História Is it love Matt - Capítulo 42


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Matt
Tags Amor, Daryl, Energia, Jogo, Love, Matt, Minegame, Ortega, Romance
Visualizações 386
Palavras 1.576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 42 - Mais que uma amiga, uma irmã


Fanfic / Fanfiction Is it love Matt - Capítulo 42 - Mais que uma amiga, uma irmã

Manuella

 

Lana encara o Daryl como se o tivesse provocando, com ar superior.

Mas ele agarra seu braço e a afasta de nós e fala com ela tão baixo que não conseguimos escutar, mas ele aponta o dedo na cara dela, o argumento que ele tem provavelmente violento visualizando pela sua expressão.

Ele no mesmo momento sai pela porta da frente, parece que ela foi convencida a ir embora.

Essa Mulher só pode ser louca, vir aqui e aparecer daquele jeito para o Matt, eu nem a conheço mas tenho tanto ódio dela, O Matt desmaiou, e se não estivesse em um hospital cheio de médicos em volta, nem sei o que poderia ter a conhecido. Mas eu matava aquela vadia.

Tenho vontade de mata-la primeiramente por tentar nos afastar, porque o interesse de me tirar do caminho, não posso tomar nenhuma decisão enquanto eu e o Matt não termos uma boa conversa, sobre todos acontecimentos.

- Bom ela se foi, podemos agora voltar para casa.

Daryl Diz tentando nos assegurar e com um sorriso meio forcado.

- Bom qualquer novidade, só me avise tá.

Digo deprimida, não sei como estou conseguindo disfarçar tão bem nas frente das pessoas, eu estou um caco, nem sei o que pensar mas.

Depois de ser usada, manipulada e viver uma farsa durante tanto tempo, quando eu desabar ninguém vai conseguir me segurar.

Não quero transparecer o quanto mal eu estou, não quero parecer fraca, não posso o Matt precisa de mim.

- Eu aviso.

Daryl diz ainda com seu sorriso forçado no rosto.

- Vamos Lisa.

Digo indo em direção a porta.

- manu

Daryl me chama e me viro para olha-lo.

- Posso te levar para casa?

- Ah não precisa, eu vou com a Lisa, ela vai ficar comigo essa noite.

Digo dando um sorriso de gratidão para minha amiga.

- Ah mais tudo bem, no carro cabe mais uma.

- Vem, meu carro está por aqui.

Lisa da um beijo no Colin e eles se despedem.

Entramos no carro do Daryl, e ele nos leva até meu apartamento, digamos que não foi muito cuidadoso ao dirigir, ele só ultrapassou algumas sinaleira no vermelho. A Lisa fazia cara de espanto, e ele sorria, Mas o restante do caminho fomos em silencio, um silencio de tensão e preocupação eu diria, mesmo o Matt tendo acordado algo me diz que o que essa tal de Lana vez hoje está apenas começando, espero que o Matt a trate com o Daryl.

Ele olha para ela com tanta raiva, como dissesse que a existência dela é desnecessária.

Daryl foi gentil, abriu a porta do carro para descermos, nós desejou bom descanso e sumiu em seu carro.

Lisa e eu entramos em meu apartamento, e Tusky se joga na Lisa, ele faz carinho nele enquanto peço a pizza, Tusky adora a Lisa e literalmente a persegue a cada passo que ela dá.

Lisa tomou um banho e eu a emprestei uma roupa para dormir, já que ela veio sem se preparar só para me ouvir e me ajudar a digerir isso tudo.

Em seguida vou eu tomar um banho rápido, estou morrendo de fome, ainda bem que a Lisa sugeriu uma pizza, eu não tenho condições para cozinhar hoje.

Me sento no sofá com ela, e ela me olha com pena.

- Não fique assim minha linda, tudo vai se resolver.

- Eu espero mesmo Lisa.

- Mas quem era aquela louca que o irmão do Matt ficava discutindo?

- É uma ex namorado do Matt, até onde eu sei.

- Ex?

Ela diz de boca aberta.

- Eu nuca vir o Matt com ninguém, desde de que o conheço, quando começou a trabalhar na Carter, ele costuma dizer que namorar não é para ele, nuca entendi isso.

- Eu não sei muito bem a historia, tenho que esperar o Matt para me contar, agora o que tenho para te dizer é que esta me deixando realmente deprimida.

- Então me diga, o que é?

- Sabe o Alaric?

- Sim, estava rolando uma conversa hoje que ele pediu demissão, é serio?

- Sim, bom eu vir ele e o Gabriel se despedindo, mas não é isso.

- Então me diga.

- Nome dele não é Alaric.

- O que?

Lisa me olhando evidentemente achando que pirei.

- Suspiro. Então, eu descobri a verdadeira identidade, o nome dele é Bryan.

- Como você sabe disso?

- Eu peguei seu celular e vir varias mensagens trocadas com uma moça chamada Lana, dizendo que tudo era um plano para e eu o Matt nos separa, tudo foi mentira, um plano, uma farsa.

