História Inversão - Capítulo 2


Escrita por: e PamJikook

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anime, Drama, Escolha, História, Leitura, Romance, Sobrenatural, Yaoi
Visualizações 294
Palavras 319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem-vindos ao segundo capítulo!

Capítulo 2 - A decisão


Fanfic / Fanfiction Inversão - Capítulo 2 - A decisão


Após a viagem da minha antiga namorada, percebi que não existia mais um motivo para continuar estudando no colégio antigo, pois foi lá que conheci ela.

Como já deu para perceber, sou um garoto bastante sensível e pensativo, isso me impede de fazer muitas coisas, como convidar alguém para sair ou ler algo na frente dos outros.

Passei novamente pelo mesmo local na volta e avistei as pessoas renegadas. Sim, queria ajudá-las e combater o governo, mas não tinha motivos para isso, qualquer um iria pensar que eu só estava fazendo isso por capricho. Uma senhora caída no chão me olhou, como se soubesse o que eu estava pensando, ela era completamente diferente de mim, mais corajosa, o suficiente para quebrar a lei.

Andei até a passagem de ônibus, não tinha estrada, a humanidade arrumou um jeito de fazer os ônibus e algumas partes da calçada voar, era bem legal visto de longe, mas dentro do ônibus balançava feito louco. Segurei firme nas barras acima da minha cabeça e olhei para frente, consegui notas a tempestade que se formava aos poucos no céu.

Ao chegar em casa, toquei a campainha umas doze vezes até minha mãe aparecer na porta, ela sempre demorava séculos para descer as escadas, eramos a família mais rica do condomínio, mais um motivo para eu ter que cumprir todas as regras mundiais; para manter a honra da família.

Ela abriu a porta hoje, a empregada estava no dia de folga.

- Querido, que bom que voltou. Como foi com a Ana? - Ela me olhou com um ar de preocupação. Sei bem porque me perguntou Isso, ela foi a primeira a duvidar da minha relação com Ana.

- Ana foi embora, então... Creio eu que não estamos mais juntos - Respondi.

Limpei os sapatos no tapete e entrei. Minha mãe percebeu que meus olhos estavam distraídos com a casa e abriu a boca para falar, mas falei antes dela:

- Quero mudar de escola...




Notas Finais


Obrigado pela leitura!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...