1. Spirit Fanfics >
  2. Is It Love? Sebastian "Sempre seremos eu e você " >
  3. 7 anos depois

História Is It Love? Sebastian "Sempre seremos eu e você " - Capítulo 25


Escrita por:


Capítulo 25 - 7 anos depois


Fanfic / Fanfiction Is It Love? Sebastian "Sempre seremos eu e você " - Capítulo 25 - 7 anos depois

  Os gêmeos já estão com 7 anos, e nesse período nós tivemos duas outras filhas a Larissa de apenas 2 aninho, e a pequena Isis de 1 aninho, a mamãe me disse que ainda não tem nenhuma manifestação de poder diferentes  em nenhum dos gêmeos.

  Lisa- Mamãe o Enzo não quer me mostrar as presas dele- ela diz irritada

  Camily- Mas ele não pode ficar se transformando só porque você quer querida- assim que eu digo ela bufa

  Lisa- Isso não é legal- ela cruza os bracinhos e faz um bico

  Camily- Vai lá brincar com seu irmão, mas sem se transformar

  Ela vai para o jardim dos fundos, o Sebastian não está mais dando aulas desde quando a Larissa nasceu, ele quer estar presente na vida dos nossos filhos, estou no jardim brincando com as crianças.

  Lorenzo- Mamãe eu tô com fome

  Lisa- Eu também mamãe

  Camily- Tá bom vou fazer algo para nós comermos fiquem aqui olhando as irmãs de vocês- eles assentem e se sentam perto das meninas

  Estou na cozinha fazendo alguns sanduíches quando ouço a campainha tocando, vou até lá assim que eu abro vejo o Drogo, ele tem me ajudado bastante a cuidar das crianças, não só ele mas todos os irmãos Bartholy, a Sarah, e as meninas, tirando o Matt e a Vanessa, eles tem seus próprios filhos.

  Camily- Que surpresa Drogo, o que faz aqui?

  Drogo- Eu só vim ver se precisava de algo

  Camily- Não, mas se você quiser ficar as crianças vão ficar felizes em te ver

  Ele entra, eu pego os sanduíches e os copos de suco e vamos para o jardim, assim que eles veem o Drogo eles ficam bem alegres inclusive a Larissa.

  Drogo- Olá pequena

  Larissa- Do... Dogo, Dogo, Dogo- ela balbucia essa pequena palavra

  Camily- Nossa parece que perdi minha filha- digo fazendo uma cara triste- As primeiras palavras dela nem foram mamãe

  Drogo- É porque ela prefere a mim

  Larissa- Dogo, dogo, binca dogo

  Drogo- Claro pequena

  Sebastian- Boa tarde meu amor- ele deposita um pequeno beijo em minha boca- Boa tarde Drogo, oie minha princesinha- ela diz pegando ela no colo

  Larissa- Dogo- ela diz estendendo os bracinhos pra ele

  Sebastian- Quando ela começou a falar?

  Camily- Faz pouco tempo

   Sebastian- Agora fala papai minha pequena- ele diz olhando para ela

  Larissa- Dogo, binca dogo

  Camily- Parece que ela não quer

  Sebastian- E desde quando eu perdi a minha princesinha pra ele- ele diz com um pouco de raiva

  Drogo- Sabe o que que é lobinho? É que eu sou mais interessante

  O Drogo pega a Larissa e vai brincar com ela e as crianças, eu e o Sebastian vamos para sala eu praticamente me jogo no sofá.

  Sebastian- Você está cansada não é meu amor?

  Camily- Um pouco mas eu consigo sobreviver a isso

  Sebastian- Eu tenho um presente pra você- ele me entrega um envelope, assim que eu abro eu vejo duas passagens

  Camily- O que é isso amor?

  Sebastian- Duas passagens para um cruzeiro de uma semana

  Camily- Mas meu amor e as crianças?

   Sebastian- Eu já falei com a Sarah e o Nicolae, e eles concordaram em ficar com eles

  Camily- Tem certeza de que podemos?

  Sebastian- Claro meu amor

  Camily- Está bem, eu estou precisando mesmo tirar umas férias, e melhor ainda se for com você

              Semana de férias

  Estou terminando de arrumar minhas malas, o Drogo já veio buscar as crianças, eu não queria deixar eles aqui mas estou precisando de uma folga.

