História Interligados - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias MasterChef Brasil
Personagens Ana Paula Padrão, Erick Jacquin, Henrique Fogaça, Paola Carosella
Tags Farosella, Henrique Fogaça, Paola Carosella
Visualizações 124
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oieee, cheguei! devem estar se perguntando pq eu tô postando muitos capítulos com pouco tempo que comecei aqui.
eu queria chegar nesse cap que vocês vão ler agr, dai eu dou uma pausa.
confesso que chorei escrevendo esse cap.
então coloquem uma música triste para ler.
aproveitem!

Capítulo 3 - Afastar.


Paola on
Dormia profundamente até que meu celular toca, olho no visor e Vejo " Ana Paula"
- O que foi, amiga? atendi preocupada
- O Fogaça, Paola, ele sofreu um acidente - disse ela
- QUÉ? - praticamente berrei ao ouvir o que Ana tinha me falado - Em qual hospital ele tá? Eu tenho que vê-lo
- Tô passando na sua casa para irmos - disse Ana, eu assenti e desliguei
Peguei qualquer roupa, deixei a Fran com a babá que por sorte estava lá.
Ana chegou e fomos até o hospital
O caminho inteiro foi um silêncio devastador.
- Paola, ele vai ficar bem - disse a Ana tentando me confortar
- Yo no posso perdê-lo, Ana - disse em lágrimas - Nós brigamos antes dele ir embora.
Chego no hospital e Ana vai falar com a médica
- Pao, a médica está te chamando - disse NaPaula
- Você que é Paola Carosella? - perguntou a médica
- Sí, como ele está?
- Ele deu muita sorte, o capacete amorteceu a queda, ele teve algumas escoriações e uma concussão leve
- Ele está acordado? - perguntei
- Não, adormeceu logo depois dos exames, mas pode vê-lo
Entrei na sala e vi Henrique com um semblante calmo, dei um sorriso besta.
- Oi, mí tatuado - disse passando a mão em seu peito - Acorde, por fabor
- Paola? - disse o chef tentando se acostumar com a luz da sala
- Oi, mí amor - disse dando um sorriso - como se siente?
Melhor. - disse ele - Paola, me desculpa pelo o que falei ontem
- Vou pensar - disse ela rindo - Fogaça, você no sabe lo susto que tu me deu
- Para de falar espanhol, você sabe que me deixa louco - disse ele olhando para mim
- Henrique, já disse só amigos.
- Queria falar com você sobre isso, Paola, não dá - disse ele se ajeitando na cama - Não dá pra ser só seu amigo, eu te amo demais pra ter que aguentar ser apenas isso...
- Então acha que devemos nos afastar - complementei sentindo um aperto no meu coração
- Não quero ser egoísta, é para o bem de nós dois
- NÃO É HENRIQUE, NÃO É PARA O BEM DE TODOS - disse alterando a minha voz - Você só está pensando em você, como sempre
- Paola...
- Para de ser egoís... - disse quando ele me interrompeu abruptamente
- PAOLA PARA - vociferou, ignorou o som do monitor indicando que seus batimentos estavam aumemtando - é para seu bem sim! Você disse que não me queria, eu te amo e quero te ver feliz...
- Não fale comigo - disse rispidamente - apenas na gravação e apenas o básico.
As lágrimas rolaram livremente no meu rosto
- Não chora, por favor - disse o Fogaça - Volta aqui.
Saí apressada de lá, encontrei o Jacquin
- O que aconteceu, Pao? - disse ele me abraçando
- Eu e Fogaça - expliquei toda a história para ele - Eu tenho que ir, tchau Jacquin
Saí do hospital e cheguei em casa
- O que aconteceu, mamá? - perguntou a Fran
- O que a mocinha faz acordada? Vem, vamos dormir, rayo de sol
Levei a Fran ao quarto e deitei com ela.
Não conseguia pregar os olhos, as lágrimas caiam a vontade. Meu coração estava com um vazio impressionante.
Vi meu celular apitar e olhei a mensagem no visor. Era dele

"Me perdoa, por favor. Não queria falar com você assim."

Ele me magoou demais, não podia simplesmente perdoá-lo

"Me esquece, para o bem de todos" escrevi repetindo o que me disse mais cedo e bloqueei ele do meu celular.


Notas Finais


é isto ksksksks
comenta aí se você chorou ou só comenta mesmo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...