1. Spirit Fanfics >
  2. Is It Love Adam - Com você ao meu lado (Temporada 2) >
  3. Nicole - Baile de inverno

História Is It Love Adam - Com você ao meu lado (Temporada 2) - Capítulo 75


Escrita por:


Notas do Autor


Último capítulo da semana amores, espero que gostem!
Se tudo der certo, segunda tem mais!

Capítulo 75 - Nicole - Baile de inverno


Eu acertava cada detalhe do meu cabelo e da minha maquiagem com um sorriso no rosto. Eu estava me arrumando para o baile e era quase como se eu estivesse em um sonho de princesa, ou em um filme de romance adolescente. Claro que, o baile não era aquele de formatura que vemos na televisão, mas era um baile que prometia muito.

Me sentia eufórica. Achava meu vestido lindo, completamente perfeito, meu cabelo estava tão alinhando e bem penteado, minha maquiagem estava ótima e, além de tudo, eu tinha o melhor par, o único que poderia querer comigo nessa noite. Eu estava ansiosa para ele chegar!

A animação crescia ainda mais quando pensava nas músicas, na comida, na decoração e nos meus amigos. Todos iam e isso era um grande marco. Disse para o Jake que queria tirar uma foto dele de terno. Queria eternizar esse momento épico, único em uma foto.

Vesti meus sapatos e desci as escadas, meus pais estavam na sala, assim como meu irmão, eles estavam vendo filme e comendo pipoca. Todos pararam na hora que entrei no cômodo, me olhando um pouco surpresos.

- Nossa, eu não esperava por essa! – disse Lucas.

- Por quê? – perguntei sem entender.

- É que você está incrível! Muito bonita!

Eu fiquei sem graça e meus pais concordaram com ele. 

- Você ficou linda meu amor, uma princesa! – disse meu pai.

- Eu concordo! – disse minha mãe. – inclusive acho que merece uma foto.

- Mãe! – disse lamentando.

- O que?

- Isso não é um baile de formatura!

- E por acaso é motivo para eu não querer tirar foto de você linda?! – disse ela erguendo a sobrancelha.

- Não...

- Que bom que concordamos! – disse ela piscando para mim.

Meu pai apenas ria do lado mãe coruja dela e eu fiquei sem graça. Lucas foi que acabou resolvendo, um pouco, essa situação.

- Não é melhor esperar o Julian chegar para isso?!

- Ótima ideia! – disse minha mãe.

Eu sorri para ela e me sentei no sofá, ao lado de Lucas, roubando um pouco da pipoca.

- Ei! Sua abusada! – disse ele me recriminando.

- O que? Eu só quero um pouco!

- Poupe suas mãos para o baile!

- Nossa Lucas, como você é chato, me deixa pegar um pouco!

- Eu não! – disse ele me provocando.

Antes que eu pudesse protestar contra a atitude chata do meu irmão, meu pai interviu:

- Lucas, deixa de ser chato e deixa a sua irmã!

- Ela vai sair daqui a pouco!

- E chegam duas pizzas também já já! Deixa ela!

Lucas revirou os olhos e eu me vangloriei, eu sempre ganhava nessas disputas bobas, meu irmão falava que era a vantagem de ser caçula. Perguntei sobre o filme que estavam vendo, Lucas e meu pai comentaram que era um filme de suspense. Lucas fez questão de me contar a sinopse eu parecia muito bom mesmo. Eles disseram que estavam gostando. Só que, nossa conversa foi interrompida pelo soar da campainha.

- Será que são as pizzas? – disse Lucas.

- Eu vou ver! – disse minha mãe.

Minha mãe saiu e foi até a entrada, escutamos de longe a resposta dela, aplacando as dúvidas do meu irmão.

- Não é pizza! – disse ela. – É uma pessoa muito esperada.

Levantei do sofá animada, andando até a porta ao lado do meu irmão. Era exatamente quem eu estava esperando, meu lindo namorado. Ele estava tão lindo com aquele terno, a gravata azul marinho, que combinava com meu vestido, ele estava perfeito. Parecia ter saído de algum filme ou um conto de fadas...

