1. Spirit Fanfics >
  2. Irreplaceable ; YoonMin >
  3. Vai?

História Irreplaceable ; YoonMin - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Vamos lá!! gente gente por favor me deeemmmm amooor♡:((

Capítulo 1 - Vai?


Dedos correndo ao longo da borda do copo de margarita, Jimin observa seu ambiente. Encontrar seus amigos na multidão é fácil; portanto, ele caminha em direção a eles, sempre tomando cuidado para não derramar sua bebida nas poucas pessoas que dançam entre o bar e os estandes.

– Jimin-ah! –Taehyung agarra o pulso minúsculo de Jimin e o aproxima mais para que o menino possa ouvir sua pergunta.

– Você pegou sua bebi–Ah. – Seus olhos olham o copo na mão e sorriem para Jimin. – Margarita... Boa escolha. Jungkook realmente faz os melhores. – Taehyung termina sua resposta com uma grande piscada que apenas faz Jimin revirar os olhos.

– Sim, ele faz. – Jimin diz enquanto toma um gole do coquetel. – Talvez você possa recompensá-lo. – Jimin se inclina para mais perto e Taehyung consegue sentir o suspiro quente de seu melhor amigo em seu ouvido. – Um boquete parece razoável.

Taehyung tenta dizer algo para contradizer as recomendações de seu melhor amigo, mas ele acaba engasgado com suas próprias palavras. Jimin dá um tapinha em suas costas enquanto ri de seu comportamento.

Ele olha em volta e encontra dois assentos vazios perto do balcão do bar. Ambos os meninos andam em direção aos assentos enquanto passam pela área lotada. Assim que eles estão sentados nessas cadeiras altas, que não são tão confortáveis, a mente de Jimin faz um reflexo de sua noite e oh...

– Espera! – Ele coloca a mão nas coxas da alma gêmea para chamar sua atenção e olha diretamente nos olhos dele e aqueles estão falando em pânico.  – Para onde Sungwoon foi?

– Ele não estava com você? Vocês dois não foram comprar uma bebida? – Taehyung pergunta e pega cuidadosamente o coquetel de Jimin para provar um pouco.

Jimin não parece se importar com o fato de sua bebida ser roubada porque tudo o que ele pode se importar agora é onde estava o maldito namorado.

– Ele voltou primeiro, enquanto eu conversava com Jungkook. – Ele se levanta e começa a olhar para a multidão para encontrar seu namorado. – Ele deveria me encontrar perto do balcão do bar. – Jimin faz beicinho e continua procurando seu parceiro através do bar lotado. Após alguns minutos de busca interminável e andando pelo lugar lotado ao lado de Taehyung, Jimin vê os cabelos pretos de seu namorado perto do bar sudeste, no canto oposto de onde ele estava anteriormente, conversando cuidadosamente com alguém.

O estranho está de costas para a direção de Jimin. Ele sente uma sensação estranha percorrendo seu corpo e o garoto mais novo se sente extremamente culpado por olhar aquele garoto perto de seu namorado enquanto sente essas emoções. O estrangeiro parece ter a sua altura; no entanto, seu ombro e cintura eram mais largos que os de Jimin. Ele analisa seu corpo e seus olhos se arregalam nas mãos do estrangeiro. De alguma forma, essas mãos parecem familiares, aqueles dedos grandes e cheio de veios são do tipo de Jimin. O garoto estranho continua falando com lazer; em contraste com o namorado, que parece profundo no assunto que está sendo falado.

– Então, Jiminie... – Taehyung diz bastante alto devido à música alta. – Não são quase 100 dias com Sungwoon?

– Sim, 81 dias! – Jimin responde, olhos deixando seu namorado para olhar para seu melhor amigo.

– Está quase na hora do término. – Taehyung aponta; no entanto, Jimin simplesmente encolhe os ombros com sua declaração.

– Eu não tenho certeza, Tae. – Jimin suspira. – Na verdade, eu gosto de Sungwoon. Ele sempre é legal comigo, cuida bem de mim e temos muito em comum.

– Tsk... – Taehyung murmura enquanto revira os olhos. – Você disse exatamente a mesma coisa sobre Taemin, Jongin, Eunwoo e todos os seus outros ex. Nenhum deles durou mais do que esses 100 dias.

