1. Spirit Fanfics >
  2. Is It Love? Gabriel Simons >
  3. Capítulo 30

História Is It Love? Gabriel Simons - Capítulo 31


Escrita por:


Capítulo 31 - Capítulo 30


Pov. Daryl

Não posso acreditar que já quase amanheceu e Anna ainda não deu sinal de vida. Fui muito claro quando disse para aquele imbecil para não trazê-la muito tarde. Não consegui dormir porque fiquei esperando quw ela chegasse bem em casa, mas o que eu penso ou o que eu digo não vale nada para ela.

Lisa: "Não sei porque você ainda esta esperando por ela, é óbvio que ela passou a noite com ele."

Lisa desce as escadas usando apenas a minha camisa, depois que Anna saiu, nós dois conversamos a respeito sobre nossa relação.

Flashback on:

Daryl: "Me dei conta muito tarde que estou apaixonado por você." - digo com vergonha.

Eu sempre fui um homem frio e sério em  relação ao amor, é difícil expressá-lo agora.

Lisa: "Daryl você brincou com os meus sentimentos, você me tratou como se eu fosse uma de suas putas de uma noite." - ela me olha com dor.

Me aproximo dela e seguro as suas mãos entre as minhas, um simples toque seu consegue me relaxar e acender meu corpo em chamas.

Daryl: "Dá-me a oportunidade de mostrar que quero algo sério com você." - sussurro sobre seus lábios.

Uma lágrima escorre por sua bochecha enquanto olha para os meus lábios, sei que não será fácil conquistar seu coração e fazer com que ela me perdoe por tudo que fiz, mas não me darei por vencido facilmente.

Lisa: "Esta bem." - ela suspira. - "Mas será a única chance que te darei, se você chegar a falhar comigo, você irá se afastar de mim para sempre."

Daryl: "Não irei te decepcionar, meu anjo."

Flashback off:

Ela parece tão encantadora usando somente a minha camisa, seu cabelo loiro esta de lado lhe dando um toque de sensualidade a sua imagem. Seus olhos azuis da cor do céu, olham detalhadamente para a tatuagem em meu peito enquanto delinea com o seu dedo cada linha.

A porta da casa se abre e por ela entra uma Anna na pontinha dos pés para evitar de fazer barulho.

Daryl: "Isso é hora de chegar?"

Seu corpo dá um pulo de susto e deixa os seus sapatos cair no chão, seu batom esta borrado por toda a sua boca, em seu pescoço tem algumas marcas vermelhas e seu vestido esta do lado avesso.

Anna: "Olá." - ela sorri como se não tivesse acontecido nada. - "Mas que lindos vocês estão juntos, Lisa devemos conversar sobre o que esta acontecendo aqui."

Ela diz caminhando até as escadas evitando me olhar, mas se ela acha que vai se safar disso esta muito enganada.

Daryl: "Anna fique, quero conversar com você." - falo sério.

Lisa: "Irei tomar banho para ir pro trabalho."

Ela deixa um beijo no canto dos meus lábios e depois de lançar um olhar para Anna, ela desaparece de nossas vistas nos deixando sozinhos. Suspiro um pouco para não tentar não explodir e acabar arruinando a pouca aproximação que tivemos.

Daryl: "Sei que você já não é mais uma menina, Anna e que não tenho o direito de opinar nada sobre sua vida, devido ao fato de ter perdido os momentos mais importantes de sua vida, os quais eu deveria estar mas tão pouco você pode chegar a hora que lhe der vontade, pode acontecer algo com você por minha culpa e eu jamais iria me perdoar por isso."

Anna: "Eu sei que você se preocupa, eu te entendo, eu estive com a vovó cada vez que você e Matt saiam à noite sem dizer aonde iam mas se algo acontecer comigo será por imprudência minha, além do mais eu estava segura, passei a noite no apartamento de...Gabriel." - ela diz o nome dele em um fraco sussurro.

Espero que esse filho da pura esteja se cuidando, porque não quero ser tio tão cedo...

Daryl: "Você pensa que eu te afasto é porque não te amo, mas você esta equivocada Anna, eu te amo e é por isso que te afasto de mim, porque comigo você corre muito perigo, você e Lisa correm perigo, mas agora estou me arriscando porque espero que o problema que tenho acabe logo." - digo em um tom sério.

Anna: "No que você esta metido?" - ela me olha curiosa.

Daryl: "Com o tempo eu te direi Anna, só te peço que tenha cuidado porque essa tentativa de assalto que você teve foi por minha culpa, te fizeram mal para me afetar." - abaixo o olhar.

Nesse dia tive medo de perdê-la, acreditei que jamais iria voltar a ver esse lindo sorriso que a caracteriza.

Anna: "Eu também te amo, Daryl."

Ela me pega de surpresa quando seus braços rodeiam o meu corpo com força como se jamais quisesse se separar de mim.

Daryl: "Naquele dia quando falei sobre o internato foi para que você não corresse perigo." - eu a abraço com força.

Anna: "Vamos deixar tudo isso pra trás por favor, mas dessa vez seja parte da minha vida e não me afaste, por favor." - ela diz com tristeza.

Daryl: "Só se você me prometer que irá se cuidar quando estiver com aquele ancião." - digo em tom de brincadeira.

Ela se afasta de mim batendo em meu braço sem usar a força.

Anna: "Vocês são quase da mesma idade, seu idiota." - ela ri. - "Mas eu espero que você me faça tia logo." - ela pisca u. olho pra mim.

Daryl: "Cala a boca e vá tomar um banho porque você esta fedendo a sexo, sua maldita impura." - eu a empurro.

Ela sobe as escadas rindo e agora sinto que posso respirar mais tranquilo ao saber que minha irmãzinha já esta em casa sã e salva. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...