1. Spirit Fanfics >
  2. Is It Love Colin - Romance Egoísta >
  3. Hot!!

História Is It Love Colin - Romance Egoísta - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Agora sim, demorou mesmo mas é porque eu fiquei com medo de que ficasse ruim, então analisei cada detalhe.

Boa leitura🌻

Capítulo 9 - Hot!!


Fanfic / Fanfiction Is It Love Colin - Romance Egoísta - Capítulo 9 - Hot!!

- O que...? O que você quer dizer com isso? – Falo ofegante, e ele não para de me beijar não!!

- Shh! – Ele cala a minha boca com um beijo. Agora eu não penso em mais nada, nada, nada e nada! Só penso nos meus hormônios e nas borboletas voando na minha barriga.

- Tem certeza que vamos fazer isso no meio do bar? – Ergo uma sobrancelha e olho em volta, emquanro ele desce para espalhar beijos pelo meu pescoço, vejo que tem alguns urubus nos olhando.

- Não, tenho um lugar melhor em mente! – Ele se afasta e me puxa para o lado de fora, a rua está vazia e o frio me faz arrepiar. O Colin me leva até uma parte isolada da área do bar, onde está uma van. Ele pega um molho de chaves do seu bolso e a destranca.

- Hm? Uma van! – Aceno positivamente com um olhar malicioso. Ele devolve o mesmo olhar sorrindo e puxa meu pulso com um pouco de força para dentro da van, ele me arrasta para um colchão na parte de trás da van, macio o suficiente para um bom sexo! Daí já começo à tirar meu tênis e coloco minha bolsa num dos bancos.

- Gatinha... você e o Matt... Por acaso já tiveram algum outro relacionamento? – Ele diz, enquanto tira a minha blusa de frio com delicadeza. "Gatinha" saindo da boca dele fica tão erótico.

- Por que?

- Somente eu faço as perguntas... E você só tem direito de responder! – Engulo seco e molho os lábios. Esse é o Colin? O Colin que eu conheço? Não, não é!

- Nós... sempre fomos... bons amigos! – Respondo, com dificuldade por causa do prazer que é sentir a mão dele deslizar pela minha coxa. Eu tô meio que com medo, porque eu não transo há um bom tempo e o Colin é um cara profissional no assunto, eu sou uma idiota carente aos pés dele, mas deixo levar, até porquê eu o quero para mim, quero sentí-lo e esse é o momento.

- Bons amigos? – Fala, subindo meu vestido e passando a mão por perto da minha virilha, me fazendo extremesser. E se eu o provocasse? O que ele faria, afinal?

- Eu e o Matt sempre mantivemos uma amizade normal, ele adora me provocar usando o seu corpo e sua bela aparência, só isso! – Ele faz pequenos círculos por perto da minha virilha. Ah, sim, ele faria isso! Que castigo severo...

- Ele te atrai? – Ele olha para mim, seu olhar gelado me faz ser 100% honesta.

- N-não! Talvez só um pouco. – Respondo. Seu sorriso se esconde enquanto ele retira o meu vestido.

- E o Adam? – Ele seca todo o meu corpo, apenas de calcinha e sutiã com os olhos brilhando.

- O Adam? Ele é legal, um bom amigo! – Falo com a voz trêmula.

- Bom amigo? – Ele ergue uma sobrancelha e sorri gozadoramente para mim, enquanto alisa minhas coxas.

- Claro! – Espera... Eu tô dando mole para o Colin? Sério mesmo? AMÉLIA VOCÊ NÃO É ASSIM, MOSTRA PRA ELE COMO SE JOGA!

- Então você considera os dois só como amigos? – Pergunta, tirando sua blusa, deixando seu peitoral definido à mostra. Fixo meu olhar no seu peitoral e solto um suspiro. Já estou ficando sem paciência.

- Ok, você quer jogar desse jeito? Então vamos jogar assim! – Me levanto e vou de encontro à sua boca.

- O que você pensa que está fazendo? Eu comando e você obedece! – Diz firme. Ele prende meus pulsos contra o colchão e me olha nos olhos. Seus olhos acompanham o movimento que meu peito faz, inspirar e expirar.

- Eu também sei jogar! – O encaro com malícia.

- Sshhh... Se você continuar sendo perversa assim eu vou acabar lhe punindo! – Suas mãos vão para o meu sutiã, ele o tira e analisa meus seios. Se ele continuar olhando para os meus seios desse jeito eu vou acabar derretendo.

- Anda logo com isso! – Falo, impacientemente irritada. O Colin ri e acaricia meu seio direito, com tanta delicadeza que acabo soltando um pequeno gemido baixo. Meu gemido o incentiva à apertar meu seio com mais força, eu suspiro.

