1. Spirit Fanfics >
  2. Is It Love? Daryl - Minha Nervosinha >
  3. Momentos (Leiam as notas finais)

História Is It Love? Daryl - Minha Nervosinha - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, minhas amoras lindas!💖
As datas das postagens mudaram, não serão mais um capítulo a cada dois dias. Agora serão somente as terças. Tô postando hoje porque amanhã não terei tempo.
Bjos💋 e aproveitem 💖

Capítulo 10 - Momentos (Leiam as notas finais)



P.O.V Daryl

Depois que sai da casa da Bella, peguei um táxi e vim para minha. Deixei o Athos cima da minha cama dormindo e fui tomar banho. Saí e o meu pequenino ainda estava em sono profundo, tentei não fazer barulho e fui para cozinha tomar café da manhã. Por sorte a Anna já tinha chegado. Anna é minha governanta, um amor de pessoa e com o coração enorme. As vezes ela fica "fula".(autora: eu gosto dessa palavra pra definir que as pessoas estão putas de raiva, uso sempre, e vou usar aqui também se acostumem kkk) Ela sabe sobre meu envolvimento com coisas ilegais, mas não toca no assunto, quer dizer, as vezes. Minha querida governanta detesta quando eu trago mulheres para cá, de acordo com ela, os meus casos de uma noite são putinhas oferecidas querendo nada além do meu dinheiro. Minha felicidade diária é essa mulher.

Daryl- bom dia, Anna!- digo dando um beijo em sua bochecha.

Anna- bom dia, Dary- odeio esse apelido, e ela sabe.

Daryl- poderia arrumar outro? Detesto esse!

Anna- não... Eu gosto desse- diz dando um sorriso.

A ignoro e tomo meu café da manhã. Até que me lembro de algo importante, o Athos.

Daryl- Anna, você sabe onde tem um pet shop aqui perto?- a mesma se vira com o cenho franzido.

Anna- você está querendo comprar ou adotar um animal?

Daryl- na verdade eu já tenho- digo com um sorriso.

Anna- como assim, Daryl?- ela me olha sem entender.

Daryl- espera aqui, já volto!- digo me levantando e indo até meu quarto.

Ao chegar vejo o Athos procurando uma maneira de descer da minha cama, sorrio vendo aquele animalzinho tão pequenininho numa cama tão gigante. Pego ele em minhas mãos, o coloco contra meu peito e desço as escadas o acariciando. Chego na cozinha e a Anna está de costas para mim.

Daryl- Anna!- ela se vira e vê o pequeno- esse é o Athos, Athos essa é Anna.

Anna- que coisinha mais fofa Daryl!- ela vem até nós e acaricia o pescoçinho do Athos.

Daryl- encontrei ele mais cedo com... Uma amiga- digo e coloco o Athos no chão. Mas não tiro meus olhos dele, não quero perder ele nessa casa tão grande.

Anna- e quem é essa sua amiga?

Daryl- ela se chama Bella.

Anna- Bella... Bella... ah, já ouvi falar- olho intrigado para ela.

Daryl- como assim?

Anna- o Matt, já me falou muito dela- olho novamente para o Athos que se enfiou em baixo da mesa- falou tanto que eu pensei que ele sentisse algo além de amizade por ela- dessa vez viro o pescoço tão rápido que sinto a dor- mas depois que a Melissa chegou na vida dele pude perceber que ele só sentia carinho e afeto por essa Bella. Digamos que ele me disse que a considera como uma irmã- ela ri- acho fofo ele a considerar assim- ela volta para o fogão e fala novamente- o que quer para o almoço?

Daryl- você decide! Vou com o Athos no pet shop. Tenho que comprar algumas coisas já que vamos ter a visita dele bastante tempo- digo procurando o Athos pela cozinha.

Anna- ele não vai ficar com você?

Daryl- sim, bom... Eu e a Bella decidimos cuidar dele juntos. E como ela trabalha até tarde teremos bastante tempo com esse pequeno... Onde ele está?- digo o procurando.

Anna- não é aquele pequenino ali que está procurando?- diz apontando para o Athos que está correndo para a sala de estar.

Daryl- ei sapequinha volte aqui- digo indo correndo até ele. Escuto a Anna rindo atrás de mim mas não dou importância. Sigo até a sala e pego ele- vamos comprar mais coisinhas para você?- ele lambe meu rosto e eu sorrio, acho que isso é um sim- vou te mimar muito, se prepare.

Pego a chave da minha Lamborghini e o guia dele. Vou até a garagem e abro a porta da minha Lambo, coloco o Athos no outro banco e no mesmo instante ele se deita.

Daryl- que folgado você é!- e aqui estou eu, falando com um cachorro. Dane-se se ele não pode me responder.

