História Irony of destiny - Taekook - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Kooktae, Kookv, Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 95
Palavras 2.477
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeeeeee tudo bom?? Ah... cheguei com o último capítulo 🤧

Taehyung, seu psicopata!

Eu sinto que vou ser xingada... desculpa fazer vocês sofrerem por nada 😁

Capítulo de hoje: Capítulo final. 🤧

Boa leitura! :)))))

Capítulo 30 - Capítulo 30 - Final chapter


Fanfic / Fanfiction Irony of destiny - Taekook - Capítulo 30 - Capítulo 30 - Final chapter


- JUNGKOOK! 


Senti algo me balançar enquanto aquelas imagens saíamda minha cabeça, dando lugar a um vazio.

- Ei, Jungkook! Acorda, tá sonhando!

Abri meus olhos em desespero levantando da cama bruscamente. Senti uma lágrima escorrer pela lateral do meu rosto. Eu chorava enquanto dormia?

Era um sonho... Um pesadelo.

Passei a mão pela minha testa tentando normalizar minha respiração ofegante. Olhei para o lado encarando a quem me acordou.

- Taehyung! - joguei os cobertores pra frente da cama de casal e pulei em seu colo, abraçando o seu pescoço.

Ele sentou na cama de frente para mim, retribuindo ao abraço.

- Ei... tudo bem. - massageou meus ombros na tentativa de me acalmar - Foi só um sonho.

Fiquei ali abraçado a ele até me acalmar totalmente.

- Tae... - chamei me afastando dele.

- Hm...? - encontrou meus olhos.

- Você... - coloquei as mãos em suas coxas abaixando a cabeça - não me abandonaria no altar, não é?

- Jungkook... como pode pensar isso? - me puxou para um outro abraço, segurando minha nuca - Eu jamais faria isso com você... jamais faria isso com nós. - se afastou um pouco segurando meu rosto - Foi com isso que você sonhou?

Assenti minimamente com a cabeça, recebendo sua risada escandalosa.

- Não ria! - dei um leve tapa em seu peito - Eu fiquei com medo.

- Ei... - se recompôs - Não pense mais esse tipo de coisa. Eu te amo demais pra fazer isso.

Assenti mais uma vez.

- Agora vai tomar um banho. Você soou demais. - voltou a rir.

Levantou pegando uma camiseta limpa da minha gaveta no guarda-roupa, agora nosso.

- Quer ajuda? - sorriu malicioso.

- Quer que eu saia nas fotos com marcas no pescoço igual todas as vezes que fomos para a casa da minha mãe? - ouvi sua risada.

Meus pais tinham se mudado para um apartamento próximo daqui, para ficar perto de nós.

Peguei o tecido branco de sua mão e levantei da cama, caminhando até o banheiro. Taehyung sentou na privada ao lado da banheira. Joguei a calça que eu usava e a camiseta em seu colo, tirando a última peça que eu vestia, a colocando num cestinho para roupas sujas debaixo da pia. Entrei ligando o chuveiro a minha frente, sentindo a água escorrer pelo meu rosto descendo pelo meu corpo. Passei o sabonete pela minha pele, passeando até meus órgãos genitais, provocando Taehyung, que logo virou o rosto com o meu ato.

- Você gosta de me provocar, não é? - senti seu olhar queimar em mim.

Apenas sorri e voltei a me ensaboar. Desliguei o chuveiro e peguei minha toalha branca pendurada ao lado, me secando. Ele me estendeu a camiseta e eu a vesti, em seguida, a cueca.

- E a calça? - perguntou levantando a malha fresca.

- Tô com calor. - respondi.

Ele a dobrou levando para o quarto. Deitamos de volta na cama e senti seu braço pela minha cintura, me puxado para ficar coladinho com ele.

[...]

- Vem, vamos! Parem com essa melação toda! - Jimin puxava Taehyung que não largava minha cintura.

- Vamos se trocar aqui? - perguntou com os olhinhos pidão olhando para o mais velho.

- São só algumas horinhas. Vem! - o puxou com força.

Taehyung iria se vestir para o nosso casamento no apartamento de Jimin, com a ajuda dele, e Yoongi e minha mãe me ajudariam no nosso.

