História Is it Love- Drogo - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 38
Palavras 1.049
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - Conhecidencia?


Fanfic / Fanfiction Is it Love- Drogo - Capítulo 16 - Conhecidencia?

Passei a mão no meu pescoço em uma tentativa falhada de sentir algo drogo sorriu e me deu o telefone dele , coloquei na câmera e vi o chupão,  mais que filho da puta ! Jack Ele sabia e não falou nada de propósito 


Hayley:  desgraçado 


Mormurei baixo ,mais Drogo com a merda da sua audição de vampiro escutou 

Drogo: se fosse comigo eu deixaria ,mais seria la embaixo 


Rolei os olhos 


Hayley:  você não disse isso


Drogo: disse , e diria denovo 


Rolei os olhos e terminei de comer , lavei o prato e quardei,  voltei  pra sala pronta pra discutir o assunto sobre Sebastian,  me sentei e encarei cada um na sala 


Hayley:  temos que falar sobre algo 


Drogo: sobre o que seu novo romance 


Lorie: como assim?


Peter: romance? 


Hayley: não é sobre isso, e Drogo cala a boca,  a gente tem que falr de uma coisa mais importante 


Drogo bufou e eu só queria saber qual era a porra do problema dele 


Nicolae: prociga Hayley


Hayley:  vocês conhecem Sebastian Jones 


Todos me olharam com uma de : mais e claro sua idiota cruzei minhas pernas e todos até mesmo Lorie deram uma olhada descarada pras minhas pernas 


Hayley:  eu ia deixar ser surpresa , quando ele chegasse aqui e matasse todo mundo menos eu porque não ia ficar aqui nem um segundo


Drogo: malandra 


Hayely: sobrevivente 


Corrigi ele 


Nicolae:  tá dizendo que ele tá vindo pra cidade?


Hayley: não meu querido...ele esta aqui 


Fiz aquela pausa dramática de filme e deu super certo porque Lorie fechou a cara e abaixou a cabeça,  e os outros trancaram os dentes 


Peter: como sabe disso ?


Hayley:  a Alaric me contou a alguns dias que ele viria pra cidade , falou sobre a história dele e blá blá blá 


Peter; não isso..como sabe  que ele está aqui?


Hayley:  essa é a parte intesante ele simplesmente me abordou na rua fez um monte de pergunta mais não disse o nome dele eu até desconfiei , quando virei as costas pra ele pra ir embora,  ele tentou me atacar, ou melhor me matar mais Jack chegou na hora certa e me ajudou 


Drogo: Jack? 


Hayley: sim ele me salvou hoje 


Nicolae: por isso demorou?  E o que houve com o Jack? 


Hayley:  Ele se machucou mais já ta curado 

Drogo: podia ter morido! 


Hayley:  qual e o seu  problema ?


Drogo: o meu problema e que eu não gosto dele e odeio a raça maldita dele


Drogo esbravejou 


Hayley:  A RAÇA MALDITA DELE E A MESMA QUE A MINHA SEU IDIOTA , EU SOU IGUAL A ELE 

Drogo: NÃO VOCÊ NÃO É NINGUÉM TA TÁ TE SEGURANDI PORTA!! ENTÃO SE QUISER ENTRAR NA MERDA MESA DA ALCATÉIA ENTRA 


Hayley:  você é um idiota isso e o que você , minha vontade e MATAR você 


Drogo e eu estamos em pé nos encarando como ele podia ser tão idiota o tempo todo eu tava tentando ajudar esse filho da puta contando oque tava acontecendo e ele vem com isso 


Drogo: então mata porra 


Hayley:  se eu soubesse como não exitaria em arrancar sua cabeça com os meus dentes 


Drogo: não é minha culpa se você ta extesada porque tá sendo mal comida pelo Jack 


Aquilo foi a gota d'água pra eu dar um tapa estrelado na cara do Drogo,  ele me olhava com fúria seus olhos , sua face já não era a mesma , suas presas estavam a mostras todas a s veias do seu rosto saltadas ele estava com o rosto do mostro que realmente era , todos da sala nos olhavam de boca aberta com tudo o que acontecia. Drogo segurava minha mão com força,  meu sangue fervia , ele começou a torcer meu braço me fazendo ficar de costas pra ele , sei deu um chute na sua perna fazendo ele cabanlear pra trás 

Hayley: você não tem o direito de falar isso 

Drogo: estou mentindo? 

Dei um chute na cara dele fazendo o mesmo jogar a cabeça pra trás e colocar a mão no nariz,  ele fez seu rosto volta e ao normal é apenas me encarou , e me dando uma rasteira , cai ni chão e Drogo ficou por cima de mim segurando meus punhos 


Drogo: não vou te bater 


Ri com ironia 


Hayely: tarde de mais


Joguei Drogo do outro lado da sala fazendo ele cair e bater as costas no chão,  me levantei e fiquei de pé,  eu queria mata-lo , um ódio crescia dentro de mim, senti uma mão segurando a minha e parei ,me virei e vi Peter negando com a cabeça ele sabia que aquilo não valeria a pena, todos me olhavam como se eu tivesse perdido algo importante enquanto brigava com Drogo,  ele se levantou do chão 


Nicolae: ja deu do teatro de vocês 


Hayley: não foi teatro 


Tá talvez tenho sifo um pouco, meu Deus eu sou muito bipolar eu ja to quase e rindo , mais ainda to com ofio de todos eles 


Lorie: temos que falar algo pra você hayley


Cruzei od braços e vi o olhar do Drogo no meu decote 


Hayley: quer levar outra surra?


Ele apenas levantou as mãos em rendição é olhou pra outro lugar 


Nicolae: Sebastian fazia parte da alcateia do Jack,  e o lobo que fingiu estar apaixonado pela Lorie e tentou nos matar foi ele 


Olhei pra Lorie,  e vi que ela parecia com raiva,  melhor com ódio


Hayley: : disso eu não sabia ,mais não importa mesmo,  vou imbira dessa cidade antes de Sebastian aparecer aqui 


Nicolae: tem mais uma coisa 


Bufei e andei em direção às escadas 


Nicolae: o nome dele é Sebastian Jones...Marshall 


Meu corpo paralizou,  eu estava no pe da escada e tudo a minha volta parecia ter parado , só podia ser conhecidencia ,mais não era possível, ele é um lobisomem crescente e eu também,  ele tem o sobre nome Marshall e eu também, me apoiei na escada sentindo meu corpo ficar mais pessoas 


Hayley: isso não significa nada , eu não tenho o sangue dele 


Negação , era a palavra que descrevia o estado que eu estava 


Drogo:  seria conhecidencia? 


Hayley:  não acredito em conhecidencia 


Naquele momento assumi a mim mesma e a todos naquela sala , Sebastian tinha o meu sangue e eu so tinha que descobrir seria ele meu pai?













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...