História Irresistível - Larry Stylinson - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson
Tags Harry, Larry, Louis, Niam, Niziam, Ziall, Ziam
Visualizações 276
Palavras 1.653
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - Senhor me mata


                             Louis 

- Bom dia mãe. - Falo entrando no mercado.

- Bom dia BooBear.

- Como estão as coisas aqui?

- Tudo certo, o movimento esta até bonzinho seu pai está ajudando o padeiro. Já fez ate torta.

- Nossa, não são nem 07:00 da manha. - Ela rir. - Vou arrumar lá dentro. - Ela confirma.

Vou lá pra dentro, organizo os pães, deixo tudo arrumado. A conversa que eu tive com o Harry volta na minha mente, ele agora sem celular fica tudo mais difícil. Conecto meu celular no wifi. Procuro Harry Styles.

Notícia da saída com a Tess.

Pelo visto a saída de ontem deu certo. Entro no grupo e o assunto está dividido entre a saída deles é as nossas fotos. Levo um susto quando entro no meu Twitter com o tanto de gente que está me seguindo droga. Elas são rápidas.

- Volto no grupo lendo as mensagens com calma.

   Grupo Harry Styles Brasil

Maria: Olha as fotos do Louis, ele é tão lindo, ele e Harry teriam filhos lindos. Já estou Shippando. - Sorrio.

Joana: Ai vocês falam cada coisa, o Louis tem uma cara de Hetero. - Coitada.

Numero desconhecido: O Louis e Harry tem mais química que ele e a tessesperada. - Concordo.

Volto pro meu Twitter, procuro pelos fã clubs.

Nenhuma notícia do Harry, não quero manda mensagem pra o Zayn não temos tanta intimidade assim.

Olho minhas adm

Harrymyvida: Deixa meu Harry em paz, isso nojento.

Harrypazeamor: O Harry não é Gay deixa ele em paz.

HS: Vocês são lindos juntos casem e me adotem.

HarryeTess: Deixa meu shipp em paz o Harry não te quer.

LoucaspeloH: Além de gordo e feio  ainda por cima Gay. - Apago todas as mensagens e bloqueio minha DM.

                              Harry

Conversar com o Louis me acalmou saber que estamos juntos nessa me deixa mais tranquilo, sei que não vai ser fácil pra ele, sei que ele vai ter que passa por cima de muita coisa e engolir muito sapo, mais sei que faremos isso juntos de mãos dadas, só falta agora convencer ele que o lugar dele é aqui em Londres. Se eu pudesse iria morar no Brasil pra fica mais perto dele. Mais não posso e entendendo que ele também não pode.

- Harry. Que música é essa? - Zayn fala, olhando pra o caderno onde está a letra da música.

- Voce gostou?

- se eu gostei? Caralho, esta perfeita tenho certeza que será aprovada na hora.  - Sorrio.

- O Lou também gostou.

- Tudo bem com ele? - Lou pergunta, Confirmo.

- A passagem já está comprada é só ele tirar ela no aeroporto.  - Zayn fala olhando pro celular.

- Só falta eu convencer ele a vim. Que é o mais difícil. Como esta a venda dos ingressos?

- Esgotados. - mordo meu lábio.  - Sua mãe e sua irmã já estão na cidade elas já  devem esta no seu apartamento.

- tô louco pra ver minha mãe. Preciso muito de colo depois de tanta coisa.

- Estamos prontos. - O fotógrafo diz. - Lou ele esta pronto? - Vejo ela confirma.

Me levanto e vou pra onde ele indica.

- Vou tirar algumas só do seu rosto. Isso assim tá perfeito. - Fico na mesma posição enquanto ele tira várias fotos. - Vira um pouco mais pra direita.

                             ♾♾♾♾

- Oi baby. Como foi o seu dia? - Falo, vejo o Louis sentar na cama com Notebook no colo.

- Oi. Foi bom, estava resolvendo umas coisas. E o seu? Fez o que de bom hoje? - Ele pergunta.

- Tirei algumas fotos. Pra Rolling Stones. Você vai gostar. - Falo, ele sorri.

- Impossível que eu não goste.

- Você pensou sobre vim? - mordo meu lábio.

- Amor. - Sorrio pelo amor, mais pelo jeito manhoso já sei que ele vai dizer que não vem. - Dessa vez eu não vou mas, eu juro que da próxima vez eu vou. Certo?

- Fazer o que né? - Respondo com um suspiro.

- A não, nem faz essa carinha.

- BooBear você pode vim aqui? - Escuto a mãe dele chamar.

-Vou lá vê o que a minha mãe que e daqui a pouco eu te chamo certo? - Confirmo.

                            Louis

Vou ate a sala minha mãe esta sentada no sofá com uma expressão seria no rosto.

- A gente precisa conversa BooBear.  - Me sento, a encaro.

- Esta tudo bem?

- Esta, Lou nesse último ano você foi meus braços e minhas pernas, várias vezes te tratei mal, briguei com você sem motivo, te expulsei de casa, mas voce continuou aqui e eu te agradeço por isso.  - Ela diz, mordo meu lábio pra que ele pare de tremer, não gosto de lembrar desses momentos.

- por que a senhora esta falando isso?

