1. Spirit Fanfics >
  2. Irresistível (VKook) >
  3. VI - capítulo

História Irresistível (VKook) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia !

Capítulo 7 - VI - capítulo


Conteúdo 18


Autora.

No encontro seguinte , Taehyung permaneceu intrigado com o ômega deitado debaixo dele . Quente , atrevido , ele destoava do viúvo reservado e frio que costumava seguir com o olhar . Se era efeito do vinho ou de verdadeira paixão , não importava . O fato era que se sentia extremamente grato . Caso Jungkook continuasse a retorcer-se contra o corpo dele , não poderia furtar-se a satisfazê-lo , algo que preferiria fazer quando ele estivesse totalmente sóbrio , na posse completa de suas faculdades mentais .

— Vá em frente — Propôs , provocando Jungkook , que o testou com outro sedutor maneio dos quadris .

— E o que sugere ? — Perguntou ele — Você é capaz de me esgotar .

— Pode começar por tirar minha roupa — Taehyung suspeitou que , uma vez prontos para a conjunção carnal , era Jungkook quem o esgotaria com sua fúria erótica . Mas , nada viu de negativo nisso : seu apetite sexual não o desapontaria . Assim como também não passaria vergonha tendo em vista o volume rígido de seu membro em suas calças .

— Hummm... — Murmurou o ômega , beijando o tórax desnudo de Taehyung enquanto ele lhe acarenciava a nuca , inebriando-o por completo . Era delicioso pensar que Jungkook obtinha tanto prazer de despi-lo . O Kim refletiu que não haveria lugar melhor para um par de amantes sedentos do que a Jamaica , onde o calor e a umidade recomendavam o uso de poucas roupas .

Após tirar a última peça de roupa de Taehyung , Jungkook proporcionou-lhe uma demorada carícia com os lábios , parando apenas para admirar o falo do amante , que parecia fasciná-lo . Quando sentiu a primeira gota aflorar na ponta do pênis , o alfa afastou de si o rosto dele . Ainda restava bastante tempo a ser desfrutado . Como ocupá-lo bem ?

Taehyung envolveu os pulsos de JungKook com sua gravata e prendeu-os à cabeceira da cama .

— Não sei se vou gostar disso — Disse o ômega , esboçando um protesto inútil .

— Pois experimente . Sabia que muita gente usa algemas ou cordas ?

Jungkook esquivou-se de responder . Acreditou na basta experiência sexual do amante , enquanto ele tinha se mantido fiel a um único alfa : seu marido . A ideia plantou-lhe na mente certa tristeza pela devassidão de Taehyung , porém , estava resolvido a tirar proveito dela . Livre do toque do parceiro , ele o beijou com ardor . Depois apertou-lhe os mamilos e roçou a boca nas incríveis auréolas de JungKook , extremamente duras . Em seguida , ergueu os joelhos dele e observou-lhe o falo . Afastou os rosados lábios do moreno com os dedos e sugou-o sem pressa , até ouvi-lo emitir um gemido profundo . Então penetrou-o com vontade , determinado a satisfazê-lo como nunca antes . O clímax , porém , veio depressa , e o Kim reposicionou-se afim de rodar com a glande a região anal dele . Não forçou o ato , surpreso com o espasmo que então sacudiu Jungkook . Por ora , bastava-lhe ter descoberto uma nova zona erógena sujeita a futura exploração .

Em sua movimentação prazerosa , Jungkook conseguiu soltar as mãos e imediatamente arqueou-se no leito . Tinha apreciado a experiência , exceto pela relativa submissão as vontade do alfa .

— O que você fez ? — Gritou o ômega , arregalando os olhos cinzentos com um misto de excitação e cautela .

— Fiz você ficar quieto . Devia saber como ajo com relação a desafios .

Por necessidade , ele havia aperfeiçoado a arte de satisfazer um(a) ômega  . Aprendera , porém , a deixar certa margem de manobra , para que o eventual amante não perdesse interesse por ele . Assim , nem sempre apaziguava o próprio desejo carnal . No caso de JungKook , isso tinha acontecido . Ao mesmo tempo , Taehyung mostrara que ainda não estava devastado por aquele amor , embora almejasse isso no fundo de seu ser . Jungkook era perfeito para ele , de corpo e alma , nú ou vestido . Mas carecia de maior paz interior a fim de dedicar-se a ele . Tinha problemas familiares , como a antiga rejeição do pai e o controle excessivo de sua mãe . Precisava superá-los para nunca temer uma repulsa de JungKook por causa de seu passado .

