História Is It Love? Ryan - Garota Vip (Cancelada) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Cassidy, Gabriel, Mark, Matt, Personagens Originais, Ryan
Tags Boss, Carringtonatlantic, Chefe, Garota Vip, Is It Love, Isabelle Lightwood, Izzy, Romance, Ryan Carter
Visualizações 252
Palavras 2.560
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem !!

Capítulo 4 - Será que eu aceito ?


Fanfic / Fanfiction Is It Love? Ryan - Garota Vip (Cancelada) - Capítulo 4 - Será que eu aceito ?

Estou trabalhando em um projeto que o Gabriel passou, junto com o Matt. Quando derrepente chega um e-mail no meu computador falando para mim comparecer na sala do Gabriel imediatamente. 

(Izzy) Matt ? Você recebeu algum email?

(Matt) Não, não chego nada aqui, porque ?

(Izzy) O Gabriel me mando um e-mail para eu ir na sala dele imediatamente !! Que extranho.

(Matt) O que você apronto em princesa ? (Ele ri)

(Izzy) Engraçadinho, eu sou a que menos da trabalho nessa empresa, sou um anjo Matt, UM AN-JO, entendeu?!(Faço carinha de anjo 😊, para brincar com ele)

(Matt) De anjo só tem a cara né... KKKKKK.

(Faço uma careta e mostro a língua para ele)

(Izzy) O papo está bom meu querido, mas acho melhor eu ir, antes que o Gabriel me pegue pelo pescoço. (Falo e vou me levantando)

(Matt) Vai indo, mas depois eu quero saber de tudo em.

(Izzy) Pode deixar... eu conto tudo pra você depois sua velha fofoqueira. kkkkkk

(Vou indo em direção da sala do Gabriel, e no meio do caminho eu vou pensando em um monte de coisa "será que eu vou ser demitida?!" "será que o senhor Carter quer me demitir por eu ter derramado café nele e nas pastas dele ?!" "Acho que não, ele não faria isso agora né." "Será que ele é tão ruim assim quanto dizem?!" "Um homem tão lindo e sexy mas rancoroso como um velho" .... Ai Isabelle pare de pensar nessas coisas, talvez não teja nada a ver com o café que eu derrubei no Senhor Carter, talvez o Gabriel só quer passar mais trabalho... ai não , mais trabalho não, eu vou morreeeer desse jeito😫.... chego na porta do Gabriel e dou três batidas, ele me manda entrar, eu respiro e inspiro para me acalmar, arrumo a postura e abro a porta... ali está o Gabriel sentado e ao lado dele de pé uma linda menina, cheia de glamour, com um sorriso enorme e roupa que aparenta custar o olho da cara... eu retribuo o sorriso e me sento.

Quem será essa menina tão chique ? E o que ela está fazendo aqui ? 

(Izzy) Então ?! O senhor queria falar comigo ? (Pergunto um pouco apreensiva)

(Gabriel) Na verdade é ela quem quer falar com você, mas antes eu só quero dizer que vou sentir muito a sua falta.

(Izzy) M-minha falta ? Como assim ?

(???) Fique calma, que eu vou explicar tudinho. (A moça fala calma)

(Izzy) Vocês estão me demitindo né. Podem falar, eu aguento.   (Não, não aguento mesmo, mas não vou fazer mais drama do que já estou fazendo.)

(???) Fica tranquila, não é nada disso que você ta pensando. (Meu Deus, essa mulher é muito calma.) Primeiro deixe eu me apresentar, eu sou Jenny Carter trabalho na área de marketing (eu a interrompo)

(Izzy) J-jenny Carter ? Irmã do Ryan Carter ? (Meu Deus, o que a irmã do dono dessa empresa quer comigo?!.)

(Jenny) Isso mesmo, o Ryan é meu irmão... mas não precisa ficar assustada ta kkkkkk

(É meio difícil não ficar assustada!) (Eu me recupero e pergunto)

(Izzy) Então ? A senhorita queria falar comigo ?

(Jenny) Me chame só de Jenny por favor, eu não sou meu irmão que gosta de formalidades.

(Izzy) Pode deixar Jenny (dou um sorriso)

(Jenny) Ótimo... então o assunto que eu queria falar com você, era sobre uma vaga de emprego que apareceu aqui na empresa e que você se encaixa perfeitamente.

(Izzy) E qual seria a vaga ?

(Jenny) Assistente do Ryan Carter!!

(Ela só pode estar suando com a minha cara, eu ir trabalhar para aquele babaca!!!)

