História "Irmãs,ou quase isso" - Capítulo 5


Escrita por: e _Lys

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Melhores Amigas
Visualizações 6
Palavras 2.556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi oi gente (dei uma de Kéfera agora né?) Aqui é a Sarah,bem vindos capítulo! Sei que a Lys que deveria escrever este capítulo mas já estava com a ideia na cabeça e então resolvi escrever! Bom,está aí espero que gostem!

Boa leitura 💚

(Roupas das meninas)👇 [A Tasha estava com um cropped mais fechadinho e não era de renda,mas depois ela trocou,e esse é oque ela colocou)👇

Capítulo 5 - "POR ESSA EU NÃO ESPERAVA"


Fanfic / Fanfiction "Irmãs,ou quase isso" - Capítulo 5 - "POR ESSA EU NÃO ESPERAVA"


{pov Alisson}

Chegamos na festa e estava estremamente lotado,sério sem brincadeira, estava L-o-t-a-d-o!

James tinha ja tinha ido embora ,e no momento eu estava arrastando Natasha pela festa. Ela, obviamente,estava muito nervosa. Tasha só foi uma vez a uma festa comigo,e ela praticamente ficou sentada bebendo coca cola a festa inteira. Ela odiou,mas vou tentar deixar essa noite legal,tanto pra ela quanto pra mim!

-Vou pegar uma bebida,quer?-Perguntei me virando pra Tasha

-Aham...-respondeu

-Vodca?-Disse animada

-Aah não sei Ali,nem sei se seria bom eu beber sei lá...-Ela falou indecisa

-Ai Tasha desencana! Só uma vai!-Falei e sai da frente da mesma,indo para o bar,aonde,por conhecidencia, encontrei Matteo, é agora ou nunca.

{pov Natasha}

Legal,estou sozinha em um lugar que eu não conheço nem se quer uma pessoa.

ótimo.

Olhei para o bar aonde Ali falou que iria,mas pra minha surpresa,ela estava conversando com Matteo, resolvi não estragar esse momento e fui andar pela festa.

Como as pessoas conseguem se assim? Que nojo! Essas garotas não sabem que depois que elas terminarem de satisfazer seus "desejos da carne" com esses garotos sem futuro,eles simplesmente vão sumir? elas nunca mais vão ver eles de novo,ou até vão,mas eles estarão com outras garotas,porque esses garotos não se importam quem é a pessoa. Eles só se importam na quantidade de garotas que ele já pegou,tudo por ego,pra se exibir pra seus amigos, até mesmo pra reprimir zoações,e,coisa que acontece muito pouco,pra tentar ocupar o espaço que está faltando em seu coração. Eles são burros. Nunca vão conseguir ocupar seu coração ficando com duas garotas por dia.

"Otários"- Pensei assim que vi um grupo de garotos gritando pro outro pegar uma garota que,assim como todas as outras garotas,eu não sabia o nome.

Essas pessoas realmente não tem futuro,bebidas,drogas,sexo,festas,pra uns uma vida "legal" para outros,pra mim também, idiotices,isso é uma vida fútil,aonde você vive muito o momento e quando acaba, você simplesmente não tem oque fazer,ou pra onde ir,ou, até mesmo, está sozinho. Loiras,morenas,ruivas,todas com aparência diferentes,mas nada disso importa pra esses garotos,eles só querem mais uma pra colocar na sua listinha de quantas garotas ele já pegou. E...AI!

 Esbarraram em mim,e ainda derramaram bebida na minha roupa. É,a noite começou bem.

-Ei! Olha por onde anda!-Disse um pouco mais auto por causa da música, fiquei fitando meu vestido e finalmente olhei pra quem derrubou bebida em mim.

Ok,era era lindo, não posso negar

-Oh,me desculpe!-Ele estava envergonhado? Ele pediu desculpas? Alguém que presta,pelo menos um pouquinho,nessa festa?! ouvi um amén meus irmãos?-Quer que eu arrume outra roupa pra você?