Taehyung voltou a atenção aos lindos mamilos do parceiro . Combinavam com a esbelta estrutura física de JungKook , enfatizando a curva delicada da cintura e equilibrando-se com o volume lascivo das nádegas . O Kim sempre cultivara , na imaginação , a visão e a posse daquele conjunto impecável de atributos . Haveria de honrá-los para não perdê-los . Nunca seria indiferente ao tesouro que tinha encontrado . Daria o melhor de si durante a estada na ilha . Se JungKook então o deixasse , queria estar certo de ter desfrutado o máximo dele . De modo algum suportaria um novo maldito período de desejo ardente , mas frustado .

— Taehyung... — Murmurou o ômega em tom afetuoso — Quero tocá-lo de novo.

A repetição do ato tendia a tornar-se hábito entre dois corpos tão ávidos . Mas ele , indeciso , não sabia por onde recomeçar.  Ainda bem que Jungkook parecia disposto a tomar a iniciativa . Taehyung então escorregou para cima dele , posicionando-se sobre seu corpo liso , e de novo maravilhou-se com a visão de seus mamilos rosados . Combinado com a doçura de JungKook e o toque dos dedos dele , a exibição do seu corpo influenciou-o na retomada da ereção plena . Mais seguro , Taehyung moveu-se afim de dar aos lábios do outro acesso a sua virilha . Quando recebeu lambidas no alvo principal , sentiu-se gratificado . Jungkook vinha se tornando perito nesse tipo de carícia , embora o amante ignorasse que ele raramente adotava tal prática com o falecido marido . Por certo , via algo de especial nos contornos físicos do atual parceiro .

Pouco depois , ele se aquietou , então o Kim envolveu-lhe o torso com os braços . As coxas dele roçaram nas do alfa , aumentando o desconforto da excitação mútua . Passando as mãos por baixo do corpo de JungKook , ele o elevou o suficiente para que seu membro lhe alcançasse a entrada . Então arremeteu devagar contra o ômega , o que significava retardar ao máximo o novo orgasmo . Todavia , em questão de minutos , os dois vibraram em sintonia . Em momentos assim , JungKook era ultrassensível e reagia produzindo ruídos com os quais Taehyung teria de se acostumar .

Relaxado e satisfeito , o alfa refletiu que o corpo do ômega respondia bem as suas investidas . Por mais que mostrasse discrição em público , na cama o mais novo não se furtava a vocalizar o próprio prazer . Taehyung sabia que ele devia estar quente e úmido entre as pernas pelo cheiro que emanava , e quis conferir isso com os próprios dedos , introduzindo dois deles na entrada do amante . Os gemidos que se seguiram o levaram a ansiar por uma evidência do desejo sensual . Precisava sentir o gosto da felicidade e ver Jungkook estremecer sob seus lábios . Ele ofegava de maneira sedutora , mas os ruídos se transformavam em risos quando o Kim , provocante roçou-lhe o umbigo . O ventre vibrava a ponto de deslocar os pequenos cachos claros que lhe revestiram o sexo . O riso vinha do ômega fogoso existente dentro dele , não do ômega altivo que se tornara um símbolo da aristocracia . Jungkook passou a suplicar pelo fim da relação , já convertido em tormento . Taehyung possuía vários meios de atendê-lo : começou por aplicar um beijo úmido no falo ereto do parceiro . Depois abriu passagem para a língua e , distendendo o feixe de nervos ali presente . Os primeiros tremores do novo clímax se manifestaram no mais novo , que quase o machucou com a pressão dos dedos em suas costas . O grito que Jungkook soltou por fim mostrou toda a satisfação de um corpo por tanto tempo negligenciando . E a cabeça pousada no ombro de Taehyung , próxima do bíceps musculoso , revelou o fim do frenesi .  O mais velho ficou imóvel , a não ser pelos afagos que fazia nos cabelos de JungKook .

Foram instantes de inesperada paz e tranquilidade interior . A atração física dava lugar a uma rara quietude espiritual , que pairava acima do deleite passageiro . Taehyung compreendeu enfim que Jungkook era seu real esteio na vida , sua definitiva redenção de um passado indecoroso . Prazerosamente , alimentaria mais momentos tão sublimes quanto aquele .

Continua...


Notas Finais


Enfim , postei . Desculpe a demora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...