(Izzy) O QUÊ ????? Repete porque eu acho que não estou escutando direito.

(Jenny) A vaga que surgiu é como assistente do Carter, mas eu juro, o Ryan não é esse monstro que dizem.

(Izzy) Então... Eu não sei como te explicar isso... mas... eu e o Carter todas as vezes que nos esbarramos, não foi em situações muito agradáveis entende ? (Tento não falar muito, não posso falar pra ela que encontrei o irmão dela transando no banheiro, isso seria constrangedor)

(Jenny) Olha, eu sei que meu irmão não é o melhor chefe do mundo, mas eu preciso muito que você seja assistente dele, se eu não conseguir encontrar uma assistente para ele até amanhã eu estou morta.

(Izzy) Se até você que é irmã dele tem medo, porque eu deveria ficar calma ? Eu concerteza deveria estar surtando agora.

(Jenny) Mas isso só acontece as vezes, você vai ver que ele não é tudo isso que falam dele. Por favor.

(Izzy) Me desculpe Jenny, mas não, não mesmo... tem toda essa história e também eu não posso deixar o Matt sozinho com tanto serviço.

(Gabriel) Mas com isso não se preocupe, eu acho outro parceiro rapidinho para o Ortega.

(Sério Gabriel ? Ele me odeia só pode ser isso, lanço meu olhar mortal para ele... agora já acabou todas as minhas desculpas.)

(Gabriel) Pense comigo Isabelle, isso é uma oportunidade única na sua vida, você vai ter a experiência de aprender coisas novas.

(Jenny) E também o seu salário vai triplicar... aqui está o contrato... (ela me entrega o contrato.) você  pode ler atenciosamente e depois você me fala o que acha, você tem até o final do expediente para me dar a resposta.

(Izzy) Ok, eu vou pensar na sua proposta. (Me levanto e vou indo em direção da porta)

(Jenny) Pense com muito cuidado, porque eu não aceito NÃO como resposta.

Eu saio da sala, e vou pensando na proposta da Jenny... chego até minha mesa e estou meio distraída com os contrato que nem escuto o Matt falando comigo.

(Matt) Princesa ? ... Ouuuu....Terra chamando Izzy ?!!

(Izzy) O que foi Matt ?

(Matt) Eu estou perguntando o que são esses papéis na sua mão ?! (Ele aponta para os contrato)

(Izzy) Aa !! Isso aqui ?! Esses papéis são contrato ?

(Matt) E para quem é esse contrato ?

(Izzy) Para mim mesmo.

(Matt) Eu não sei se você percebeu, mas eu continuo boiando.... Começa me explicando tudo do começo... o que o Gabriel queria com você ?

(Izzy) O Gabriel não queria nada.

(Matt) Você está me confundindo mais ainda!!

(Izzy) O Gabriel não queria nada, quem queria falar comigo era a Jenny Carter, irmã do Dono dessa porra toda aqui.

(Matt me olha confuso)

(Matt) E porque ela queria falar com você ?

(Izzy) Ela me ofereceu a vaga para trabalhar como assistente pessoal do senhor Carter.

(Matt abre a boca em um belo "O")

(Matt) E você aceitou ?

(Izzy) Ainda não... falei que eu ia pensar, eu tenho até o fim do expediente para dar a resposta.

(Matt) Mas você vai aceitar ou não ?

(Izzy) Eu não sei Matt, todas as vezes que eu me esbarrei com o senhor Carter não foi muito agradável, e também eu não quero deixar você sozinho aqui.

(Matt) Eu como seu amigo te aconselho a aceitar, vai ser uma chance de você aprender coisas novas... e também eu não  sou egoísta assim ao ponto de não deixar você crescer na empresa ... e eu tenho certeza que você da conta do poderoso chefão. (Dou um sorriso em agradecimento do Conselho e ele retribui)

O Matt é um tagarela, um crianção, mas quando precisamos dele ele é um grande amigo e conselheiro.... o Matt tem razão, esse cargo vai ser muito bom para o meu currículo e um grande aprendizado... eu já trabalhei com o meu pai, mas não é a mesma coisa eu era bem mais nova e ele não me dava tanta responsabilidade assim, agora vai ser diferente... o problema vai ser aguentar o Carter, será que eu vou dar conta de trabalhar com esse arrogante ?!!

Chega ao fim do expediente, eu me esforcei ao máximo para conseguir adiantar tudo para não deixar o Matt sozinho com tanta responsabilidade.
Subo para o andar da Jenny com os contratos na mão, vejo uma porta com uma placa escrito "Jenny Carter" bato na porta.

