História Is It love-Meu mundo, minha história (Peter) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Personagens Originais
Tags Is It Love, Minha Historia, Peter
Visualizações 21
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu sempre começo a escrever os capítulos de tarde, mas ai eu vou fazer outras coisas ou se não eu durmo escrevendo 😂😅😂e só consigo postar a noite, então é isso, espero que gostem❤❤

Capítulo 5 - Os ciúmes estão a toda.


Meu pai teve que voltar a trabalhar no exterior quando eu entrei no 9° ano, no começo eu me desesperei, mas não demonstrei pro meu pai. 

No dia que ele foi embora a gente fez uma festa eu e ele, fomos a lugares que gostávamos, conversamos... Nos divertimos pra caramba, de noite ele ia embora pra o aeroporto, mas antes tivemos nosso ótimo jantar, eu fiz questão de me despedir sorrindo. 

-Tchau filha se cuisa, qualquer coisa me liga. -Disse ele em frente a porta com um táxi esperando no portão. 

-Ta pai, boa viagem. -Falei sorrindo e abraçando ele. 

-Eu te amo filha.-Ele falou me dando um beijo na testa. 

-Também de amo pai. -Falei me separando dele.-Agora vai se não vc perde o voo. 

Assim que ele entrou no táxi eu fechei a porta e fui pro meu quarto, chegando eu deitei na cama com lágrimas nos olhos até que eu olhei pra os pés da cama lá tava um teclado, eu tinha enchido o saco do meu pai pra ele me da um, na hora que eu vi o teclado eu desabei em lágrimas, não contendo os soluços. 

-Oi! Eu tava ouvindo barulho de choro lá do meu quarto, então eu vim ver se ta tudo bem, tudo bem? -Falou Peter vindo da varanda e sentando rapidamente na minha cama ao me ver chorando desesperada. 

-Ele foi embora...eu to sozinha agora...e-eu to... -Começei sendo interrompida por soluços. 

Então ele me puxou pro lado dele e me abraçou, ele não perguntou nada, não falou nada, oque eu realmente agradeço, ele só me deixou chorar abraçada nele. Depois de muito chorar e finalmente me acalmar. 

--Eu devo minha vida a ele, não só pq ele ser meu pai, mas pq quando minha mãe se matou ele largou tudo pra ficar comigo se não fosse isso eu nem estaria mais aqui.-Eu falei finalmente saindo dos braços dele, eu vi ele ficar surpreso quando eu falei, mas ele não falou nada.

-É aquilo? -Ele perguntou depois de um tempo apontando para o teclado. 

-Ele comprou pra mim, a gente passou o dia fora então eu só vi agora. -Falei sorrindo depois de um tempo. 

-Sabe tocar? -Ele falou. 

-Não e eu tenho uma leve impressão que era por causa disso que ele não queria comprar-Falei fazendo ele rir e rindo logo em seguida. 

-Quer que eu te ensino? -Ele falou se levantando. 

-Sério?! -Falei e ele balançou a cabeça em confirmação. -Claro, mas temo que seja difícil. 

-A gente tem a noite toda. -Ele falou indo até o teclado e eu o seguir em seguida. 

*****

-Eu conseguir-Falei.

-Finalmente! -Ele falou. 

-Eu consegui. -Gritei pulando nele e fazendo ele cair na cama. 

A gente ficou um tempo deitados, eu por cima dele com o rosto enfiando no pescoço dele e os cabelos caindo no rosto do mesmo.

-É eu... -Ele começou a falar mais eu o imterrompir. 

-Foi mal. -Falei me levantando, e depois perguntei já de pé.-Depois de aprender essa música eu vou conseguir aprender sozinha? 

-Eu espero que sim, não quero ter que ficar acordado a noite de ensinando, mas caso tenha uma parte que vc não consiga pode me chamar. -Ele falou se levantando. 

-E eu sinto muito por isso. -Falei com um sorriso sem graça. 

-Relaxa até que foi legal.-Ele falou e olhou pro relógio da parede. -São e 03:30 da manhã acho melhor eu ir. 

-É, eu to exausta. -Falei me jogando na cama. -Boa noite. 

-Boa noite.-Ele falou indo embora. 

Cheryl atualmente. 

Hoje no meio da aula alguém bateu na porta. 

-Com licença. -Disse o Presidente do Grêmio Ryan. 

-Entre. -Disse a professora sorrindo. 

-Bom dia! -Disse entrando acompanhado de Mark o vice. 

-Bom dia! -Respondeu a classe em coro. 