Tá legal,vamos raciocinar, você esbarra em uma cara estremamente lindo,ele derrubou bebida em você,ele pede desculpas,ele oferece pra arrumar outra roupa pra você. Você confia nele,ou não?

arqueei a sobrancelha

-Como?

-Vem e eu te mostro!-Ele simplesmente puxou minha mão e fomos até a escada,a subindo

Chegando la,havia muitos quartos,ocupados,e você já deve imaginar oque deve estar acontecendo lá. Eca.

-Aqui-Ele destrancou uma porta,entramos e era um quarto rosa, muito bem organizado

-Por que tem a chave dos quartos?-Disse olhando sua mão,que balançava um molho de chaves,as chaves dos quartos.

-ah, você não sabe quem eu sou!-Ele riu abafado-Sou Noah Handeston!

"Não faz diferença alguma pra mim!"-pensei

-Me desculpe,eu sou uma pessoa um pouco,talvez muito,anti-social e não faço ideia de quem você seja...-Pensei um pouco e arregalei os olhos-Pera, você é o...


"Droga! Eu estou falando com o dono da festa!"-Pensei

Ele me interrompeu. Odeio quando fazem isso.

-É,eu mesmo!-Ele sorriu,seu sorriso era lindo,seus dentes extremamente brancas e covinhas fundas,ele era realmente lindo.

-Me desculpa mesmo,eu não conheço muitas pessoas...-E as famosas borboletas no estomago começaram a dar sinal de vida.

-Não precisa se desculpar, não há motivos...-Ele piscou pra mim e eu ri-Olha,fiz você rir!

Corei levemente,ele se virou e abriu um guarda-roupa,pegou um cropped branco,bem parecido com o meu só que mais curto,com um decote cavado e de renda,quase um sutiã. Ele estendeu o mesmo em sua mão pra mim ver, pensei um pouco e assenti com a cabeça pegando a mesma em sua mão

-O banheiro é ali se não quiser se trocar aqui!-Ele coçou a cabeça

"Não,quero me trocar na sua frente gostoso!"-Meu lado pervertido ecoou na minha cabeça

Sacudi a cabeça e assenti,indo na direção do banheiro,entrei,era lindo, branco, com a decoração beje e detalhes em preto,havia uma banheira ali. Sorte do dono do quarto,que provavelmente é uma menina ja que é rosa e há coisas,como por exemplo bonecas,nas prateleiras.

Terminei de me trocar e sai daquele banheiro,Noah estava sentado na cama mechendo no celular,fiquei o observando,ele era tão lindo, não um lindo comum,ele era lindo,era um daqueles caras que passa ao seu lado na rua e você pensa "uau!"

-Você... você tá linda!-Uma voz rouca ecoou pela minha cabeça,sorri sem mostrar os dentes-Então vamos!

Ele se levantou e foi até a porta,a abrindo,fui atrás do mesmo. Voltamos a festa que pareceu mais lotada ainda. Chegamos até o meio,pensei em sair dali e ir embora,mas seria muita falta de educação da minha parte, pois ele mesmo não me conhecendo se preocupou comigo e arrumou uma roupa pra mim,eu tinha que ao menos lhe agradecer

-Ei,Noah!-Falei cutucando seu ombro por trás,no mesmo estante ele se virou com o sorriso mais lindo que eu já vi-Obrigada...

O sorriu mais ainda

-Não precisa agradecer!-Piscou de novo e olhou prós lados,pareceu pensar um pouco mas logo voltou sua atenção a mim-Quer dançar?

Eu ouvi isso mesmo?

O cara mais gato, levando em consideração que eu não conheço muita gente,de Nova York está me chamando pra dançar enquanto um monte de garotas está se acabando só pra atrair um olhar dele? Não, não pode ser

-Oque?-Perguntei confusa

-Dançar! Mas se não quiser não tem proble...-Agora é minha vez de te interromper senhor fodão

-Claro!-Sorrimos e ele pegou minha mão,me arrastando até o meio da pista,comecei a me mecher no ritmo da música

-Sabe,ainda não sei seu nome!-Noah disse no meu ouvido,arrepiei toda e me virei cochichando em seu ouvido meu nome-Que nome lindo! Vou te chamar de Ash pode ser?

