1. Spirit Fanfics >
  2. Inverso - Namjin >
  3. Twenty-nine

História Inverso - Namjin - Capítulo 29


Escrita por: e YukaJhiz


Notas do Autor


Mais um cap pra vocês gente, espero que gostem.

Estamos na reta final de Inverso gente.


~Cap não revisado

Capítulo 29 - Twenty-nine


O fim daquele encontro foi algo triste, já que os dois queriam que ele durasse eternamente. As horas passaram tão rápido, dois bobos apaixonados. Ficaram na rua até às dez da noite, já estava ficando frio quando descidiam ir embora do parque. Mas não foi bem aí que o encontro acabou, ficaram quase uma hora aos beijos dentro do carro na frente do prédio de Namjoon. 


Quase transaram, mas Namjoon teve um pouco de consciência e achou que não seria uma boa idéia, por mais que quisesse. Eles se beijavam, paravam um pouco riam falavam algumas coisas aleatórias e voltavam aos beijos quentes outra vez. Estavam no banco de trás Namjoon por cima de Jin, ambos saíram marcados daquela aventura, as marcas roxas não sairiam nem tão cedo. Mas quem disse que eles se importavam? 


Do lado de fora na rua deserta o vento frio, deixavam as pessoas arrepiadas, as que passavam por lá de vez em quando. Dentro do carro as duas respirações quentes e meio ofegantes deixavam os vidros escuros embaçados, tanto pelo calor de dentro quanto pelo frio que fazia do lado de fora, o clima estava perfeito. 


Quando o encontro acabou, os dois pareciam bobos apaixonados, Namjoon sorria que suas bochechas chegaram a doer. Jin não estava diferente. Jennie e Lisa surtaram a saber cada detalhe do encontro do amigo, pareciam três adolescentes. O moreno nunca sentiu seus sentimentos por Sr.Kim tão aflorados como agora. Finalmente as coisas que o Kim imaginou estavam acontecendo, provavelmente não tinha como se sentir mais feliz, estava recuperando todo o tempo perdido, sua vida ainda não estava arrumada por completo, mas tudo ah estava começando muito bem. O fato de ser o "amante" não incomodava o Kim, ele sabia dos sentimentos que o loiro nutria por ele, não tinha porque se sentir mal. Claro que ele estava pensando na mulher dos longos cabelos negros, ela sairia machucada de toda aquela história. Jin havia dito sobre os sentimentos dela sobre ele. Mas não tinha nada o que fazer, amores o incorrespondidos são inevitáveis. 


Seokjin parecia flutuar a cada passo que dava dentro de casa, o sorriso em seu rosto era extremamente notável, a cada lembrança da sua noite tudo parecia ficar ainda melhor, nem Chung ha seria capaz de estragar sua noite. 


Ela estava ignorando Seok desde o dia que o pegou na cama com Namjoon, e Jin estava achando aquilo ótimo. Ela estava acordada, mexendo em seu celular, deitada na cama. Como ela nem responderia nada que o loiro disesse nem tentou falar se quer um boa noite apenas retirou sua roupa e se deitou. 


- Você e gay? - A voz da mulher saiu baixa. 


- Por que quer saber? - A pergunta repentina deixou Seok desconfiado.


- Apenas me responda, você é ou não é gay?! - Sua voz ficou mais elevada. 


- Sim Chung ha, eu sou gay. - Um peso parecia ter saído das costas do Kim naquele momento. 


- Se você e gay por que você aceitou ser meu noivo? 


- Não tive escolha, também naquela época não tinha por que dizer não. - Explicou.


- Pois eu sinto muito por você, já escolhi a data do nosso casamento e seus pais concordaram, e da qui a um mês, querido. Agora você vai se casar comigo querendo ou não. - O deboche na voz de Chung ha era eminente, Seokjin nem sabia o que responder. 


Não tinha o que responder, ele tinha que acabar com aquilo de uma vez por todas, antes que aquilo acabasse com tudo. 


- Vou dormir no outro quarto. - Disse se levantando da cama.


- Vamos casar na praia querido. 


Foi a última coisa que conseguiu ouvir da mulher antes de fechar a porta e seguir em direção do quarto ao lado. 