- Uau! – disse ele quando colocou os olhos em mim. - Você está.... Nossa!

- Ele está querendo dizer que você está linda! – disse Lucas.

- É... – disse Julian sorrindo para mim.

- Obrigada, você está lindo também!

- Obrigado! – disse ele.

- Agora vamos tirar foto! – disse minha mãe.

- Ok! – disse eu me posicionando ao lado dele.

Tiramos fotos, meu pai fez uma série de colocações sobre não chegar tarde e dirigir com cuidado. O que provavelmente o Julian já tinha ouvido antes de sair de sua própria casa. Depois disso, peguei meu casaco e saímos, rumo ao baile.

- Como se sente? – disse ele quando entramos no carro.

- Animada! E você? – disse ele.

- Feliz que vamos aproveitar essa noite juntos!

Julian disse isso sorrindo para mim e eu lhe roubei um beijo, antes de irmos até a escola. Era uma noite que tinha tudo para ser incrível.

Andamos pelo estacionamento vendo casais e grupos de amigos saindo de seus carros, todos tinham caprichado bem no visual. Seguimos até o ginásio, que era onde o baile estava acontecendo, antes mesmo de entrar eu já ouvia a música tocando. Atravessamos a porta e as luzes coloridas atingiram meus olhos, a comissão de organização tinha se superado.

O lugar estava incrível, com vários balões, luzes, enfeites, além disso, o DJ tinha um excelente gosto para música e a mesa de aperitivos estava incrível. Julian e eu trocamos olhares nessa hora, não podia estar melhor.

- Finalmente chegaram! – disse Simon vindo cumprimentar nós dois.

Eu e Julian rimos, do jeito dele e o cumprimentamos também.

- Oi cara! – disse ele. – Veio sozinho?

- Não... Eu vim com a Hannah do grupo de teatro! – disse ele. – Ela foi no banheiro e já deve estar voltando.

- Há tá! – disse olhando para ele. – Solidão não combina com você!

- Claro que não! Por que ficar sozinho se pode estar com pessoas legais?! – disse ele piscando.

Eu sorri e percebi que, mesmo com delicadeza, Julian me matinha um pouco longe de seu amigo, passando o braço em volta da minha cintura, eu me perguntei se ele estava com ciúmes... Mas não falei nada.

Minutos depois Hannah chegou, se juntando a nós e nossa conversa que girava entorno de jogos de basquete e brincadeiras, caiu no teatro. Eu e ela tínhamos convivido bem mais nessas últimas semanas e eu tinha descoberto como ela legal. É fácil conversar com ela. Ela é simpática, alegre e muito melhor que o Willian. Eu descobri inclusive que eles são amigos:

- Ele não é tão ruim quando se conhece melhor! – disse ela.

- Mas, parece que comigo isso não vai acontecer! Ele briga comigo sempre!

- Ele disse que você que briga com ele!

Eu fiquei chocada e os dois deram risada, parece que nossa conversa entretinha eles, isso era bom. Percebi que Simon e Hannah estavam um clima mais amigável que romântico, acho que eles não estavam saindo, pelo menos não era o que parecia.

Conversamos mais um pouco, caindo em uma conversa sobre filmes e eu comecei a sentir sede. Me virei para meu namorado e disse, perto do seu ouvido.

- Vou pegar uma bebida! Você quer alguma coisa?! – disse para ele.

- Não, estou bem! – disse ele segurando a minha mão.

- Já volto!

Beijei ele rapidamente e fui até a mesa. Tinha um ponche rosa que parecia gostoso e além disso, vários lanches, acabei tentada e peguei um. Era mesmo uma delícia e o ponche estava bem gostoso.

Enquanto eu pensava o que mais iria comer, fui surpreendida por outra presença familiar:

- Olá! – disse Alice, ao lado de Brandon.

