História Is It Love? Ryan Carter - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Cassidy, Gabriel, Mark, Matt, Personagens Originais, Ryan
Tags Is It Love ? Ryan Carter
Visualizações 350
Palavras 3.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiieh! Tudo bom com vocês?!

Gente obrigada pelo apoio de vocês, estão me ajudando bastante...😳

FAVORITOS:
~Bellasalvatore2
~Soniars
~AyraMachado
Obrigada vocês são de mais!! 😉

Boa Leitura, até as notas finais xuxus!! 😍😍

Capítulo 8 - Insolência


P.O.V Allyra

Estou totalmente ansiosa pra começar a trabalhar longe do Gabriel, até parece mentira! Estou rolando na cama a horas tentando dormir mais não consigo, ja percebi que sou uma pessoa anciosa!...Fiquei dando broncas em mim mesma até que consigo pegar no sono..Quando eu abro meus logo percebo que estou sorrindo, me viro para lado e olho para o relógio que já marca 06:45 da manhã...É! Estou ferrada!

Eu pulo da cama jogando coberta e travesseiro pra todos os lados e corro pro banheiro, depois de me higienizar, me seco e vou procurar alguma roupa pra por, coisa que eu deveria ter visto noite passada.Sem pensar muito pego um vestido branco com renda preta que pega um pouco acima do joelho e tem um decote razoável, eu não quero chamar muita atenção ja sofri de mais com o Gabriel...Pego logo um salto preto com um detalhe em dourado, passo uma maquiagem não muito chamativa, coloco alguns acessorios descretos, e passo perfume e com toda a minha presa, acabo exagerando no perfume.Logo eu pego minha bolsa e corro pra cozinha para pegar a comida do Ghost e dar para ele.Em seguida pego meu celular e saio de casa, pra piora minha situação o taxi não chega...Ja consigo ver a cara do Ryan e ele me dando broncas no meu primeiro dia!!

Depois de alguns minutos desesperados, o taxi chega e eu quase pulo dentro do carro.No meio do caminho pra a empresa começo a pensar no Ryan e o motivo disso eu não sei...Fiquei pensando em como ele era lindo, e com um só e simples olhar que ele me deu, meu corpo se estremeceu e senti um forte arrepio se passar em meu corpo tenso, só que ainda não consigo entender o porque ele foi indiferente comigo, porque na balada era bem capaz de ele vir falar comigo numa boa, mais agora ele esta diferente.Lisa e Matt me zuaram ontem, mal sabem eles como o Ryan é lindo, com aqueles olhos intensos, seu corpo musculoso e atlético..Jesus e aquela boca então, é de enlouquecer qualquer uma...

Quando menos percebi, eu estava mordendo ferozmente meus lábios e contorcendo minhas pernas pensando em todas as coisas que poderiam acontecer entre eu e o Ryan naquela sala....

—Moça chegamos....Moça!!!!_Taxista.

Eu dei um pulo no banco e voltei a mim...

—O-oi?! Atá, obrigada..._Sorri sem graça.

Eu paguei o taxisista e sai do taxi sem graça, ajeitei meu vertido e meu cabelo que estava solto e entrei apresada na empresa.Eu não fiz questão de olhar na direção do balcão mais eu sabia que Lisa estava lá pois a vi pelo canto do olho...

—Amiga! Ei! Desculpa por ontem, vamos conversa?!_Lisa.

Estou sem tempo Lisa._Falei meio brava sem olhar em sua direção.

Ta, então nos vemos no almoço?_Lisa.

Ta ta ta..._Falei olhando para o celular.

Eu não estava brava com Lisa e Matt, só queria que eles aprendecem uma lição, então resolvi ignorá-los.Olhei no relógio e ja eram 07:28...Meu Deus! Se der 07:30 e eu não estiver lá, Ryan me mata! Eu corri para o elevador e apertei varias vezes no meu andar, então logo as portas se fecharam e eu fiquei pacientemente olhando os números dos andares.Quando as portas se abriram eu não falei com a recepcionista, eu fui direto para a sala do Ryan e bati três vezes rápido na porta, até que ouvi um comando para que eu entrasse.Quando eu entrei olhei no meu celular e marcava 07:31...Eu respirei um pouco aliviada até porque ele não vai se importar com "um" minuto de atraso...

—Um minuto atrasada..._Falou Ryan com um sorriso de canto olhando para o computador.

—Ah mais foi só um minuto eu não.. _Falei indignada e ofegante.

