História Ironia do amor - Bughead - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Elizabeth "Betty" Cooper, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Hermione Lodge, Hiram Lodge, Joaquin, Penelope Blossom, Polly Cooper, Veronica "Ronnie" Lodge
Visualizações 177
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura❣🏵

Capítulo 9 - Capítulo 9



[Jughead narrando]

Quando vi a mãe de Betty dentro da casa soube que alguma coisa ruim sairia dali, bom, e eu tinha razão. Quando Betty saiu pedindo para mim tirar ela dali eu sem pensar duas vezes montei na minha moto junto com ela e a trouxe para o trailer. Algumas lágrimas caiem dos olhos de Betty, noto que suas mãos se fecham com força, machucando a palma de suas mãos.

- Não faça isso.- Pego as mãos dela e beijo as marcas vermelhas na mão dela, mais um pouco e sairia sangue. Não sei porque fiz isso, mas estou verdadeiramente preocupado com ela, ver o rosto sorridente e brilhante dela choroso dói em meu peito.

- Juggie...- A voz dela sai tremida.- Eu descobri que eu tenho um irmão. 

Okay, isso foi surpresa, como alguém descobre do nada que tem um irmão. 

- Como assim, Betty? 

- Minha mãe me disse que ela teve ele alguns anos antes de ter Polly. E ele é fora do casamento, mamãe deu ele para um outro lar mas os dois manteram contato. Jughead, minha mãe não me contou que eu tenho um irmão pelo simples fato de não querer manchar a imagem dela de boa mãe. 

Betty termina tudo isso como se tivesse largado um grande peso, a única coisa que eu consigo fazer é aproximar Betty de mim em um abraço apertado. 


[Betty narrando]

Descobrir que tenho um irmão foi um baque, eu não esperava. Eu não estou com raiva, estou magoada e decepcionada com Polly e Alice, eu tinha o direito de saber.

Sentir os braços de Jug em volta do meu corpo é reconfortante, é uma sensação boa de lar.

- Obrigado por estar aqui comigo. 

Falo sentindo o cheiro da roupa dele entrando pelo meu nariz, é algo bom.

- Sempre que precisar eu estarei aqui Betty, sempre.

A voz dele soa calma, isso me tranquiliza. 

- Obrigado... 

Não sei pelo que estou agradecendo, mas acho que é por te-lo em minha vida. 

- De uma nova chance a sua família, pode não ser perfeita, mas está lá e sempre vai estar. Mas peça para não mentirem mais para você. 

- Tem toda razão, Jug. Eu vou fazer isso.

Ergo a cabeça para olha-lo e dou de cara com seu sorriso reconfortante, como pode alguém ser tão lindo? 

Noto que stamos muito próximos e um clima estranho para sobre a sala.

- Por que você está sempre com essa touca?

Pergunto quebrando o clima, a careta que Jughead faz com a pergunta consegue me arrancar uma risada.

- Pode ter certeza que eu fico muito estranho sem ela. 

- Acho que não fica não, vou cobrar um dia para você tira-la. 

Saio do abraço dele aos poucos, Jug revira os olhos. 

- Quero ver me convencer disso.

Dou um sorrisinho e ele se levanta.

-Vouver o que tem para o almoço.

Jug se levanta e vai pra a mini cozinha, e eu penso, Jug é a melhor coisa na minha vida, eu não posso afasta-lo ou perde-lo, não posso. 


[FP narrando]

Eu estou no Whyte Wyrm olhando algumas coisas, tudo parece certo. Mas tem uma coisa que tenho que resolver, o tráfico de jingle-jingle. Os adolescentes do lado Norte andam conseguindo essas merdas pelos Canibais mas a culpa vem toda para os serpentes, preciso resolver isso rapidamente, saio dos meus afazeres com o velho Topaz entrando.

- Olá FP, tenho notícias para você.

- Então me fale. 

Minha curiosidade bateu, o rosto do Topaz parece cansado e tem uma ruga enorme se formando na sua testa, o que quer dizer que com certeza não é notícia boa.

- Um dos nossos me iformou que hoje de manhã bem cedinho chegou Alice Cooper junto com um garoto, eles foram diretamente para a residência de Polly Cooper. 

Eu sinceramente parei de ouvir quando ele disse Alice Cooper, eu não acredito que ela está de volta. Solto um suspiro cansado, agora parece que vou ter outro problema maior ainda.


[ Jughead narrando]

Betty passou a tarde comigo, nós conversamos sobre tudo, foi bom ter ela ao meu lado. Olho e para fora e vejo que a noite está caindo.

- Betty, está ficando tarde sua família vai ficar preocupada, acho melhor eu te levar pra casa. 

- Jug, por favor, me deixe ficar essa noite aqui. Não quero ir para casa, pelo menos não hoje, hoje eu quero ficar com você.

Olhar os olhos de Elizabeth enquanto ela pedia isso foi algo mágico, ela queria ficar comigo, aqui nesse trailer pequeno que mal tem comida, no lado errado da cidade. Ela queria ficar comigo.

- Claro, você pode ficar aqui. 

Sorrio fraco, e me levanto ainda meio atordoado pelo pedido dela.

- Acho que não tem nada decente para nos comernos aqui, então que tal irmos ao Pop's e logo após ao cinema?

Betty sorri de orelha a orelha e se levanta ao meu lado. Acho que isso é um sim.


[Betty narrando] 

Falar que eu queria ficar com Jughead essa noite foi impulsivo,mas não me arrependo nenhum pouco. Depois de comermos no Pop's fomos olhar o lobisomem americano no cinema, bom não tem muitos lançamentos aqui então eles passam filmes antigos as vezes. Tinha outros Filmes mas eu quis esse, já sentados na poltrona Jughead me olha com um sorrisinho de canto e eu arqueio a sombrancelha .

- Não pensei que você fosse curtir o lobisomem americano. 

Sorrio para ele.

-Ai que você se engana Jughead Jones, eu adoro feras enrustidas. 

Nós dois demos uma fraca risada e começamos a prestar atenção no filme. Quando terminamos fomos direto para o trailer, chrgando lá Sweet Pea e Toni estavam em frente a porta do trailer e quando descemos e eles se aproximaram de nós o rosto de Jughead se tornou uma expressão de pura confusão.

- O que houve?

- FP quer que você vá para o Whyte Wyrm conversar com ele.

Jughead me olhou e pelo olhar dele eu soube que eu conheceria um outro lado dele, e, que talvez eu não gostasse.


Notas Finais


Espero que tenham gostado doçuras ❣

Me desculpem a demora para postar esse capítulo mas é que com a volta as aulas eu me enrolei um pouco, e desculpem também os erros ortográficos.

E saibam também que os comentários de vocês me dão muito apoio 💟💟 obrigado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...