- Porra, gatinha, com esse corpo fica difícil de se controlar! – Ele diz e abocanha meu seio esquerdo, enquanto sua mão dá a devida atenção para o meu seio direito.

- Ah! – Gemo baixo. Ele para e desliza sua língua até a minha barriga, mordiscando ela de leve e depois tira minha calcinha. Ele observa minha intimidade como se fosse o seu melhor sabor de sorvete. Ele leva seus dois dedos para o meu clitóris e os massageia com delicadeza, bem de vagar.

- Hoje você é minha! – Ele me penetra com dois dedos, quando menos percebo são três. Eu aperto os olhos e gemo com prazer e, dor? Isso o inspira à continuar. Ele para com os dedos e sua boca vai em direção ao meu clitóris, ele mordisca, chupa e lambe, de um jeito tão gostoso que creio que só ele sabe fazer.

- Colin... – Tento avisar que vou chegar ao meu limite, mas fico com dificuldade de falar, é melhor gemer né?! Gozo na sua boca e ele engole. Agora vamos ver como EU me saio...

Eu o ajudo à tirar sua cueca box da Calvin Klein. Hmm! Sua ereção inchada me assusta. Caralho, isso nunca vai caber em mim!! Muito menos na minha boca!!!

- Relaxa! – Ele põem meu cabelo atrás da orelha. Essa ação dele me inspira à pelo menos tentar...

Abocanho seu pau e o que não cabe na minha boca eu uso a mão. O Colin puxa meu cabelo, afim de que eu não pare.

- Isso mesmo, gatinha... Ahh! – Sinto o líquido pré gozo do pau dele na minha boca. – Amélia, para! – Ele diz, mas eu ignoro e continuo à me mover. Um tempinho depois ele goza e além de engolir, eu ainda passo a língua nos lábios. O Colin sorri, pega uma camisinha na sua carteira, abre e situa em seu pau, ele me coloca em seu colo, começo à rebolar em cima dele, fazendo movimentos de vai e vem. Depois de meses sem sexo, sim, doeu pra enfiar esse pau enorme na minha buceta, que droga!

- Ahn! – Eu puxo seus cabelos, arranho suas costas e ele segura meus quadris, ajudando à me movimentar. Ele solta um suspiro e joga sua cabeça para trás. Ficamos assim por um tempo e eu acabo nem percebo quando nós dois gozamos juntos, ele solta um pequeno "Ah" enquanto se deita no colchão. Eu fico em silêncio, sem saber o que fazer, daí bate aquele constrangimento pós sexo, fico com vergonha, pego minhas roupas espalhadas pela van, visto-as e calço meu tênis.

- Você tá indo aonde? – Ele pergunta, deitado.

- Para casa! – Acabo de me tocar do erro gravíssimo que eu acabei de cometer... pode ser que eu esteja exagerando também... ou não, eu transei com o Colin, e dessa vez não foi a minha imaginação fértil, eu não sei se isso é bom ou ruim, bom porque é ótimo transar, principalmente com ele, talvez ruim porque isso poderia alimentar meus sentimentos e expectativas. Não tô afim de me machucar...

- Então você é desse tipo de garota? Que transa e vai embora? – Ele sorri. Suas palavras me fazem ficar nervosa.

- Quer que eu faça o que?? Te dê um beijinho na testa e dizer que te amo???!! – Aumento o tom de voz. O Colin se irrita e franze a testa, mas não diz nada. Assim que eu me troco, pego minha bolsa e corro para o bar, procuro o Matt e o vejo no balcão, conversando com uma garota.

- Matt!

- Só um minuto! – Ele diz para a garota e se levanta, me levando para um lugar afastado. – Sim?

- Pode me levar para casa? Se eu não me engano, você é único com sã mentalidade agora! – Falo.

- Eu? Talvez não! – Ele aproxima sua boca do meu rosto e eu sinto o cheiro de álcool.

- Ah, então deixa pra lá, eu vou sozinha!

- Quer que eu chame o Adam para ir com você? Ou o Colin? – Ele sorri malicioso.

- Não!! Eu vou sozinha, tchau!

- É perigoso, Amélia. Espera, eu vou com você, vou só pegar minha carteira! – Ele sai andando sem esperar minha resposta. O Matt que me desculpe, mas eu não quero e não posso ficar aqui por mais um minuto. Saio apressadamente do bar e vou andando, rumo à minha casa.

Me assusto quando sinto um pingo cair no meu braço. Aí, que merda!! Visto minha blusa de frio e ando mais de pressa, infelizmente a chuva me pega e me molha todinha.








Notas Finais


Se alguma coisa ficou meio bobo aí me perdoem, eu estou com muito sono!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...