História Is It Love - Perte Pan - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Peter Pan
Personagens Capitão Gancho, Personagens Originais, Peter Pan, Tinker Bell, Wendy Darling
Tags Drama, Perte Pan, Romance
Visualizações 22
Palavras 1.422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - ME INTURMANDO


Pov wendy




Eu não acredito no que ta acontecendo. Eu to beijando o Peter?.


Isso tava parecendo um sonho nós estávamos se beijando no ar. Ele tava agarrando a minha cintura com força e eu a nuca dele um monte de sentimentos eu estava sentindo dentro de mim, mais não era nada de ruim como eu tava antes a raiva tinha passado o ciúmes tudo, só ficou o amor, a paixão, desejo e o carinho. Era exatamente o que aquele beijo tava sendo um beijo terno, calmo e carinhoso mais ao mesmo tempo selvagem e desesperado. Aquilo tava tão bom mais logo tivemos que nos separar por falta de ar e enquanto íamos nos separando dávamos selinhos um no outro.


- vamos vou te levar para o acampamento você ainda deve tarde cansada não te deixei dormi. - Peter disse parando com os selinhos eu só fiz assenti tava muito feliz pra dizer qualquer coisa nem consegui parar de rir minhas bochechas estavam até doendo.


Nós fomos voando Peter me pegou no colo estilo noiva e eu aproveitei pra abraçar ele. Quando chegamos ao acampamento Peter foi avisar os meninos que ele avia me encontrado ele me deixou na casa da árvore dele que com certeza era muito mais espaçosa do que a só Félix tinha uma cama da casal uma comoda uns três baús e varias outras bugigangas que eu não sabia identificar mais que me deram bastante medo.


O dia já tava bem claro não tinha conseguido dormir pois Peter ainda não tinha voltado faz horas que ele saiu!


Me arrumei e sair da cabana pelas as escadinhas que tinha nela, quando cheguei lá em beixo já dava pra ouvir os meninos perdidos conversando e dando risada aquilo tava parecendo bastante animado mais quando eu aperecir todos ficaram em silêncio como se estivessem vendo algo de outro mundo fiquei um pouco sem geito por ter tanta atenção encima de mim mais tinha que deixar isso de lado afinal eu ia morar aqui com eles tenho que me dar bem com alguns pelo menos já que a única pessoa que eu conheci e me tornei amiga dos meninos perdidos foi o Félix que eu ainda não vi por aqui.


- oi meninos? - falei mais como uma pergunta.


Os meninos continuaram olhando pra mim e não falaram nada, me sentir di respeitada com aquilo isso com certeza é uma tremenda falta de educação.


- isso é muito feio uma pessoa falar com você e vocês não responderem sabia? - falei de um jeito ríspido e zombeteiro.


- o Peter não deu autorização para nos falarmos com você!- disse um menino bem gordinho meio que gritando.


Quando ia falar fui interrompida por Félix que apareceu do nada.


- meninos o Peter mandou todos nós tomarmos conta da wendy, aparti de hoje ela sera a nova mãe de vocês. - Félix falou isso e quase que de imediato os meninos veio me cumprimentar e me dar as boas vindas, esteva já começando a me cansar de ficar ali cumprimentando eles foi ai que vi Félix afastado em un canto com um palito na boca, pedi licença ao meninos e fui lar falar com ele com certeza ele devia saber onde Peter estava.


- hey! Você viu o Peter por acaso? - perguntei a ele e percebi que a expressão dele mudou pra uma séria.


- ele ta resolvendo uns negócios já já ele ta de volta.- ele falou sem olhar pra mim.


- mais ele ta fora desde de ontem. - falei pensando em que tipo de negócios Peter pode está fazendo.


- é que essas coisas meio que demora. - Félix disse cosando a nuca.


- tudo bem. Então vou voutar para cabana ficar lá esperando ele voltar. - falei isso já me afastando mais Félix segurou o meu braço me impedindo de sair.


- porque você não fica e se enturmar com os meninos eles são bem legais se você conhecer eles direito. - disse Félix soltando o meu braço.


- você ta certo acho que vou mesmo fazer isso. - falei me afastando e indo pra perto dos meninos.


