- o que ouve?

Parkus- morde ele.

Violeta- por que?

Parkus- ANDA LOGO!!!!.

Eu me aproximo do pescoço dele e mordo a arteria do coração ao fazer isso um enorme fluxo de poder sai dele e começa a entrar em mim e com o passar dos segundos ele se acalma.

Kiker- entendeu agora parkus.

Eu olho e o vejo ofegante com os olhos fechados e corado.

R- parkus..........vi

Violeta- o que aconteseu?

R- quem me mordeu kiker?

Kiker- a violeta drenou seu poder.(se senta ao lado dele)

R- o que significa isso?

Kiker- olha parseiro...........você esta mal, e essa é uma doença do coração.

R- kiker?

Kiker- teremos que abandonar as duas.

R- m........mas..........mas.

Kiker- se você não deixa-las você ira mata-las.

R- e a violeta?

Kiker- ela não se preucupe, vamos cuidar dela.

R- então isso é un adeus?

Kiker- acho que sim.

R- não quero sair.(se encolhe)

Kiker- porra mano não força a barra.(cai lagrimas)

Violeta- vem ca.(abraço ele)

R- eu quero ficar com minhas pedras presiosas.

Kiker- r.

R- não quero ir.

Kiker- ta na hora.

R- okay.

Então o kiker em forma de espectro some e os olhos do r ficam roxo.

Kiker- ei vi, vamos dar uma volta na cidade?

Violeta- tu tem sertesa?

Kiker- vem.(sai andando)

Saimos andando da base e ficamos andando pela cidade.

Kiker- ai ai.

Violeta- quem é aquele?

Kiker- é minha segunda alma, R.

Violeta- ele pareçe bem mal.

Kiker- ele esta sofrendo tadinho.

Violeta- e aquelas duas?

Kiker- eram mulheres dele.

Violeta- por mulher dele você fala sua mulher tambem?

Kiker- bem podemos abitar o mesmo corpo, mas somos diferentes.

Violeta- ei.............e se alguem se apaixonase pela sua alma?

Kiker- o que que tem?

Violeta- você aceitaria?

Kiker- pff quem se apaixonaria por mim?

Violeta- é serio.

Kiker- bem eu acho que daria briga.

Violeta- você nunca se apaixonou?

Kiker- não essas coisas são com o R.

Violeta- então aquelas coisas na zona segura?

Kiker- aquilo foi eu.

Violeta- confuso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...