História INTERLIGADOS (Imagine Min Yoongi - Suga - BTS) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Fic, Imagine, Professor, Romance, Suga, Yoongi
Visualizações 236
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioioioi Lindezas :D

Novo capítulo aê

Espero postar o próximo o quanto antes

Capítulo 13 - Paixão


Fanfic / Fanfiction INTERLIGADOS (Imagine Min Yoongi - Suga - BTS) - Capítulo 13 - Paixão

POV MIN YOONGI  

(No Hotel) 

 

Ainda de manhã vejo S/n na porta do hotel com Jimin. Lembro-me imediatamente do dia em que ele nos viu juntos e dos momentos seguintes, em que eles pareciam tão próximos. Hoje não é diferente. Eles conversam tão fácil, interagem tão bem... A forma que eles se tratam me incomoda; chega a dar raiva. Ele tem namorada, certo? Mas que merda ele está fazendo com a S/n então? 

  

Sinto meu rosto queimar quando os vejo chegando bem tarde. Eles estavam até agora juntos?  A pior parte disso, é que me afeta. Mas que merda! Isso não deveria me incomodar tanto. Ela é só uma garota que eu beijei. Eu já beijei outras... Mas por que raios com essa menina tinha que ser diferente?  

 

Os dias se seguem sem direcionarmos a palavra um ao outro. Voltamos para Seul, dando continuidade às nossas vidas de merda.  

Quando vejo a Sun Hee, percebo a oportunidade de comentar sobre a S/n e o Jimin. Será que ela acha normal a proximidade deles, a ponto de não se importar que eles saiam sozinhos e voltem apenas horas depois? 

Pelo visto, ela não sabia, porque começou a xingar o Jimin de todos os nomes possíveis. 

Possesso pela raiva, me junto a Hee, que agora falava nomes que eu nem imaginei que dava para xingar alguém e falo muito mal da S/n.  

Quem diria que no final das contas eu estaria certo sobre as pessoas que vêm do Brasil... A cada dia que passa, ela consegue se enfiar ainda mais na merda e estragar a visão que as pessoas têm dela. Pelo menos agora a Hee me entende. 

Certamente não se pode confiar em ninguém. Nunca. 

  

_________________________________________________________ 
 

Dias depois, surpreendo-me ao ver Hee com Jimin, de mãos dadas, e usando anéis de compromisso. Essa menina é retardada? Pelo visto, ela deve gostar muito dele mesmo... Prefiro não me meter nessa história. Ela provavelmente é cega ou muito ingênua. 

Precisei ficar um pouco mais na escola, então só volto para casa à tarde. Guk, que me esperou até o momento, volta para casa comigo. Apesar das merdas que ela diz e faz, eu gosto dela. Ela é praticamente a única família que eu tenho.  

Seguimos o trajeto caminhando, já que a ruiva me convenceu de que deveríamos sentir o ar puro e refletir sobre a vida. Depois dela insistir muito, eu concordei. Tudo para que ela pare de perturbar, certo? 

Infelizmente nossa “caminhada relaxante” perde totalmente o significado quando ouço o barulho de uma buzina próximo de onde nos encontrávamos. É o Jungkook. Ah, e ele não está sozinho. No carona estava simplesmente a origem dos meus problemas. Tal visão me faz querer vomitar. Então eles estão juntos? 

Minha dúvida parece ser respondida durante a semana, pois os vejo saindo novamente, fazendo minha raiva aumentar. Como ela pode fazer isso? 

Então ela simplesmente aparece, destrói toda e qualquer sanidade que ainda me restava, causando uma enorme confusão na minha cabeça, e depois dá as costas?    

Esse tipo de pensamentos que atordoam minha mente me preocupa cada vez mais. Então eu tenho sentimentos por ela, é isso? É horrível admitir, mas acho que tanto ódio resultou em algo maior.  

Droga. 

Como eu fui me apaixonar logo pela pessoa mais ferrada do universo? 

 

____________________________________ 

 

No fim de semana ela aparece na minha casa. Deus. Eu devo ter feito coisas terríveis em uma vida passada. A Guk bem que poderia ter me avisado que ela viria, assim eu poderia ir para a casa do Hobi. 

 

Tento ignorá-la, e permaneço no meu quarto durante a maior parte do tempo.  

