História Invocação do mal(Jikook) - Capítulo 43


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 528
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 43 - 37


Autora ( vontade de narrar)

Jimin, tentava de todas as maneiras desviar o olhar e de alguma forma, também fazia o possível para aliviar a coloração avermelhada em suas bochechas.

Hideki por outro lado, pensou rápido e segurou fortemente o braço de Jimin o jogando com brutalidade ao seu lado da cama coberta por lençóis de cor rosa, que por sinal estavam uma bagunça. 

Um certo sorriso tímido e envergonhado surgiu nos lábios do menor(Hideki) e se Jimin se aproximasse um pouco mais, poderia notar que Hideki usava um perfume de rosas vermelhas, este não é um fato muito importante,  mais Hideki gostaria que Jimin notasse.

Jimin arrastou o olhar para a estande do pequeno na intenção de se sentir menos envergonhado, o que só piorou a situação, pois ao notar os inúmeros dvd's de hentai yaoi se sentiu ainda mais envergonhado, sem notar, Hideki já estava em seu colo, em cima de sí.

Jimin achava incrível que mesmo fazendo coisas tão pervetidas, Hideki continuava uma criança inocente aos seus olhos, já Hideki estava prestando bastante atenção em cada detalhe do rosto do mais velho, para não esquecer depois.

Jimin estava tão distraído em seus pensamentos que levou um grande susto quando sentiu Hideki rebolar em seu membro coberto e levar a sua mão até o mesmo local.

Jimin: Hideki...eu...ahg! Não posso! Eu...eu estou...eu estou com o Kookie.

Hideki congelou, e deixou a raiva o dominar completamente, o que Jimin pensa que ele é? Algum tipo de roupa que ele pode usar e quando sujar jogar no cesto de roupa suja? Para usar novamente depois? Ele tinha muito amor para dar, isso não era o suficiente para Jimin?

E Jungkook? Maldito dentuço que se mete onde não é chamado!

Talvez Jimin não gostasse de sí por suas roupas femininas, afinal, quando criança,  sofreu muito bullying por isso, ou talvez seja sua infantilidade extrema, que aos olhos de Jimim provavelmente o deixava menos sedutor, mais estava disposto a ignorar todos os comentários de Jimin.

Com rapidez, Hideki retirou as botas que Jimin usava, e logo após sua camiseta, mesmo que a contra gosto.

Hideki: ei Jimin, imite um gatinho!

Jimin: o q-que?

Hideki atacou o pescoço de Jimin, deixando marcas de chupões e leves mordidas, enquanto o outro apena arfava. 

Hideki: eu disse para imitar um gatinho!

Jimin: mi-mia....miau...

Hideki sorriu de uma maneira tão inocente que Jimin, por um momento,  achou ser brincadeira. 

Hideki: eu pareço inocente agora Minie? Eu sempre tive esse rostinho de criança, mais como fui abusado por meu irmão mais velho quando tinha 9 anos, aprendi a brincar de foder.

Hideki deu um abraço apertado em Jimin e abaixou um pouco de sua calça, dando um beijo sobre o membro coberto pela box, que logo também foi retirada, e Hideki abocanhou o membro do mais velho, que gemia o mais alto possível, até soltar um gemido arrastado quando chegou ao seu ápice. 

Hideki não deixou uma gota se quer escapar e engoliu tudo, rebolando novamente no colo e Jimin, que mau havia gozado e já estava ficando duro de novo.

O menor entrelaçou as pernas na cintura de Jimin se aproximando um pouco mais.

Hideki: foda-me.

Jimin: de quatro!

Hideki obedeceu e Jimin entrou lentamente no mesmo e o esperou se acostumar. 

Até que Jimin começou a estocar. 

Oh, o prazer que Hideki sentiu,  era inexplicável, ele não tinha palavras para descrever.

Na quarta estocada Jimin parou, recebendo um gemido de reprovação da parte do menor.

A primeira frase que veio ao pensamento de Jimin foi: " mais que merda estou fazendo?"

E ao se tocar do que estava realmente fazendo, saiu lentamente do menor e vestiu suas roupas.

Hideki: Jimin?.....aonde vai?

Jimin: não te interessa. 

Hideki: O QUÊ? 

Jimin saiu batendo a porta, indo em direção para sua casa.

Jimin sentia nojo de sí mesmo, sentia nojo do que havia feito.

E agora? O que iria dizer para Jungkook?





.


.












Leia as notas finais please


Notas Finais


Por favor não me matem ;-;
Tenho apenas 12 anos sou muito nova para morrer!
Sim, eu sei que demorei para postar, mais minhas aulas começaram e eu estava sem tempo
Sorry ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...