História Irmãos vermelho e cinza - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Tags Ash, Irmão, Red
Visualizações 24
Palavras 5.947
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fala povo bonito, é... um ano depois...eu nunca mais prometo nada sinceramente, mas devem saber neh pessoal, facul(que já ta me fudendo) cada vez que ia postar algo eu queria mudar, e sim fiquei boa parte desse tempo alterando a historia em si, mas espero que gostem e que eu não falhe em suas expectativas
boa leitura

Capítulo 24 - "Agora, vocês estão muito encrencados"


Fanfic / Fanfiction Irmãos vermelho e cinza - Capítulo 24 - "Agora, vocês estão muito encrencados"

Estou vendo- falará o moreno observando o balão- atrás deles Pidgeot.

Pidgeo (Certo)- o pokémon pássaro bateu suas asas com mais firmeza aumentando sua velocidade para alcançar o balão que já estava a uma velocidade elevada. , avançava com fúria pra cima do balão já observando seu velho amigo Pikachu dentro de uma cúpula de vidro.

Droga- disse Jessie pegando uma esfera de seu cinto- Swoobat Air Slash vai. O pokémon morcego fora materializado quando a esfera se abriu, o mesmo começou a bater suas asas disparando poderosas serras de ar contra Pidgeot.

Evasiva- comanda o moreno rapidamente, Pidgeot começa a voar de um lado a outro desviando das inúmeras serras mandadas pra cima da dupla, enquanto se aproximavam cada vez mais do balão.

Droga- falou James pegando uma de suas esferas e a jogando liberando Yamask que ficou flutuando ao lado de Swoobat- Shadow Ball. Yamask cria em suas mãos uma esfera sombria e a lança contra Pidgeot que mais uma vez desvia.

Nossa vez- falou o moreno e o pokémon concorda e avança contra a dupla rival- mira no Yamask, Aerial Ace- o pokémon voador começa a bater suas asas mais rapidamente alcançando uma velocidade maior ocasionando uma pequena camada de ar ao redor de seu corpo, batendo de frente com suas asas no pokémon fantasma o atirando para cima de James, mas se recompõe rapidamente antes de o atingir- agora o Swoobat, Air Cutter. Pidgeot começa a bater suas asas liberando correntes de vento contra Swoobat.

Desvie- comanda Jessie, Swoobat começa a voar mais rapidamente desviando das massas de ar- agora Brave Bird. Swoobat avançou contra Pidgeot com seu corpo emanando uma aura flamejante intensa, quando se aproxima do alvo as chamas tomam a cor azulada e se moldam sobre o corpo do pokémon como uma energia protetora

Aerial Ace de novo- comanda o moreno, Pidgeot repete o ato ficando com a massa de ar ao redor de seu corpo, avançando contra Swoobat, poucos segundos antes de se encontrarem, Ash saltou do pokémon e o mesmo colidiu com o oponente criando uma nuvem de fumaça, mas rapidamente a enorme ave se liberta de lá e dando um giro por cima da nuvem avança rapidamente atrás de seu treinador enquanto que Swoobat sofria pelo dano recebido e o contra dano do ataque que utilizará.

Dark Pulse- exclama James. Yamask cria em suas mãos uma pequena massa de energia escura e a dispara na direção de Pidgeot em forma de raio composto de arcos arroxeados, Pidgeot consegue desviar, mas o ataque acerta sua asa esquerda o fazendo sentir dor, sendo que não desistindo de salvar seu treinador o alcança recebendo seu peso em suas costas, mas a dor em sua asa diminuiu sua velocidade e mobilidade tendo agora dificuldades para se manter no ar ,Ash nota esse detalhe e tenta bolar algum plano para se opor a isso.

Droga, está bem amigo?- pergunta preocupado para seu pokémon no qual perderá boa parte de sua velocidade.

Pi dgeo (Não muito)- retrucou com dores, não conseguia se manter firme no ar, se esforçar arrancava muito de suas forças

Você o enfraqueceu James, pegue ele aproveite- exclama Jessie com uma grande alegria- Swoobat Air Slash

Double Team e Shadow Ball- comanda James dando um soco no ar com um sorriso triunfante, Swoobat abana as asas liberando serras de ar na direção do Pokémon voador que tentou escapar mas foi acertado sendo arremessado um pouco para trás enquanto que Yamask se multiplicava criando cinco cópias suas, e cada cópia cria uma esfera de cor arroxeada e a lança contra Pidgeot, o mesmo não conseguiu se mexer tão habilmente sendo acertado pelas correntes de vento e sofrendo um pouco de recuo, as esferas ao o acertar explodiram o desequilibrando e permitindo que a última esfera acertasse o peito de seu treinador que fora derrubado da ave, as dores em seu corpo começaram a fazer sua mente se apagar lentamente, Pidgeot entra em desespero, assim como Pikachu e Riolu que o olhavam com lágrimas enquanto Jessie, James e Meowth  riam de forma um pouco macabra, Ash já não tinha força, sua mente escurecia, iria desmaiar a qualquer instante, não conseguia mais lutar, seu corpo e roupas se sujaram de sangue que escapava de seu braço, já caia de olhos fechados, se arrependia de não reencontra sua família, nem conseguir salvar seu irmão ou realizar seu sonho.