Me levanto de madrugada, sem sono e a vejo perdida na cozinha, procurando algum copo imagino. 

Não consigo conter minhas risadas após ela derramar toda a água sobre si, assustada com minhas instruções de onde ela poderia encontrar um copo. 

Ela está simplesmente linda. Apenas olhar para ela é o suficiente para me tirar do sério. Além de ela já ser bem bonita, ela veste roupas curtas, e agora, um pouco transparentes depois de ela derramar água sobre elas. Isso em uma madrugada, em que somos os únicos acordados. Isso não é fisicamente possível de ignorar. 

Toda a raiva que guardei até agora parece sumir à medida que o som de suas risadas ecoa. Como ela consegue fazer isso? 

Puxo-a até o meu quarto para lhe emprestar algumas roupas, já que estava difícil pegar as dela. Além disso eu não confio em mim sozinho com ela naquele estado.  

Deixo ela sozinha e espero na porta.  

 

Yoongi: S/n? - falo com a cara enfiada na porta - Você já se trocou? -  espero por alguns segundos, mas nada. - S/n? Ah, dane-se, estou entrando.  

 

S/n: Desculpa, eu não tinha te ouvido. - ela diz baixinho quando me percebe a entrar. 

 

Yoongi: Tanto faz. As roupas serviram? 

 

S/n: Sim, obrigada – ela termina de dizer e o silêncio reina no local - Mas... - hesita antes de continuar - Por que você está sendo legal comigo? Pensei que tivesse voltado a me odiar - ela volta a me provocar. Parece que não consegue viver sem arranjar algum conflito. 

 

Yoongi: Eu não te odeio, S/n - vou até a cama e me sento. 

 

S/n: Mas parece. - ela fala bem baixinho. - Você só fala coisas ruins de mim. Além de ser grosso comigo e me deixar extremamente confusa. - ela se senta ao meu lado na cama. 

 

Yoongi: Confusa? - mas que merda essa menina está falando? É ela quem me deixa confuso. - Por quê? - como assim EU a deixo confusa? 

 

S/n: Fala sério, Yoongi - ela fala quase que brigando - Você me trata super mal uma hora e na outra, simplesmente me beija! Por que você fez isso? - estranho suas palavras. Até agora não tínhamos conversado sobre isso, nem mesmo citado o assunto. Estávamos apenas a ignorar esse ocorrido.  

 

Yoongi: Eu não sei, S/n - me aproximo dela e percebo seus olhos descendo até meus lábios. Pelo visto, eu não sou o único a demonstrar algum tipo de interesse aqui... Passo a mão em seu braço e a sinto arrepiar com o toque. Sorrio com sua reação e me aproximo mais. Resolvo... Hum... “brincar” com ela um pouco. - Você não gosta que eu te faça essas coisas?  

 

S/n: Yoongi... - ela fala arrastado, sussurrando, o que é suficiente para me enlouquecer. Não consigo esperar por mais nada, e me aproximo, unindo nossos lábios. Ambos podemos ver o quão necessitados estávamos ao compartilhar um beijo intenso e feroz. Minhas mãos vão até sua cintura e ela põe suas mãos em meu pescoço, se aproximando mais ainda de mim. Puxo-a pra mais perto, e a mesma se senta em meu colo, fazendo-me deixar escapar um leve gemido, notando meu membro enrijecer. Aperto mais sua cintura e posso ouvir o gemido baixinho que ela dá.  

Só se pode escutar nossos gemidos abafados, soando como sussurros, o que é suficiente para me deixar mais excitado. Isso está me deixando cada vez mais louco.  

 

Yoongi: Eu estou apaixonado por você, S/n - falo arrastado, sentido seus lábios em meu pescoço.  

 

MAS O QUÊ???? Eu realmente não queria dizer isso.  

Ela olha para mim surpresa. Por que eu disse isso? Imbecil!  

 

Tiro ela rapidamente de cima de mim e saio do quarto, deixando-a sozinha.   

Mas que merda eu fiz? 

Saio em direção à varanda e fico por alguns minutos ali, imaginando o que faria ao vê-la novamente.  

Quando volto para o quarto, ela não está mais lá.  


Notas Finais


Ô ALELUIA
Deixe seu comentário
Os próximos capítulos têm treta :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...