História Into My Eyes - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Jungkook, Hoseok, Jimin, Moomie, Namjoon, Seokjin, Taehyung, Taeil, Takuya, Yoongi
Visualizações 394
Palavras 983
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


안녕 ARMYS DO MEU CORE
Então, essa é minha primeira fanfic sobre os meninos
E pode ser que alguns otps estejam aqui,porém(sorry por isso) possa ser um ou dois. Se tiver como me enviem sugestões <3
Até as notas finais <3

Capítulo 1 - Japão


Fanfic / Fanfiction Into My Eyes - Capítulo 1 - Japão

 Hey, meu nome é Kim Mong Ha mas as pessoas têm costume de me chamar de Moomie. Tenho 16 anos e estou no segundo ano do ensino médio. Nasci em Busan,mas me mudei com minha omma para Seul quando meu appa faleceu, eu tinha 10 anos e foi e até hoje,é horrivelmente ruim para mim falar sobre isso, mas fazer o que, assim é a vida, as pessoas nascem e depois morrem. Só espero que meu appa tenha curtido ao máximo nos anos de vida dele.

Ele era uma pessoa extremamente amorosa comigo,sempre foi sorridente, nunca tive problema algum com ele. Sobre a morte dele, eu nunca superei e nem vou superar, não é uma coisa que nós fechamos os olhos e quando abrimos já está tudo bem. Eu me lembro bem do dia em que fomos eu e minha omma saber a causa da morte dele, foi doloroso, minha omma insistiu para que eu saísse daquela sala e fosse comer algum doce, mas eu insisti e acabei por descobrir tudo: 

-Senhora, seu marido estava andando em meio a uma forte tempestade que estava acontecendo no dia, pelo o que a polícia e nós analisamos, ele estava em uma estrada altamente perigosa, ela fica perto de um penhasco, parece que ele se descontrolou e caiu. O carro acabou por cair, levando seu marido junto, sinto muito mesmo. -Dizia o legista lendo alguns relatórios que estavam em cima da mesa

-E- Ele estava falando comigo mais cedo, antes de começar a chuva. Ele avisou que tinha uma forte tempestade a caminho. E pediu para tomarmos cuidado.

-Eu sinto muitíssimo.

Quando eu fiquei mais velha, eu meio que conectei os pontos e parece que ele estava com medo de que acontece algo com nós, acabou que aconteceu realmente algo, mas com ele. Bom, saindo de toda essa tristeza...

Estou no Japão visitando um sobrinho distante do meu appa, que conheci apenas no funeral. Ele é legal,é um pouco mais velho do que eu e praticamente um anão, quase do meu tamanho. Tá, não é para exageros. No Japão,as coisas são mais calmas do que na Coreia e até agora não achei muitos japoneses arrogantes, como certos coreanos. Bem poderia morar aqui.

-Moomie?Está acordada?Tem como ir á loja comprar leite? Acabou. -Grita minha omma da cozinha

-Não tenho opção, né? E o troco é meu. Já que me fez levantar em pleno último dia de sossego. -Afirmei andando para fora do pequeno apartamento .Como assim minha omma me deu 50000 yens?! Nem deve ter visto,do jeito que é lerda! Que bom que ela não lê mentes, caso contrário eu estaria fodida.

Eu estava andando e pensando no que eu iria gastar com esse dinheiro, bem, como eu disse o troco é meu. Já estava em frente à pequena loja, pronta para entrar, quando uma maldita pedra brota no meu caminho e me faz tropeçar nela, caindo em cima de alguém.

-Moço,me desculpe,é que não prestei muita atenção.- Disse sem perceber o celular quebrado e um rapaz incrédulo na minha frente.

-Você acha que uma simples desculpa irá consertar meu celular? Eu acabei de comprá-lo. Sua idiota! -Disse o garoto de forma fria.

-Ya, você nem me conhece para me chamar de idiota,idiota é você que estava na minha frente!Seu babaca.

-Além de desastrada é mal educada.Tenha modos! Eu tenho dó de quem vive com você! Idiota,desastrada,mal educada e SEM SEIOS! -Disse a última parte quase gritando, eu provavelmente fiquei corada depois disso.

-Ya!- Disse pondo a mão sobre meus seios- Pare de olhar meu corpo seu pervertido! Em uma semana,não vi um coreano aqui e ainda aparece você!

-Com esse corpo,acredito que nem namora. Não tem um pingo de sex appeal aí! -Disse o garoto rindo. Depois de ouvir isso,comecei a dar tapas fortes em seu braço.

-Seu idiota! Espero nunca mais encontrar você na minha vida!

-Eu digo o mesmo! Sua pirralha!

-Não sou pirralha,tenho 16 anos e acredito ser mais velha que você! Com essa sua cara de bebê!Respeite-me.

-Ya! Você me respeite! Eu já fiz 17!

-Estou pouco me fodendo.  -Mostrei um dedo

-Ya!Deveria fazer você pagar pelo conserto do meu celular! -Disse o garoto puxando meu dedo

-Não posso! Não trabalho! E se minha omma souber, EU MORRO! -Disse puxando de volta o dedo

-Que morra! Menos uma idiota nesse mundo! Só não vou obrigá-la a pagar porque meu appa descobre tudo, e se descobrir que fiz uma garota pagar o conserto eu que morro!

-Ótimo então! Até nunca mais seu idiota! -Disse e entrei na loja e vejo o garoto andando bufando

Comprei o leite e fui para o apartamento, pensando em mil maneiras de arrancar o pescoço daquele idiota. Aish...Só o que me faltava mesmo...

-Moomie?! Por que a demora? Achei que algo tinha acontecido! -Diz minha omma me abraçando

-Não omma, eu estou bem. Só tropecei em uma pedra e fui parar em cima de um idiota!

-Gostaria de te entender,mas não consigo. -Disse minha omma rindo, é omma, nem eu me entendo.

-Cadê Moo-Chi? - Esse é o nome do sobrinho de meu pai, Kim Moo-Chi. Ou também Terada Takuya, como preferir.

-Estão falando de mim? -Disse Moo-Chi entrando pela porta

-Moo! Que bom que chegou! -Disse o abraçando

-Está tudo bem Moomie?

-Sim,por que não estaria?

-Venha cá,vamos conversar!- Disse puxando meu braço até a varanda- Agora fala.

-Tá bom,você venceu! Bom, hoje eu fui comprar leite e sem querer,não prestei atenção e tropeçei em uma pedra e acabei indo parar em cima de um garoto arrogante e quebrei o celular dele!

-E como você vai pagar?

-Não vou! Ele disse que não pode me deixar pagar

-E porque não?

-Ele disse que o appa dele descobre e se descobrisse que ele fez uma garota pagar o conserto ele iria morrer.

-Sorte sua então! Bom,esqueça isso! E vá dormir que você já tem que voltar para a Coreia.

-Nem acredito que as aulas já irão começar!

-Vá se deitar! Você terá um longo dia.

-Ok! Boa noite!

Fiz minhas higienes noturnas ,coloquei um pijama e me joguei na cama. Gostaria de esquecer disso, o mais rápido possível.

Aish, que garoto idiota!








Notas Finais


Então, esse foi o primeiro capítulo!
Espero que tenham gostado
Ps: Se ficou pequeno,é por causa da preguiça de pegar o computador <3 Sorry <3
Até o próximoo <3
Ps2: Editei um pouco do capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...