“Desperte seu inútil”- gritou uma voz no subconsciente do moreno, quando abriu os olhos estava novamente em seu subconsciente mas agora não reclamou, só encarou um corpo a sua frente, apenas tendo uma silhueta pela escuridão, não pode observar o rosto que permanecia escondido nas sombras- vai desistir assim? Levante a cabeça seu idiota, vai permitir que esses três patetas o derrotem? Força, vamos, sabe que pode derrotá-los, em suas mãos está um dos pokémons mais forte que possui.

O que posso fazer?- exclamou com incerteza em sua voz, seus olhos castanhos já começavam a brilhar por causa de lágrimas que começava a derramar- meu corpo inteiro dói, não consigo me mover e com certeza estou mais perto do chão, não tem escapatória, dessa vez a morte conseguiu me pegar, irei reencontrar Giratina, mas dessa vez não do jeito bom. Os olhos do Ketchum se abaixaram em encontro ao chão, ou o que parecia ser o chão, deixando suas lágrimas caírem, isso até sentir um chute sem seu peito que o derrubou, olhando incrédulo para o ser a sua frente, o ser se aproximou dele e segurando seus cabelos, lhe deu uma joelhada em sua face o fazendo desmaiar.

Sem a pedra-chave- disse consigo mesmo- esse é o único jeito de assumir seu corpo, mesmo que seja até você acordar, posso me divertir e já ir me acostumando com esse meu futuro corpo. Do lado de fora, Ash ainda estava em queda livre, permanecendo de olhos fechados ele virou seu corpo ficando de costas contra o chão, Pidgeot se aproximava o mais rápido que podia mesmo que parecia não ser o suficiente, mas por poucos instantes se sentiu diferente, sentiu uma onda massiva de poder se estabilizando em seu corpo, se sentiu renovado e com uma batida de suas asas o mesmo alcançou uma alta velocidade, arremessando rajadas de ar para suas laterais no processo, Ash abriu os olhos podendo ver seu Pokémon se aproximando rapidamente, possuindo uma camada de energia avermelhada em volta de seu corpo, Ash riu, seus olhos estavam vermelhos demonstrando ser outra pessoa, a enorme ave alcançou seu treinador o pegando seus braços com suas pernas, com os braços sendo segurados pelo Pokémon, o mesmo agarrou as pernas desse, como se fosse treinado ou entendesse a ideia de seu treinador, Pidgeot o soltou, Ash balançou o corpo para frente e para trás algumas vezes antes de lançar seu corpo para o lado esquerdo pegando impulso suficiente para conseguir retornar para o corpo do pássaro com uma cambalhota, caindo com o joelho direito no corpo do Pokémon e o pé esquerdo apoiado no mesmo, fechou os olhos e retorceu seu corpo um pouco, com leves estalos, tanto suas costas como sua costela haviam parado de doer por hora, lógico que ao término da batalha que viria a seguir, o mesmo sentiria todo o dano, mas não se importava, afinal, não seria ele que sentiria esse incômodo, abriu seus olhos vermelhos sorrindo de modo um pouco macabro encarou o balão, na qual seus residentes estavam surpresos pela ação do treinador.

Agora estão muito encrencados- disse por fim um pouco alto, o tom de voz usado fez as espinhas dos treinadores gelarem e os mesmos tremeram dando um passo para trás involuntariamente.

Nó-nó-nós não te-temos medo- dissera, ou tentará dizer Jessie tremendo e gaguejando pelo temor que sentia sendo que nem ela entendia o motivo- Swoobat a-ataque, Charge Beam. O pokémon morcego carregou uma energia amarela entre suas orelhas e a disparou contra a ave que não demonstrou nem um pouco de medo, simplesmente avançou contra o ataque desviando no último segundo lançando seu corpo para o lado esquerdo fazendo o raio acertar o chão, este que havia abandonado o clima da floresta se tornando um campo, mas sem nenhuma alma viva pelo local, a explosão levantou uma grande camada de poeira, o moreno olhou para o local da explosão com um enorme desinteresse, voltando sua atenção para o balão.