Minha mãe tirou da pequena mala que levou uma caixa preta com suas maquiagens. Fui até o banheiro, escovei os dentes e tomei um banho gelado, que segundo ela, era melhor.

- Mãe... tá frio... - coloquei a mão debaixo da água, sentindo o gelo da mesma - Eu vou ficar doente assim.

- Se ficar doente, o Taehyung cuida de você. Agora anda!

Me enrolei no roupão e sentei numa cadeira que Yoongi tinha pego na cozinha. A mais velha começou a secar meus cabelos com o secador e a arrumá-los com um pente. Levantou meu rosto com a mão me fazendo olhar pra ela. Fechei os olhos enquanto ela fazia a maquiagem. Senti a almofadinha da base em pó passar pelo meu rosto e um brilho labial pelos meus lábios. Tirei o roupão vestindo a camisa branca e bem passada que minha mãe tinha levado pendurada num cabide. Abotoei os botões transparentes da mesma e me olhei no espelho.

- Tá ótimo, Jungkook! - ouvi a voz de Yoongi e encontrei seus olhos pelo espelho.

Coloquei a gravata preta com a ajuda da minha mãe, vestindo o terno também preto por cima e a calça do mesmo tom. Peguei uma meia escura e a deslizei pelo meu pé, calçando o sapato social tradicional de casamentos.

- Vem aqui que eu vou dar um jeito nesse cabelo. - pegou o pente começando a arrumá-lo direito.

Eu e Taehyung iríamos casar naquele dia... Eu nem acreditava. Era incrível demais. Não consegui conter minhas lágrimas, borrando a maquiagem que minha mãe tinha feito.

- Ah, Jungkook... - o mais velho se aproximou de mim, limpando as gotículas presentes no meu rosto - Vai lavar esse rosto.

Minha mãe parou de mexer no meu cabelo, pousando as mãos na cintura, me lançando um sorriso, e voltei para o banheiro, o lavando com sabonete. Sequei com a toalha macia que tinha ali, voltando a me sentar onde minha mãe faria novamente a maquiagem.

- Acha que estou bem? - perguntei após ela terminar novamente de me maquiar.

- É claro que está, meu amor! - sorriu - Agora só vamos esperar o Jimin.

- Cheguei! - gritou da porta destrancada.

Caminhou até o banheiro se deparando com os três ali.

- O Taehyung já foi.

- O QUE? ELE JÁ FOI? - levantei - A GENTE PRECISA IR, MÃE!

- Calma. - escutei a risada do baixinho.

- Tudo pronto? - perguntou.

- Espero que o Jungkook não chore de novo e borre a maquiagem, porque eu não vou levar não. - falou minha mãe - Vamos!

Descemos o elevador e entramos no carro de Yoongi. Meu pai iria levar Taehyung em seu carro, então fomos com Suga.

Logo chegamos no salão e saí do carro correndo para a porta de entrada. Yoongi e Jimin caminharam na minha frente, e meu pai me levou ao altar. Fiquei ali olhando para a porta fechada esperando Taehyung entrar. Encarei Jimin que já tinha lágrimas nos olhos. Sorriu ao ver que o olhava, e sorri de volta. Olhei para a frente, vendo as portas amarronzadas serem abertas. A música começou. Não pude conter um grande sorriso ao vê-lo entrando. Ele estava tão lindo... com terno, calça e sapato brancos. As rosas claras nas mãos como um buquê, sendo guiado até o altar pela minha mãe. Estendi minha mão para que a segurasse. Minha mãe passou a mão pelas suas costas, me dando a dele, que logo peguei, e a mais velha foi ao lado do meu pai. Taehyung estendeu o buquê para Jimin, que o segurou durante a cerimônia. Percebi seus olhos brilharem ao me olhar. Me lançou um sorriso alegre antes do homem na nossa frente começar a falar e Taehyung dirigir sua atenção para ele.

- Estamos aqui hoje, nesta linda cerimônia, para unir esses dois rapazes. Jeon Jungkook - olhou para mim - Você aceita Kim Taehyung como seu legítimo esposo?

Sequei minhas lágrimas antes de responder.

- Aceito! - sorri para o moreno ao meu lado, que me retribuiu o mesmo sorriso, derramando as mesmas lágrimas.

- Kim Taehyung, você aceita Jeon Jungkook como seu legítimo esposo?