(Jenny) Entre
(Eu abro a porta e entro)
(Jenny) Pode se sentar, por favor.

(Izzy) Licença.

(Jenny) Então ? Já penso na proposta ?

(Izzy) Pensei sim ... e ... (faço suspense)

(Jenny) Eee ???? Fala logo que eu to curiosa!!

(Izzy) Eu resolvi aceitar.

(Jenny) Aaaaaaaaaaah (ela grita animada) você não vai se arrepender, pode ter certeza.

(Eu duvido muito eu não me arrepender, mas vamos lá né.)

(Jenny) Amanhã eu estarei te esperando 8:00 na recepção, nada de atrasos, o Ryan odeia atrasos.

(Izzy) Pode deixar, estarei aqui na hora exata. E o contrato ?

(Jenny) Amanhã você mesma entrega o contrato para o Ryan e resolve as coisas com ele.

(Só de pensar que eu vou ter que encarar aquele cara insuportável, já me dá cansera)

(Izzy) Ok... então eu já vou indo para não ficar muito tarde.

(Jenny) Se você quiser carona, eu te levo para sua casa.

(Izzy) Não precisa se incomodar, eu pego um táxi mesmo.

(Jenny) Não vai me incomodar, eu já estava de saída mesmo.

(Izzy) Então eu aceito.

(Jenny) Ótimo... então vamos.

Vamos para o elevador e Jenny me pergunta de derepente, sem nenhum aviso prévio.

(Jenny) Então ? O que achou do meu irmão ?

(O QUÊ  ?????)

(Izzy) Co-como assim, o que eu achei do seu irmão ?

(Jenny) Você falo que vocês se esbarraram por ai né ?

(Izzy) Sim... (eu estou com medo de onde está conversa vai chegar)

(Jenny) Então ??? O que achou dele ?

(Izzy) Normal... (falo um pouco tímida, isso é totalmente extranho)

(Jenny) Só normal ? (Ela me olha perplexa)

(Tá, eu confesso ele é totalmente gostoso e gato e tem um par de olhos maravilhosos, mas eu não vou falar isso para a irmã dele...)

(Izzy) É-é... (e a porta do elevador se abre, me tirando daquele sufoco, "bendito seja esse elevador", nós fomos andando até sair de dentro da empresa)
(Izzy) Onde está o seu carro ?

(Jenny) Eu não estou com meu carro, eu cheguei hoje de viajem, ainda não deu tempo de pegar.

(Izzy) Então do que nós vamos ?

(Jenny) Nós vamos de limousine.

(Eu não sei porquê, mas eu to sentindo que o meu dia está longe de acabar)

Nós entramos na limousine e eu passo meu endereço para o motorista, mas o carro ainda não sai do lugar.

(Izzy) Aconteceu alguma coisa ?

(Jenny) Como assim ?

(Izzy) É que o carro ainda nem saiu do lugar, achei que teve algum problema com o carro.

(Jenny) Aah, não não, só estamos esperando o meu irmão...

(O QUÊ ???, Meu sexto sentido nunca falha)

(Izzy) Porque você não me falou isso antes ? Eu não  sabia que nós iamos com seu irmão ?

(Jenny) Você não achou que ele ia de apé né ? Kkkkkk... fica tranquila, ele não morde... e você mesma disse que acho ele normal, então não vai ser problema nós andarmos no mesmo carro como pessoas normais.

( Ai se eu pudesse, eu mataria ela agora mesmo)

(Izzy) Mas ele continua sendo o meu chefe. (Eu vou indo em direção da porta para sair do carro, mas alguém abre a porta antes de mim, e meus olhos encontram um par de olhos magníficos, que não é nada mais nada menos que Ryan Carter.)
(Izzy) Senhor Carter ?

(Ryan) Não, o papai noel.

(Eu tento ser educada, mas ele não colabora)

(Izzy) Mais 1kilo e fica igual. (Não que ele seja gordo, bem longe disso)

(Ele está me olhando extranho, deve estar pensando "o que essa garota está fazendo na minha limousine super cara".)

(Jenny) Ry... Eu ofereci uma carona para ela, mas ela não quer ficar.

(Ryan) E porque não quer aceitar a carona senhorita Lightwood.

(Porquê eu não aceito a carona?!! Pelo simples falo dele ser um estúpido)

(Ryan) Se bem que, pelo fato de você ter derrubado café na minha camisa e nas minhas pastas, eu deveria fazer você ir para sua casa apé.