Eu sorri e abracei meus dois amigos. Eles estava lindíssimos, completamente glamorosos! Se na festa tivesse um concurso de melhor visual, eles iriam ganhar, estavam incríveis. O vestido de Alice era único, vermelho, com algumas estampas delicadas e animadas, o terno de Brandon... bem, ele era escarlate, só para começar... Com muito brilho.

- Que roupas incríveis são essas?! – disse chocada.

- Minha mãe que fez! – disse Brandon.

- São incríveis! – disse ainda mais surpresa.

- Eu sei! – disse ele.

- Viramos o assunto da noite!

- Imagino mesmo! Com essas roupas...

- Já dei o cartão da minha mãe para umas vinte pessoas e nem faz tempo que chegamos! Teremos vestidos e ternos incríveis no baile de formatura!

Eu ri do comentário dele e Alice pegou um dos lanches da mesa:

- Isso está maravilhoso! – disse ela.

- Não é?! O baile todo está incrível!

- Eu percebi isso! – disse Brandon. – Eu não esperava que fosse ser assim, tão bonito e interessante, achei que seria mais chato, mas estou adorando.

- O do ano passado não foi tão legal, mas agora tem outras pessoas na comissão de organização, então podemos ver a mudança.

- Eu adorei e estou interessado em entrar na comissão! – disse Brandon.

- Sério? – disse Alice.

- É, por que não? Eu adoro festas!

- Eu acho que você iria fazer um trabalho incrível! – disse incentivando ele.

- Eu também! – comentou Alice depois de comer seu lanche. – Você tem um senso excelente de estilo além de um muito bom gosto para músicas!

Brandon deu risada, mas os olhos do meu amigo logo não estavam mais em mim e em Alice, mas sim em outra coisa. Ele sorriu e apenas disse baixo, para nós:

- Olha só quem realmente apareceu! – disse ele.

Nós viramos e Jake estava lá, conversando com a Jenny. 

- Eu achei que ele nem vinha! – disse Alice.

- Bom, ele está aqui! – disse Brandon e está lindo.

- A Jenny também!

Ele estava mesmo, muito bonito com seu terno e Jenny estava com um vestido lindo verde água escuro. Os dois estavam rindo, brincando, se tocando, cheios de intimidade.

- Eu não sabia que eles se davam bem desse jeito... – comentei.

- Não é?! Parece que vir ao baile não foi um esforço tão grande assim!

- Eu estou cheia de perguntas! – disse Alice.

- Eu também...

- Eles tem passado bastante tempo juntos... não é?! – disse para meus amigos.

- Sim... – disse Alice. - E começo a suspeitar que não são apenas as aulas de história.

Tentamos manter os olhos neles, discretamente, para não chamar muita atenção, conseguimos perceber que mesmo que estivéssemos os vendo, eles não tinham nos visto. Jenny então, se virou para Jake e se afastou. Nós três aproveitamos a chance para irmos até nosso amigo.

- Eaí Romeu! – disse Brandon fazendo Jake tomar um susto.

- Oi pessoal! – disse ele depois, um pouco sem graça.

- Você veio mesmo! – disse Alice.

- Claro, era nosso acordo, não era?!

- Sim! Estou feliz que cumpriu ele...

- Parece também que não está sendo nenhum esforço ficar no baile! 

Jake deu risada e tomou um gole do ponche que estava em sua mão. Eu conseguia ver em seu rosto que ele estava levemente sem graça com aquilo.

- Até que não... Está legal... Olha as músicas que escolheram.

Ficamos em silêncio, prestando atenção na música. Moderna, animada e alegre, o tipo de músicas que nós queremos dançar. Esse era mais um ponto para a comissão organizadora.

- A sua companheira também é legal?! – disse Brandon, claramente tentando arrancar alguma coisa dele.

- Sim... está. A Jenny não é assim, uma menina metida e irritante como parece...

- Ou como ela se comporta as vezes... – disse eu complementando.

Jake deu um pequeno riso, de novo e continuou falando:

- Quando você conhece ela melhor, vê que ela legal, é sensível, gentil, divertida...