Nossa vez- disse consigo, apertando os punhos- libere os ventos do dragão, Twister. O pokémon começa a bater as asas, a cada batida  liberava poderosas rajadas de vento que começaram a circular criando um redemoinho que aos poucos se transformava em um enorme furacão de grandes proporções, o balão chacoalhava freneticamente, todos tendo que tentar se segurar de algum jeito, enquanto que Pikachu e Riolu sofriam a chacoalhada, Swoobat tentava se manter firme, James havia abraçado Yamask, Jessie olhou na direção do pirralho segurando sua blusa e sua saia para que ambas não subissem, e se surpreendeu ao ver o Pokémon voador do mesmo parado no meio do tornado como se nada tivesse acontecendo e o palletiano em pé nas costas da ave, suas penas, assim como o cabelo e a jaqueta do moreno pareciam vivos de tanto que se mexiam, mas os corpos em si não eram levados a lugar nenhum, pensando alguns instantes pensou em um plano, mesmo podendo ser bastante suicida, conseguiu segurar seu pokémon nos braços como James, e o apontou para o pokémon voador oponente

Faça isso para mim por favor, Charge Beam- comanda a Rocket, Swoobat, sendo segurado pela treinadora para não sair desgovernado,  tem seu corpo coberto com uma energia amarela que se concentra em suas orelhas e a dispara contra a enorme ave e seu treinador- temos que conseguir acertar, senão estamos perdidos. O moreno bufou irritado enquanto seu pokémon parecia compartilhava do mesmo sentimento

Como ousa utilizar um ataque tão fraco contra nós?- perguntava o moreno com desgosto enquanto observava o raio elétrico se aproximando deles, fechando os olhos em seguida como se nada o ameassace enquanto permanecia em um dia de ventos suaves em uma campina- ao menos nos de algum desafio, mostre com o que eles estão lidando, Hyper Beam. Pidgeot se mantendo estável no meio do vendaval, concentra uma massa de energia escura em sua boca, a energia avermelhada que o circulava se uniu em sua boca aumentando a esfera e a deixando com alguns tons arroxeados, o mesmo dispara segundos depois em forma de um poderoso raio de energia de grandes proporções ultrapassou os poderosos ventos que circulavam Pidgeot os dissipando por onde passou e bateu de encontro com o raio elétrico, não havendo confronto de ataques, a energia arroxeada foi ganhando terreno rapidamente enquanto ia dissipando a carga elétrica, Swoobat vendo o que iria acontecer se solta de sua treinadora e se lança para fora do balão levando o poderoso golpe causando uma forte explosão seguida de uma densa nuvem de fumaça

SWOOBAT- o desespero da treinadora era compreensível, seu pokémon havia desmaiado no combate e era carregado pelos ventos, enquanto que a mesma tentava o retornar para a pokebola, conseguindo em pouco tempo- muito obrigada. Disse ela esfregando a esfera em sua face, James rangeu os dentes, ele sozinho não teria nenhuma chance, mesmo com a carga que ele deveria fazer, Pidgeot não parecia nem um pouco cansado, ele teria uma escolha, mas pensava que não iria usar tal item tão cedo.

Me desculpe garoto- disse olhando para seu Yamask que não compreendeu de início até sentir uma enorme dor em sua cabeça, James colocará em seu corpo um pequeno aparelho, muito parecido com um microchip, Yamask se separou de seu treinador se lançando nos ventos enquanto gemia de dor, do item em suas costas uma carcaça de metal começou a surgir sobre sua cabeça tendo espaço apenas para seus olhos, foi se alastrando pelo seu corpo, chegando a seus pequenos braços cobrindo apenas metade dos mesmo, revezando no que cobria e no que não cobria, as partes de metal desceram pelo seu corpo chegando a seu “rabo”(ou sei lá o que é aquilo que ele usa para segurar a máscara), o tornando de metal e também cobrindo a máscara, ao final de tudo ele ficou imóvel por alguns segundos antes de pequenos tubos fossem se conectando por toda a armadura passando um líquido roxo no mesmo, no lugar onde deveria estar os olhos uma luz vermelha surgiu, Yamask abriu os braços em grito, causando uma forte onda de vento que dissipou completamente o vendaval que ocorria ali, Ash olhou aquilo surpreso, mas depois deu uma risada.

As coisas podem ficar muito interessantes agora- disse com um sorriso e um pouco intrigado sobre o que era aquela armadura que envolvia Yamask.

