História Inverted World - Capítulo 35


Escrita por: e LittleBunny14

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Bruxas, Fantasia, Lobisomem, Medieval, Original, Realeza, Reinado, Romance, Sobrenatural, Vampiro
Visualizações 11
Palavras 3.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 35 - Brigas


Victoria Pov’s On 

 

Collin entrou às pressas com a mãe na sala de reuniões. O Lorde já não estava mais lá. A menina olhava assustada para mim. Me abaixei, para ficar de sua tamanho e coloquei uma mecha de seu cabelo, atrás da orelha. 

 

Victoria: Então, você se chama Chloe? 

 

Chloe: S-sim... Você é a Victoria... O Collin não estava mentindo quando disse que você era bonita... 

 

Victoria: Vamos entrar, lá dentro você pode me contar tudo, certo? 

 

A menina assentiu, me levantei e peguei em sua mão. A levei para meu quarto e pedi para as criadas procurarem algo para Chloe vestir. A mesma olhava admirada para a cama.

 

Chloe: Esse é seu quarto? - fala admirada 

 

Victoria: É sim... - falo sorrindo 

 

Chloe: É tão grande... 

 

Victoria: Também pensei isso quando o vi pela primeira vez... - falo gentilmente - Mas e então... Conte-me tudo que aconteceu. Onde Collin lhe achou?

 

Chloe: Ele estava lutando com alguns rebeldes em minha aldeia e me viu chorando ao lado do corpo da minha mãe... Então ele disse que ia cuidar de mim... 

 

Victoria: E ele vai, pode ter certeza... Ele não é de quebrar promessas... 

 

Criada: Com licença, senhorita. Encontrei esta camisola e este vestido. Já pedimos para costurarem mais roupas para a menina. 

 

Victoria: Obrigado. Pode deixar as roupas aqui mesmo. 

 

A criada faz o que peço e ela se retira.

 

Chloe: São para mim? - fala olhando para as roupas com brilho nos olhos 

 

Victoria: São sim. E amanhã trarão outras. - falo sorrindo - Que tal tomar banho para vestir a roupa e eu fazer um lindo penteado em você, hm? 

 

Chloe: Sério?! - fala animada 

 

Victoria: Sim! 

 

Chloe: Sim, vamos! - fala rindo

 

Durante o banho, ela me contou um pouco sobre a mãe e as coisas que ela fez com Collin. A água estava em um tom avermelhado, pelo sangue que estava na pele dela. 

 

Victoria: Chloe, este sangue são de machucados? 

 

Chloe: Hm... Sim. 

 

Victoria: O Collin te deu sangue para eles curarem mais rápido, certo? 

 

Ela apenas concordou e voltou a lavar o seu cabelo. Chloe me contou mais um pouco sobre ela e o que ela podia fazer com as flores, mas parou quando escutou a porta do quarto abrindo. Me levantei para ver quem era e vi Collin se sentando na cama tirando as sua botas. 

 

Collin: Ah, você tá aí... - Falou cabisbaixo

 

Victoria: O que foi?

 

Collin: Conversei com minha mãe sobre o Lorde Fiorenttine. Ela me disse o que ele estava fazendo aqui... 

 

Victoria: D-disse? - falo me aproximando dele - O que, exatamente? 

 

Collin: Que por eu ter matado o irmão dele, ele queria uma boa quantia em dinheiro e se casar com você se eu não tivesse voltado...

 

Victoria: Mas você voltou! É isso que importa... O Lorde vai embora e... 

 

Collin: VOCÊ ACHA QUE ELE VAI EMBORA TÃO FÁCIL ASSIM? - Falou se levantando 

 

Victoria: Eu sei que ele não vai! Mas você não pode ficar emburrado aí! 

 

Collin: Eu só tô cansado... Cadê a Chloe? 

 

Victoria: Eu vou terminar de dar banho nela... Depois a gente vai conversar!

 

Volto para onde estava Chloe e percebo que ela estava assustada. Provavelmente tinha ouvido eu e o Collin discutindo.  

 

Chloe: A senhora e o Collin estavam brigando?  

 

Victoria: O que? Não, não... Nós só estávamos discutindo um assunto. Ele só está cansado, está bem? - falo lavando seu cabelo  

 

Chloe: Mas vocês não vão separar, não é? 

 

Victoria: Claro que não. - falo com um leve sorriso - Às vezes, os casais discutem. É normal. Não quer dizer que eles vão se separar, entende?

 

Chloe: Sim... 

