História Ironias do destino"tudo pode acontecer" - Capítulo 56


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Sabrina
Visualizações 42
Palavras 855
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 56 - Meu 1 parabéns


Mya estava muito empolgada fez todos os preparativos para ,festas dois porque cada coisa hoje enfim o dia da festa ela estava ,animada aprendeu que naquela casa ela só tinha um irmão para conversar mesmo que ele não falasse era a única pessoa que ela tinha ,depois do programa dela seu pai quando nós estava bêbado estava, dormindo ou trancado no escritório não fazia nada além disso era como se ela se sentisse às, vezes e órfão pois naquele dia ,ela percebeu que ela perdeu o tanto o pai quanto a mãe.

Gabriel ajudou a receber as novidades disse que o filho, estava numa conferência em Tóquio e que não poderia estar presente na festa, Lógico que quiser a mentira mas foi o único modo as pessoas não, perguntaram porque o próprio pai não está vendo a festa do seu filho ele recebeu tudo da festa foi muitos brinquedos balões ele, ficou com uma criança no colo para cantar o Parabéns foi uma prima distante deles ficou para criança Gabriel estava tão emocionada não tinha lágrimas que fizesse ele parar de chorar naquele, momento até que no final do parabéns ele acaba desmaiando logo a chamada ambulancia de quando chega infelizmente, já era tarde Gabriel Teve um infarto fulminante a festa acabou em tragédia.

Mya e a criança foram tirada ali a grande mas nem já não ,era tão criança assim já entendi o que estava acontecendo ficou, lógico horrorizada com aquilo tudo aquilo que era algo que estava Partindo o coração ,dela há um porque ela culpava criança tudo que aquela criança ,tocava Parecia que destruiria ela ficou com raiva e recusou a ter atenção da criança que não queria mais saber do irmão para ela, ela ignorava mais uma vez família greve em alta por tragédias Mas  ,lógico a idade também fez com que influenciasse muito ele já era já, estava numa idade bem avançada.

Adrian não conseguiu ir no próprio funeral do pai para eles coração, doloroso imagem perdas em pouco tempo assim estava consumindo ,ele por dentro ele quebrou umas coisas para tentar extravasar raiva pois ele sentia seu coração partir cada vez mais.

No sítio 

Mari está fazendo a reportagem sobre a morte de Gabriel, ficou chocada pelo que aconteceu naquele momento ela acabou pensando será, que ele estava bem como eu já se sentirem perdeu para o pai quando ela estava ,com esses dois aninhos na cabeça logo voltou ao normal pensando porque estou preocupada por ele ele só me fez mal.

Luka estava muito feliz, por estar em casa novamente está com a mulher que ama o lado dele ele desligou ,a televisão e falou chega de ver coisa ruim na hora da gente curtir só ,a gente esquecer dos problemas dos outros.

Luka começa a beijar ela se movimente fazendo com que a sua mão percorrer seu corpo ,dela todo não ele já saiu colocando a mão em timidade dela apertando com dois dedos os beijos já desceram para, pescoço iniciando com mordidas falando para ele falava no ouvido dela Como ela era linda quando era gostosa que não precisava, de outra mulher linda que é que eu estava perfeito ela já gemia pedindo por mais ,ele sorria pois ele estava demorando para implorar cada vez mais.

Mari já estava mais do que molhada com aquele dedo dentro, dela a levar à loucura logo ela falou para de me torturar eu não aguento ,mais ele riu já pegou levou o cama deu um sorriso de safada para ele

Luka já tirou a parte necessária da roupa tirou a calça dela e a, calcinha nem quis tirar o resto da sua roupa só colocou para fora grande e duro ,e logo aqui entrou ela ela gemia cada cada penetrada Cada vez que a pena trava adivinha cada vez mais ele ia lentamente ,até o final e voltava até que começou a dar esta casas mais fortes ,eles ele falou para ela está na hora de você trabalhar um pouquinho Ela olha para ele uma cara de cara já entendi o que você quer.

Mari começa a chupar o membro dele,poder passar a língua pela cabeça acariciava o saco dele começou então acho para o saco ia ,fazer noivo movimento de vai e vem com a mão no meu ombro dele ele adorava que hoje me até que ela ou surpreendeu esse tanto de frente para ele ele viu ,,naquela Maravilha que canta para ele com os peitos indo para cima e para baixo deixava de cada vez eu vou se ela vai perder a concentração até que ele começa até que ele segura a mão dela e começa a ajudar ela que ficar mais rápido e, logo 

Luka não parar ele falou me desculpa não deu para te ,esperar agora Fez dizer então temos que resolver isso né.

Luka Coloca ela de quatro convencer chupar sua intimidade e até o seu corpo passar a língua na bucetinha e no cu dela ele ficou assim bastante tempo fazia loucura com vagas de vários de novo ela, chegava se contorce depois nós meia hora ela acaba gozando, e cai na cama



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...