Ash. Esse apelido é novo pra mim,mas eu gostei.

Assenti com a cabeça  e voltamos a dançar 

Dançamos bastante quando dei conta,estava rebolando e Noah estava atrás de mim com as mãos na minha cintura. Me senti estranha,mas eu estava gostando,eu estava fazendo aquilo porque eu queria. Era uma sensação que eu nunca tive,uma sensação nova,me senti...livre

E por um momento eu fechei os olhos e respirei fundo,logo me virando e ficando de frente para Noah,que me encarava com seus lindos olhos verde água. Já falei que ele era lindo?

-Se você continuar tão perto assim de mim,eu não vou conseguir me segurar e vou te beijar...!-Ele disse rouco em meu ouvido,me arrepiei no mesmo estante

-E oque te impede?-Sorri de lado,e sorrimos

Colocou as mãos na minha cintura e me puxou pra mais perto,e o melhor beijo da minha vida começou.

{pov Alisson}

Cheguei perto do balcão de bebidas e pedi para o garçom as vodcas,me sentei em uma das banquetas para esperar,mas um certo para de olhos azuis,quase cinzas, estava me fitando intensamente,e eu percebi isso.

Me virei,e era a pessoa que eu mais gostava naquele momento,Matteo. O lindo,fofo, tímido,e extremamente inteligente--Não como a Natasha,mas ainda sim inteligente-- Matteo. Aquele garoto despertava um sentimento que nem dos outros meninos que eu já fiquei despertaram,ele era realmente especial pra mim,e eu sabia disso. Ele não.

Sorri sem mostrar os dentes,ainda não tive coragem de declarar meu amor,vou precisar de um pouco mais de coragem pra isso. E ele sorriu,por causa desse ato,eu ganhei meu dia.

Matteo se sentou na banqueta ao lado da minha,e meu coração pulsava a cada movimento seu perto de mim.

-Oi Ali-Matteo me cumprimentou sorridente,ah esqueci uma coisa,ele é muito educado.

-Oi Matt!-O comprimentei alegremente,mas nem tanto pra não ficar na cara que tenho uma quedinha por ele.

-Como vai a rainha do baile?-Ele falou enquanto olhava para o cardápio de bebidas

Argh. Não sou a rainha do baile. Posso até ser,mas não é por querer.

Matt me chama de rainha do baile desde a primeira vez que nos falamos--Culpa da Natsha,ela me empurrou pra frente dele uma vez e ele olhou pra mim e disse "Aah,oi, é você! A rainha do baile!" só porque um dia antes eu tinha sido nomeada a "rainha" da festa na escola,isso foi no primeiro ano,agora estamos no segundo.

-Bem,e você?-Peguei minhas bebidas que foram colocadas ali pelo garçom

-Também!-Sorrimos

Ficamos conversando sobre a vida por um tempo,ele falava como ia sua família na Europa,Sim,Matt mora sozinho. Ele é inglês e se mudou pra cá com seu pai aos 13 anos,mas infelizmente,quando o garoto tinha 14 anos o pai morreu por causa de um acidente,ele ficou morando com a madrasta e assim que pode foi morar sozinho. Ele era maduro. Adorava isso nele.

-Oque uma gatinha dessas tá fazendo sozinha aqui?-Uma voz grossa e rouca falou atrás de mim,levei um susto mas logo reconheci a voz. Um dos amigos irritantes de Carlos--Um idiota galinha da escola.

Fabrício. Só de ouvir esse nome já me arrepio todinha.

Esse cara,com toda a certeza, é um canalha. Ele sai com a garota,fala que ama,leva ela pra sair mais vezes,pede ela em namoro,leva ela pra cama,e depois termina com ela. Sem dizer que ele sempre as trai. Um idiota machista que usa as mulheres. Nunca conversei realmente com ele,mas eu odeio ele.