 

Victoria: Bem, acho que já terminamos o banho. - Falei ajudando ela a sair da banheira. - Você vai se enxugando e eu vou pegar a sua roupa. 

 

Sai do banheiro e peguei a roupa de Chloe. 

 

Victoria: Collin, eu só vou vestir a Chloe e você vai poder tomar banho... 

 

Ele apenas concordou e começou a procurar alguma coisa em um baú.

 

Quando cheguei no banheiro, Chloe estava enrolada na toalha que eu tinha lhe dado. 

 

Victoria: Vamos para o quarto, Chloe. Vou lhe vestir lá. 

 

Ela assentiu e fomos para o quarto. Collin ainda estava precorando alguma coisa no baú, quando viu Chloe. 

 

Collin: Ah! Não vou demorar muito. 

 

Victoria: Collin, eu vou vestir ela, que tal você ir logo tomar banho, hm? 

 

Collin: Está bem, está bem... - fala indo em direção ao banheiro - Quero que Chloe se arrume e fique ainda mais bonita. 

 

Percebo que Chloe estava com um sorriso tímido e o rosto avermelhado.  

 

Victoria: Ela vai ficar, mas saia logo do quarto, pois você está deixando ela sem jeito. - falo rindo

 

Eu a vesti e comecei fazer um trança no cabelo de Chloe. O seus fios dourados estavam mais reluzentes, já que estavam limpos. 

 

Chloe: Victoria... Eu posso dormir com vocês? 

 

Victoria: Claro! Enquanto seu quarto não está pronto, você vai dormir com a gente. 

 

Ela deu um sorrisinho de lado e vi que ela já estava com sono. 

 

Victoria: Eu vou arrumar a cama para você deitar. - Falei me levantando do sofá. 

 

Quando terminei de arrumar e fui chamar Chloe para dormir. Mas ela já estava dormindo no sofá. Peguei um lençol e a cobri.

 

Passei a mão pelo rosto dela e deu um beijo em sua testa. Quando percebo que Collin estava olhando. 

 

Collin: Eu sabia que vocês duas se dariam bem... - fala com um sorriso no rosto 

 

Victoria: Ela é uma boa menina... Fico feliz que tenha a resgatado. - falo indo em sua direção

 

Collin: Você disse que queria conversar... Vamos pro jardim para não acorda-lá 

 

Victoria: Sim, vamos. - Falei abrindo a porta.

 

Fomos para o jardim e ficamos em uma parte próxima ao lago. Collin se sentou encostado em uma árvore e fiz o mesmo. 

 

Collin: Então...

 

Victoria: Você continua bravo? - falo cabisbaixa

 

Collin: Eu não estava bravo... 

 

Victoria: Collin, você chegou à assustar a Chloe quando você falou daquele jeito...  

 

Collin: Está bem, eu posso ter exagerado um pouco... Me desculpe. - fala sério - Mas é que eu não suporto a ideia de que outro homem queira roubar você de mim. E logo agora que eu trouxe a Chloe...

 

Victoria: Mas enfim... Não era sobre isso que eu queria conversar... Na verdade eu não sei como te contar isso... 

 

Collin: O que é Victoria? - Ele me olhou sério. 

 

Victoria: Bom... É que... Olha eu... Acho, não melhor não... Assim...

 

Collin: Victoria, conta logo!

 

Eu o olho seriamente e finalmente tenho coragem para falar. 

 

Victoria: Collin.. Eu... 

 

Collin: Você...? 

 

Victoria: Eu estou grávida! - falo rapidamente

 

Collin me olha por um momento, parecia ainda estar processando e absorvendo o que eu tinha acabado de falar. Seus olhos brilhavam, percebo que estava prestes à chorar. 

 

Collin: V-você está grávida?

 

Victoria: É, sim... 

 

Collin segurou meu rosto e me beijou. Senti uma lágrima em minha bochecha e vi que Collin estava chorando. 

 

Victoria: Meu amor... Não chora... Senão eu vou chorar também! - Falei me segurando para não chorar.

 

Collin: Victoria! Você está grávida! - fala com um sorriso de orelha a orelha, ainda chorando - Você vai ser mãe... E-e vou ser pai! Ah, Victoria... - fala e logo me abraça novamente 

 

Victoria: E-eu pensei que você reagiria de outro jeito, mas que bom que sua reação foi essa... - falo rindo, já chorando

 

Collin: Victoria... Eu te amo! - Falou passando a mão no rosto para enxugar as lágrimas - Você conseguiu me tornar o homem mais feliz do mundo...

