História International Love History (Long Imagine Jimin) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Chim Chim, Jimin, Love, Park Jimin, Romance
Visualizações 3.786
Palavras 1.401
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pra você que está lendo :]

Só queria avisar que... As coisas vão começar a mudar a partir daqui. Não sei se já sentiram, mas o romance já está começando... :9
E novidades podem estar chegando também!

Atualizações todas as terças, quintas e sábados (meia noite).
Capítulo 6/21. (Em andamento)

Capítulo 6 - Madison e Park Avenue


Fanfic / Fanfiction International Love History (Long Imagine Jimin) - Capítulo 6 - Madison e Park Avenue

      Assisti todas as aulas que eu teria naquele dia e depois fui voando pra casa. Já era cinco da tarde quando cheguei e já decidi arrumar minha roupa para encontrar com Jimin novamente. Dessa vez eu poderia colocar qualquer roupa que eu quisesse, pois não estaríamos na faculdade. Eu não estaria com mochila e nem cadernos dessa vez.

      A primeira coisa que eu fiz ao chegar em casa foi avisar à minha mãe que eu só iria no sábado, depois disso fui escolher um look. Abri o meu guarda roupas e logo escolhi meu jeans preto, peguei uma blusa listrada de manga comprida, escolhi uma jaqueta também preta e botas [ Foto de capa 1 ]. Pensei em colocar uma touca, mas não estava tão frio assim.

      Fui tomar banho depois de ter escolhido o que vestir, e logo em seguida, faltava pouco para eu já estar pronta. Depois de vestida, decidi deixar meu cabelo solto, escolhi brincos discretos e depois de ter arrumado minha sobrancelha, passei um batom vermelho forte e um pouco de blush.

      Arrumei minha bolsa, peguei a chave do meu carro, e depois de ter trancado tudo, eu saí da garagem do prédio onde moro. Sete horas eu estacionei meu carro na universidade e assim que fui até a entrada, pude ver Jimin exatamente onde disse que estaria.

      Ele vestia um jeans escuro como o meu, usava uma blusa branca por dentro de um casaco listrado, usava sneakers e um boné preto virado para trás [ Foto de capa 2 ]. O vi de longe e assim que o fitei, notei que nos vestimos com roupas parecidas.

      – Olá! – Eu o surpreendi.

      – Olá! – Ele sorriu fechando os olhos e se curvando no mesmo instante.

      – Deixa eu te ensinar uma coisa. – Eu estendi a mão em sua direção e segurei a sua. – É assim que nos cumprimentamos aqui nos Estados Unidos. – Sorri. – Se chama aperto de mão.

      – Desculpe. – Ele sorriu envergonhado.

      – Não precisa se desculpar. – Sorri. – E então, vamos?

      Jimin assentiu e logo fomos para a avenida principal, de frente para a universidade. Eu sabia que ele não iria de carro comigo, então não perdi tempo ao chamar um táxi. Não demorou muito para conseguirmos um, e quando entramos, começamos a conversar.

      – E então, como foram as aulas de hoje? – Perguntei.

      – Confusas... Ainda não sei me comunicar e compreender as coisas.

      – Aos poucos você vai aprendendo.

      – Você deveria ter as mesmas aulas que eu... Seria bem mais fácil. – Ele disse, envergonhado. – Por que não muda de curso? – Brincou.

      – Já estou na metade dos períodos. – Sorri. – Estou no quarto indo pro quinto período.

      – Puxa vida, está bem adiantada. – Ele disse. – Qual é o seu curso?

      – Direito. – Respondi.

      – Meus parabéns! – Ele sorriu e logo eu vi que estávamos perto do nosso destino.

      – Estamos chegando. – Avisei a Jimin.

      Descemos do táxi na Avenida Madison, e mesmo ao ver que ela não era tão iluminada quanto a Broadway, Jimin ficou encantado. Novamente pegou seu celular e já começou a fotografar tudo.

      – Puxa vida, olha só o Empire State! – Ele vibrou feito um garotinho.

      Jimin ficou tão eufórico ao ver tudo aquilo, que sua felicidade me contagiou também. Não consegui parar de sorrir por um segundo sequer ao ver sua reação. Depois de uns vinte minutos – creio eu – andando na Avenida Madison, lembrei Jimin que ainda tínhamos que ir até a Avenida Park. Ele animou-se mais ainda, e sem perder tempo, fomos até lá.

      Avenida Park era uma avenida típica americana, muito mais discreta e simples do que a Broadway. Mas, mesmo assim Jimin não deixou de ficar eufórico. Encontramos um poste com a placa escrito o nome da rua e sem pensar duas vezes, ele me entregou seu celular, abraçou-se com a placa e pediu que eu tirasse uma foto [ Foto de capa 3 ]. Eu sabia que ele teria esse tipo de reação...

      Depois de andar e andar ali na avenida que tinha o mesmo nome que Jimin, resolvemos voltar para a Madison para comermos alguma coisa. Dessa vez escolhemos o Berryie’s, um dos restaurantes que mais nos chamou a atenção. Já era oito e quarenta da noite, então decidimos jantar. Fiz meu pedido e logo ajudei Jimin a fazer o dele. Assim que o garçom se retirou, voltamos a conversar.

