1. Spirit Fanfics >
  2. Inuyasha, um novo começo. >
  3. Último Dia de Saudades

História Inuyasha, um novo começo. - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


*Capítulo reescrito 28/03/20

Posso adiantar que logo mais as coisas começam a esquentar... Sei que é isso que vocês querem 😏

Capítulo 8 - Último Dia de Saudades


Fanfic / Fanfiction Inuyasha, um novo começo. - Capítulo 8 - Último Dia de Saudades

Três anos haviam se passado desde a derrota de Naraku, três anos que o poço não funcionava...

Ambos seguiram suas vidas... Mas não foram capazes de esquecer um ao outro!

Kagome, neste dia, estava se formando no colegial...

- Esses anos foram difíceis, mas eu venci... Eu venci a matemática! - Dizia Kagome animada enquanto dava uma última olhada no espelho, antes de sair de casa a caminho de sua formatura. - E meus 18 anos chegando também, nem acredito!

- Kagomeeeee, depressa! Já estamos atrasados! - Gritou a mãe de Kagome.

- Já vouuuuu! - Gritou Kagome, já descendo as escadas com pressa. - Depois de tudo que passei, não perco essa formatura por nada!

Tudo ocorreu perfeitamente durante aquele dia, Kagome se divertiu com seus amigos e família, e desfrutava de uma sensação de dever cumprido.

Mas algo a incomodava, parando pra pensar, aquele dia tinha um ar de despedida...

Já em casa, a noite, ela se pegava pensando em como o dia tinha sido incrível e ao mesmo tempo estranho...

- Hoje todos estiveram reunidos, minha família e meus amigos, era uma comemoração, então isso é normal, mas não sei porque fiquei com essa sensação de despedida... Será que vou morrer? - Pensou. - Nem pensar! - Disse enquanto sacudia a cabeça negativamente.

Ela então se pegou pensando em Inuyasha, em como gostaria que ele estivesse presente nesse dia tão importante pra ela...

- O que ele estará fazendo? Aquele idiota! - Disse a si mesma enquanto sorria. - Que saudades, daria qualquer coisa pra ficar com ele, até mesmo, abriria mão do meu poder de colocá-lo pra Sentar... Acho que estou exagerando, não seria pra tanto, esse controle é a minha carta na manga pra quando ele sai do controle! Mas isso de nada me serve agora que estamos tão distantes...

Por algum motivo Kagome estava decidida a sonhar com ele mais uma vez, como uma vez sonhou, há muito tempo... Infelizmente, ela já não lembrava mais tão bem desse sonho, lembrava apenas de como se sentiu.

No entanto, nessa noite, sua vontade não foi atendida, e ela não sonhou com seu amado.

_

Na Era Feudal, hoje era dia de Inuyasha visitar o poço... Mas ele não se estendia por muito tempo, afinal, tinha que manter as aparências... Os outros o cobravam muito, não queriam vê-lo triste e se isolando como havia feito no passado.

Após sua visita ao poço, Inuyasha foi trabalhar com Miroku, se é que isso poderia ser denominado como trabalho! Miroku ia passando por diferentes vilas e oferecendo seus trabalhos de exorcismo de Youkais malignos, algumas vezes ele superfaturava o valor de seus serviços... Mas quem poderia julga-lo? Ele tinha as 2 gêmeas pra sustentar, e havia um novo bebê a caminho, pois Sango estava prestes a dar a luz novamente.

Ao terminar o serviço, ambos voltaram para a vila, e chegando lá se deram conta que algo havia acontecido... Sim, o bebê havia nascido, um menininho lindo e saudável!

Inuyasha os parabenizou e deixou a família a sós, pois a noite chegava e todos precisavam descansar, até mesmo ele.

Sozinho, do alto de uma árvore, de onde conseguia ver o poço de longe, Inuyasha se viu perdido em pensamentos...

- Já fazem 3 anos, Kagome logo fará 18 anos, ela dizia que isso se chamava maioridade, algo sobre ser adulta ou coisa do tipo... Eu não entendo muito dessas coisas, mas sei que é algo importante pra ela. - Pensava ele. - Eu queria vê-la, abraça-la... Sentir seu cheiro novamente... Ah, quem eu quero enganar? Eu queria beijá-la mais uma vez... Uma não, muitas vezes! - Pensava enquanto exibia um sorriso no rosto.

Seus olhos agora, vislumbravam o céu. A lua estava enorme, e brilhava como nunca! Ele tentava contar as estrelas, mas isso era uma tarefa impossível.

- Keh! - Resmungou. - Aquela idiota! Como sinto falta dela... Hoje o dia teve um ar estranho, era como se algo estivesse por vir.. Só espero que não seja nada ruim! - Disse baixo o suficiente para que apenas ele ouvisse, mesmo que soubesse que estava sozinho.

Ele se pegou pensando em como gostaria de sonhar com Kagome mais uma vez, como no passado havia sonhado... Apenas sentir o cheiro dela, já o iria satisfazer.

No entanto, sua vontade não foi atendida, e nessa noite ele não sonhou com sua amada.


Notas Finais


Espero que tenha gostado deste capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...