1. Spirit Fanfics >
  2. Irreplaceable ; YoonMin >
  3. Re-encontros

História Irreplaceable ; YoonMin - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


MOMENTOS DE ANSIEDADE E ANGÚSTIA NO CAPITULO!!!!

Capítulo 2 - Re-encontros


Uma semana se passou muito rapidamente. Jimin e Taehyung decidem se encontrar em um pequeno café perto do campus. O homem mais novo recomendou esse lugar porque, aparentemente, criaria um clima melhor para Jimin devido à atmosfera que envolvia o edifício.  Taehyung o descreve como "um café totalmente digno do Instagram", no qual "o interior é super fofo", acrescenta.

Bem, ele realmente não teve escolha.

Jimin chega mais cedo que Taehyung, mas o garoto mais novo está sempre atrasado quando se trata de encontros.  Tem sido assim desde que eram neném.

Devido ao vento frio que cobria seus dedos pequenos e grossos, ele entra apressadamente na pequena loja. A temperatura contrastante entre a parte externa e a sala quente lhe dá arrepios.

O aroma satisfatório do café faz com que o quarto seja muito aconchegante. Os tons de rosa escuro empoeirado e marrom quente colorindo as paredes e cortinas parecem esteticamente agradáveis. Tais tons que combinam perfeitamente. Jimin está admirado. Algumas pessoas estão sentadas na entrada, conversando em um tom muito alto e emocionante, que faz suas vozes ressoarem na loja.

Ele caminha em direção ao balcão, senta-se em uma cadeira vazia e lê o cardápio. Ele olha através da seção de bebidas quentes, pois está com muito frio e sabe que Taehyung levará um tempo para chegar ao café.

Jimin olha para cima assim que sente o movimento vindo em sua direção. O barista vem do interior da cozinha.

– Oi, você escolheu o que quer? – O homem alto pergunta educadamente enquanto coloca o avental na cintura. Assim que o homem trava contacto com Jimin, ele sorri e covinhas profundas se formam em suas bochechas. No entanto, Jimin não se apercebe como os olhos do homem se arregalam e sua respiração congela ao vê-lo.

– Oi, eu gostaria de tomar um café com leite e uma torta de framboesa, por favor. – Jimin responde enquanto olha para o homem atrás do balcão que parece perdido com algo navegando em sua mente. Os olhos do barista continuam olhando para frente e para trás, entre Jimin e para algum lugar nos fundos da loja.

Cheio de curiosidade, Jimin se vira e tenta ver o que está deixando o garoto alto tão ansioso.

Não há nada importante. Apenas as costas de um garoto com um capuz escuro e um grande fone de ouvido colocado na cabeça, cobrindo os ouvidos. Talvez seja a paixão do barista. Jimin não se importa de qualquer maneira.

– Desculpe? – Jimin murmura, mas o barista não responde;  portanto, ele começa a acenar para ele.  – Olá…?


– Ah. – Ele balança a cabeça e ri envergonhado.  – Peço desculpa.

Ele se abaixa para pegar um pequeno caderno e um lápis. Ele olha para Jimin e sorri inocentemente.

Tão estranho.

– Então... – Ele começa a rabiscar algo no caderno. – Uma torta de café com leite e morango, certo?

– Framboesa. – Jimin responde de volta e o homem acena com a cabeça enquanto cantarola. Ele cruza uma palavra no papel antes de levantar a cabeça.

– E seu nome é…

– Jimin. – Ambos dizem o mesmo. No entanto, um deles diz em tom afirmativo, enquanto o outro murmura de uma maneira que soa mais como uma pergunta do que como uma resposta.

Jimin congela. Sua expressão no rosto grita confusão. 

– Como você... sabe.

O homem atrás do balcão ri envergonhado e coça a nuca.

– Eu-

Ele tosse para pigarrear. 

– Me desculpe, você parece muito com...

Jimin pode sentir hesitações na resposta do garoto, então ele apenas afia o olhar e o olha com intensidade. O garoto, obviamente tocado pelo olhar, tenta evitar o contato visual. O garoto continua murmurando algumas palavras sem nenhuma correlação, então Jimin perdeu o controle da frase.

– Eu pareço quem? – Jimin pergunta novamente, mas o cara parece não ouvir sua pergunta e apenas continua terminando seu discurso retórico.

– -Gi. 

Essa pequena parte de um nome o pega e Jimin sente seu batimento cardíaco aumentar.

