1. Spirit Fanfics >
  2. Invocado ao mundo de tate no yuusha como herói do Machado. >
  3. Capítulo 19 Onda em melromarc 2

História Invocado ao mundo de tate no yuusha como herói do Machado. - Capítulo 18


Escrita por: serpraimer

Capítulo 18 - Capítulo 19 Onda em melromarc 2


Fanfic / Fanfiction Invocado ao mundo de tate no yuusha como herói do Machado. - Capítulo 18 - Capítulo 19 Onda em melromarc 2

Depois de matar a todas as vanguardas das ondas chegamos a folh e perguntei da situação e ele disse não houve baixa de civis mais demoramos muito pra retirar as pessoas mesmo dizendo que foi a pedido do herói do Machado e do escudo.

Suspirei pesadamente e os 3 patetas chegaram perto de mim é perguntaram das dificuldades é disse ninguém do país veio ajudar e ainda reclamam eles vão escutar depois. 

Então os 3 disseram não seja tão rude com eles. Eu olhei cheio de raiva e falei e vcs o que fizeram? Eles e seus companheiros calaram até puta e armadura virem reclamar comigo, não e assim que fala com os heróis sagrados. E eu disse vcs fizeram algo de útil nessa luta?

Se querem respeito derrotem os inimigos que vem sem nossa ajuda e apontei onde vinham os últimos mostros da onda eram menos de 100 e a lança falou não vai nos ajudar? Suspirei e disse vão tomar café com leite me coloquei magia de apoio e em menos de 5 minutos acabei com todos.

As ondas se fecharam e o exército do país chegou é eu disse chegaram muito tarde. O do bigode ridículo falou vc tirou todos os créditos dos heróis sagrados herói do Machado me acusando. Estranhamente ele não levantou a mão, olhei bem sério e disse primeiro vcs não protegeram essa Vila, segundo vcs nem se cooperaram com os heróis, e terceiro eles me pediram ajuda então eu mesmo fui os derrotar. 

Os aldeões que estavam escutando a discussão falaram e mesmo somente os herois do escudo , machado e manoplas que ajudaram.

Eu falei e vcs que demoraram na evacuação podiam ter morrido não podem reclamar. Eles baixaram a cabeça e se desculparam. Suspirei e disse vamos dar uma ajuda aqui, deixamos o vilarejo depois de pegarmos os restos dos mostros é tudo das vanguardas das ondas e os cremamos com a magia de galeid. E de preparar um Caldeirão de sopa para todos e deixarmos uma semente da que a lança liberou e logo ele fala aquelas sementes estão fazendo seu trabalho que bom, me virei e dei um soco nele mais não para matar ele caiu de joelhos e perguntou por que? 

Eu disse sim ela funciona porque naofumi e eu a consertamos depois de limpar sua sujeira é vc a libertou sem reparar o problema da mutabilidade, sabe quantas pessoas morreram ou foram contaminadas pela semente?

Ele ia falar mais disse se falar que só intregou e deixou a escolha com eles sabe o que farei com vc, olhei com muita raiva para ele. Ele ficou calado e suspirei e disse eles pensaram que vc tinha consertado era isso que as pessoas esperam dos heróis ajudem o mundo a prosperar e não a espalhar pragas pense bem antes de fazer algo vc não quer ser chamado de herói falso correto? Ele disse sim vou pensar melhor e disse se duvida do que disse pode ir na aldeia ok.

Perguntei se queriam uma carona para cidade castelo eles concordaram mais falei que iriamos deixar nossas armaduras na tenda do velho para reparos com materiais de vários mostros e dinheiro e naofumi estava ainda com as manoplas não sofreram danos e colocamos nossas armaduras reservas, e fomos para o castelo para a festa de comemoração torcendo para a lança se controlar.


Notas Finais


Não fiz os 2 juntos por estar com umas coisas para fazer.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...