Em uma cabana vi um menino novinho mexendo em uma panela enorme que estava no fogo de lenha, vi ele botar uma colher de pau também enorme dentro da panela , coitado a panela é maior do que ele. Com passos rápidos me aprssei e cheguei perto do menino pegando a colher da mão dele.


- oi oque você ta fazendo rapazinho? - perguntei olhando pra ele com um sorriso no Rosto.


- bom é que hoje é a minha vez de fazer a comida. - ele falou com a cara de choro.


- me dá aqui essa colher. - falei pegando a colher da mão dele e mexendo na panela pra ver se aquilo tava pelo menos comestível, ele era muito pequeno com certeza não sabia fazer nada, eu tava certa.


- bom temos que da um jeito nisso com certeza isso não dá pra comer. - falei pra ele que me olhou triste.


- ei o que foi? - perguntei me abaixando pra ficar na altura dele.


- é que eu não sei fazer melhor e se ficar assim ruim o Peter vai brigar com migo.! - ele falou com as lagrimas quase saindo pelo os seus olhos.


- ei não se preocupa eu vou ajudar agora me diz o que tem aqui pra fazer para comer? - disse isso vendo ele abri um sorriso no rosto.


- temos frutas, carnes de boi, de javali, de aves e pato pra assar mais tem que depenar ele logo.- falo o menino com água na boca como se fosse a coisa mais deliciosa do mundo.


- tudo bem. É melhor a de boi. Será que pode me ajudar? - perguntei e ele concordou com a cabeça.


Fizemos a comida, ainda bem porque eu estava faminta já! Fui pergunta os meninos se eles queriam comer.


- meninos a comida esta pronta vocês querem comer?! - eles se olharam e não disseram nada, então resolvi pergunta de novo.


- querem comer? - perguntei outra vez mais com receio.


- nois temos que esperar o Peter chegar ele odeia comer sozinho. - falou Félix, e eu só concordei com a cabeça e me sentei debaixo de uma árvore.


🕕🕕🕕🕕algum tempo depois🕕🕕🕕


Estávamos esperando o Peter chegar, já tinha uns meninos do meu lado que dava pra ouvir a barriga deles ronca de fome.


- ah! Não, não vamos ficar aqui sem comer esperando o Peter voltar, nem sabemos que horas ele vai voltar! - disse levantando do ligar de onde eu tava sentada.


- mais se não esperamos ele pode castiga a gente. - outro meninos falou olhando pra mim.


- não ele não vai eu não vou deixar, nós vamos comer agora.! - falei e eles ficaram se olhando provavelmente pensando se Iam ficar com fome ou não.


- isso é uma ordem!! Afinal eu sou a mãe. - falei e eles todos se levantaram.


- muito bem vou colocar a comida de vocês.! - disse saindo pra ir colocar as comidas deles.


Após mandar els irem lavar as mãos e colocar a comida de todos sentamos e começamos a comer e conversa, tava tudo tão bom pela primeira vez ali eu tava me sentindo em casa como se eu realmente fosse parte de algo e eu gostava disso mais faltava alguma coisa. E pors falar nessa coisa ela acaba de chegar.


- Peter oi? - disse mais como uma pergunta quando vi que ele ia passar direto se m nem falar com ninguém acho que ele nem percebem que a gente tava ai.


- ah! Oi. Já tão comendo? - perguntou indo mais pra perto de nois.


- sim íamos te esperar mais você tava demorando tanto e nós estávamos com fome. - falei sem medo e os otros ficaram em silêncio, acho que eles a charam que o Peter ia surta ou matar alguém, mais foi muito pelo contrário.


- tudo bem. Félix sera que a gente pode conversar? - Peter perguntou mais já sabia a resposta. Félix se a levantou e foi com ele pra dentro da mata, achei isso bem estranho ou pior o Peter tava estranho.


Depois de alguns minutos vi Félix vindo então me levantei e fui em sua direção.


- cade o Peter? - perguntai sem serimonias.


- foi pra cabana, ele mandou te chamar. - disse ele se rerirando.


Fui ate a cabana de Peter chegando lá logo vi ele sentado na cama.


- mandou me chamar? - perguntei sorrindo pra ele que o mesmo venho ate mim e me deu um beijo calmo e terno.


- vem com migo quero te mostra um lugar. - falou pegando minha mão e saindo voando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...