Vamos lá- grita James com um misto de preocupação, culpa, felicidade e orgulho pelo que acontecia no momento- Dark Pulse. Yamask junta suas mãos a frente de seu corpo criando uma densa massa de energia e a dispara rapidamente com uma enorme força e velocidade, sendo seus arcos mais mais escuros e em maior número que normalmente, o ataque fora tão rápido que Pidgeot não teve tempo de reação, fora atingido pelo ataque e sofreu severos danos.

Droga- reclamou o moreno tentando se manter firme enquanto que a ave se estabilizou rapidamente- ele realmente ficou mais forte, isso vai ser interessante, vamos sem dar trégua, Aerial Ace vamos lá. Pidgeot exclama seu nome em alto e bom som, o mesmo despenca em alta velocidade, aumentando a taxa de sua aceleração, aproveitando esse aumento de velocidade, subindo logo em seguida em direção ao ‘Mecha-Yamask' tendo seu corpo envolvido por uma camada de energia esbranquiçada que se avermelhou em segundos, rapidamente a enorme ave acerta uma de suas asas no corpo do pokémon fantasma causando uma explosão e uma vasta nuvem de fumaça sendo que Pidgeot sai da nuvem de fumaça segundos depois- foi certeiro?- pergunta o moreno para si mesmo olhando o campo de fumaça esperando poder ver alguma indicação do dano causado ao oponente.

Thunderbolt- grita James dando um soco no ar, de dentro da nuvem de fumaça um brilho amarelado e rapidamente, em formato de raio, avança contra Pidgeot, o pássaro tenta se esquivar das descarga elétrica voando em diferentes direções, mas o mesmo é acertado junto de seu treinador, o grito de dor de ambos é escutado enquanto levam as poderosas descargas elétricas, o moreno calculava algum plano para tentar acabar com tais ataques

Não vou permitir que pessoas tão desprezíveis como vocês, possam me derrotar- exclama entre gemidos tendo o brilho vermelho em seus olhos ganhando intensidade, ainda recebendo as descargas elétricas o mesmo coloca seus braços em forma de x na frente de seu corpo e com um poderoso grito ele os abre mandando uma onda de energia vermelha que dissipa a descarga elétrica por alguns instantes, Pidgeot vê tal oportunidade e avança um pouco a frente mesmo sentindo fortes dores, o moreno tinha uma cara de exaustão, respirava pesadamente bufando muito, estava com o joelho direito sobre o corpo do pokémon sendo seu braço esquerdo estava abaixado e a mão direita segurava seu antebraço com um pouco de firmeza enquanto o mesmo tentava recuperar-se dos machucados, Pidgeot o olha acima dos ombros com certa preocupação sendo notado pelo jovem de orbes vermelhas que sorri de forma superior para o mesmo- não se preocupe, seu treinador está bem ‘mas quero muito matá-lo, porque ele foi se livrar da Pedra-Chave? Seria extremamente útil agora, droga poderia usar a força dela, bom acho que mesmo que a tivesse não poderia a usar por não possuir a Mega-Pedra do Pidgeot, pelo menos ele ainda possui as luvas, elas vão me servir’- pensa retirando a mochila, agora já quase em farrapos, de suas costas e retirando um par de luvas azuis tendo uma pequena esfera nas suas costas, o mesmo as coloca em suas mãos e toca uma das mãos sobre a ave- agora sim vamos pra cima, Air Cutter- exclama por fim, o ar em torno de seu corpo brilha em um tom vermelho brilhante, tal energia se concentra no corpo do pokémon que sente tal energia se instalando em seu interior, suas asas começam a brilhar em um tom branco sendo logo em seguida brilhando intensamente em vermelho, ao bater as asas poderosas e intensas ondas de vento avermelhadas foram arremessadas contra Yamask que não teve tempo para esquivar sendo atingido fortemente e arremessado para trás, tendo pedaços da armadura despedaçados diminuindo seu poder.

Droga- exclamou James se curvando sobre a cesta do balão- rápido Shadow Punch. Yamask exclama seu nome criando uma poderosa onda de vento tendo sua mão encoberta por uma energia arroxeada que tomou a forma de uma mão, rapidamente avançando contra Pidgeot destruindo as correntes de ar com o punho fazendo o moreno ranger os dentes.

Hora do corpo a corpo- comenta o moreno tendo de confirmação apenas um aceno do fiel pokémon- me leve pra perto do balão- a ave concorda começando a bater as asas, rapidamente ganhando velocidade conseguindo desviar de Yamask que irritado começou a perseguir a dupla, quando se aproximou do balão se lançou contra o mesmo, mas não sem antes se virar para trás e exclamar- Wing Atack- a ave concordou tendo suas asas cobertas por uma camada de energia, sendo que ocasionou o aumento dobrado da envergadura brilhante das asas, e se virou rapidamente contra Yamask se defendendo de um soco com sua asa esquerda, ambos começaram a trocar golpes sendo que Pidgeot lhe acerta no rosto com uma de suas asas o arremessando para trás e voa atrás do mesmo, o moreno consegue cair dentro do balão ficando com a gaiola de ambos os pokémons junto ao saco das pokebolas atrás de si, dando um sorriso cínico para o trio que se arrepia completamente.