 

Victoria: Eu te amo, Collin... - Falei encostando a cabeça em seu ombro.

 

Collin: Eu não acredito que eu sou pai de duas crianças... Mas olha, quando a Chloe começar a namorar eu vou me afastar um pouco... Não vou aguentar ver ela se agarrando com alguém...

 

Victoria: Ela ainda é uma criança, Collin. Ainda tem muito pela frente. - falo rindo - E quando esse dia chegar, eu não vou deixar você estragar o relacionamento dela.  

 

Collin: Eu não vou estragar... Só vou me certificar que o rapaz vai ser bom para ela, apenas. 

 

Victoria: Igual você é comigo? 

 

Collin: Sim... Tirando só a parte de... Você sabe... - me olha com malícia

 

Victoria: Nem comece! 

 

Collin: Vou deixar escapar desta vez... Mas, quando nós quisermos... Você sabe, como vamos fazer para não acordar as crianças? 

 

Victoria: Ah, eles vão ter seus quartos... - Sussurrei sentando no colo dele.

 

Collin: Você vai deixar um bebê dormindo sozinho, em um quarto?!

 

Victoria: Não, calma! - falo rindo - Quando ele ainda estiver recém-nascido, eu posso pedir para uma das damas cuidar dele para mim um tempinho, entende? 

 

Collin: Um tempinho? 

 

Victoria: Você entendeu o que eu quis dizer!  

 

Collin: Claro, mas... Isso vai ser difícil.

 

Victoria: Por que? Não me diga que vamos passar horas e horas... 

 

Collin: Sim! Eu vou passar meses sem transar, você imagina o quanto é difícil? 

 

Victoria: Collin! - Falei dando um murrinho em seu ombro. 

 

L. Fiorenttine: Que lindo casal! - Falou ironicamente e batendo palmas.

 

Collin se levanta impaciente.  

 

Collin: Não acha que é um tanto invasivo ficar espiando um casal discutindo sobre um assunto tão íntimo, Lorde Fiorenttine? - fala sério 

 

L. Fiorenttine: Certamente... Mas eu não estava espiando. Apenas passando e vi vocês dois. Seria mesmo o ideal conversar sobre certas coisas em um jardim, onde pessoas passam para lá e para cá? - fala o provocando 

 

Victoria: Lorde, eu realmente não quero que você brigue com meu noivo em plena a volta dele. 

 

Collin: Ele quer brigar? Então vamos. Uma vez ou outra não faz diferença mesmo.

 

L. Fiorenttine: Eu não vim aqui na intenção de brigar... Fiz apenas uma observação... E Victoria, você já contou ao seu noivo que eu te beijei, ou resolveu deixar este detalhe passar? - Falou se aproximando de Collin. 

 

Collin perdeu totalmente a paciência e deu um soco, no rosto do Lorde. Fiorenttine foi um pouco para trás, ainda atordoado. 

 

L. Fiorenttine: Vai me matar da mesma forma que você, matou meu irmão? 

 

Collin: Seu irmão só morreu pois ele se meteu no meu caminho! Recomendo que você não faça o mesmo, caso não queira o destino que ele tomou!

 

Victoria: Collin, vamos voltar para o castelo, não deixe que... 

 

L. Fiorenttine: Vai defender seu noivo agora, Victoria? - fala limpando o sangue ao lado da sua boca, ainda atordoado - Lembre-se que você iria casar comigo se ele não tivesse voltado. 

 

Naquele momento, Collin havia perdido totalmente a noção do que estava fazendo e foi para cima do Lorde, que deu um soco em seu rosto, fazendo com que a boca de Collin sangrasse, mas o mesmo foi golpeado por um soco de Collin ainda mais forte que o anterior. 

 

Victoria: COLLIN! PARE! - falo o puxando para meu lado novamente

 

Collin: VAI FICAR DEFENDENDO ELE, VICTORIA? - Falou alterando o tom

 

Victoria: COLLIN! - Falei segurando ele com força - Se for para mata-lo, que seja de uma forma digna! 

 

Daniele: Que gritaria é... - Falou ao chegar e olhou ao redor - Tá explicado... Você realmente quer uma morte digna para ele, Victoria? - Falou segurando Fiorenttine pelo braço.

 

Collin: Sim, você quer uma morte digna para esse aí? - falou com desprezo na voz 

 

Victoria: Apesar da pessoa horrível que ele é, ele também é como nós. E merece uma morte digna. 

 

Collin: Você está nos comparando com ele? Ah, por favor... 

 

Daniele: Ela está certa, Collin.