- Mas não vamos mesmo! - Socou o travesseiro. Ainda não era tão tarde, ele ligaria pra Jungkook, precisava falar com o amigo. Discou o número que chamou algumas vezes e logo ele atendeu.


- Em que bar você está Jin? - Foi a primeira coisa que o outro disse ao atender. Jin se sentiu até um pouco ofendido.


- Bar e o caralho Jungkook estou em casa, eu preciso de ajuda. O dia em que você chamou o Namjoon para me pegar e levar pra casa ele dormiu aqui, a gente transou e foi lindo, porém um provlema veio, Chung ha pegou nós dois na cama pela manhã e agora ela acabou de me dizer que marcou a data do casamento pro mês que vem e que vamos casar na praia! 


- Meu deus Jin. Você tem que desfazer esse casamento logo. Não só você, eu também tenho.


- Sim, meu caso e bem mais fácil que o seu né. Ainda mais que Namjoon e eu estamos tão bem.


- Como assim tão bem? Vocês se viram outra vez depois daquela noite? - Perguntou.


- Tivemos o nosso primeiro encontro hoje Jeon, ele e tão incrível e inteligente, ele e divertido também, tudo de bom, foi perfeito. - Suspirou apaixonado.


- Seokjin apaixonado, primeira vez que vejo. Mas o que você vai fazer? Vai falar com seus pais antes do dia do casamento? - Seok pensou um pouco não tinha muita coisa em mente, mas uma ideia lhe surgiu, e ela parecia incrível.


- Pra falar a verdade Jungkook... Pensando bem não, não vou, se conheço bem a gente deve ir viajar uma semana antes, e eu tenho uma ideia agora, só te digo uma coisa, se eu vou me assumir você também vai! Afinal meu melhor amigo tem que ir no meu casamento acompanhado do seu querido esposo não e mesmo. Prepare os papéis do divórcio Jungkook. 


O amigo não tinha entendido bem o plano, afinal Seokjin apenas ordenou e não explicou nada, mas para Jeon aquilo seria uma boa oportunidade, os pais de Jin conheciam os de Jungkook eram amigos até, provavelmente também estariam lá. 


Durante o resto da noite Jin planejou melhor seu plano, e pela primeira vez iria fazer algo realmente grandioso para seu melhor amigo. 


No outro dia as coisas seguiram normalmente, Seok iria falar com Namjoon sobre o casamento, então o chamou pra almoçar. Estava ansioso para ver seu amado de novo. Jin se arrumou o máximo que pode, sua roupa era informal mas ainda era chique, levaria Namjoon em seu restaurante favorito. O tempo parecia não passar de tão ansioso que ele estava. 


Chegada a hora de buscar seu amado, Jin estava até com as mãos suadas, Namjoon o deixava nervoso, ainda mais com as coisas que diria para ele. 


Estacionou seu carro em frente ao prédio, então desceu, indo em direção a portaria, falou com o mesmo senhor da noite passada e pediu para que ligasse no mesmo apartamento também, e assim o fez, e dessa vez Jin esperou na portaria mesmo. 


- Ele disse que já está descendo. - Avisou o senhor.


- Ok, muito obrigada. 


E novamente a ansiedade a mil. Os minutos tinham se tornado horas de novo. 


- Não quero me intrometer, mas você e o namorado do Namjoon? Ele ficou tanto tempo sem aparecer por aqui e agora ele voltou e está morando com as meninas Jennie e Lisa. 


- Ainda não sou o namorado dele, mas logo, logo eu vou ser. 


- Espero que de tudo certo entre vocês. 


- Eu também espero. - Assim a pequena conversa foi encerrada, poucos segundos depois a porta do elevador abriu revelando Namjoon. Como ele sempre ele estava bem arrumado. O moreno andou calmamente em direção ao loiro. - Você está lindo. Como sempre. 


- Obrigado. Boa tarde senhor Kang. - Disse ao porteiro. 


- Boa tarde Namjoon. 


- Vamos? - Seok estendeu a mão para que Namjoon a pegasse e assim ele fez.


- Tchau senhor Kang. - O senhor assenou e os dois foram. 


Adentraram o carro e antes que fosse ligado Seok deu um beijo em Namjoon, que foi retribuído com gosto. 


- Onde vamos? - Perguntou o moreno.


- Vou te levar no meu restaurante favorito, espero que você goste de lá. 