-Oque quer Fabrício?-Disse encarando o cara grande e forte a minha frente

Fabrício é cor café com leite,cabelos pretos e olhos castanhos mel,alto e forte,um sorriso radiante, e um topete no cabelo. É muito fácil se apaixonar pela beleza dele. Mas depois de o conhecer você nem liga mais pra sua beleza mas em fim.

-Vamos pra um quarto?-Ele sorriu malicioso,revirei os olhos

-Não estou afim Fabinho-Dei ênfase em Fabinho,sei que ele odeia que lhe chamem assim

-Não me cham...-Na mesma hora Matt apareceu e colocou o braço em minha cintura e beijou minha Buchecha,olhei com os olhos arregalados pra ele,que olhou frio para o Fabrício

-Ele está te incomodando amor?-Ele disso com a sobrancelha arqueada.

Era como se o Matteo tímido e fofo tivesse desaparecido,e no lugar agora está um Matteo com atitude e coragem

-Não!-Fabricio respondeu por mim-Só estava lhe comprimentando,já vou indo,tchau Ali!

E ele se foi

Olhei para Matteo assustada com oque acabou de acontecer

-Desculpa,mas não aguentei ver aquele idiota perto de você...-Ele abaixou a cabeça corado

-Não! eu que preciso agradecer! Fabrício é louco!-Rimos-Obrigada

Ele sorriu de lado e senti o sangue subindo as minhas Bochechas

Mas, infelizmente,meu telefone tocou. Sorri sem graça atendi o mesmo que estava em minha bolsa

-Ali?-Uma voz feminina falou

-Oi?-Respondi

-Aqui é a vó da Nata!-Sorri,faz tempo que não vejo aquele senhora fofa,ela era como uma vó pra mim,mas infelizmente teve que se mudar para Orlando junto com o filho--O pai de Tasha.

-Vó Marina!-Disse, não pude conter minha felicidade

-Sim! Onde vocês estão? estou na sua casa mas você não está aqui!-Ela respondeu preocupada

-Estamos em uma festa! mas já ja estaremos aí! Só vou chamar a Tasha!

-Não precisa meu amor,curtam a festa e depois nós nos vemos! vou ficar duas semanas em nova York!

-Não,mas nós temos que nos ver agora! Tchau Vó Marina,daqui apouco estamos aí!

-Ta bom meu amor, até!

Desliguei o celular e olhei sorridente para Matt que me olhava confuso

-Minha vó,quer dizer, a vó da Tasha veio pra Nova York e acho que vou pra casa ver ela...-Sorri sorrindo de lado,ele sorriu

-Ata! Quer que eu leve vocês pra casa?-Ele respondeu,como sempre muito atencioso

-Não precisa,vou ligar pra James e ele vem nos buscar!-Ele pareceu pensar no que eu disse sem expressão alguma,"Matt está com ciúmes?" não, não é possível-É o irmos de Tasha!

Falei e ele suspirou sorrindo,ri do seu ato e o abracei trocamos poucas palavras,liguei para James pedindo para ele me buscar,e disse que em pouco minutos estaria aqui, fui procurar Tasha

Depois de uns 2 minutos Noah subiu num palco improvisado e começou a agradecer por comparecermos e tals,vi Tasha na frente do pequeno palco sorridente olhando o Handeston mas resolvi não ligar,a chamei e fomos até a rua esperar James,que poucos minutos depois chegou

Entramos na parte traseira do carro e James nos comprimentou com um "oi" e o resto do caminho foi um extremo silêncio

-Iai,pegou alguém?-Perguntei quebrando o silêncio,ainda vai demorar um pouco por conta do trânsito de nova York,culpa da minha mãe que quis morar no centro

-Na verdade sim...-Tasha respondeu de cabeça baixa,corando violentamente

-QUE?-James praticamente gritou. Assim como eu,ele estava surpreso

-POR ESSA EU NÃO ESPERAVA!-Disso sorrindo de orelha a orelha pra Tasha, que ainda estava de cabeça baixa-Me conta como foi!