Procuro no GPS um pet shop mais próximo e ligo a Lamborghini, dirijo com cuidado por causa do Athos. Chegamos ao pet shop e procuro uma vaga para estacionar, desligo o carro e coloco o guia do Athos, saio do carro com ele e entro no pet shop, compro as mesmas coisas que eu e a Bella escolhemos para ele mais cedo, só que, quando eu estava prestes a pagar meus olhos batem em casinha de transporte. Decido levá-la, assim é mais seguro. Quando volto para casa já é hora do almoço.

Anna- por um momento achei fosse almoçar fora.

Daryl- desculpe a demora- coloco a ração e água  do Athos e lavo as mãos- almoça comigo?

Anna- claro!- ajudo ela a colocar a mesa e nos dois almoçamos juntos.

Daryl- hmmm, isso aqui está ótimo. Nunca vou me cansar da sua comida!- ela ri.

Anna- obrigada pelo elogio querido!- volto a comer mas ela fala novamente- Daryl, você não pensa em sossegar?

Daryl- como assim?- pergunto sem entender.

Anna- estou falando em dar uma acalmada, esquecer essa vida de putinho e achar alguém especial, esquecer essas mulheres aproveitadoras- quase em engasgo com seu comentário.

Daryl- gosto da minha vida de "putinho"- coloco ênfase na palavra- Mas não seria uma má idéia encontar alguém pra me acalmar- sorrio- só que... O problema é...

Anna- sua outra vida perigosa...

Daryl- sim! Isso, não posso colocar alguém que amo nisso, você sabe o que aconteceu...

Anna- ah, querido me desculpe- ela se levanta e me abraça- não queria chegar nesse assunto, me desculpe- retribuo o seu abraço, ele sempre é bem vindo.

 Daryl- tudo bem, eu vou subir com o Athos.

Anna- mas você não terminou de almoçar.

Daryl- perdi a fome- ela me olha com os olhos cheios de lágrimas- vem aqui- a abraço novamente- está tudo bem...

Anna- Desculpe, não queria tocar nesse assunto, eu sei o quanto isso ainda é sensível para você- fala entre lágrimas.

Daryl- não se preocupe... Isso acontece. Está tudo bem.

Ela se afasta e limpa as suas lágrimas. Tento dar um sorriso convincente para tranquiliza-la. Essa parte do meu passado eu prefiro não lembrar, é muito doloroso para mim. Dou um beijo em sua testa, pego a Athos e vou para o meu quarto. Me deito na cama e coloco o Athos na sua caminha, olho para ele e o mesmo está se deitando para dormir, que coisinha mais preguiçosa e mais fofa, o observo até ele pegar no sono.

Penso em tudo que aconteceu a anos atrás e o quanto eu fui estúpido, como eu pude fazer isso com ela? Como pude ser tão descuidado?

Coloco minhas mãos em meu rosto e tento afastar essas lembranças dolorosas.

As horas passam e meus pensamentos me levam para aquele rosto lindo e eu simplesmente não consigo evitar.

Daryl- Bella, o que você comigo...

Anna- falando sozinho?- me assusto quando ouço sua voz. A quanto tempo ela está ali?

Daryl- estava pensando alto, só isso- digo me sentando na cama.

Anna- o Joe veio ver você. Ele está lá embaixo te esperando.

Daryl- diga para ele subir, não quero sair daqui- digo me deitando novamente.

Anna- ok, quer que eu traga um lanche para vocês?- olho intrigado para ela.

Daryl- que horas são?

Anna- são cinco tá tarde- caramba!

Daryl- tá, ok, pode trazer.

Anna- ok, vou trazer algo para o Athos também. O coitado parece estar com fome.

Daryl- merda! Eu esqueci dele...-me levanto e sento no chão perto dele- Desculpe amiguinho, isso não vai acontecer novamente.

Anna- é tão fofo essa cena!- ela sorri- volto daqui a pouco- eu concordo com a cabeça e ela vai.

Pego os brinquedos do Athos e começo a brincar de cabo de guerra com ele, o pequeno e forte, tenho que admitir.

???- se um dia me dissessem que veria essa cena, eu não teria acreditado!- viro e vejo o Joe parado no batente da porta com um sorriso irônico.

Daryl- por quê?- pergunto com uma sombrancelha arqueada.

Joe- você tá mole igual gelatina!- ele ri.

Daryl- não enche!- Athos vai até o Joe e começa a cheira-lo.

Joe- e quem é esse aqui- se abaixa e faz carinho no meu pequeno.

Daryl- Esse é o Athos.

Joe- desde quando você o tem?- pergunta me olhando.

Daryl- desde hoje de manhã!

Joe- você o adotou ou comprou?

Daryl- nenhuma das opções, eu o encontrei no central park com uma amiga.

Joe- e quem seria sua amiga?

Daryl- falta mais o que para o cadastro dele?- Joe sorri e não faz mais pergunta- o nome dela é Bella. Só responderei essa pergunta.

Joe- ok, mas e aí? Ela conseguiu conquistar seu coração?

