História Interligados - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias MasterChef Brasil
Personagens Ana Paula Padrão, Erick Jacquin, Henrique Fogaça, Paola Carosella
Tags Farosella, Henrique Fogaça, Paola Carosella
Visualizações 101
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oii, meus anjos!!
desculpa por demorar a postar, prometo que vou ser mais ativa

boa leitura sz

Capítulo 8 - Aceita?


Paola on

"Agora diz que não é ciúmes" aquilo estava na minha cabeça desde ontem, quando ele me falou isso. Voltei dos meus devaneios com a Fran me chamando.
- mamá, o que usted tem? - perguntou fran comendo seu café da manhã
- nada, hija, tava só lembrando uns momentos felizes - disse sorrindo - agora vamos, você tem que ir pra escola

A menina assentiu e foi tomar banho. Logo fiz o mesmo, coloquei uma calça jeans e um moletom, já que estavam 17 graus em São Paulo, passei uma maquiagem básica apenas para esconder as olheiras, apressei Fran, que logo saiu do quarto e fomos.
Após deixar a mesma na escola, segui até a Band, antes de sair do carro, soltei os cabelos ondulados e passei um batom nude nos meus lábios. Olhei no espelho satisfeita com o resultado, logo veio aos meus pensamentos o que Henrique iria achar disso. Dou um sorriso besta e saio do carro.
Adentro os estúdios colocando a chave do carro dentro da bolsa, até que ouço uma voz que me faz levar um susto e largar a chave no carro
- Bom dia, argentina! - diz Henrique gritando no meu ouvido
- Que susto, Henrique! - digo chateada - Você tem que parar com isso!

Ele balança a cabeça negativamente e pega a chave no chão, logo nossos olhos se encontram e eu sinto meu coração disparar.

- Você tá linda hoje - disse ele num tom mais baixo me fazendo corar
- Tenho que ir, aliás como foi o encontro com a Helena? - disse me aproximando
- Eu recusei sair com ela - disse ele firme me fazendo rir baixo

Sai de perto dele sem falar nenhuma palavra mas logo sinto ele me puxar pelo braço
- Temos que conversar, hoje - disse ele sério me soltando e seguindo até seu camarim. Logo eu faço o mesmo.
Visto minha roupa e espero a maquiadora entrar na sala, porém quem entra é outra pessoa.
- O que quer, Fogaça? - disse suspirando fundo
- Te avisar que você tem 30 minutos e que hoje quero te levar pra um lugar, aquele parque que íamos.
- Aquele que você me levava antes de me trair, entendi - disse debochada
- Vou passar aqui pra irmos - disse ele saindo, sem me deixando como respondê-lo

Ah, Henrique Fogaça, o que você fez comigo?
Logo a maquiadora voltou e eu terminei, arrumei o vestido e fui até o palco. As gravações começaram e tomamos nossas posições.
Tudo ocorreu tranquilamente, certas vezes sentia o olhar de Henrique sob minhas costas mas ignorava. Quando ouvimos o "por hoje é só", olhei para Henrique que afirmou que iríamos sair.

- Vamos, Paola - disse ele batendo na porta
- Calma! - disse saindo do camarim

Ele sorriu, me olhando de cima a baixo, logo fomos para seu carro. Estava impaciente pra saber o que ele queria e por que ele me traria naquele lugar de novo.
Chegamos e ele me ajudou a descer do carro, pedimos uma água de coco e sentamos um do lado do outro.
- Por que você me trouxe aqui? - perguntei me virando pra ele
- Por que eu tenho que conversar com você, lindinha - disse ele - é que não dá mais pra ficar longe de você

Meu coração disparou ao ouvir essa frase, eu sentia a falta dele, sentia falta de tê-lo do meu lado todos os dias.

- Henrique... - disse largando o coco na mesa - você sabe que é difícil
- Você fala que é difícil, mas eu só quero o seu perdão - disse ele - por isso eu te trouxe aqui.

Ele se levantou e me puxou junto, meus olhos se encontraram com os deles, ambos estavam brilhando e um pouco mareados. Ele segura minha mão e olha para o céu que estava lindo naquela noite. Olho para a imensidão negra mas volto a atenção a Henrique que estava ajoelhado na minha frente.

- Paola Carosella, você aceita namorar comigo? Agora realmente sério, quero ter uma vida com você, me deixa eu te fazer minha mulher, por favor.


Notas Finais


gostaram? me digam!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...