-Depois de muito pensar decidimos que o aniversário da escola de 80 anos vai ser comemorando com uma festa cosplay.-Falou Ryan sorrindo, sendo interrompido por gritos de alegria, mas parecia que ele já esperava por isso, não me surpreendo e o Ryan o Presidente do Grêmio. 

-Os terceiros C e D foram responsáveis pela decoração do terceiro andar, os terceiros A e B pelos alimentos e o Grêmio vai fazer uma votação com a escola toda para decidir os eventos, qualquer mudança nos avisaremos. -Falou Ryan e saiu da sala. 

Assim que e ele saiu os murmúrios começaram, mas a professora nos calou logo em seguida. 

*********

Depois da aula nos estávamos tendo nossa último ensaio antes da festa de reinauguração do bar do Tayler.Nos tínhamos acabado de repassar todas as músicas. 

-Eai princesa, ta pronta pro show? -Falou Matt pra mim que estava sentada no seu colo tomando água de uma garrafinha que Adam tinha acabado de me entregar. 

-As músicas eu já sei, mas... -Falei e voltei a beber água. 

-Relaxa todo mundo fica nervoso no palco.-Falou Adam. 

-E se vc ficar nervosa eu vou ta la pra vc. -Falou Matt abraçando a minha cintura. 

-É , mas eu vou ficar bem a Lisa vai ta aqui. -Falei animada. 

-Nossa... -Falou o Matt colocando uma mão no peito para parece ofendido, fazendo eu e Adam ri e rindo logo em seguida. 

-Tchau eu tenho que ir trabalhar. -Falei beijando a Buchecha do Matt e me levantando. 

No trabalho tudo foi como sempre, não normal pq a Lorie não deixa, mas eu tive a sorte de não me encontrar com o Drogo oque pouco acontecia. 

Quando cheguei em casa encontrei Peter  sentado na minha cama com o celular na mão e com fones de ouvido. 

-Sua mãe ta em casa? -Falei jogando minha bolsa nele que pegou rapidamente. 

-Vc vai participar de um show? -Ele perguntou tirando o fone. 

-Oi pra vc também é sim eu vou, aquela música que vc me ajudou era pra isso e...-Falei sendo Imteronpida por ele. 

-Pq? Pra que? -Ele perguntou parecendo zangado. 

-O Adam bateristas amigo do Matt me pediu pra ajudar a banda dele com a reinauguração do Tayler e eu aceitei, mais pq ele insistiu muito. -Falei pegando minha bolsa e guardando. 

-Por isso?! -Ele falou. 

-Vc ta com raiva Peter? -Perguntei ó encarando. 

-Ai um baterista insistiu vc aceitou. -Ele falou me deixando furiosa. 

-Deferente dos rumores que suas fãs espalharam eu não sou uma vadia. -Falei furiosa apontando pra varanda. 

Peter

Eu sei eu fui um babaca, mas a Cheryl já chama atenção normal imagina se ela fazer parte de uma banda, só de pensar em todos olhando pra ela já me deixa com raiva e sei que eu não tenho direito de ficar com ciúmes, mas e mais forte que eu. 

O show vai ser no Bar do Tayler e eu mesmo não gostando de sair vou ter que ir. 

E eu vou ter quer da um jeito nesses rumores que só afetam a  Cheryl, que aposto que depois de chamar tanta atenção vai piorar. 

No dia seguinte a Cheryl passou o dia todo me evitando o que uma droga, hoje já e o show e eu to com uma raiva sobre natural. 

Eu estou indo pra educação física quando vejo Cheryl vindo nessa direção conversando com Sarah que e da minha sala, até que alguém vem me chamando. 

-Vem Peter. -Grita Dorothy vindo até mim e agarrando a minha mão. 

-Ta, to indo. -Falo sendo arrastado por ela, que droga era a minha chance de tentar falar com Cheryl. 

Cheryl

Eu passei o dia evitando o Peter pra da uma lição nele, quando eu estou trocando de sala, indo pra o laboratório eu vejo a Sarah a gente conversa um pouco e a gente ta ido pelo mesmo corredor. Quando eu vejo o Peter com a Dorothy que eu acho que foi essa bruxa que espalhou o rumor sobre mim.É, pelo visto eu ta evitando Peter não faz diferença pra ele, e só ele me trocar, pelo que eu vejo ele acha que eu sou uma vadia mesmo. 





Notas Finais


Eu ia escreve mais, mas eu fiquei com preguiça😅 desculpa😚
Então até o próximo capítulo.💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...