Como fez isso?- pergunta Meowth juntando forças para não gaguejar, tendo como resposta um outro sorriso, mas bem pior.

E isso por acaso vai importar?- fala o Ketchum se aproximando do trio que começa a dar passos para trás- afinal, tenho que te devolver a dor pelo corte das garras- exclama antes de olhar para trás- ou melhor, alguém poderia fazer isso por mim, mas não teria graça nenhuma.

O que quer dize..- a  fala de Jessie é cortada com o moreno avançando contra ela lhe desferindo um soco em seu estômago a obrigando a se ajoelhar e em seguida, segurando em seus cabelos os puxando para trás a obrigando a o encarar com certo receio, ao encarar os olhos avermelhados Jessie tremeu, seu corpo se arrepiou, como se dissesse para se afastar dele completamente, que ele era uma força sobrenatural, mesmo que quisesse seguir esse conselho não conseguia, afinal todos os seus músculos não se mexiam por nada, seu corpo já gemia de dor ate levar um chute na costela quase sendo jogada para a lateral do balão mas sendo segurada pelo pescoço, o ar começou a faltar rapidamente em seus pulmões, o moreno estava com uma força esmagadora, tal força que a impedia de respirar adequadamente.

Jessie! - James exclama com raiva avançando contra o moreno que solta o pescoço da mesma a jogando contra o fundo da cesta e desfere um soco no rosto do azulado que cospe algumas gotas de sangue, antes do mesmo levar uma joelhada na barriga o obrigando a se curvar e por fim um soco de mão fechada em sua nuca o empurrando ao chão, várias gotas de sangue saiam de sua boca, se prestassem atenção até mesmo alguns pedaços de dentes podiam ser encontrados.

Ora seu pirralho desgraçado! - Meowth enfurecido avança com suas garras brilhando, porém o Ketchum desvia para a direita fazendo o gato passar por ele, agarrou a cauda do gato e o puxo com extrema violência sendo que por fim dá um chute nas costas do mesmo que caiu perto do saco e das gaiolas gemendo de dor, o Ketchum se aproximou do gato que tentou se levantar antes de ser pisado nas costas o obrigando a ficar no chão do balão, e diversas pisadas na cabeça e costelas o  fazendo gemer de dor e cuspir muito sangue.

Isso é pelo o que fez comigo seu gato desgraçado- disse se abaixando e pegando-o pela cabeça e a pressionando, com as pontas dos dedos, utilizando até uma parte das unhas, o fazendo dar altos gemidos de dor, lhe cortando a pele deixando que filetes de sangue descessem transformando seus pelos de tom branco a vermelho em poucos segundos e enfim o jogando de volta ao fundo da cesta, o moreno avançou até o saco recuperando as pokébolas e as re-colocando em seu cinto, pegando as gaiolas em seguida nos braços e por fim pulou para fora do balão e Pidgeot passa pegando os três sendo seguido por um Yamask com a armadura levemente destruída, James se levanta com a cabeça girando e com fortes dores pelo estômago como também na nuca e na boca, olhando seus companheiros machucados, principalmente a rosada por quem nutria fortes sentimentos, mesmo a mesma sendo a menos ferida, mesmo ela sempre dando bola para outros que encontravam, sentiu um enorme ódio dentro de si e quis pegar o moreno a todo custo

Mate-os Yamask, Thunderbolt- grita James com extrema fúria, dores e dificuldade de fala para seu pokémon que rapidamente avança contra o agora quarteto carregando uma vasta quantidade de energia elétrica em seu corpo, mas pelos ataques sofridos em sua armadura, ocasionou um defeito crucial, a energia que atravessava os tubos da armadura se voltaram contra Yamask o eletrocutado violentamente, tamanha eram as descargas que, aos poucos a armadura era danificada, o mesmo gritava em dor e desespero, Jessie e Meowth despertavam pelo som dos choros e estavam em estado de choque pelo que estavam vendo, principalmente James que estava com o desespero estampado em sua face, a dor de ver seu pokémon sofrendo daquele jeito era maior do que a que o próprio sentia , com o quarteto acima dos mesmos, Pikachu encarava com certo receio o sofrimento alheio, o mesmo, junto de Riolu haviam sido liberados das suas “prisões” agora estavam apoiados nas costas do pokémon voador junto de ‘Ash', Riolu estava preocupado, mesmo que tivessem machucado sua família ainda era uma criança, então teria esse tipo de preocupação, ao contrário de Ash e Pidgeot que olhavam indiferentes para tal sofrimento, podendo se dizer até mesmo que tinham um sorriso em suas faces, principalmente o Palletiano.