- Aceito! - respondeu, abaixando a cabeça para tentar disfarçar o choro, mas foi impossível.

Peguei a sua aliança numa almofadinha na mesa que separava nós do padre e repeti as palavras do mesmo:

- Kim Taehyung, - levantou o rosto avermelhado, respirando fundo e olhou nos meus olhos, brilhantes pelo mesmo motivo - eu prometo te amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe. - o olhei carinhoso antes de colocar a aliança em seu dedo anelar esquerdo.

- Jeon Jungkook - quase não conseguia falar devido às lágrimas - Eu prometo te amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe. - colocou a aliança no meu anelar esquerdo.

- Eu os considero casados! - pronunciou o mais velho - Pode beijar o noivo! - sorriu atrevido.

Não pude evitar de sorrir com isso, e mais lágrimas caíram dos meus olhos, o que também aconteceu com Taehyung. Passou a língua entre os lábios, colocando as mãos nas minhas costas, me puxando para um beijo. Retrubuí ao ato segurando seus ombros enquanto o mesmo estendia as mãos nas minhas costas. Estava tão feliz... era impossível medir a minha felicidade naquela momento. Era grande demais!

Senti um pano leve cair em cima de nós dois, indo até pouco abaixo da cintura e cessamos o beijo, abrindo os olhos, encarando aquilo jogado. Um véu. Obviamente isso era coisa do Jimin e do Yoongi, que nos olharam sorridentes. Nos abraçamos abaixo do tecido, envolvendo nossos corpos de uma maneira fantástica. O modo como eles se encaixavam um no outro era incrível. Sorri vendo o moreno na minha frente com um enorme sorriso de satisfação no rosto e lágrimas alegres correndo por suas bochechas. Deixei que as minhas caíssem também ao olhar para a aliança. Estávamos casados. Esperei tanto tempo por esse momento...

Senti suas mãos passearem pelo meu rosto, parando abaixo do queixo. Segurei sua cintura, o puxando para outro beijo. Sorriu nos meus lábios ao nos afastamos.

- Não consigo acreditar que estamos casados... - disse colando nossas testas.

Sorri com o seu comentário. Eu me sentia igual. Segurei seu rosto com as mãos ainda com as testas coladas.

- Pronto! - Yoongi se aproximou tirando o véu de cima de nós - Agora vamos que eu quero comer.

Jimin pegou o tecido da mão do namorado, o prendendo atrás da cabeça de Taehyung com um grampo. Rimos com o ato do baixinho. Descemos do altar, caminhando entre os bancos, no qual as pessoas que estavam sentadas nas pontas deles pegaram uma cestinha com pétalas de flores brancas, jogando por cima de nós. O fotógrafo corria registrando os nossos sorrisos felizes. Meus pais nos levaram no buffet onde seria a festa. Descemos do carro entrando no local, enquanto o funcionário de lá estacionava o veículo. Peguei na mão de Taehyung, que entrelaçou os nossos dedos, e entramos sendo recebidos por confetes. Sentamos numa mesa com os padrinhos e meus pais. O fim do almoço se deu com discursos dos nossos amigos mais próximos.

Jimin:

- Eu lembro de quando eles se conheceram, aqueles olhares, aqueles sorrisos... Eu sempre soube que tinha alguma coisa ali. - riu - Mas, sinceramente, nunca imaginei que chegariam até aqui. Estou tão feliz por vocês! - encarou o microfone que segurava e mordeu o lábio - Jin ia gostar de te ver, Jungkook! Mesmo ele já vendo... do jeito dele. - sorriu.

Yoongi:

Eu conheci o Taehyung na escola, quando éramos pequenos. - riu - Nós crescemos juntos e fomos nos tornando cada vez mais próximos. Eu nunca imaginaria que ele mudaria tanto por alguém... O Jungkook mudou ele, e muito. Mas fico feliz que meus amigos estejam felizes assim. Só um recado: Taehyung, por muitas vezes você foi um babaca! - ninguém evitou não rir - É sério! - deixou claro - Se você for um babaca com o Kook de novo, eu destruo tua cara. - mais risos - Felicidades ao casal! - levantou a taça de espumante, sorrindo como se não tivesse dito nada - Ah, e Jimin! O próximo casamento é o nosso. - piscou para o namorado que sorriu com a indireta.