- Provavelmente vou gostar. - Sorriu.


O caminho até o restaurante estava sem trânsito o que era bom, durante o trajeto conversaram algumas coisas aleatórias, e cantaram umas músicas que passavam no rádio. A intimidade entre os dois já tinha aumentado bastante desde a noite passada. Certamente aumentaria bem mais depois desse almoço. 


Em uns vinte minutos já se encontravam estacionando o carro no estacionamento do restaurante. Saíram do veículo e foram até a entrada de mãos dadas, sua família era bastante conhecida naquele restaurante, e aquele ato de estar de mãos dadas com Namjoon já atraia olhares dos funcionários que trabalhavam alí.


- Boa tarde senhor Kim. - Disse o garçom, com os cardápios em mãos. - O que o senhor deseja pedir? - Estendeu o cardápio.


- O mesmo de sempre por favor. O que você quer beber? - Perguntou ao moreno que estava sentado na cadeira a sua frente. 


- O que você achamar melhor. - Namjoon nem fazia idéia do que pedir pra beber, mal sabia o que iria comer. 


- Hmmm, duas taças daquele vinho que eu gosto, por favor. 


- Sim senhor. - Curvou-se e saiu. 


- Aqui e bem chique e bonito. Sua família frequenta muito esse lugar pra já ter um "o mesmo de sempre"? - Fez aspas com os dedos. 


- Sim, bom eu venho muito aqui, minha mãe e meu pai eu já não sei, mas quando eu ainda morava com eles costumávamos vir aqui uma vez no mês por ai. - Explicou. - Namjoon eu tenho que falar uma coisa com você. 


- Pode dizer. 


- Chung ha marcou a data do casamento pro final deste mês, e aparentemente vamos fazer uma viagem para praia, não faço ideia que onde vamos exatamente. Mas não e essa a questão, e sim que eu quero saber se você quer ir comigo? 


- Ir com você pro seu casamento? - Ergeu uma sobrancelha. 


- Não vou me casar Namjoon, não com ela. E quem vai casar não vai ser eu. 


- Não estou entendendo Jin.


- Vou te explicar.... - Após a explicação Namjoon parecia feliz com a idéia. - E então, você aceita ir comigo? 


- Aceito! - Ambos sorriram. - Gostei da sua idéia, vou te ajudar nela, mas quando vai ser a viagem?


- Não sei o dia certo, mas vou te avisar com uns três dias de antecedência, para que arrume suas malas ok? 


- Certo! 


A comida foi entregue pelo garçom poucos minutos depois, Namjoon não sabia do que se tratava então provavelmente nunca nem havia comido aquilo. Jin explicou sobre o prato e disse que eram gostoso e realmente era. O almoço estava com um clima agradável, Seok falava mais sobre seu plano e dizia que era o mínimo que ele podia fazer por Jungkook. E que talvez Jimin parasse de odia-lo. 


- O que pretende fazer até o dia da viagem? - Questionou o Kim.


- Se eu disser que pretendo passar os dias te chamando pra sair e te conhecendo vai parecer clichê ou muito apressado? 


- Perdemos dois anos né? Então acho que só estamos recuperando o tempo perdido. 


Enquanto comiam o celular do loiro tocou, o mesmo retirou do bolso olhou o visor então ignorou a música deixando o aparelho em cima da mesa.


- Não vai antender? - O outro negou. - Pode ser importante, melhor ver, e se não for também a pessoa provavelmente vai continuar ligando. - Seok Suspirou e então atendeu. 


- Oi mãe. - Falou seco.


- Oi meu filho querido, já soube da data do seu casamento não é? 


- Sim. 


- A que bom, estamos pensando em ir pro Havaí! - Falou animada. - Sua noiva disse que nunca foi lá então será uma ótima oportunidade. A lua de mel também será lá. 


- Hm.


- Está ansioso? - Perguntou a senhora do outro lado da linha, Seok só queria desligar aquela ligação.


- Estou sim, super ansioso. - Mentiu, fingindo um pouco de animação. 


- Que bom querido, vou ter que sair agora com seu pai, depois nos falamos pra marcar o dia da viagem. Bye bye.


- Tchau mãe. - Desligou a chamada.


- Você não e um bom ator sabia? Sua mãe acreditou em toda essa sua animação contagiante?:


- Ela nem liga, só perguntou por perguntar. - Deu de ombros.