Jake fala tudo isso dela com um sorriso no rosto. Dava para ver que ele estava falando o que pensava dela de verdade. Eu olhei para meus amigos, pensando se Jake não estava realmente gostando da Jenny. Será que ela finalmente estava conseguindo ganhar pontos com o meu amigo? Se for o caso espero realmente que ela seja legal como ele diz, se brincar com o meu amigo ela vai perder aquela cabeleira ruiva dela. Eu sei ser baixa quando preciso.

- Mas e vocês, estão aproveitando o baile?! – disse Jake olhando para nós três.

- Sim! – disse Alice. – Nós chegamos não tem muito tempo, mas aproveitamos já para conhecer a mesa do buffet.

- E o que acharam?

- Maravilhosa! – disse eu. – Os lanches são deliciosos, a bebida também...

- Eu nem tive a chance de comer direito, já que elas duas me arrastaram de lá para vir aqui saber a sua vida. – disse Brandon.

- Como se você não quisesse vir aqui! – disse eu e Alice, ao mesmo tempo.

Brandon e Jake riram, agora, bem mais alto que antes. Eu e Alice acabamos rindo também, a risada de Brandon é impagável, não tinha como ficar sem rir ouvindo ele.

- Mas e você Nicole? Onde está seu par? – disse Jake voltado ao assunto.

- Está conversando com o Simon... – disse para ele enquanto procurava ele na multidão.

Não demorou para que todos visualizássemos ele. Julian estava lá, com um copo de ponche na mão e com alguns caras do time ao seu redor, Simon ainda estava lá conversando e rindo, mas o que realmente me chamou atenção foi Verônica enfiada entre eles. Ela estava lá, conversando, rindo e tocando o ombro do meu namorado... O ciúmes veio com tudo. Eu queria pensar em um jeito de afastar ele dela.

- Não acredito que está tocando essa música! – disse Brandon ouvindo a nova música que começou durante meus devaneios.

- Vamos dançar! – disse Alice.

- Só se for já! – disse ele pegando a mão dela e indo para a pista, onde várias pessoas dançavam.

Meus amigos me deram uma ideia! Aproveitei que Jenny estava voltando e me despedi de Jake, voltando para o grupo que meu namorado estava.

- Estou feliz que voltou! – disse ele me dando um beijo nos lábios.

- Estava conversando com o pessoal! – disse para ele, ignorando todos ao nosso redor. – Mas agora eu quero dançar com você! O que acha?

- Eu vou adorar!

Peguei sua mão e fomos para a pista de dança. Eu não era a melhor dançarina do mundo, nem Julian, porém a gente estava se divertindo bastante, que era o que realmente importava. Dançamos que nem bobos e, quando a música lenta começou, dançamos juntos. Eu apenas passei meus braços ao redor de seu pescoço e segui o seus movimentos, era tão bom ficar assim como ele, só aproveitando seu calor, seu perfume.

- Estou muito feliz de estar aqui com você! – disse ele.

- Eu também, não queria estar nesse baile com mais ninguém!

- Eu também não! – disse ele antes de me roubar um beijo.

Ele começou como um simples roçar de lábios, mas, conforme seus lábios pediam passagem, eu cedia, deixando que a língua dele envolvesse a minha com seu toque ele e delicioso. Nosso beijos seguia o ritmo da música, lento, suave, doce... Era perfeito em todas as formas. Tudo com ele junto ficar melhor, mais perfeito.

Depois disso, eu e Julian passamos o resto do baile juntos, só nos dois. Comemos, conversamos, brincamos, dançamos, namoramos também. Eu nem via o tempo passar, a noite estava sendo ótima.

As músicas de repente pararam e um dos alunos da comissão de organização subiu no palco, eles iriam anunciar logo o rei e rainha do baile de inverno.

- O que acha de sairmos daqui?! – disse ele em meu ouvido.

- Agora? Na hora da entrega?

- Você quer ver? Porque eu queria te mostrar uma coisa antes da noite acabar! – disse ele.

Eu não queria ver, na verdade, estava pouco me importando para quem ganharia a coroa, quem faria o discurso. Isso era irrelevante, queria só aproveitar toda essa noite com ele.