Hoseok:

Só queria desejar muita alegria para vocês! Depois do que os dois passaram, vocês merecem muito sossego. Felicidades ao casal Taekook! - palmas - Agora eu só queria pedir ao Jimin e ao Suga que se casem logo, por favor. Quero o seu apartamento para mim, baixinho!

Passado algum tempo, cortamos o bolo. Um bolo de três camadas, coberto por pasta americana branca, escrito em dourado "Tae & Kook". Sorrimos para a câmera na nossa frente e peguei a espátula, tendo a mão de Taehyung por cima da minha. Cortamos o primeiro pedaço do bolo, colocando-o no prato de cerâmica detalhado. Sorrimos mais uma vez com o prato na mão registrando a foto. Taehyung pegou um garfo dentro da cestinha, tirando um pedacinho do bolo com ele, levando até minha boca. Me abraçou, dando-me um beijo na cabeça.

Após comermos o bolo, Taehyung pegou o buquê de flores, caminhando para o meio do salão. Fiquei encostado na parede a sua frente, vendo a felicidade em seus olhos. Olhou para mim e jogou o buquê para trás. Por mais uma vez, o destino brincou com todos ali. As flores caíram entre as mãos de Jimin e Yoongi, que estavam com os braços estendidos, um ao lado do outro, tentando pegá-las. Se olharam e sorrisos foram fotografados. Yoongi deixou que Jimin pegasse o buquê, e lhe deixou um beijo carinhoso nos lábios.

Eu e Taehyung fomos chamados para dançar a primeira música do casamento. Uma valsa. Taehyung se levantou sorridente, estendendo sua mão para mim. A peguei e olhei em seus olhos, retribuindo o sorriso, e levantei. Caminhamos até o meio do salão, e continuei segurando a mão do moreno, que apoiou a sua em meu ombro e passei a minha por sua cintura. A música começou e nós também. Encontramos nossos olhos no meio da dança e colamos nossos lábios, sorrindo no gesto. Acabando a música, paramos com os movimentos, e ouvi palmas serem batidas. Olhei para o mais velho ao meu lado que sorria envergonhado, colocando a mão no rosto, mas o que mais me chamou a atenção foram as palmas do rosado encostado na parede. Jin. E Namjoon estava ao seu lado. Ambos olhavam para mim sorridentes ao chocarem as mãos uma com a outra. Por que estavam juntos? Meu primo o tinha perdoado? Eles estavam felizes?

- Gukkie...? - olhei para o moreno na minha frente - Onde estava? - riu.

- Tae... - voltei a olhar para a parede onde eles estavam, e vi duas borboletas, uma rosa e outra azul, voando juntas - Eu vi o meu primo...

Senti seu polegar passar por debaixo do meu olho, secando a lágrima que talvez escorria por ali. Eu nem a senti. Estava tão feliz em ver o seu sorriso novamente.

Taehyung me abraçou, ajeitando seu rosto no meu ombro, enquanto as pessoas levantavam e iam para perto de nós, dançando a próxima música que tocaria. Retribuí ao seu abraço, e ficamos ali no grande salão, passeando os pés pelo chão, acompanhando os passos da dança.

                                                             FIM...


Notas Finais


Eu não vou dizer que esse capítulo é o último, porque pra Taekook o amor é infinito.

Comecei escrevendo essa fanfic e enrolei muito pra postar, achando que ninguém gostaria ou me julgaria por certas coisas. Mas fico feliz que deu certo, e agradeço a todos que vieram a esse final comigo. Me deixa muito feliz saber que gostaram.

Para quem tiver interesse, estou começando outra. Mas vou demorar um pouco para postar porque gosto de colocá-la quando já estiver terminada, ou apenas no fim, para ter certeza do que vou fazer. Então, quem quiser, é só me seguir, que quando postar, o Spirit se encarrega de divulgar.

Não acredito que já postei o último capítulo... ontem fez um mês que postei o primeiro e agora estamos aqui. Obrigada por tudo.

Gostaria muito de divulgar uma fanfic de uma amiga minha. Para os interessados segue o link abaixo.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/serendipity--taekook-13718786

Beijinhos em todos e até a próxima! 🐰❤🦁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...