História Irresistível Pecado - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, HyunA
Personagens HyunA, Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Lisa
Tags Amor, Hoseok, Hyuna, Jeon Jungkook, Kim Seokjin, Lisa Manoban, Min Yoongi, Pecado, Traição
Visualizações 13
Palavras 1.825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura😙

Capítulo 14 - Quase


Fanfic / Fanfiction Irresistível Pecado - Capítulo 14 - Quase

Jin desliga o chuveiro pega a toalha e a coloca.


_ Fica aqui quietinha.


Ele caminha até a porta e abre!


_ Desculpe estava tomando banho.

_ Hum… por isso a demora! Vou Viajar a trabalho mas esqueci alguns documentos importantes liguei para Hyuna e para você poder levar pra mim, mas ninguém atendeu, tive que voltar!


_ Eu estava dormindo e logo que acordei entrei no banho.

_ Você sabe onde está Hyuna?

_ Não, já disse que estava dormindo.

_ Estranho...fui até o quarto e ela não está, ela nunca acorda cedo.

_ Já pegou os documentos? (Jin muda de assunto).


Hyuna fica apreensiva no banheiro.


_ Já peguei sim. Vou voltar só daqui duas semanas. Cuide da fazenda e de Hyuna, não quero que ela saia sem você ou seu irmão.

_ Claro papai! Não se preocupe.

_ Bom...era isso, até mais filho.

_ Até, Boa viagem!


Cho sai e Jin volta a trancar a porta, respira fundo e volta para o banheiro.


_ Ele já foi?

_ Já sim, vamos pra segundo round?


Ele começa a beijar a moça…


_ Não Jin, já chega! Termine seu banho eu vou para meu quarto.

_ Mas foi você mesma que disse pra aproveitarmos!

_ Não! Melhor não! ( Ela sai do box pega a toalha e se seca)


Jin liga o chuveiro e começa a tomar banho de verdade…

_ Vamos sair mais tarde então?

_ Vou ver… até mais! ( Hyuna solta um beijo no ar pro amante e sai.)


O Relógio marcava onze horas da manhã e Jungkook acorda, ele toma um banho escova os dentes e desce para a cozinha.


_ Bom dia!

_ Bom dia querido! Nossa como você está feliz!

_ Ontem tive uma noite muito agradável, consegui ver Lisa e passamos a noite conversando.

_ Aquela menina é um doce, se não fosse se tornar um padre torceria pra que namorassem.

_ Noona, não diga isso, vejo Lisa como uma grande amiga.

_ E ela? Hoseok me disse que ela ficou extremamente feliz e emocionada quando te viu.

_ Por causa de nossa amizade, ela ficou feliz em me ver assim como fiquei em vê-la novamente.

_ Sei! ( Soo Mi solta uma risadinha)

Bom o almoço está quase pronto, quer uma fruta enquanto isso?

_ Quero sim!


Jungkook pega uma maçã e sai da cozinha se dirige até a sala para assistir um pouco de tv.

Hyuna desce as escadas.


_ E então? Descansou? (Ela se senta no sofá bem próxima ao rapaz)


Jungkook se afasta, sentado um pouco mais longe da madrasta.


_ Descansei sim!..….E meu pai já foi trabalhar?


Ela vai até mais próxima ao garoto e cruza as pernas.


_ Na verdade ele foi viajar Jungkook, vai ficar duas semanas fora, ele sempre viaja e acabo me sentindo muito sozinha.


SeokJin desce as escadas e fingi uma tosse para chamar a atenção!

Jungkook e Hyuna o olham e Jin lança um olhar fulminante para a moça.

_ Bom dia gente!

_ Bom dia Jin (Os dois dizem ao mesmo tempo)

_ Jungkook, queria dar uma volta com você, depois do almoço.

_ Cla...Claro!


Logo Soo Mi aparece na sala e chama todos para o almoço. Após a refeição Jin e Jungkook saem da mansão e começam a andar pela fazenda.


_ Então Jungkook, pretende ficar ou voltar para o internato?

_ Só vim passar minhas férias, como ninguém nunca foi me visitar resolvi eu voltar para rever minha família.

_ E o que tá achando?

_ Bom….não mudou muita coisa né? Exceto pela

_ Hyuna (Jin interrompe o irmão)

_ Isso.