Não terminei de falar, porque logo Ryan olha para mim me repreendendo por eu ter retrucado com ele..Eu respiro fundo e abaixo minha cabeça..

—Desculpe-me Sr.Carter._Desculpa nada! Quero matar você ! 🔪.

Hum, tudo bem...Sente-se._Ryan.

Eu andei na direção de sua messa e me sentei na cadeira..Olhei para o Ryan e ele estava respirando fundo com os olhos fechados com um lindo sorriso nos lábios...Ta bom, o porque disso eu não sei.Depois de alguns minutos de olhos fechados, Ryan voltou sua atenção para o seu computador ainda sorrindo.

—Vejo que gosta de exagerar no perfume Srt.Soyer._Ryan.

Eu imediatamente abaixo minha cabeça envergonhada por seu comentário e sem saber o que responder.

—É que eu estava atrasada então na presa acabei passando muito.._Respondi sem graça.

E se eu tivesse alergia a perfume, o que a senhorita iria fazer._Ryan.

Nossa ele pode não ser velho, mais ta sendo um irritante rabugento!..Eu levantei minha cabeça, cruzei minhas pernas e arrumei minha coluna e falei confiente olhando para ele.

—Iria arrumar outro emprego..._Deus, ja estou vendo minha demissão!.

Ryan logo olha para mim bravo com aquele olhar intenso, então logo sorri e volta sua atenção para o computador.

—Vejo que não tem medo de perder seu emprego, isso quer dizer que tem muito dinheiro não é...Quero dizer, ja que foi tão insolente de me responder assim._Ryan.

Nossa, estamos discutindo e sendo educados ao mesmo tempo...OK, ele parece ser do tipo difícil de se lidar..Pois adivinha eu também sou!

—Se eu tivesse tanto dinheiro, acha que eu estaria aqui na sua sala ouvindo o senhor me chamar de insolente e tendo que acordar muito mais cedo ja que o senhor não suporta um minuto de atraso?!_Falei serena porem almentando meu tom de voz.

Ryan da uma rissada baixa, então se afasta de sua messa e se levanta de sua cadeira lentamente, então ele da a volta em sua messa e senta na mesma ficando ao meu lado com os braços cruzados olhando para a parede e com sua cabeça erguida demonstrando toda sua alta confiança..

—Você não é insolente...É tola!_Ryan.

Mais que homem irritante! Ta achando que pode falar assim e não levar um pequeno tapa, mais esta muito enganado!...

Eu estava preste a dar uma resposta a sua altura, quando ele se levanta da messa, vem em minha direção, coloca suas mãos nos braços da cadeira e a puxa bruscamente para perto dele me fazendo ficar de frente para ele.Ryan se aproxima do meu rosto e fica centimetros de minha boca...Seus olhos não demonstram nada mais e nada menos do sua confiança e passa temor e incertezas para quem lhe olhe..Posso sentir sua respiração um pouco acelerada, porém não esta mais acelerada do que minha, suas pernas estão coladas na minha o que me faz implorar por mais aproximação entre nós..

—Eu trabalho com pessoas competentes, que sabem de cara pedir desculpas por seus erros e atrasos, não chegar ofegante e tentar dar bronca ou explicações patéticas ao seu superior!_Ryan.

Esse cara com certeza nunca pediu desculpas a ninguém da pra ver o seu orgulho e seu ego em sua volta.

Ryan puxa mais a cadeira para perto dele e com o susto coloco minhas duas mãos em seu antebraço e o olho assustada, e ao mesmo tempo com vontade de agarra-lo.Ryan da um sorriso para mim e ficamos nos olhando por longos minutos, até que ele aproxima seu rosto do meu pescoço e o cheira, e com sua aproximação posso sentir seu perfume invadindo minhas narinas, senti meu corpo se errepiando e se contorsendo só por sentir seu cheiro..Esse perfume, ja o senti em algum lugar, mais não consigo me lembrar de onde...Voltei a mim quando senti um leve beijo em meu pescoço e com esse ato pude sentir borboletas em meu ventre...

—E sobre o seu exageiro ao passar o perfume..._Ryan novamente funga meu pescoço e da uma rissada.—Foi um elogio...Tola.

Nessa hora eu não sabia se eu o matava, ou se eu agarrava seu pescoço e o beijava...Mais acho que o desejo de vencer essa pequena discussão falou mais alto.Eu apertei seus antebraços e me aproximei de seu ouvido...