Jimin quer discutir com sua alma gêmea, mas sua mente fica em branco quando ele sente uma mão agarrar sua cintura e aproximá-lo ao peito de alguém. No início, Jimin está pronto para lutar contra essa pessoa, mas assim que seus olhos fazem contato com seu namorado, ele suaviza e sorri para ele.

– Olá, neném. – Sungwoon sussurra e beija as bochechas de Jimin com ternura. – Deixe-me apresentá-lo a alguém.

Ele solta Jimin e bate no ombro do estranho que ele estava falando antes de chegar ao lado de Jimin. Jimin está preparando seu sorriso gentil e sua voz suave para causar uma boa impressão no amigo de seu namorado. No entanto, seu sorriso cai assim que seus olhos se voltam para o rosto desconhecido, o que aparentemente é muito conhecido.

Seu cabelo menta está caindo perfeitamente em sua pele macia e leitosa. A cor dos olhos faz sua expressão parecer muito intensa e nítida. Aqueles lábios pequenos, mas beijáveis, são os mais familiares para o garoto mais novo.

Que infeliz coincidência.

– Oi, eu sou Yoon-

Jimin não deixa o garoto de cabelos cor de menta terminar sua saudação. Ele se curva rapidamente e foge na direção oposta. Todo mundo fica para trás com expressões confusas, mas Jimin não se importa.

Faz cinco anos desde que se viram pela última vez. Desde o último beijo que eles compartilharam. Desde o último abraço que eles tiveram.

– Eu disse algo que não deveria ter? – Yoongi pergunta enquanto olha para Taehyung, procurando por perguntas. O garoto de cabelos menta não viu o rosto do garoto por causa da má iluminação do clube e da maneira apressada que o garoto acabou de sair. No entanto, algumas características que ele viu vagamente e sobre as quais Sungwoon falou pareciam muito familiares. Yoongi apenas deseja que não seja o que ele está pensando.

– Desculpe aí, cara. – Taehyung se inclina e se afasta de Yoongi e Sungwoon, que apesar do comportamento estranho de Jimin, tenta continuar a conversa como se nada tivesse acontecido.

Por outro lado, Taehyung corre para o banheiro onde Jimin foi antes e tenta encontrar seu melhor amigo no meio de um lugar tão movimentado.

———————


Memórias começam a nublar em sua mente. A felicidade absoluta que ele sentiu durante seus anos de ensino médio. Sua doce infância e sua própria história de amor típica de clichê que desapareceu sem qualquer explicação razoável, deixando o jovem sozinho, com o coração partido e sem nenhuma pista sobre como juntar todas as peças perdidas.

Jimin está deitado no sofá de Taehyung, contemplando o teto branco enquanto sua mente está cheia de pensamentos. Ele passava o resto da noite no apartamento de seu melhor amigo, bebendo sem ver o fim.

Taehyung chega com uma nova garrafa de SoJu e o garoto de cabelo rosa se levanta com cuidado, gemendo devido a uma dor de cabeça e se senta no sofá.

– Nós deviamos parar de beber para-

Taehyung não termina sua frase porque Jimin o ignora completamente, abre a garrafa de SoJu e bebe diretamente dele.

O sabor do álcool queima pela garganta. Ele ama isso. Ele engole quase metade da garrafa de uma só vez e só não bebe mais porque Taehyung pega a garrafa da mão dele.

– Taehyung-ah...

É tudo o que Jimin pode dizer em um momento tão desesperador. Ele abaixa o rosto e tenta segurar as lágrimas; no entanto, uma começa a escorrer pelo seu rosto. Traindo a vontade de Jimin. 

– Por que ele voltou? Por que ele voltou quando eu finalmente sou capaz de ser feliz?

Ele aproxima os joelhos do peito e os abraça com os braços. Seu rosto está coberto por seus braços, mas Taehyung ainda consegue ouvir o choro silencioso de Jimin. Ele se senta ao lado de seu melhor amigo e acaricia suas costas com ternura antes de abraçá-lo com força.

– Tudo vai ficar bem, Jiminie.

Vai?


Notas Finais


então ??? gostaram???? ehehhe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...