_ E o que achou dela?

_ Não tenho muito o que achar, faz poucos dias que estou aqui.

_ Ela pareceu gostar muito de você!

_ Por que diz isso? (Jungkook estranha o que Jin disse)

_ Ora, ela o levou pra passear e hoje no sofá vocês pareciam bem íntimos.

_ Não diga besteiras, ela foi legal comigo, e outra coisa ela é a esposa do nosso pai.

_ Você não a acha atraente?


Jungkook arregala os olhos e olha para Jin no mesmo minuto.


_ Não olho pra ela como uma mulher comum e sim como a esposa do nosso pai, não reparei se ela é atraente ou não!


Jin solta uma risada…


_ Você vai ser padre…..ainda não é! Não olha para as mulheres?

_ Jin, por que não mudamos de assunto?

Quando o pai viaja é você que toma conta de tudo?


_ Sim, sou eu! conheço essa fazenda como a palma da minha mão e como me formei em Agronomia ele fica despreocupado.

_ Que bom! Fico feliz!


Jin dá um sorriso falso e eles continuam a andar pela fazenda olhando os animais e observando os trabalhadores. Jungkook vê Hoseok e vai até o amigo enquanto Jin conversa com um dos empregados.


_ Hobi!

_ Ei, resolveu dar uma volta?

_ Sim, e aí o que está fazendo?

_ Estou cuidando desses bezerrinhos eles acabaram de nascer estou “examinando” eles, ainda não me formei, mas falta pouco e entendo algumas coisas.

_ É engraçado te ver aqui cuidando dos bichinhos, quando era pequeno morria de medo de uma simples mosca.


Hoseok ri alto…


_ Ainda tenho medo, mas bem menos que antes.E como foi com Lisa?

_ Conversamos muito, falei da minha vida no internato e que quero ser padre ela pareceu surpresa.

_ Quem não ficou? Eu mesmo não acreditaria se não tivesse ouvido de você!

_ Não sei porque as pessoas ficam surpresas, é só uma escolha, me sinto bem assim.

_ Mas você é jovem, rico e bonitão, poderia ter a mulher que quisesse.


Jungkook se lembra das palavras de sua madrasta.


_ É...talvez,mas não quero!

_ As vezes acho que você escolheu isso, porque não viveu nada fora daquele lugar. hoje é sexta por que não vamos a uma choperia ali no centro?

_ Ah não Hoseok, eu não bebo!

_ Ora, não há nada demais, não vou te obrigar a ficar com nenhuma mulher, só beber, pode ser refrigerante e jogar conversa fora. Vamos?


Jungkook pensou e aceitou, afinal seria divertido e não estava com planos de beber, apenas fazer companhia ao amigo.


As horas passaram, Hoseok chegou da faculdade e Jungkook que já estava pronto e perfumado foi com o amigo para o estabelecimento.


O Lugar era mais para um barzinho, tinham muitas pessoas, música alta. Hoseok parecia conhecer todo mundo, sempre sorrindo comprimentava moças e rapazes, eles escolheram a mesa e fizeram os pedidos, porções e Chopp.

De início Jungkook escolheu refrigerante mas depois da insistência do amigo ele aceitou beber algo mais alcoólico.

As horas iam se passando e Jungkook já estava bem tonto.


_ Hoseok, é melhor irmos! Estou muito tonto.


O amigo riu da fala de Jungkook, estava mais lenta e o rapaz já estava visivelmente bêbado.

Como Hoseok estava cansado, com um amigo bêbado e passava das duas e meia da manhã eles pediram um táxi e foram pra casa.


_ Consegue subir as escadas? ( Hoseok não parava de rir)

_ Shii! Fala baixo e para de rir, é claro que consigo.

_ Sei, parece mais que está dançando.


Os dois riram…

_ Boa noite Hobi!

_ Boa noite, qualquer coisa dá um grito.


Hoseok se dirigiu ao seu quarto e Jungkook se escorava nas paredes, tudo parecia estar rodando, quando ele finalmente chegou no corredor e foi abrir a porta do seu quarto ele caiu.

Hyuna saiu de seu quarto devido o barulho e encontrou o enteado se levantando.