      – Quando você perguntou qual era o meu curso, eu lembrei que você disse que o seu é dança... Por que escolheu esse curso?

      – Eu pratico desde pequeno... E por gostar tanto, pensei em me especializar para conseguir algo nesse ramo mais para frente. Muitas pessoas trabalham com isso, mas poucas são capacitadas e especializadas no assunto... Eu quero ser uma dessas pessoas.

       – Entendi. – Sorri. – Mas por que veio exatamente pra cá?

       – Não escolhi, apenas fui informado de que eu tinha conseguido uma vaga aqui. – Sorriu.

      – E está gostando?

      – Gostaria mais se eu estivesse conseguindo me sair melhor. – Corou. – Mas com o tempo eu vou mudar isso.

      – Vai sim. – Concordei. – Você está morando aqui por perto mesmo?

      – Não me lembro o nome do bairro. – Ele riu.

     – Tudo bem, não tem problema. – Sorri. – Oh, podemos tirar uma foto juntos? Já saímos algumas vezes, mas até agora não temos uma fotinha sequer.

      – É claro. – Ele ficou envergonhado, mas aceitou.

      Aproximamos nossos rostos e enquanto eu pisquei um olho só fazendo um charme na hora da foto, Jimin fez um sinal de “V” com a mão direita perto dos seus olhos. Típico gesto asiático para fotos...

      – Ficou boa? – Ele perguntou.

      – Sim. – Sorri. – Nossa... Seus cabelos são tão escuros...

      – Se eu pudesse o pintaria de loiro, é bonito. – Ele disse.

      – Por que não pinta?

      – Porque vou ter que retocar eternamente. – Ele riu. – E as pessoas não acreditariam, porque asiáticos têm sempre os cabelos pretos.

      – É tão lisinho...

      – Até demais. – Ele riu. – Sempre cai nos olhos... Tipo agora.

      Seus cabelos caíram em seus olhos quando ele se mexeu bruscamente, e nesse momento, sem pensar duas vezes eu os afastei de seus olhos.

      – Bem melhor assim. – Ele disse, corado depois de eu ter tocado em seu cabelo para arrumá-lo.

      – Ah, me lembrei de uma coisa... Ainda não tenho o número do seu celular.

      – Eu anoto pra você. – Ele disse, pedindo meu celular. – Vou enviar uma mensagem pro meu para poder salvar o seu também.

      Assenti, lhe entreguei, ele digitou rapidamente e logo me entregou meu aparelho.

      – Chim Chim? – Eu li e sorri ao fitá-lo.

      – É meu apelido, meu irmão menor me chama assim desde pequeno. – Ele sorriu.

      – Por que Chim Chim?

      – No sotaque coreano meu nome se pronuncia “Tchimin”, e como ele não conseguia dizer o nome todo, ele começou a me chamar de Chim Chim, que seria só o começo do meu nome.

      – Que amorzinho. – Sorri.

      Nosso pedido chegou em seguida, e não esperamos mais um segundo sequer para começar a comer.

      – Esses talheres são enormes. – Ele disse.

      – Suas mãos que são pequenas. – Eu respondi.

      – Por que gosta tanto de implicar comigo? – Ele corou.

      – Ora, não estou implicando... – Sorri.

      – Imagina... – Ele brincou e no mesmo instante, voltou a comer.

      Saímos do restaurante poucos minutos depois de terminamos nossa refeição. Voltamos andando pela avenida e quando achamos um taxi livre, logo o chamamos. Dez minutos depois, já estávamos de frente para a Columbia University – onde estudávamos.

      – Mais uma vez eu espero que você tenha gostado. – Sorri.

      – Impossível não gostar. – Ele sorriu me fitando.

      – Até breve então. – Sorri e lhe estendi a mão.

      – Vejo você mais tarde. – Ele disse, apertando minha mão enquanto conseguiu falar a expressão perfeitamente em inglês.

      – Está vendo como está melhorando? – Me referi a sua pronúncia quando sorri.

      – Estou praticando. – Sorriu e acenou.

      Nos despedimos, mas dessa vez não observei Jimin indo até o ponto de ônibus. Peguei meu carro e voei pra casa. Assim que cheguei, fui arrumar minha bolsa com as coisas que eu levaria quando fosse para a casa dos meus pais.

       Depois de fazer tudo, fui deitar para dormir. No dia seguinte eu gostaria de sair cedo, então queria poder descansar bem para dirigir bastante na manhã seguinte. Assim que conectei meu celular ao carregador, liguei o despertador e o coloquei em cima da minha mesinha, ele vibrou.

NOVA MENSAGEM RECEBIDA

De: Chim Chim

Hudson River quinta feira que vem depois das aulas?

      Sorri ao ver que ele se interessava em fazer outros passeios comigo assim como eu me interessava em fazer outros passeios com ele. Fiquei muito animada – confesso – e no mesmo instante, eu o respondi.

É claro! :) 


Notas Finais


E não se esqueçam que a fanfic oneshoot hentai do Jin Hyung sairá na semana que vem! Se já favoritou é só aguardar, mas se você ainda não fez isso... O link para a sinopse estará aqui em baixo:

https://spiritfanfics.com/historia/deeper-and-better-oneshoot-jin-9001103

Beijão! Vejo vocês na semana que vem! ^^)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...