Vamos acabar com isso- fala tendo uma confirmação de Pidgeot e um sorriso por lado de Pikachu que já começará a faiscar, a aura que envolvia Pidgeot começa a percorrer o corpo do rato elétrico que começa a possuir algumas faixas de energia avermelhadas passando por seu corpo, mesmo sendo bem fracas, ao notar tai brilho, um sorriso macabro brota no rosto do moreno- vamos agora, Pidgeot Air Slash, Pikachu Thunderbolt vão. Pikachu pula do pokémon voador começando a emanar uma poderosa energia elétrica em torno de seu corpo e a dispara segundos depois em forma de um potente raio seguido de Pidgeot lançando as densas, poderosas e numerosas correntes de ar, laminas essas que se formaram a frente do raio amarelo ficando em formato de estrela enquanto começava a girar, tal combinação de ataques fora direcionado a Yamask, esse sendo acertado pela onda de ataques e arremessado contra o balão, com a armadura despedaçada sendo segurado por james que gemeu de dor com o impacto do pokémon fantasma contra seu corpo, uma nova onda de ataques fora lançada, agora contra o balão, sendo que os residentes já esperavam pelo pior, mas por instantes um ser de coloração azul surgiu com seu corpo em um tom brilhante, parecendo que possuía um espelho ao seu redor, o moreno apertou os olhos em fieza olhando a cena- Wobbuffet...- o trio oponente olhava aquele milagre maravilhados, o pokémon psíquico segurava o impacto com seu “Mirror Coat”(não tenho certeza se é esse, quem souber me diga por favor) e já se preparando para devolver o ataque em dobro, o que seria devastador, o moreno se inferniza, range os dentes em fúria e encara o grupo-  cansei de vocês, já chega de tanto me perseguirem, me seguiram, maltrataram, me infernizaram a minha vida toda, por um simples motivo besta, vocês criaram essa luta, agora sofram as consequências, darei um fim nisso agora, arrancarei suas miseráveis vidas.- sua raiva era evidente, uma massa de energia áurica começa a se formar em sua volta(tipo Ki em DBZ), essa energia se tornou tão alta que passou tanto para pidgeot quanto para Pikachu, o rato elétrico teve suas linhas avermelhadas ao redor de seu corpo completamente destacadas, em sua cabeça e pé da barriga possuía círculos que se destacavam em linhas que rodeavam seu corpo como seus olhos, já Pidgeot sentiu fortes dores e uma aura avermelhada se fez em volta de seu corpo que o faz aparentar ter o dobro de tamanho, incluindo suas asas que se alongaram completamente, seu topete se tornou mais volumoso com um rabo mais comprido atrás e suas penas do rabo se tornaram maiores, com um simples balançar de asas e uma concentração a mais de Pikachu eles atacaram com os mesmos golpes, só que agora tais técnicas retornaram com o quádruplo de força avançando rapidamente contra o raio de energia que Wobbuffet tentava devolver, o mesmo tenta retornar o ataque, mas a massa de energia lançada pelo treinador acima dos mesmos se mostrou mais poderosa, o raio de energia avança contra o Wobbuffet, causando uma poderosa explosão e uma imensa nuvem de fumaça, mas o ataque combinado prosseguiu, atravessando o balão do trio atingindo o chão a algumas dezenas de metros abaixo dos mesmos causando uma explosão, gerando muita fumaça e uma grande e profunda cratera, o moreno encara o desastre feito, como também a queda do balão em chamas, o vermelho das chamas entrou em contraste contra o vermelho de seus olhos, Riolu, surpreso com o ato, começa a passar mal, acabando por se afastar do moreno por temer a má energia que o mesmo liberava, Pikachu se acalmou assim como Pidgeot, o moreno se curva com o joelho direito encostado nas penas do pokémon voador - depois de tanto tempo de tormento, nós livramos desse inúteis, não temos mais nada para nos preocupar, que sofram com os tormentos de Giratina eternamente, vamos para Pallet “antes que aquele idiota tente retomar o controle”- fala o moreno para o pokémon voador que concorda e segue seu rumo para sua antiga cidade, no meio da fumaça, Jessie, James e Meowth saem cambaleantes, um escudo de energia esverdeada, esse já trincado, escapa de um dispositivo que se encontrava contra o chão, seus corpos doíam e a perda de sangue os deixava com tonturas e grandes chances de desmaios, evitando fazer barulho, avistam a enorme ave se distanciando, podendo assim sair de dentro da cúpula esverdeada, que se despedaçou em seguida, recuperando o fôlego perdido, ambos os três se encaram, podendo ser vistos o terror em seus olhos, esse realmente não era o mesmo garoto que eles conheciam, mas seu trabalho já estava feito, deram sorte de sobreviver pelo “Protect Portátil” dispositivo criado pelo conjunto da Team Rocket com outras grandes equipes vilãs, assim como a armadura usada por Yamask foram criados pelos novos cientistas, James encara a pokébola de seu pokémon fantasma, o mesmo sentia uma intensa culpa, essa que doía mais em seu coração do que seu próprio corpo, pediu desculpas em silêncio para a pokébola, Jessie e Meowth colocaram suas mãos sobre o ombro do companheiro, e a rosada lhe deu um leve beijo em sua bochecha esquerda resolveram sair dali, afinal o tremendo estrondo criado pela batalha, estavam surpresos que nenhum curioso ou a própria Polícia tinha chegado para averiguar o local, em silêncio, saíram do local o mais rápido que podiam, tentando ignorar suas dores, não era a última vez que viram o moreno e, para o azar deles, não tinham certeza se a próxima seria mais uma vez, ou a última que veriam a luz do sol com apenas seus corpos danificados, enquanto isso Pidgeot acabara de passar por Viridian e seguia rumo a cidade  natal de seu treinador com certa velocidade, Riolu estava aconchegado nas penas do pokémon, pois o mesmo sentia que de algum jeito o seu treinador não era o mesmo, Pikachu estava sentado na cabeça do Pokémon voador observando a paisagem do caminho enquanto que Ash prestava atenção por onde passavam, sendo que segundos depois sentiu uma pontada em seu cérebro o que o obrigou a fechar os olhos, entrando novamente em sua mente.

