1. Spirit Fanfics >
  2. Inverno quente - Jung Hoseok >
  3. Ele!

História Inverno quente - Jung Hoseok - Capítulo 6


Escrita por: uliaa

Notas do Autor


Eai lindxs? Como vcs tão? Tão se cuidando? Tomando banho? Se hidratando?
Espero que sim.

Bom, como eu disse antes, eu queria prolongar mais a fic, porém não tô tendo idéias boas o suficiente, então esse sera o nosso último capítulo, e logo voltarei com fics novas que eu tenho quase prontas.

Esse capítulo já foi postado, porém o final foi mudado, mas não é algo tão importante, eu apenas coloquei mais palavras. Enfim, espero que gostem meus amores.

Bjocas da tia Jubis🤍

Capítulo 6 - Ele!


Fanfic / Fanfiction Inverno quente - Jung Hoseok - Capítulo 6 - Ele!

Sexta

18 de junho de 2021

14:24

______ POV'S

Eu deveria estar feliz, de poder voltar pra minha casinha, de ver o meu cachorro de novo, de poder voltar a tão movimentada Seoul. Mas na verdade, eu me sentia péssima...

Afinal, eu deixaria de ter os meus dias de paz, pra voltar ao estresse do trabalho e ter que ver a vaca da minha chefe. Eu teria que ficar longe daquele que me faz suspirar apenas com um olhar.

Eu terminava de colocar a calça jeans, enquanto SeokJin e Hoseok colocavam minhas malas no carro.

Dei uma olhada no espelho do quarto, vendo que a calça jeans e o moletom cinca ficavam bons em mim. Coloquei o tênis, e peguei mais algumas coisas que estavam no quarto, descendo as escadas até o carro.

Eu colocava as coisas no carro com a ajuda de SeokJin e do Hobi. Os dois também estão meio 'deprê. 

- Nós iremos nos ver daqui menos de uma semana - Jin disse tentando mudar o clima que predominava a frente da casa -Vocês não precisam ficar com essa cara de cu não, eu em!

Eu o olhei com um olhar mortal, dando a língua logo em seguida, e ele não tardou eu me dar a língua também, fazendo mais uma de suas caretas.

- Vai se lascar, foguinho! - hoseok esbravejou, dando o dedo do meio para o amigo. 

Ele havia usado o apelido que eu dei, hehe! SeokJin odiava que chamassem ele de foguinho, e olha que eu começei a chamar ele assim a poucos dias, hahahaha!

Meu deus! Vocês são tão idiotas - Seokjin cruzou os braços, fazendo a pose de grávida - Eu sei que vocês estão apaixonadinhos, mas não precisa fica com essa melação toda um com outro.

- Olha aqui, seu ruivinho seboso - eu dizia semicerrando os olhos - Por que você não entra lá pra pegar as outras coisas? Ia ser mais útil!

- Sua peste! eu tô aqui morto, manda esse guri ir buscar, eu em! - o ruivo disse se esquivando.

- SeokJin, vai buscar a porra das minhas coisas! - grito para o ruivo, que de imediato se estremeceu - foi pra isso que eu te chamei...

- Nossa, sua insensível. E eu pensando que você me considerava - ele riu debochado e foi indo em direção a entrada da casa.

- Te amo, oxigenado do meu coração! - falo risonha.

O ruivo entrou na casa, mas logo voltaria.

- Então... - Hobi começou a dizer, mas nada mais saia - e-eu espero que tenha uma boa viagem.

Dei-lhe um sorriso sem mostrar os dentes, enquanto me virava para ele.

- Obrigada! - disse olhando nos olhos escuros do moreno - Espero que você me visite, e me mande mensagens, até o dia que você voltar para Seoul.

- E eu vou, jamais deixaria de falar com você, todo os dias.

Vi seu sorriso crescer, e meu coração ficar mais feliz, saltitando dentro do meu peito, quase explodindo de felicidade. Hoseok tinha o sorriso mais perfeito que eu já havia visto!

Sem nem ver, já estavamos nos aproximando, nossas respirações se misturando. E enfim nossas bocas se tocaram mais uma vez.

Em uma lentidão, começamos a nos beijar, suas mãos na minha cintura, fazendo um carinho casto, enquanto eu colocava minhas mãos na sua nuca. Eu estava desesperada para sentir seus lábios quentes outra vez. Nossos lábios começaram a se mover com mais precisão, eu já nem sentia mais meus pés no chão. Logo nossas línguas começaram a brigar por espaço, e de forma sorrateira, ele começou a apertar minha cintura, enquanto eu puxava seus fios de cabelo escuros. Eu estava completamente rendida a ele, e aos seus toques.