_ Jungkook? Está tudo bem? (Ela foi até o rapaz e logo sentiu o cheiro de álcool)

_ Sim..sim estou bem! Só bebi um pouco!

_ Venha, vou te ajudar.


Hyuna então ajuda o rapaz a deitar-se na cama, volta até a porta e a tranca.

Ela tira os sapatos do mesmo, as meias e foi até o cós da calça para desabotoar então sente Jungkook segurar sua mão.


_ Não precisa fazer isso!

_ Não seja tolo, só vou te ajudar a se trocar.


Ela tira a calça de Jungkook e vê que ele usa uma cueca boxer branca, ela se sente excitada, não entendi por que Jungkook a deixava daquele jeito então resolveu arriscar. Ela subiu em cima do rapaz e começou a desabotoar a camisa azul Clara que ele usava.

Jungkook pegou na nuca da garota e aproximou a orelha da mesma de sua boca perguntando com uma voz baixa e lenta…


_ Por que está em cima de mim tirando minha roupa?


Hyuna fechou os olhos completamente em êxtase em ouvir a voz do garoto tão próxima.

Então ela responde sussurrando em seu ouvido.


_ Não está gostando? Quer que eu saia? ( Ela dá um beijo no rosto do garoto e no mesmo momento ela senti o membro de Jungkook ficando rígido)


_ Isso tá errado!


Hyuna põe o dedo na boca do rapaz indicando pra que ele se cale.


_ Quando duas pessoas querem a mesma coisa não vejo nada de errado nisso.


Ela começa a rebolar sobre o membro de Jungkook, o mesmo fecha os olhos e aperta as coxas da madrasta, ela se arrepia por inteira, Jungkook realmente tinha domínio sobre ela.


_ Você é tão linda! Mas eu não posso fazer isso!


Quando Jungkook começou a se levantar pra tirar a madrasta de cima de si ela lhe deu um beijo, no início era apenas os lábios se encostando, porém ela pediu passagem com a língua e Jungkook logo cedeu, era estranho pra ele, ao mesmo tempo que ele precisava tirá-la dali ele sentia necessidade de continuar, se sentia ardendo de desejo por aquela mulher proibida.

O beijo foi ficando cada vez mais intenso até que Hyuna separou os lábios do garoto e começou a beijar seu pescoço,ela pegou as mãos do mesmo e colocou sobre seus seios ele começou a apertar, ela desceu a alça de sua camisola deixando os expostos para Jungkook.


_ Gosta do que vê?


O rapaz não conseguia dizer nada, só olhava pra ela e para os seios da mesma, ela colocava as mãos sobre as do Jungkook incentivando o a apalpar, Hyuna estava enlouquecida e Jungkook não se encontrava diferente, porém de repente o garoto percebeu o que estava fazendo e empurrou a madrasta que quase caí no chão.


_ Meu Deus o que estamos fazendo, você é a esposa do meu pai, por favor me perdoe!

_ Não há nada de errado Jungkook eu também quero,(ela se levanta e começa a beijar o rosto do rapaz indo até a boca dele)

_ Não, não...por favor (ele a empurra com cuidado)

_ O que foi, meu corpo não te agrada? Não sente atração por mim?

_ Por Deus, não me pergunte isso, por favor, isso foi um erro, me perdoe… eu...eu não posso! Saia por favor!

_ Eu não acredito,eu estou vendo que você quer tanto quanto eu! (Ela se referia a ereção do rapaz que estava nítida)


Jungkook então vai até a porta tenta abrir vê que está trancada a destranca pega Hyuna suavemente pelo braço e diz pra ela.


_ Me perdoe, mas saia por favor!


A moça sai e Jungkook fecha a porta. Ele deita na cama e começa se condenar pelo o que tinha acontecido.


“ Meu Deus o que eu fiz? O que está acontecendo comigo, por que ela mexe tanto comigo?”


Hyuna entra em seu quarto, sorrindo como uma adolescente. Com Jungkook era diferente  de Jin, na verdade era diferente de qualquer homem com quem já se envolveu, ela o desejava mas também  tinha sentimento.

Ela se deita e pensa sozinha….


“ Agora sei que você também me deseja, logo menos você será meu.”


Notas Finais


Meus amores, desculpem qualquer erro de ortografia, espero que estejam gostando. Comentem por favor isso me motiva! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...