Daryl- o que? Não fale besteira Joe!

Joe- não tente mentir! Deu para ver como seus olhos brilhavam só ao pronunciar o nome dela- diz com um sorriso de canto nos lábios.

Anna- ainda bem que não foi só eu que percebi!- ela entra com o nosso lanche e o petisco do Athos.

Joe- deixa eu ajudar você- ele que estava mais perto pegou a bandeja cheia sanduíches e dois copos de suco de laranja.

Anna- obrigada querido.

Joe- não precisa me agradecer!- ele coloca a bandeja em cima do meu criado mudo.

Anna- acho que vou levar o Athos lá pra baixo. É melhor que vocês ficam sozinhos.

Daryl- mas traga-o de volta!- ela sorri e pega o Athos.

Anna- não se preocupe, vou trazê-lo de volta para você... Papai grudento!- ela sai do quarto aos risos e Joe ri também.

Joe- você ficou tão apegado assim?- pergunta ainda rindo.

Daryl- isso não é da sua conta, é?- pergunto franzindo o cenho.

Joe- ui! Ele ficou esquentadinho! Cuidado, ele pode matar alguém!...- não me contenho e rio.

Daryl- você é um idiota, sabia?

Joe- aí! Você me ofendeu...

Daryl- dramático!

Nós comemos o lanche que a Anna preparou para nós e me lembro que o Joe não disse o que veio fazer aqui.

Daryl- esqueci de perguntar, o que você quer?- ele me olha com a sombrancelha arqueada.

Joe- não sei, talvez uma festa... Amanhã... Aqui... Na sua casa... Eu como cantor... Preparativos...?

Daryl- Caramba! Eu esqueci completamente!

Joe- cara, você está nas nuvens.

E essa nuvem se chama Bella, eu só tenho pensado nela, e sem pausa para descanso.

Passamos o resto da tarde conversando sobre o preparativo da minha festa. Nem percebo que horas são até meu celular tocar, atendo sem vem que é o remetente. Mas assim que escuto sua voz meu coração da um salto e vai a cem milhas por hora.

Ligação on

Bella- onde você está?

Daryl- em casa, por que?

Bella- era para você ter trazido o Athos a meia hora atrás!

Olho o relógio e vejo que já são nove da noite.

Daryl- Desculpe Bella, fiquei imerso em um assunto.

Bella- ok, só traz ele, ta legal?

Daryl- hmmm, não sei, acho que vou ficar com ele até amanhã. Até querida.

Ligação off

Encerro a ligação sem esperar por uma resposta, rio pois sei que ela vai querer me matar. Não deu para evitar, foi mais forte que eu.

Joe- o que é tão engraçado?

Daryl- eu brincando com a morte!- respondo rindo- vou ter que ir, resolvemos o resto quando eu voltar.

Joe- Ok, volte vivo!

Daryl- não lhe garanto nada!

Desço as escadas e procuro por Anna, a encontro brincando com o Athos na sala de estar.

Daryl- Desculpe atrapalhar o momento, mas vou ter levar esse pequenino.

Anna- já? Estava me divertindo com ele...

Daryl- amanhã ele volta... Se a Bella não me matar!

Anna- o que você fez?- pergunta curiosa.

Daryl- digamos que eu tenha a provocado. Se eu voltar para casa sem nenhum machucado eu sou um homem muito sortudo!

Anna- que?

Daryl- explico para você uma outra hora- pego o Athos e o coloco em sua casa de transporte- o Joe vai ficar para jantar.

Anna- Ok, quando você voltar o jantar já estará pronto- aceno com a cabeça e vou para fora.

Caminho até a Lamborghini e ligo o carro, deixo o Athos no banco e dirijo até a casa da Bella, vou desviando dos carros que estão em meu caminho e acelero ainda mais, sentir a adrenalina é tudo que eu amo. Dou uma olhada no meu pequeno para ver se está tudo bem, e ele está deitado parecendo um anjinho. Em poucos minutos chego no prédio da Bella, saio do carro com o Athos e tranco o carro, várias pessoas pararam para admirar. Eu sei, é lindo!

Aproveito que tinha alguém saindo do prédio e entro sem avisar. Subo até seu andar e paro em frente ao seu apartamento. Bato na porta e espero mas nada de ela abrir a porta, estou prestes a bater de novo quando ouço a fechadura, a porta se abre revelando uma Bella furiosa.

Daryl- Oi nervosinha!

Bella- Vou matar você!!!








Continua...


Notas Finais


Lembram que eu pedi ajuda para vocês sobre qual Fanfic escrever? Psr, Chegamos ao Ryan!! Vou deixar o link aqui para quem quiser acompanhar. Tchau tchau e até próxima terça😘💖

Is It Love? Ryan - De Repente Amor
https://www.spiritfanfiction.com/historia/is-it-love-ryan--de-repente-amor-19716445


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...