—Se não se afastar de mim agora, vou denúncia-lo por assédio...Sr.Carter._Falei com deboche.

Ryan imediatamente afastou sua boca de meu pescoço, mais permaneceu com seu rosto perto do mesmo...

—Como é?_Perguntou Ryan confuso..

Ora ora, parece que ele nunca ouviu um "não" de uma mulher.Eu dei um sorriso vitorioso para ele, e o olhei pelo canto do olho para ver sua reação...Ele realmente estava surpreso.Minha vontade era de me levantar da cadeira, subir em cima da messa e começar a gritar..."Toma essa trouxão! Tem resposta pra isso?! Hahha", mais mantive minha postura de vencedora.Por outro lado, meu corpo pedia sua boca e seu toque sobre minha pele ja quente de excitação....

Ryan abriu sua boca para falar algo, mais foi interrompido por alguém que abriu a porta da sala com tudo sem ao menos bater na porta...

—Ryanzinho eu preciso de..._??.

Com a porta se abrindo levei um susto e com isso apertei mais o Ryan e afundei meu rosto em seu pescoço morrendo de vergonha, mais Ryan não fez absolutamente nada além de olhar para quem havia entrado, ele não moveu um músculo, não se assustou, e nem ligou se alguém mais importante tivesse aberto a porta...Em outras palavras...Sua calma além de me surpreender, me irritou.Poxa ele tava quase me beijando me levando a loucura ai alguém abre a porta e ele não se afasta de mim?! Caramba sou a assiatente dele, e isso me faz chegar a conclusão que isso acontece com freqüência.

—Han, eu atrapalho?!_Perguntou uma mulher completamente brava a julgar por seu tom de voz.

Ouvi Ryan rosnar um pouco, então ele volta sua atenção para meu pescoço e respira fundo..Deus, como ele pode ser assim?!..Ryan se afastou de mim lentamente, e voltou a demonstrar todos seu ego e confiança...Eu continuei envergonhada, mais vergonha não me ajudara agora então optei por demonstrar alta confiança também, ergui minha cabeça e olhei para a pessoa que estava na porta e foi nesse momento que fiquei tão envergonhada que quis saltar pela janela só para sair o mais rápido daquela situação..Era a mesma mulher que saiu da sala do Gabriel toda descabela, e é a mesma que beijou o Ryan na boate.

—O que faz aqui Srt.Blayck?_Perguntou Ryan serio.

A mulher respirou fundo, então jogou seus cabelo para trás e foi rebolando em sua direção..

—Sabe que pode me chamar de Penny, não é....querido?_Falou Penny colocando suas mãos no peito do Ryan.

"Querido"?! Ta bom, se eles tem um caso um com o outro, quero deixar bem claro que não fizemos nada..Nossa mais essa mulher da pra todo mundo? Ta ai pessoa que não sabe sossegar a piriquita!!.

Ryan coloca suas mãos em cima das mãos de Penny e a as tira de seu peito.

—Ja lhe disse que não quero que me chame assim Penny!..._Ryan.

Ryan se afasta da Penny e volta a se sentar em sua cadeira.

—Estou ocupado, o que veio fazer aqui?_Ryan.

Ah...nada..Só pensei em repetir a dose de ontem...O que acha?_Penny.

Mais o que?! Nossa essa mulher não percebeu que estou aqui?! Nossa mais o Ryan me paga, transa com essa puta e vem dar em cima de mim no dia seguinte..cafajeste!!...Por um breve momento pensei que ele iria se assustar ou se incomodar de Penny ter exposto suas "aproximações" na minha frente, mais novamente ele me surpreendeu.Ryan escora seus cotovelos na messa e olha maliciosamente Penny e passa seus olhos em todas seu corpo...

Ta eu não mereço isso! Se eles querem repedir a dose, então repitam, mais não vou ficar aqui vendo os dois se comerem com os olhos.Eu me levantei com tudo da cadeira e fui na direção da porta, eu estava preste a abri-la quando Ryan me impede.

—Ta achando que vai onde Srt.Soyer._Ryan.

Vou deixar vocês a vontade._Falei apontando pra sala toda.

Ai que bom._Penny.

Nada disso!_Ryan se levanta de sua cadeira e me encara.—Temos que resolver as coisas de seu novo trabalho...Venha até aqui e se sente...E Penny, sai e feche a porta tenho coisas mais importantes pra fazer._Ryan voltou a se sentar.