– Perdão?

– Você parece o ex-namorado de meu amigo Yoongi hyung. – O barista confessa, deixando Jimin em choque com a boca completamente aberta. Ele tenta soltar algumas palavras, mas seu cérebro continua gaguejando e não funcionando da maneira que deveria. – Você está bem?

Jimin aperta a mão e bate com cuidado no rosto para acordar seu cérebro. Ele inspira e expira lentamente enquanto seus olhos estão fechados e depois dessa ação ele olha para o barista.

– Você conhece Min Yoongi? – Jimin pergunta, arregalando os olhos.  – Você me conhece? – Há uma pequena insegurança e ansiedade em seu tom.

– Hm... – O barista coloca uma das mãos atrás do pescoço e a outra na cintura e ri, tentando esconder o constrangimento. – Yoongi hyung tem algumas fotos em seu estúdio, meio difícil de não dar nas vistas, né? – Ele responde.

Jimin assenta em resposta. Ele tenta esconder sua emoção porque seu coração está acelerado a uma velocidade desumana. Ele consegue ouvir cada batida do coração animadamente, como se seu coração estivesse bem ao lado de seu ouvido. Cada batimento cardíaco é mais forte e as bochechas de Jimin ficam mais rosadas a cada segundo. O pensamento de Yoongi o faz sentir a sensação antiga e adorável que ele sempre sentiu quando estava junto com ele.

Ele não entende seu coração.  Yoongi o deixou. Ele o deixou com nada além de um coração partido, mas seu coração ainda está correndo com a mesma intensidade que quando ele conheceu Yoongi e se apaixonou.

O amor é realmente cego.

– Eu sou Namjoon, a propósito. Melhor amigo de Yoongi, eu acho. – Ele ri carinhosamente e suas covinhas fofas são visíveis mais uma vez. – Nós nos conhecemos durante a faculdade, o mesmo curso, mas ele é meu sênior. Tudo isso.

– Jimin, mas... – Ele ri sarcasticamente. – Você sabe disso.

Namjoon murmura um pequeno desculpa antes de recuar para começar a preparar sua bebida. Jimin é deixado sozinho no balcão.

Sua mente volta à frase de Namjoon. A frase em que ele mencionou as fotos que Yoongi tem nos estúdios. Ele tem tantas perguntas; no entanto, uma parte dele sabe que essas nunca serão respondidas.

Yoongi nunca o amou e nunca o amará. Jimin tem certeza dessa realidade, mas ele sempre deseja que talvez... talvez no fundo do coração de seu ex, ele ainda mantenha seus momentos compartilhados. No entanto, talvez seja tudo imaginação e desejo puro de Jimin.

Seus pensamentos são interrompidos pela voz de Namjoon. Ele olha para Namjoon e vê o que ele pediu. Seus olhos ficam maravilhados com essas vistas e rapidamente tentam agarrar a torta e o café com leite. Sua boca fica com sede a cada segundo que a comida se aproxima.

–Aqui está o seu pedido, Jimin. – O homem alto coloca seu pedido na frente dele enquanto ele está sorrindo.

Assim que ele tenta provar sua torta, sente alguém se aproximando. Seus sentidos estão dizendo que é Taehyung, mas ao mesmo tempo parece muito cedo para o falecido Taehyung estar na loja.

– Namjoon-ah. – A voz profunda familiar ecoa pela pequena sala.  Jimin interrompe suas ações e congela na cadeira. Ele tem medo de olhar para trás. Ele tem medo de se virar e encontrar seu passado. Ele tem medo de se virar e se entregar. – Você pode me fazer outro americano, por favor?

Jimin percebe que estava prendendo a respiração quando o garoto com a voz familiar se afasta. Ele se vira e vê o cara com o capuz escuro e os grandes fones de ouvido. O mesmo cara que Namjoon estava olhando há pouco tempo.

– Esse é ele. – Ele sussurra para que ele possa ser o único que ouve seus pensamentos.

Quando o telefone vibra violentamente no bolso, ele se vira novamente, de frente para o balcão e pega o telefone. Ele desbloqueia sua tela e o nome de Taehyung aparece imediatamente. Jimin sorri e abre a mensagem deslizando o dedo para a direita no ícone da mensagem e, em seguida, clicando em "Abrir".