 

Collin: Trinta segundos atrás, você concordava comigo, Daniele! E Victoria... Já que você exige uma morte digna a ele, decida entre a forca e a lâmina! - Falou dando mais um soco no rosto do Lorde. - Prendam ele em alguma cela... - Falou entrando no castelo. 

 

L. Fiorenttine: Você não tem coragem de fazer isso comigo, Victoria... 

 

Daniele: Ela talvez não, mas eu tenho! Guardas! - Dois guardas apareceram em seguida. - Tranquem ele em uma cela, depois de amanhã ele será executado. 

 

Os guardas apenas assentiram e levaram o Lorde em direção as celas.

 

Victoria: Por que vocês fizeram isso? E-eu sei que ele fez coisas horríveis, mas não significa que ele mereça tal castigo! - falo me dirigindo para Collin e para Daniele 

 

Collin: ELE MANDOU ALGUÉM ME MATAR ENQUANTO EU ESTAVA NO EMPECILHO, VICTORIA! - fala alterando a voz - E PÔS A CHLOE EM PERIGO! 

 

Daniele: Collin... Se acalme... - fala segurando o braço de Collin 

 

Collin: Me acalmar? Ele queria me matar para se casar com minha mulher e ainda teve coragem de beijá-la e pôs Chloe em perigo! 

 

Daniele: Collin... 

 

Victoria: Daniele, desista... Ele só se importa com o que ele pensa. - falo com os olhos marejados e saio me dirigindo ao meu quarto

 

Collin: Victoria... 

 

Eu o escutei, mas o ignorei. Às vezes me pergunto o porquê do Collin ter este comportamento e a resposta é óbvia. Collin é um soldado, foi educado para isso. Para matar pessoas caso elas demonstrem ameaça a ele. 

 

Entrei no quarto e agradeci por Chloe não ter acordado com a nossa gritaria lá fora. Ela é apenas uma criança e não tem nada haver com isso, mas ela parece ter mais cabeça para lidar com estas situações, do que minha pessoa.

 

Me sento na cama e, como não consegui me conter, comecei à chorar sem parar, tentando abafar para Chloe não acordar, mas parece que foi em vão. Ela se levantou do sofá e veio em minha direção, se sentando ao meu lado. 

 

Victoria: Me desculpe ter lhe acordado, querida... - falo enchuganfo as lágrimas 

 

Chloe: Mas eu não estava dormindo... 

 

Victoria: Ah, n-não? 

 

Chloe: Não... Eu não consegui, então apenas fiquei no sofá, quieta. Acabei ouvindo tudo o que aconteceu... 

 

Victoria: Ah, que ótimo... - falo com um sorriso irônico, ainda chorando - Essa não era a impressão que eu queria passar para você, Chloe... Me desculpe. 

 

Chloe: Não precisa se desculpar. Os casais discutem, é normal, lembra? A senhora mesmo disse. E outra... Collin quer apenas lhe proteger, pois ele à ama muito. E quando amamos alguém, tendemos à fazer coisas sem pensar.

 

Eu a coloquei ao meu lado na cama e comecei a acariciar o cabelo de Chloe. Aos poucos consegui parar de chorar, mas eu ainda estava perturbada com a pergunta que Collin me fez... “A forca ou a lâmina?”. Eu vou escolher a sentença de morte de alguém... Isso não é algo que a Victoria Sherwood faria, mas agora, não sei quem eu sou. 

 

Collin entrou no quarto em silêncio, se deitou e nem olhou no meu rosto. Chloe ficou calada, até ela estava com medo do comportamento de Collin. Aliás, quem não estaria?

 

Victoria: Tente dormir, Chloe. Já está tarde.. 

 

Ela apenas assente e fecha os olhos. Depois de alguns minutos, percebo que ela realmente dormir, mas Collin parecia acordado. Me levanto e coloco Chloe no sofá novamente, depois volto para a cama. Eu estava deitada para um lado e Collin do outro, ambos estavam virados um para o outro sem dar sequer uma palavra.

 

Comecei a sentir dor de cabeça e também senti algumas cólicas. Eu senti minha pele começar a esquentar e fiquei com mais frio. Me cobri mais com o lençol, mas ainda estava sentindo frio. Coloquei minha mão no meu pescoço e vi que eu não estava com uma febre qualquer. 

 

Minha cabeça parecia que ia explodir a qualquer segundo. Cada osso meu tremia e eu suava frio. Eu sabia que tinha alguns mal-estares na gravidez, mas não imaginei algo nesse nível.