—Mais Ryan, eu queria que a gente.._Penny.

Mais tarde pode ser? Mais desta vez avisa pra recepcionista._Ryan.

—Ta, mais tarde eu venho te ver._Falou Penny olhando para mim com um sorriso no rosto.

Eu olho para Penny e bufo entediada, ela passa por mim e fecha a porta, enquanto eu tento tirar só um pinguinho de paciência para aturar esse idiota!

Ryan olha para mim e da risada, em seguida ele se levanta e vem em minha direção..

—Parece que você se incomodou muito ao saber que eu e a Penny tivemos relações..._Ryan.

Eu tenho dignidade, e respeito ao meu próximo e era isso que eu espera do senhor...Não me imcodei, até porque não sou eu que estou correndo 99,9% de risco de pegar uma doença._Falei sarcástica.

Ryan engoli em seco, então da uma falsa risada para disfarçar sua incomodação..

—Venha comigo, vou lhe mostrar onde fica sua sala._Ryan.

Eu me virei para a porta então a abri, depios deixei um espaço para Ryan passar e mostrar o caminho.Ele me guiou até a porta da minha sala que não infelizmente não fica longe da dele..Ryan abre lentamente a porta como que se quisesse fazer suspense, então quando a porta se abre por completo fico admirada e surpresa.Ryan para perto da porta e ocupa a mais espaço o possível do espaço de onde tenho que passar..

—Pode entrar Srt.Soyer._Ryan fala com um sorrisinho estranho.

Só pode ser brincadeira, vou ter que passar encostando nesse tribufu! 

Eu respirei fundo então passei por ele tentando não toca-lo, algo que foi difícil...

—Bom, aqui é sua sala...Então gostou?_Ryan me perguntou olhando para o celular.

Sim, é agradável...Obrigada._Allyra.

Que bom que gostou, porque se não tivesse gostado eu não ia fazer nada para muda-la só porque você quer._Ryan.

Deus me dê paciência, porque se me der força eu mato ele! Depois sou eu quem sou insolente!..Eu me virei para ele e o olhei com raiva..

—Ja disse que ela é A-GRA-DA-VEL..._Falei sarcastica.

Ele levantou a cabeça e me olhou intediado...

—Ta tudo bem...Agora eu quero que você veja todas as minhas reuniões que estão todas agendadas no computador e me mande por email as reuniões que estão mais próximas tipo uma semana, e decore elas, depois veja as anotações das reuniões e as marque na minha agenda.Depios disso vá a minha sala._Ryan.

Tudo bem..._Falei me sentando na cadeira e ligando o computador.

Ah mais uma coisa..Não demore, tenho uma reunião agora então eu espero que esteja em minha sala quando eu chegar lá...Entendeu?_Ryan.

Que horas essa reunião acaba?!_Allyra.

Ora! Veja ai na agenda..._Ryan.

Ryan mal esperou minha resposta e ja bateu a porta com tudo...Quero muito lembrar ele que essa é minha sala e não gostaria de trabalhar sem uma porta em minha sala...

Eu vi na agenda quantas reuniões ele tem, e meu Deus que homem ocupado! Eu respiro fundo e começo a mandar por email as reuniões recentes que ele terá, aproveito e vejo que horas a reunião dele vai acabar e então me desespero...A reunião vai acabar 09:00, ou seja tenho pouco tempo pra decorar todas as reuniões e as anotações...Falando em anotações tenho que mandar isso pra ele também..

Depois de horas na frente do computador, eu finalmente vejo que acabei tudo, mais não decorei as reuniões então decido passar todas elas no meu celular.Quando pego meu celular vejo varias mansagens do Matt pedindo desculpas e me chamando de princesa e linda e essas coisas, mais deciso nem ver estou ocupada de mais, e depois de um bom tempo passando as reuniões no meu celular vejo que ja é 09:02...E lá vou eu correr se novo com esse salto!

Eu pulei da cadeira e corri pelo corredor, e bati na porta da sala do Ryan ja imaginando a bronca que eu iria levar...Mais ninguém respondeu, então decido entrar e para minha surpresa ele não está lá..

—Haha, toma essa Ryan Carter!_Comemorei baixo.