Soulmate TaeTae
jiminie ah ㅠㅠ
meu carro decidiu parar de trabalhar no meu caminho para a loja
Não poderei te encontrar hoje
desculpe minnie
(enviado às 16:52)

Eu

Está tudo bem Taehyungie ♡ apenas tenha cuidado! o Jungkook está te pegando?

(enviado às 16:54)


Soulmate TaeTae
sim!  Eu estou esperando por ele!
te amo! tenha cuidado também
(enviado às 16:58)

Eu

Também te amo e tenho sempre cuidado> :(

(enviado às 16:59)


Soulmate TaeTae
Claro ㅋㅋㅋ
(enviado às 16:59)

Quando ele termina de trocar mensagens com Taehyung, ele percebe que Namjoon o deixou para entrar no interior da cozinha e agora ele fica sozinho com seu café com leite e torta em um café onde a pessoa que ele despreza se encontra.

Ele se inclina um pouco para a direita, tentando ver o barista e percebe como ele está limpando alguns pratos enquanto suas mãos tremem bastante. Ele parece uma pessoa desajeitada. Jimin acha isso muito cativante, ele acaba rindo.

Suas risadas são um pouco barulhentas e acabam soando pela sala quase vazia. Jimin cobre a boca; ele tem vergonha de as pessoas começarem a olhá-lo e o mínimo que Jimin quer é atrair atenção, especialmente em tal situação.

Ele suspira uma vez que descobre sua boca. Ele não deve reunir muita atenção. Ele pega o telefone que está ao lado da tarte e abre as telas. Ele o percorre, verificando o twitter, sem saber o que fazer; no entanto, uma coisa que ele sabe é como se sentiu indesejado em tal lugar.

Jimin decide deixar o café.

Quando ele vira a cadeira, que são aquelas cadeiras giratórias e altas, ele vê a carteira no chão e suspira. Embora ele se abaixe para pegá-lo, uma mão mais rápida alcança-a primeiro.

– Aqui você deixoi ca-

Uma voz muito familiar começa a falar, mas assim que o estranho vê Jimin, ele congela. Jimin conhece a voz e ele se sente fodido. 

– Jimin ...? – O mais novo levanta o olhar dolorosamente para olhar para Yoongi cujo rosto está em choque total.

– Oi, Y... – Ele se engasga. – Yoongi-ssi. – Jimin responde rapidamente depois, sorrindo desajeitadamente para o homem com cabelo cor de menta. Ele pega a carteira com cuidado da mão de Yoongi e murmura um "muito obrigado" silencioso, esperando que Yoongi ouça.

– Ji-

Yoongi tenta dizer o nome do jovem mais uma vez, ainda em choque; no entanto, Jimin começa a se afastar, ignorando as palavras de seu ex-namorado. – Espera! – O garoto de cabelos cor de menta agarra seu pulso para fazer Jimin parar seu movimento. Ele ainda não se vira para olhar para Yoongi.

– Como-

A voz profunda de Yoongi soa através de seus ouvidos e Jimin realmente deseja que não. 

– Como você tem estado? Quase não percebi que era você por causa do seu cabelo laranja. – O garoto mais novo ouve uma risada de Yoongi.

Há um silêncio desconfortável entre eles. Jimin ainda não olha para o garoto mais velho, porque se ele fizer isso, ele vai chorar. Ele vai quebrar na frente da pessoa que o fez se sentir inútil e com o coração partido, mas Jimin é forte e a última coisa que ele quer é:

– Podemos conversar? – Seus pensamentos são interrompidos pela pergunta que o faz finalmente se virar.

Jimin revira os olhos e ri ironicamente. Está tenso. Ele tira a mão de Yoongi do pulso com uma expressão de nojo. Yoongi congela.

– Eu não sei, Yoongi-ssi. – O garoto de cabelos laranja murmura com a voz quase quebrando, mostrando sua dor. – Ainda há algo a discutir?

Isso o machuca. Seu coração se quebra cada vez que o mais velho o olha com olhos tão inocentes. Dói-lhe saber que a separação foi apenas prejudicial para ele.

Ele olha fixamente para seu ex-namorado; esperando uma resposta sair de sua boca. No entanto, o mais velho está parado na frente dele, com a boca entreaberta; Yoongi não sabe como formar palavras.

Jimin é impaciente. Seu coração está impaciente, porque ele sabe que, se esperar mais, quebrará ainda mais e essas peças se perderão por mais tempo.