(Izzy) É para isso que existe táxi, para não precisar andar apé... então me de licença que eu preciso pegar um.

(Ryan) Calmaaa !! Eu nem terminei de falar ainda... como eu não guardo rancor, eu mesmo te ofereço uma carona até sua casa. (Ele me dá um sorriso de canto)

(Jenny) Por favor Isabelle, é só um carona.

(Ryan) Fica tranquila, que eu não vou morder ninguém aqui não, a não ser que me peça.

(Reviro os olhos) 

(Izzy) Eaceito Jenny, mas porque VOCÊ me pediu. (Dou ênfase em "você")

(Ryan) Haaaaa !!!! Vamos logo vai. (Ele entra no carro)

O carro da partida e fica em um silêncio profundo até  que Jenny decide quebrar esse clima pesado.

(Jenny) Então Isabelle ? Você é de Nova York mesmo ?

(Izzy) Pode me chamar só de Izzy mesmo... eeee não, eu nasci no Canadá.

(Jenny) A que legal, então você é Canadense, eu nunca tive tempo para conhecer Canadá, mas disseram que lá é lindo não é ? 

(Izzy) Na verdade eu não sei.

(Ryan) Hãn ? Mas você não é canadense ? Você é completamente louca!!

Quem chamo esse cara na conversa ?

(Izzy) Não sou louca, mas é que eu nasci no Canadá, mas me mudei para Geórgia quando eu tinha 3 anos, então obviamente eu não me lembro como é lá.

(Ryan) Agora tá explicado...

(Jenny) Então Ry !! Eu contratei uma nova assistente para você, ela começa amanhã.

(Ryan) Que bom... e eu conheço?(ele fala mechendo no celular)

(Jenny) Sim... e ela está sentada bem do seu lado.

(Então ele levanta a cabeça, olha bem nos meus olhos e sorri)

(Ryan) Maravilha! 

O que aconteceu aqui ?

E Ryan decide estregar o clima.

(Ryan) Espero que chegue na hora exata, odeio atrasos.

Eu só cheguei aquele dia atrasada, o dia em que derrubei café nele, mas aquele dia foi exceção, eu tinha bebido demais com a Lisa e ainda fui trabalhar de ressaca.

(Izzy) Fica tranquilo, pontualidade é o meu sobrenome.

(Ryan) E o primeiro é "sem"... não ache que eu me esqueci que no dia em que você derrubou café em mim, você estava atrasada.

Maldito!

(Izzy) Pois se eu estava atrasada, você também estava.

Posso estar errada, mas não vou abaixar minha cabeça.

(Ryan) O quê ? 

(Izzy) Ninguém nunca te vê chegar na empresa, isso só tem uma explicação, você é o primeiro a chegar sempre, a não ser que você teja uma passagem secreta, ai seria outra história.

(Ele da risada)

(Ryan) Boa lógica, você é muito esperta... não sabia que andava me espionando.

(Izzy) Eu não te espiono, mas as pessoas falam.

Jenny só está observando, parece estar com medo de onde isso vai chegar.

(Ryan) Então vocês falam sobre mim ? (Ele ergue uma sobrancelha)

(Izzy) Pessoas normais, saem para almoçar e falar de seus superiores as vezes sabe?!!

(Ryan) E o que falam de mim ? (Ele da um sorriso)

(Izzy) Quer mesmo saber ? As pessoas não pegam leve.

(Ryan) Se você tiver coragem pode falar.

(Izzy) Primeiramente: Eu achava que você era um velho, só pelo fato das pessoas falarem que você é arrogante, não imaginei que uma pessoa tão jovem era tão ranzinza assim.

Apenas escuto a Jenny dando risada.

(Ryan) Você não tem medo de falar essas coisas do seu chefe ?

Pego meu celular e mostro a hora.

(Izzy) Não estou no horário do meu expediente, então não, não tenho medo.

  Dou um sorriso de Vitória

Ele simplismente me fuzila com os olhos

O carro para na frente do meu prédio, e eu me despeço e entro no meu apartamento.

Jogo meus sapatos em um canto, tiro minha roupa, tomo um banho e coloco meu pijama, e me jogo na cama.

Amanhã eu tenho certeza que vai ser um dia beeeeeeem longo.
"Será que eu vou dar conta do Carter ?"
Nem quero pensar nisso, vou guarda meu sofrimento para amanhã.
Ativo meu despertador, deito minha cabeça no travesseiro e tento não pensar em nada até pegar no sono.


Notas Finais


Espero que tejam gostado!!! E me desculpem qualquer erro ortográfico.
Beijokaas 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...