Eu me sento na cadeira e vou olhando alguns papeis de alguns projetos que estavam na minha messa e achei melhor entregar ao Ryan...Ja era 09:20 e nada do idiota do meu chefe, eu ja estava quase indo até aquela reunião e perguntar o porque de tanta demora, até que escuto a porta se abrindo...Eu olho para trás, e vejo Ryan fechando e porta e tirando sua gravata ao mesmo tempo.Senhor me dêe forçar para não agarra-lo.Ryan tira sua gravata e desabotoa dois botões de sua camisa, o me faz enlouquecer ainda mais..

Ryan percebe que estou olhando para ele, então da um sorriso de satisfeito...E com isso eu pisco varias vezes, desvio meu olhar dele e falo sarcastica...

—Olha só 21 minutos atrassado.._Allyra.

Ryan faz novamente uma cara de entediado, então vai até sua cadeira e senta na mesma.

—Deve te lembrar que o chefe sou eu, e quem estendeu a reunião foi um trouxa que não fez nem faculdade._Ryan.

Ah, desculpa Sr.Carter, é que eu pensei que eu trabalhava com pessoas competentes e etc._Allyra.

Ryan me lança um olhar desafiador e vejo que ele quer me estrangular até a morte..Mais ele respiro fundo, e começo a prestar atenção no seu computador...

—Essas são todas as reuniões que eu terei só em sete dias?!_Ryan.

Sim.E as anotações estão ai também._Allyra.

Hum, to vendo que esses dias vão ser longos!.._Ryan.

Porque me chamou aqui mesmo?_Allyra.

Vou te passar alguns projetos e outras coisas que minha antiga assistente tinha que fazer e não fez..Espero que está cadeira seja confortável pra você, porque isso vai demora._Ryan.

Eu respiro fundo e começo a anotar os projetos do Ryan, e também sem querer acabei ajudando ele com algumas coisas...Eu estava consentrada nas minhas anotações quando um barulho me assusta, e depois de alguns minutos rasocinando percebo que esse barulho veio do Ryan..

—Hum, to com fome..._Ryan.

—Vai por mim, você não sabe o que é fome.._Falei sem pensar.

Que?_Ryan.

Nada, esquece, estou pensando alto._Allyra.

Ele me olha desconfiado mais logo da de ombros.

—Quero que vá em algum restaurante e compre alguma coisa para comermos..._Ryan.

"Comermos"?_Allyra.

Sim, vamos comer juntos.Você vai la comprar a comida e volta para continuarmos trabalhando e comendo._Ryan.

Acho que nesse momento fiz uma cara de tédio, mais decidi não retrucar, ja que também estava com "fome"..Eu me levantei com presa e sai de sua sala apresada e fui até o elevador e depois fui até a recepção da empresa.Fiquei aliviada de não encontrar Lisa ou Matt no caminho facilitou muito minha vida.

Eu fui completamente apresada para o primeiro restaurante que vi e entrei no local e fui direto pedir a comida...até que ouso uma voz familiar..

—Ta maluca Allyra!_Lisa.

Cruzes! Que foi?!_Allyra.

A gente não ia almoçar juntas?_Lisa.

Estava ocupada trabalhando e só pra constar eu nem vou almoçar direito.Vou comer trabalhando._Allyra.

O Matt ta super mal sabia, ele acha que você ta brava com ele...Matt te mandou varias mensagens e você não respondeu._Falou Lisa melancólica.

Meu celular?! Cadê ele?!....Eu fiquei com ele o tempo todo, só larguei dele quando eu estava na sala do Ryan...Ahhh não!

—Deixei meu celular na sala do...A esquece!...Quando eu tiver tempo eu vou pensa em falar com ele..O Matt e você tem que se sentir mal mesmo! Mais não quero discutir agora...Depois eu falo com vocês.._Pego a comida em cima do balcão..

Ta bom, a gente pode e ver na hora da saída_Lisa.

Sim, talvez...Tchau Lisa._Allyra.

Não esperei a resposta dela e sai correndo pelas ruas de NY...Fui rapidamente para a sala do mais irritente CEO do planeta.Entro sem bater na porta, e quando olho para o Ryan ele me lança um olhar muito estranho, e sem eu entender o porque dessa reação olho para suas mãos vejo que ele esta com meu celular.

—O que fazendo com o meu celular?!_Gritei.

Quem é Matt?_Ryan.


Notas Finais


Aeee!!! Então gente gostaram? Espero que sim!

Obrigada pelo apoio!
Me desculpem os erros ortográficos...

Comentem o que acharam desse capitulo por favor...😄

Continuação no próximo capitulo xuxus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...