- Espera aí Lana? Como a ex do Matt Lana?

- Bem, sim não tenho como provar que é ela, o Bryan não quis me contar quem era a parceira, tudo que sei é que ela nos queria separados, e quem mais iria nós querer separados?

- A Ex fingida do Matt!

- Exatamente, bem eu contei para o Daryl, e ele quer descobrir a origem de tudo, o porque de tudo isso.

- E o Alaric, digo Bryan, ai não sei é tudo tão confuso.

- Eu mandei ele sumir da minha vida, e o pior você não vai acreditar depois de tudo ele ainda quis me conhecer que me amava.

- Mesmo você sabendo a verdade?

- Sim, disse que me conheceu e se apaixonou, que não fazia parte do plano mas aconteceu.

- Ele é um louco, eu vou matar esse cara.

- Já foi Lisa.

Digo tentando segurar o choro.

- Já foi o caramba, ele vai aprender com quantos paus se faz uma canoa.

Dou risada da frase da Lisa, para segurar meu choro. ela está indignada.

- Só você para me fazer rir quando eu quero chorar Lisa.

Ela me olha carinhosamente.

- Você está bem minha linda.

- Eu vou ficar.

Digo não conseguindo segurar mais o choro, as lagrimas dessem e não para. A Lisa me abraça e me aconchega contra ela, ficamos deitadas abraçadas no sofá juntinhas por um bom tempo, Lisa fazia carinho no meu cabelo, e eu me sento mas segura por ter minha melhor amiga do meu lada, não sei o que faria sem ela.

Batem na porta, deve ser a pizza e a Lisa vai abrir.

- O que você está fazendo aqui?

A Lisa diz em tom alto e grosso, para a pessoa.

- Eu preciso falar com a Manuella Lisa.

Conheço a voz do Alaric, não acredito que ele teve a coragem de aparecer aqui, que bom que a Lisa está comigo.

- Você vai embora daqui, antes que eu chame a polícia seu débil mental, você tem merda na cabeça de aparecer aqui? Quem você pensa que é? Suma logo da vida da minha vida.

- Ela não está segura, tem muita coisa que ela não sabe, eu preciso alerta-la.

- Você precisa dar o fora daqui, não apareça mas na frente dela novamente, ou eu mesa chamo a policia para você seu vigarista, idiota.

Lisa bate a porta na Cara dele, e volta a se sentar do meu Lado

- Não chore eu estou aqui, eu vou proteger você de tudo isso vem.

Ela me abraçadinha com ela, até a pizza realmente chegar, nós comemos e conversamos sobre moda. A Lisa queria me distrair, ela diz que eu sou a pessoa mais forte que ela conhece.

Nós dormimos juntas.

Acordo e o café esta pronto, o Tusky alimentado.

Faço minhas higienes matinais e tomamos café juntas, Lisa vai para casa para trocar de roupa para o trabalho.

Dou uma volta com tusky, e em seguida vou me arrumar para ir trabalhar mandei uma mensagem ao Matt perguntando se ele se sentia melhor, mas não recebi nenhuma resposta, mandei para o Daryl para me contar as novidade e ele disse que o hospital ainda não organizou o cronograma de visitas, e não resolvi que nem ir essa manhã, mas saindo do trabalho, eu vou sim.

Cheguei na empresa passei pela recepção e a fila já estava enorme, a Lisa cheia de trabalho, mas sorriu quando me viu, a Lisa sempre focada e envolvida com o trabalho mas sempre sorrindo, se eu trabalhasse como ela com tanas pessoas eu surtaria, eu juro.

Chego no meu setor e a Alicia já estava focada trabalhando.

- Bom dia Alicia

Digo me acomodando ao seu lado.

- Oi, bom Dia Manuella. Eu já comecei não se importa né?

- Claro que não, e ai como estamos indo?

- Tivemos progresso, estamos quase terminando.

- Que bom, então vamos lá, mão na massa.

Trabalhamos bem focadas hoje, o dia foi bem produtivo a Alicia aprendeu tudo ontem, hoje me ajudou muito, o expediente acabou e o trabalho, está finalizado, amanhã pela manhã entrego nas mãos do Gabriel.

Bom terminamos um dia antes do prazo.

Daryl me mandou mensagem dizendo que as visitas do Matt foram liberadas novamente.

Fiquei muito feliz quando recebi a noticia.

Vou diretamente para o Hospital, chegando lá encontro o Daryl em frete a porta do quarto do Matt, ele me parece um pouco tenso.

- Oi, tudo bem? Como ele está?

Dou um beijo no rosto de Daryl.

- Ah bem, eu acho.

- Posso entrar?

Digo com a mão na maçaneta da porta.

E Daryl diz alto.

- Ah, acho melhor não!

- E porque não?

- A Lana está ai dentro.

- A o que?


Notas Finais


Capítulos de segunda a sábado, um por dia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...