- Já que você diz... Enfim, o que você quer fazer depois da qui? Você podia ir lá no apartamento, passar a tarde comigo, e também conhecer minhas amigas. 


- Acho uma boa idéia, não quero voltar pra casar e ainda mais se posso aproveitar a tarde com você. - Sorriu malicioso, dando uma piscadinha pra Namjoon. 


- Tão safado Sr.Kim, tão safado. - Riu fraco. 


- E você adora não e RM? - Provocou.


- Sim, adoro muito. - Mordeu os lábios. 


O clima entre os Kim, estavam cada vez melhor, a relação dos dois estava caminhando muito bem, nunca imaginariam que ia se dar tão bem quanto agora, já que antigamente viviam em um pé de guerra. 


O almoço não durou muito tempo, no máximo uma hora. Tudo correu bem o casal parecia se gostar mais a cada palavra que trocam um com o outro. 


Agora já estavam novamente em frente ao prédio, passaram pela portaria de mãos dadas e comprimentaram o senhorzinho simpático, então adentraram o elevador. 


- Olha as minhas amigas são um pouco retardadas e talvez elas te deixem sem graça. - Alertou o moreno.


- Não tem problema. - Riu baixinho. - Espero só que elas gostem de mim. 


- Elas vão gostar relaxa. - A porta do elevador se abriu então os dois rapazes saíram, andaram ainda de mãos dadas até a porta do apartamento, onde separaram as mãos para que Namjoon pegasse a chave em seu bolso para abrir a porta. - Jennie, Lisa cheguei! - Disse alto para que as duas escutassem. 


- E como foi o almoço com o gostosão do Sr.Kim? Ahhhhhh meu deus e ele? Senhor Jennie vem aqui agora olhar isso. - Lisa falou elétrica, a jovem olhava pra Seokjin de cima a baixo parecia muito surpresa.


- O que foi? Eita, quem e ele? - Peguntou Jennie olhando para o loiro ao lado de Namjoon.


- E o Sr.Kim... - Sussurrou Lisa.


- Eita minino você e realmente tão lindo quanto Namjoon disse em. Namjoon você e tão poste que ainda e mais alto que ele. Sua geladeira Eletrolux de quatro portas! - Jin riu do "apelido" que a garota deu a Namjoon.


- Essa e Jennie. - Apontou para jovem de cabelos pretos. - E essa e Lisa. - Apontou para a loira de franja. - Meninas esse aqui e o Seokjin ou Jin mais conhecido como Sr.Kim. - Apresentou.


- Olá. - Acenou gentil, com um sorriso tímido. - Aliás muito obrigado pelo elogio. 


- Tão educado, por que você não e igual a ele em Jennie? - Olhou para sua amada.


- Vai se foder Lisa! 


- Sua bruta! 


- Vocês duas em, me matam de vergonha, bom Jin vai passar a tarde aqui, espero que não se importem. 


- Não vemos problema nenhum nisso. - Jennie respondeu por ela e por Lisa.


- Que bom, vamos lá no quarto Jin. - Chamou, levando o loiro pela mão até o cômodo.


- Vou ter que usar meus fones?! - Gritou Lisa. Namjoon não respondeu apenas riu da garota, logo entrando em seu quarto com Jin.


- Elas são muito engraçadas. - Comentou.


- Duas locas isso sim. - Ambos riram. O moreno retirou os sapatos e deitou em suma cama, chamando Jin para deitar-se ao seu lado. - Eu iria pedir ela dormir agarradinho com você mas talvez queria fazer outras coisas. 


- Tudo com você e perfeito então não importa, podemos dormir se quiser temos a tarde toda. 


- O jeito que você e fofo e de repente fica safado e diferente. Porém eu gosto. - Riu anasalado.


Ambos estavam deitados virados um pro outro, Seokjin olhava cada detalhe do rosto de Namjoon, pra ele tudo no outro ali era perfeito. O loiro levou uma de suas mãos até o rosto do moreno, acariciando a pele macia.


- Você e tão lindo. - Foi a última coisa que disse antes de atacar os lábios do Kim se cabelos negros. 


Então um beijo carinhoso foi iniciado, mas manos já sabiam que aquela fofura não duraria muito tempo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...