- Por que está na hora de você cuidar da sua vida. De voce ir atrás da sua felicidade. 

- Mãe eu não vou pra Londres.

- Por que? Por que você tem tanto medo de ser feliz? Você tem tanto medo que os outros te deixem que você acaba os deixando e nem percebe.

- E se não de certo?

- Voce volta pra casa. Mas você não pode viver a vida toda com medo de se arrisca.

- Mãe estou com Harry à dois meses a senhora quer que eu largue tudo aqui pra ir atrás dele.

- Não, voce pode morar com o Liam, arruma um emprego lá. Você vai esta mais perto dele. Não tô falando pra você ir morar com ele.

- E a senhora?

- Eu vou esta aqui  BooBear sempre que você precisar conversar ou de um carinho de mãe. - Ela sorri e me entrega um envelope.

- A senhora esta com tanta vontade de se livrar de mim que já comprou até a passagem?

- Eu estou com vontade de te ver feliz e a sua felicidade está lá em Londres e não aqui.

- Eu te amo. - Ela sorri e me puxa pra deitar com a cabeça no colo dela.

                        ♾♾♾♾

- Desculpa acabei demorando. - Falo. - Você esta ai? -Falo olhando pra o quarto vazio.

- Oi estou. - Ele aparece na frente da câmera só de toalha. - Qual você prefere essa ou essa? - Ele me mostra duas blusas.

- A azul. Você vai sair?

- Uhum. - Ele responde distraído.  - Acho que esse vai combinar com a minha calça.

- Onde você vai?

- mais esse combina mais com o meu tênis.  - Ele diz distraído.  - O que você acha?

- Pra onde você vai?

- Vou jantar. - Ele diz. - Você gostou dessa ou dessa? - Ele me mostra duas calças. Cruzo meus braços. Com quem ele vai jantar?

- Qual quer um. - Falo, por que toda vez que eu falo ou faço algo que ele não gosta ele sai com alguém?

- Babe você não está ajudando.

- Então pergunta pra outra pessoa.  - Ele solta as roupas e se senta de frente pra câmera fazendo a toalha abri.

- O que você tem? Foi tudo bem na conversa com a sua mãe?

- Foi, por que você não fica em casa e a gente pode aproveitar um pouco, estou sentindo sua falta.

- Lou eu não posso vou sair com... - Mordo meu lábio e me levanto, coloco o notebook em cima do criado mudo. - O que você vai fazer? - Ele diz.

- Eu? Nada. - Tiro minha camisa e minha minha calça, mordo meu lábio.

- Babe. - Ele morde o lábio e passa a mão nos cabelos o bagunçando. - você é impossível.

- Só estou com saudades de você não posso? - Falo, faço um bico com nos lábios, desço as mãos pelos meus corpo, belisco meus mamilos e solto um gemido baixo. - É uma pena que você tem que sair. Vou ter que cuidar disso sozinho. - Falo. Viro de costas e caminho até o guarda roupa dando a ele uma boa visão da minha bunda.

- Porra, volta aqui Lou o que você vai fazer. - Volto com um vibrador na mão e sorrio quando ele engole em seco.

- Tenha um bom jantar. - Me inclino pra desligar o notebook.

- Espera. - Ele diz. - Voce vai usar isso sem mim? Coloca ele na boca e chupa, como se fosse meu pau. - Faço o que ele me pediu e o encaro. Sua mão esta no seu pau, seu dedo passando em cima da glande espalhando seu pre-gozo. - Isso assim. - Passo apenas a língua na glande, escuto Harry ofegar.

Paro de chupa o vibrador e colo com a ventosa na parede de uma forma que posso ficar de quatro no chão, tiro minha cueca e levo minha mão ao meu pau, aperto minha glande. Os olhos do Harry estão vidrados em cada movimento que eu faço. Enquanto sua mão, faz movimentos rapidos no seu pau.

Passo lubrificante no vibrador, fico de quatro e mordo meu lábio sentindo ele entrar em mim.

- Porra Loueh... rebola pra mim baby. - Ele diz, com a voz rouca. - rebolo devagar me acostumando, jogo minha cabeça pra trás, gemendo o nome do Harry. - Mais rápido Loueh.

- Oh... Harry... oh Yeah. - Mordo meu lábio com força quando sinto ele acerta minha próstata. Escuto Harry gemer alto meu nome e sei que ele esta perto de vir. Levanto minha cabeça para o olhar nos olhos.

- Harry você já está pronto? - Sabe quando você que morrer? Se tivesse uma ponte na sua frente você se jogaria dela? Esse sou eu nesse exato momento. De quatro, rebolando em um vibrador e minha sogra parada na porta com uma cara de horrizada. Senhor me mata pelo amor de Deus.

- Ai meu Deus. - Ela grita, fazendo Harry se assustar. Pra o meu completo horror, minhas pernas tremem, e solto um gemido alto, gozo. Com um grito. - Respiro fundo, tentando fazer minhas mãos pararem de tremer e desligar o notebook já que o Harry parece que está em choque demais pra ter uma reação.


Notas Finais


Se eu fosse o Louis eu juro que matava, já pensou primeira vez que vê a sogra é em uma situação dessas.

Até amanhã Loves!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...