 

Subconsciente…

Um jovem moreno, “acordava” lentamente, não sabia por quanto tempo dormirá, mas achava que já passara muito tempo, estava uma escuridão total.

Porque tinha que acordar agora?- escutará uma voz se aproximando de si- estava me divertindo tanto com aquele corpo. O mesmo levantou o olhar, e o corpo, podendo encarar a silhueta a sua frente

Quem é você?- por alguns instantes pareceu não reconhecer o misterioso ser que o assombraram por aqueles dias, mas sua memória voltou a funcionar rapidamente o fazendo arregalar os olhos- droga, Pikachu, Riolu, meus pokémons, aqueles três os pegaram, preciso resgatá-los.

Abaixa o nivel ai idiota- dissera o misterioso com um tom de voz de arrepiar os cabelos- não sei como, mas como perdeu para aquele trio de imbecis eu tive que dar jeito neles, você não consegue fazer nada sem mim mesmo, um completo inútil.

Quem é você?- perguntou por fim o moreno se levantando por completo, olhando para a silhueta que riu e em alguns segundos invoca uma esfera vermelha brilhante bem luminosa que Ash conseguiu sentir, de algum jeito desconhecido para o mesmo, que era uma esfera áurica, a mão do ser a jogou para cima e a mesma se dividiu, se espalhando ao redor deles, onde Ash pode observar a entidade em sua frente e se surpreendeu, o mesmo parecia se olhar contra um espelho, afinal observava ele mesmo, mesmo rosto, mesmas roupas, o mesmo cabelo, só lhe mudava que sua “cópia” possuía seus olhos com a íris vermelha forte, e possuía uma presa saindo pelo canto da boca, o moreno deu alguns passos para trás tropeçando em seguida em seus próprios pés, arrancando risadas do seu outro eu.

Ai sério- disse em pausas  de sua risada encarando o moreno caído- como você, sendo esse atrapalhado, consegue me segurar tanto assim? Deve ser por isso que aquele trio de patetas vivia atrás de você, mas agora, nem sombra de seus corpos poderiam ser encontrados.

Como assim te segurar?- perguntou se levantando novamente, mas em uma posição defensiva, seu outro eu levantou os braços, Ash não notou nada de diferente, mas ao acrescentar um pouco de sua áurea, correntes azuladas se mostraram presas a seus pulsos e se estendiam pela escuridão, a mesma coisa acontecia em seus tornozelos.

Por causas dessas porcarias eu sou obrigado a ficar aprisionado aqui- repete o mesmo com irritação notável em seu tom de voz, em poucos instantes as correntes começavam a desaparecer- pelo menos está melhor que antes, já que eu nem podia me mexer.