Tasha corou mais ainda

-Um garoto derrubou bebida em mim, então ele falou que podia me arrumar uma outra roupa,aí fomos até o andar de cima,ele destrancou um dos quartos e eu fiquei surpresa de ele ter as chaves,aí ele me disse que era o Noah..-Ela pensou um pouco,"Noah? o Noah que eu estou pensando? não pode ser" pensei -Noah Hendeston!-Arregalei os olhos- isso! o dono da festa,tá daí eu me troquei, descemos e começamos a dançar,e então ele me beijou...

"Puta merda!"-Pensei

-Nossa...! Você ficou com NOAH HANDESTON?-James estava em em choque,e eu não estava diferente.

-É...qual o problema?-Ta,parte disse é culpa minha,devia ter apresentado cada pessoa da escola pra Tasha,mas ela é muito tímida e teimosa e não deixou,e agora,ela ficou com um dos maiores--Se não o maior-- canalha de nova York.

-Tasha...-respirei fundo, não queria acabar com sua felicidade,muito menos a magoar- Noah é um galinha,ele fica com as garotas e no outro dia ele se quer lembra do nome dela!-Ela me olhou nos olhos pela primeira vez-Eu só estou dizendo isso porque não quero que você se magoe,ele que é um idiota!

-Aah...Eu sou muito trouxa!-Tasha colocou a mão na testa, arrependida.

Abracei a de lado

-Pelo menos eu não vou ter que olhar na cara dele todo dia...-Ela esbravejou

-Então...na verdade ele estuda na nossa escola,na sala do James...-Falei,um pouco baixo,ainda estava na defensiva não queria sobe hipótese alguma ver Tasha triste igual quando o Ale... "Não! Alisson Backer não pense nisso!" minha consciência mandou

-Mas olha,ele não vai te encher o saco,tudo oque você tem que fazer é fingir que não sabe da existência dele que nem você faz com todas as outras pessoas todos os dias!-James tentou ajudar e Tasha só assentiu com a cabeça

{pov Natasha}

Idiota. É a palavra que eu uso pra me descrever nesse momento. Por que eu sou tão burra? Por que sempre acredito que os homens não são todos igual e que algum deles pode me fazer relativamente feliz algum dia? Já basta oque aconteceu com Alex e eu,agora aparece o Noah e faz isso. Eu simplesmente me odeio.

Não sei oque vai acontecer amanhã, não sei se ele simplesmente vai esquecer da minha cara. Afinal,ninguém nunca liga pra minha existência--A não ser que eu esteja ao lado de Ali,claro. 1) Não corra, não faça movimentos bruscos assim ninguém percebe--Ou então ninguém liga-- se você está ali ou não 2) Não fale com ninguém, você vai a escola pra estudar não pra fazer amizades--Levo isso até hoje,mesmo eu tendo ficado amiga da Alisson na escola,ela é uma excessão-- 3) Não fique com ninguém, você não sabe oque ele/a pode falar prós amigos oque vocês fizeram,ele/a até pode inventar coisas pra parecer bonzão--É na escola pode acontecer isso,falo por experiência própria-- 4) Não use roupas--Acessorios que seja-- Muito chamativos,as pessoas param pra olhar,e aí acabam sabendo da sua existência. E são essas regras que eu preso em seguir-- mesmo que eu já tenha quebrado as regras 2, e 3 que eu quebrei duas vezes. Eu gosto de ser assim,ninguém enche o meu saco,e uma vida meio fútil mas é a minha vida. a vida que eu escolhi ter. E eu gosto.

Finalmente chegamos na casa da Ali,pra minha infelicidade além da minha vó estava uma pessoa que eu reconheço de longe.

Alex.


Notas Finais


E foi isso! Espero que tenham gostado! Bjos até a próxima amoras💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...