História Irmãos Lee - Capítulo 1


Escrita por: e BoloDeAmora_

Postado
Categorias Akdong Musician (AKMU)
Personagens Lee Chan-hyuk, Lee Soo-hyun
Tags Akmu, Chanhyuk, Família, Fantasyisland, Fipakmu, Suhyun
Visualizações 30
Palavras 999
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores! Finalmente de volta aaa vocês não sabem o quanto eu estou feliz.
Bem, quando eu vi o tema do mês fiquei meio kkk eu realmente não fazia ideia do que escrever, mas (de última hora, como sempre) acabei tendo essa ideia. Não estou muito confiante, claro, mas é o melhor que pude fazer por agora! Então espero que gostem!

Capítulo 1 - Os Lee


Fanfic / Fanfiction Irmãos Lee - Capítulo 1 - Os Lee

Assim que os Lee se casaram, tudo eram flores. Tudo simplesmente havia sido incrível. A festa havia sido maravilhosa, todos os seus parentes e amigos haviam comparecido, estavam felizes. "Talvez esse seja o dia mais feliz de nossas vidas como um casal", pensavam.

Foram para a Lua de Mel, a qual escolheram passar na Itália por ser um lugar que os dois amavam, e aproveitaram cada segundo como se fosse o último. Visitaram cada ponto turístico, comeram cada comida típica e se divertiram como nunca haviam feito antes.

Compraram uma casa, móveis, decorações, tudo para fazer com que morassem no lugar que sempre imaginaram, o dos seus sonhos. Receberam ajuda de próximos para as arrumações, algo pelo qual ficaram extremamente gratos. Pintaram quartos de suas cores favoritas, às vezes, sujando um ao outro mais do que as próprias paredes.

Depois de um tempo, parecia que algo estava faltando. Sentiam que precisavam de mais risadas, mais carinho, mais amor. Claro, o que sentiam um pelo outro já era suficiente para passarem o resto das vidas assim, mas, do mesmo modo, faltava mais alguém, mais uma pessoa para completar tudo. Então concluíram: queriam ter um filho.

Como havia um quarto sobrando, não precisaram se mudar, muito menos desocupar um dos outros que, àquele ponto, já estava arrumado. Arrumaram tudo do jeito que queriam, tentando deixar o mais confortável possível para a criança que ainda planejavam. Estabeleceram-se financeiramente e esperaram até o momento que se sentissem mais prontos do que nunca. Então, deste modo, a Lee engravidou.

Tudo estava festivo e todos pareciam muito felizes com a notícia, mas ficaram ainda mais quando descobriram que o bebê era um menino, o primeiro filho do casal.

Todos da família e alguns amigos e conhecido compraram brinquedos e outros artigos para a criança e, assim que esta nasceu, a encheram de atenção e afeto, sempre indo visitar quando podiam para mimar um pouco o mais novo bebê.

Depois de um tempo, resolveram dar uma companhia para o pequeno menino, por acharem que poderia se sentir sozinho e também por quererem mais um filho, que acabou por nascer alguns anos depois. Era uma doce menininha e todos eram apaixonados por ela, o que deixou Chanhyuk com um pouco de ciúmes. Claro, por que não ficaria depois de passar a não ser o centro das atenções?

Porém, mesmo assim, ficou encantado desde o primeiro momento em que viu Suhyun, sua irmã mais nova. Ela era pequena e fofa, bem gordinha, e ele não entendia o motivo da mesma ser tão desengonçada, não saber andar e nem comer sozinha como todos os outros que conhecia. Sua mãe explicou que ele também não sabia fazer estas coisas quando era mais novo, o que o deixou surpreso. Nunca imaginou que poderia ter sido assim.

Durante todos os primeiros anos, o garoto não quis sair do lado da pequena. A achava encantadora demais e, por isso, queria vê-la a cada instante. Brincava, conversava e fazia de tudo para vê-la feliz e sorridente.

E, enquanto ia crescendo, o mais velho sentia que deveria ser ainda mais protetor com Suhyun, mesmo que não precisasse fazer isso.

Às vezes, os dois se desentendiam, tendo brigas bobas que todos os irmãos têm. Irritavam-se mesmo sem querer e, por isso, ficavam sem se falar por alguns dias ou apenas por alguns minutos. Porém sempre voltavam a conversar normalmente, sem nem se lembrarem do que havia acontecido antes, introduzindo um assunto diferente à cada vez.

A adolescência foi um pouco complicada para os dois. Neste período, as discussões se intensificaram por conta dos hormônios, ainda mais pelo fato de Chanhyuk ser o mais velho e achar qualquer coisa que pessoas mais novas fizessem simplesmente ridícula.

De qualquer modo, sempre tentava cuidar de Suhyun a qualquer custo, mesmo que fingisse que não. Principalmente por estar mais suscetível a garotos mais velhos do que ela e por ainda ser um pouco ingênua, algo que negava ser com todas as forças.

E, independente das discussões, os dois compartilhavam do mesmo sonho: se tornarem cantores. Claro, isto poderia ser algo impossível, já que vinham de uma família normal como qualquer outra. Não eram ricos, seus pais não tinham influência alguma, muito menos algum outro membro da família. Mas isso não os impedia de tentar, e eles sabiam disto.

Então, superando as desavenças, começaram a treinar canto e aprenderam alguns instrumentos em sua própria casa. Às vezes, incomodavam os vizinhos e até mesmo os seus familiares com barulhos altos, tanto de dia quanto de madrugada.

E quanto mais eles cresciam, mais eles alimentavam esse pensamento de se tornarem artistas incríveis, fazendo a coisa que amavam mais do que qualquer outra coisa.

Mudaram-se para a Coréia do Sul, visto que antes moravam na Mongólia, e tentaram ingressar sua carreira musical entrando em uma empresa para poderem lançar suas músicas. Fizeram várias performances e, assim, se sentiram mais realizados do que nunca. E por que não se sentiriam?

Por causa disso, se tornaram ainda mais próximos. Passaram a fazer várias coisas juntos e contar um com o outro para qualquer coisa que precisassem. A amizade deles era a coisa mais linda e pura que existia, e não apenas pelo motivo de serem irmãos.

Por mais que ainda tivessem seus amigos separadamente, gostavam de passar tempo um com o outro, tanto para rirem quanto para discutirem novas letras de músicas. E não tinha coisa que eles mais gostavam do que passar tempo um com o outro.

Depois, tudo começou a dar mais do que certo. Acabaram recebendo um pouco de fama e se tornaram conhecidos, aos poucos, e o melhor de tudo era que conseguiram tudo aquilo por estarem apenas seguindo o que queriam fazer. Seguindo os seus corações.

Ficaram cada vez mais felizes por estarem vivendo uma ambição que antes poderia parecer irreal, mas que, com esforço, conseguiram realizar juntos. E, por isso, por saberem que não conseguiriam sozinhos, prometeram um para o outro que não importava o que acontecesse, eles estariam ali.


Notas Finais


Muito obrigado por terem lido!

Fanfic: @BoloDeAmora_
Capa: @blackfiars
Beta: @maitagarri


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...