O que você quer comigo?- pergunta o moreno recebendo a atenção do outro que o encara sem nenhuma expressão- porque está aqui?

O porquê de eu estar em você também gostaria de saber- fala cruzando os braços fechando os olhos- afinal eu não me lembro, mas o que eu quero de você é simples, quero o seu corpo, a sua força, a sua áurea, só isso que eu quero.

Você não irá conseguir nada disso- falou o moreno colocando seu pé direito a frente do corpo o flexionando levemente e apertando o punho à frente de seu rosto- eu irei me livrar de você.

Quer se livrar de mim? Tem como- falou o jovem de orbes vermelhas com um dos olhos abertos, o moreno de olhos castanhos o encara com um pequeno sorriso de triunfo, mas sua contra parte abre um sorriso macabro- morra, morra e me entregue seu corpo- sendo assim dá uma risada macabra, o que faz o moreno arrepiar a espinha, mas sua cabeça começa a doer levemente e aos poucos vai se intensificando o forçando a se ajoelhar com a  cabeça apoiada contra o chão e ambas as mãos apoiadas, uma em cada lado, de sua cabeça o outro jovem apenas observa curioso, mas ao ver as lágrimas se formando nos olhos de sua contra parte sorri, já sabia o que seria e gostaria de ver a reação do mesmo.
- Como você pode? - o moreno levanta o olhar com os olhos marejados, por saber que fora seu corpo, seus pokémon que mataram o trio da Team Rocket - Como você pode? como forçou Pikachu e Pidgeot a fazerem tal atrocidade? Porque os forçou? Me diga - o moreno já se levantava com um olhar de ira estampado em sua face, suas lágrimas caiam de seus olhos enquanto o outro apenas ria, fazendo o mesmo se irritar mais do que já estava e apertando seus punhos com extrema ira.

- Eu não os forcei a nada, eles fizeram porque quiseram fazer - o jovem de olhos vermelhos comentou vendo o outro arregalar os olhos mas os apertar novamente, agora com mais ira.

- É MENTIRA! - exclamou avançando com um soco armado, sendo segurado pela sua contraparte que girou o moreno acima do próprio corpo o arremessando contra o chão, o mesmo tosse um pouco pela queda, sentindo as dores de suas costas, mesmo sendo sua mente, ainda era ligada a seu corpo, o outro jovem levanta um de seus pés e pisa contra o peito do garoto que arfar em dor, seus olhos, neste instante, brilham em tons azulados e as correntes que prendiam sua contra parte de olhos vermelhos surgem, o puxando para trás o forçando a ficar ajoelhado, surpreso o garoto de orbes azuis o encara, seus olhos voltam a cor castanha e o de orbes vermelhas se levanta, ali era a mente dele, mesmo sem controle, uma explosão súbita de sentimentos, negativos e positivos, fariam sua aura transbordar rapidamente e o corpo não aguentaria tanta energia dissipada de uma só vez e isso o forçou a se ajoelhar com as correntes presas aos seus pulsos, se isso continuasse iria perder tanto o corpo que tanto almeja, como ambas as mentes e isso era algo que ele não queria arriscar, o moreno o encara um pouco surpreso, mas ficou em posição de lutador, sua contra parte de orbes vermelhas disse por fim sem nenhum aviso, depois de esticar a mão em direção ao outro, a trazendo contra seu corpo novamente- nós nos veremos de novo, Ash e na próxima vez, eu irei fazer você se arrepender do que me fez agora, seu desgraçado maldito. Por fim faz um corte no ar em direção ao moreno que se sente arremessado para fora de sua mente, quando abre os olhos, se vê em Pidgeot, o mesmo acima do curral do Professor Carvalho, todos os seus pokémons o avistaram e os voadores já estavam ao seu lado, assim que Pidgeot pousa e o moreno apoiou seus pés no chão, uma onda de cansaço o acertou e caiu por terra ao lado de seu Pokémon pássaro, todos os pokémons começaram a fazer muito barulho, Bulbasaur correu ao encontro do professor o chamando, assim que acompanhou o mesmo para fora do laboratório encontrou o treinador e a ave caídos com todos ao redor, gritou por seus netos que vieram rapidamente, ao notar como o garoto estava o acudiram com a ajuda dos outros pokémons, os trouxeram para dentro e cuidaram dos mesmos.


CONTINUA...


Notas Finais


Eu nem falo nada de proximo capitulo, afinal, já dizia um grande filosofo "Prometo nunca mais fazer promessas" Monstrinho, Dois ( quem vai entender essa? oh desenho velho), enfim até uma próxima galera, fuiz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...