- Estou mais interessada no que você tem para me mostrar!

Julian sorriu e pegou minha mão, andando sordidamente para fora do ginásio e depois correndo pelos corredores da escola.

- Aonde estamos indo?! – perguntei seguindo ele rapidamente.

- É uma surpresa. Espero que goste!

Eu sorri e segui ele, demorei um pouco para perceber que aonde ele estava me levando era para o telhado da escola. Fiquei pensando no caminho o que tinha de tão interessante para me mostrar, mas na hora que chegamos, eu entendi perfeitamente.

- Nossa... – disse chocada com a visão que estava vendo.

A noite, no telhado da escola poderia ser ter uma visão linda da cidade. Os prédios acessos de longe... Era algo lindo, que enchia os olhos, mas não mais que as estrelas brilhando no céu, que estava complemente repleto delas, e a lua, que estava tão cheia e grande que parecia ter sido desenhada por um artista.

- Sei que não é grande coisa, mas eu achei que você gostaria de ver...

- Eu adorei! É tão lindo! – disse ainda admirando cada um desses detalhes, pareciam aquelas cenas de filme, ou de cartão postal, daria uma foto linda se eu tivesse uma câmera capaz de registrar aquele brilho tão lindo que estava vendo.

- Não é?! Era isso que eu queria te mostrar! Só temos esse tipo de visão aqui a noite, e para mim é...

- Uma das visões mais lindas que já tive! – disse para ele.

- Sim! – falou ele sorrindo para mim.

Julian me abraçou por trás e apontou para a lua.

- Está vendo como ela está grande... Está quase do tamanho da sua mão aqui...

- Ela parece tão perto... Nunca vi uma lua tão bonita... Como descobriu isso?

- Eu vim uma vez com o Lucas, acabamos descobrindo por acaso...

- É um ótimo acaso para se encontrar! – disse sorrindo e me recostando contra seu peito.

- Sim! Acho que as melhores coisas a gente encontra quando e onde não se está procurando, como você! Veio quando eu menos esperava e eu não quero que vá embora nunca.

Eu me virei para ele feliz, realmente ele tinha sido um acaso na minha vida, mas um dos melhores dele.

Diante daquela lua brilhante, eu beijei meu namorado, sentindo toda aquela magia da noite. Eu apertava seu corpo contra mim, sentindo nossos lábios se envolvendo. Nossas línguas se tocavam de forma delicada, mas também intensa, fazendo uma dança sincronizada que é simplesmente maravilhosa. Meu ar acabava, mas isso eu não ligava, eu me sentia viva da mesma forma. Como só ele fazia eu me sentir.

Ficamos mais um tempo lá, apenas nos beijando e admirando a paisagem, curtindo a companhia, o calor do corpo um do outro, eu fiquei feliz que não nevou, isso estragaria a visão linda do céu que estávamos tendo.

Quando começou a esfriar, nos saímos do telhado, feliz com a nossa escapada.

- Eu nunca achei tão bom fugir de um baile! – disse para ele, segurando sua mão.

- Não é?! Quando quiser podemos voltar, podemos fazer de lá nosso refúgio romântico.

- Refúgio romântico? Eu gosto disso!

- Eu também! Ainda mais se eu puder te beijar até cansar!

Julian me puxou de novo para seus braços, me roubando um beijo rápido.

Como uma brincadeira, eu começo a correr dele, como se quisesse fugir de seus braços. Como se em algum momento eu não fosse querer não estar neles.

Ele me alcançou e me roubou mais um beijo e eu corri mais. Só que uma visão surpreendente me fez parar. Eu podia suspeitar, mas não imaginava me dar de cara com aquilo. Segundos depois que eu parei Julian me alcançou de novo, ficando tão surpreso como eu:

- Aquele não é o Jake?

Sim! Era o Jake! Ele estava lá, em um canto escuro do corredor trocando beijos quentes com Jenny! Por essa eu não esperava!


Notas Finais


O que acharam?
Gostaram?
Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...