- Mas que porra em! - Jin disse ao ver a cena, de seus dois amigos aos beijos.

Separei nossas bocas, - mesmo querendo mais e mais... - voltando o meu olhar para o ruivo, que tinha uma feição indecifrável no rosto.

- Por que você não vai buscar outra coisa, em? - falei calmamente, pedindo aos céus para que o foguinho deixasse eu aos beijos com o amigo.

- Já peguei tudo, 'mona. - o ruivo disse olhando atentamente aos dois, que ainda estavam próximos demais.

Eu ainda conseguia sentir a respiração quente do hobi, batendo contra a pele do meu pescoço.

Revirei os olhos para o ruivinho. Por que ele tinha que aparecer nas melhores horas? Grr!

Pronta 'pra ir? - Hobi falou, olhando diretamente para mim, com o belo sorriso de sempre, o mais belo!

- Acho que sim... - disse cabisbaixa.

Nos separamos, e enfim, eu estava pronta para partir, mesmo querendo ficar e ir com ele daqui uma semana. Dei um longo suspiro.

- Tchau, ruivo oxigenado - disse abraçando o ruivo a minha frente - Quero que vá na minha casa, cozinhar 'pra mim, assim que vocês dois chegarem em Seoul.

- Pode deixar, chatinha. Eu vou só pra poder te dar uns peteleco na testa - o ruivo disse risonho.

Dei-lhe um sorriso, e me soltei de seus braços.

- Tchau Hobi - lhe dei um abraço apertado, sentindo seu aroma tropical invadido minhas narinas - Vou sentir tanto a sua falta! 

- E eu? Não vai sentir minha falta também? Quanta falsidade gente! - SeokJin dizia me olhando mortalmente.

- Claro que vou sentir sua falta, foguinho - dei mais um abraço rápido no ruivo.

Estava prestes a entrar no carro, quando uma mão quentinha pegou meu pulso esquerdo.

- Espere... - hobi disse.

Selou nossos lábios mais uma vez, de forma singela, me pagando desprevenida, mas me fazendo ir aos céus. Ele me abraçou carinhosamente, me apertando em seus braços, e disse:

- Eu sei que sentimentos são indecifráveis, e que as vezes podemos não ter certeza sobre eles. Mas saiba que você foi importante de mais para mim - Ele susurrou para que apenas eu ouvisse, e logo atrás estava SeokJin, me olhando com cara de "que merda ele tá falando?".

- Hobi eu-

- Não, me escuta, eu ainda não terminei - ele disse com um sorriso tímido, olhando para os próprios pés - ______...

Naquele momento, enquanto nos olhavamos, um no olho do outro, eu soube que ele era diferente de tudo que já me aconteceu. 

Eu era tão solitária, tão sozinha, mesmo tentando ser mais sociável com os outros. Mas na verdade, eu tinha medo. 

Medo porque talvez as pessoas não gostassem de mim, como ele gosta. Medo porque talvez as pessoas não gostassem do meu jeito tímido e ao mesmo tempo extrovertido de ser, como ele gosta. E por isso e tantas outras coisas, e talvez porque ninguém me completasse e me fizesse sentir tantas coisas boas como ele me faz sentir.

Sim, eu sentia medo, e isso é totalmente normal, e eu sentia esse medo dentro de mim porque, dentre essas 7.7 bilhões de pessoas, eu não amaria nenhuma como amo ele, eu não seria capaz de perder o fôlego ao olhar para alguém, como eu fico quando olho para Jung Hoseok.

- Eu te amo! 

Ele proferiu tais palavras com tanta paixão e emoção, que pude sentir meus pés sairem do chão, e eu voar pelo céu. 

Era engraçado como essas três palavrinhas tão simples, poderiam mudar a vida de alguém.

Era engraçado imaginar o jeito que eu me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra.

Porque é assim, o amor é algo inexplicável, e nem mesmo eu sei explicar como me apaixonei assim, mas eu sabia que meu amor por ele era infinito de mais.

Porque o amor infinito é aquele que mesmo com problemas, ciúmes, distância, inseguranças, medos... Consegue crescer ainda mais a cada dia, a cada hora, a cada minuto e a cada segundo que passa.

E talvez, isso não seja nem a metade do amor que eu sinto por ele.




Notas Finais


Eai lindxs? Gostaram? Tá bom? Tá ruim? Tá mais ou menos? Me contem nos comentários.

Enfim, esse foi o nosso último capítulo, não foi algo tão bom quanto eu queria, porém agora vou me organizar mais com as próximas fics.

Bjocas da tia Jubis🤍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...