 

Soltei um baixo gemido de dor, pois a cólica havia aumentado muito. Na verdade, nunca tinha sentido algo assim. Collin ouviu e se aproximou de mim. 

 

Collin: Victoria? - fala com a mão em cima de meu braço - Você está bem? 

 

Victoria: Claro que sim. É só alguns sintomas da gravidez, nada demais. - falo retirando sua mão de meu braço - Pode voltar a ir dormir, eu estou bem... 

 

Mas não estava. Sentia cada vez mais meus corpo fraco, a cólica e a febre aumentando e o frio.

 

Collin: Não Victoria, você não está bem... Vou buscar um pouco de água. - Falou se levantando e pegando um copo de água em cima de uma mesa de centro, próxima ao sofá.

 

Me sentei com um pouco de dificuldade por conta da dor e encostei a minha cabeça na cabeceira da cama. 

 

Collin: Toma... Bebe aí enquanto eu vou pegar outro lençol para você... Ou seria melhor você tomar banho para baixar a febre? 

 

Victoria: Não precisa... Daqui a pouco passa... - Falei dando um gole na água.

 

Collin: Victoria, eu sei que eu não pensei antes de ter feito e falado tudo aquilo, e sim, eu estava errado. Mas por favor, me deixe cuidar de você. 

 

Victoria: Eu já disse que eu vou ficar bem! - falo alterando um pouco a voz - Por que tem que ser tão difícil? 

 

Por um momento, volto a chorar de novo. Parecia que eu estava sentindo um turbilhão de sentimentos na mesma hora.

 

Collin: Amor... - Falou me envolvendo em seu braço. - Do que você precisa? 

 

Victoria: Que meu útero pare de doer! - Sussurrei encostando minha cabeça em seu peito.

 

Collin: Algo mais acessível... Banho, remédio, água, cobertores... 

 

Victoria: Eu preciso de tudo... 

 

Meus olhos ficaram marejados novamente e eu comecei a chorar. Era estranho, eu não consigo me controlar... Uma hora estou chorando e na outra estou querendo bater na cara do Collin.

 

Collin: Se eu soubesse que ia ser tão difícil assim... - fala baixinho 

 

Victoria: O que?! 

 

Collin: N-não, não falei nada. Vou pegar o outro cobertor, está bem? Fique aqui. 

 

Ele vai pegar o cobertor e logo volta. Me deito novamente e me enrolo.

 

Às cólicas haviam diminuído, junto com a dor de cabeça. Apenas a febre ainda me incomoda. 

 

Victoria: Você já pensou em um nome? 

 

Collin: Victoria, são meia noite... Amanhã a gente decide um nome... Tenta dormir... 

 

Victoria: Tá certo... Eu quero que chegue a hora do parto e a gente comece a pensar em algum nome. E todos nomes que pensarmos vai ser muito simples ou horrível.

 

Escuto Collin suspirar. 

 

Collin: Está bem. Você venceu. Quais são os nomes que você pensou? 

 

Victoria: Se for menina, Katherine ou Laura iriam ser muito bonitos, mas para meninos, ainda não sei... Talvez Castiel ou Dean... Não sei... 

 

Collin: E-espere... Katherine? É bonito, mas... 

 

Victoria: Você achou horrível, não é?

 

Collin: Não! Eu achei bonito, mas... 

 

Victoria: Não precisa mentir, Collin.

 

Collin: Katherine é o nome de uma namorada antiga minha... 

 

Eu o encarei e comecei a rir. Ele me olhou espantado.

 

Victoria: É só por causa disso? Está certo... Invés de Katherine poder ser Octavia... Ou é o nome de alguma garota que você já transou? 

 

Collin: Pelo que eu lembro... Não conheço nenhuma Octavia, pode ser...

 

Victoria: Tem certeza? Porque parece que você já transou com o reino todo. - falo séria 

 

Collin: Victoria... Vamos entrar nesse assunto de novo? 

 

Victoria: Não, mas eu só tava falando. Não é verdade? 

 

Collin: Claro que n... Talvez seja, mas não vem ao caso agora. 

 

Victoria: Collin Dobrev!

 

Collin: Vai acordar a Chloe! Fala baixo! - Disse sussurrando 

 

Victoria: Cala a boca, eu tô tentando dormir! - Falei me cobrindo mais com o lençol. 

 

Collin apenas riu e beijou a minha testa. 

 

Collin: Eu te amo... - Ele sussurrou tão baixo que eu quase não ouvi. 

 

Victoria: Eu te amo, Collin. - Sussurrei no mesmo tom que Collin.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...