– É sobre nossas fotos no seu estúdio? – Jimin meio que grita com lágrimas quase correndo pelo rosto. Ele suspira profundamente tentando contê-los e o faz. Ele não se quer deixar vulnerável diante dele. Na frente de Yoongi. – Você foi quem terminou comigo. Eu não queria nada disso, Yoongi.

– Não, eu-

Yoongi está olhando para baixo, tentando não fazer contato visual com o garoto de cabeça laranja. Suas frases  parecem quebradas;  eles parecem bagunçados e cheios de insegurança.

Tal como o coração de Jimin.

Um toque de celular toca alto, surpreendendo os dois. A música vêm da parte de trás da loja; portanto, Yoongi olha para a direção, virando as costas para Jimin. Talvez fosse o telefone do mais velho; de qualquer maneira Jimin não se importava. Assim que ele pega seu casaco colocado na cadeira, Yoongi olha para Jimin. Ele tenta agarrar a mão de Jimin para impedi-lo de sair, mas Jimin reage no tempo.

– Não. – Ele murmura, cruzando os braços e escondendo as mãos com a jaqueta. – Você ainda pode sonhar com o futuro, mas não comigo. Você me deixou e desapareceu da minha vida, então por favor ... continue fazendo isso. – Jimin diz e bebe o último gole do sua bebida. Ele pega sua massa e a joga no peito de Yoongi, transformando sua camisa branca em uma avermelhada.  – Aproveite, afinal é o seu favorito. – Ele acrescenta antes de se virar.

Ele deixou o café;  sentindo-se com o coração partido do que nunca.

*******


Jimin deixa a porta fechar depois que entra em seu apartamento, uma lufada de ar frio o deixa sem fôlego por um momento. Ele não se lembra muito de sua jornada desde o café até sua casa. É como se o tempo tivesse congelado.

Ele se sente confuso. Sua mente está vagando por toda parte, mas no lugar certo. O encontro anterior não desaparece e ele sente a maior dor de cabeça por causa disso.

Ele bate suavemente na testa, tentando fazer as memórias desaparecerem. Obviamente, isso não ajuda.

Ele tem mais medo.

Isso significa que Yoongi nunca parou de amá-lo? Seu coração bate tão rápido quanto Jimin quando eles pensam um no outro? Ele se arrepende de sua decisão passada? Ele-

Ele tem tantas perguntas. Perguntas que talvez nunca sejam respondidas.

Ele liga para Taehyung sem pensar muito mais, desbloqueando seu telefone, abrindo o aplicativo e digitando seu nome. Assim que o nome de Taehyung aparece na tela, ele coloca o telefone perto da orelha. Toca duas vezes antes de sua voz ressoar pelos pequenos alto-falantes.

– Jimin-ah? – Jimin começa a chorar assim que ele ouve a voz de Taehyung. Suas lágrimas começaram a escorrer por seu rosto. Aquelas lágrimas que estavam esperando para sair por mais tempo. Ele funga alto. – Jimin?! O que há de errado?

Ele parece preocupado e Jimin odeia se sentir um fardo.

– Ele- Ele-

Ele tenta falar, mas sua respiração torna mais difícil, pois ele não consegue controlá-la.

– Respire Jimin. Respire comigo. – Taehyung murmura baixinho do outro lado da linha e Jimin faz o que é dito.

Ele inspira e expira ao mesmo tempo que seu melhor amigo. Faz isso quantas vezes ele achar que precisa.

– Se sentindo melhor? – Taehyung pergunta e Jimin cantarola. – Agora, o que há de errado?

– Ele tem fotos minhas no estúdio. – O garoto de cabeça laranja diz;  sentindo seu coração doer um pouco no peito. No entanto, ele ignora o sentimento.

– Quem?

– Yoongi. – Ele responde com uma voz tão pequena que Taehyung quase não o ouve.

– Yoongi? – Ele parece mais ansioso do que surpreso. – Você o viu de novo? Onde?

– No café. Aparentemente, o barista é seu melhor amigo. – Ele responde; depois que ele termina sua frase, há um longo silêncio entre eles.

– Eu estarei no seu apartamento em 10 minutos. Vou trazer o ggukie, ok?

Jimin cantarola quase chorando.

A conexão termina.


Notas Finais


no próximo capítulo vamos saber melhor sobre a situação do Yoongi!!! ihihi ansiosaaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...