  Sebastian- Vamos meu amor?

  Camily- Claro já estou pronta

  Nós descemos, e vamos para o táxi que já estava nos esperando, chegando na balsa nós embarcamos no cruzeiro, eu fico pensando em tudo que já aconteceu até agora.

  Para falar a verdade estou me perguntando o porque nada do que eu vi aconteceu, o Viktor ainda não apareceu e nem tentou matar meus filhos, e eu espero que continue assim.

              Em Mistery Fall

          Pov. Drogo

  Estou colocando a Isis e a Larissa para dormir, o Enzo e a Lisa estão na cozinha com o Nicolae, ouço a porta se abrir e vejo a Sarah entrando.

  Sarah- É até engraçado ver o grande Drogo Bartholy assim tão cuidadoso

  Drogo- As pessoas mudam Sarah, assim como você odiava os Bartholy e agora tá aqui casada, e esperando um filho do Nicolae

  Sarah- É você até pode ter razão

  Ela fica ali acariciando as pequenas bochechas da afilhada dela, fico ali parado na porta quando sinto uma presença familiar, eu fico um tempo congelado quando percebo que essa presença é a do Viktor.

  Sarah- Que cara é essa Drogo? parece que viu um fantasma

  Drogo- Fica aqui, e não sai enquanto eu não mandar

  Sarah- Por que?

  Drogo- Só faz o que eu estou mandando

  Vou até a porta da frente e o vejo lá parado, com um sorriso cínico nos lábios.

  Drogo- O que você quer aqui?

  Viktor- Eu vim ver meus queridos filhos, e além do mais essa casa é minha

  Drogo- Essa casa deixou de ser sua desde o momento em que você supostamente morreu

  Viktor- Que tal você me convidar para entrar, e depois nós conversamos sobre isso

  Drogo- Hahahaha você acha mesmo que eu vou deixar você entrar? Desembuxa logo o que você quer aqui?

  Viktor- Bom eu acho que você sabe muito bem o que eu estou fazendo aqui

  Drogo- Então é isso, bom se você acha que vou te deixar encostar um dedo nos filhos dela você está muito enganado

  Viktor- Hahaha você está defendendo esses bastardos? Você tem que estar do meu lado não do lado deles

  Drogo- Eu não estou do lado de ninguém, só não vou deixar você encostar um dedo em nenhum deles, e você não vai conseguir entrar aqui pois está cercado por magia

  Viktor- Aquela maldita da Camily sempre atrapalhando meus planos, mas vocês não iram estar sempre por perto desses bastardos

  Catherine- Bom Viktor você não vai encostar um dedo nos meus netos, e quem fez uma barreira mágica foi eu e não a Camily

  Viktor- O que você faz aqui? Você tinha que estar morta

  Catherine- Bom você também deveria

  Viktor- Eu te conheço e sei que todas as suas magias tem um ponto fraco e quando eu descobrir, ou quando seus queridos netos estiverem sozinhos e eu tiver minha chance eu irei matá-los

  Drogo- Eu já disse que não vou deixar você encostar em ninguém

  O Viktor sai de lá e depois de dizer que vai voltar, volto para o quarto onde as meninas estão a Larissa acordou então eu a pego e vou brincar um pouco com ela.

  Drogo- Eu juro que não vou deixar ele encostar um dedo em nenhum de vocês- ela me olha e me da um sorriso com seus poucos dentes na boca

  Larissa- Dogo, mano Dogo

  Drogo- Isso mesmo mano Drogo

  Nicolae- Desde o momento que você viu ela você tem mudado muito

  Drogo- Concordo, ela tem uma  coisa diferente, eu não sei explicar mas sei que ela tem um jeito que quando estiver maior assim como agora vai ter várias pessoas a sua volta

  Nicolae- Eu também acho- ele sorri e vem até perto de mim- Posso?- faço que sim e entrego ela para ele

  Saio do quarto deixando eles lá e vou para o quarto da Lorie ver o que ela está aprontando com os gêmeos.

                No cruzeiro

        Pov. Camily

  Eu e meu lobinho estamos desfrutando bastante desse cruzeiro, desde que embarcamos no  cruzeiro já faz 1 dia e nesse tempo já fizemos amor várias vezes.

  Camily- Sabe meu amor, foi muito bom eu ter aceitado vir- digo acariciando seu abdômen

  Sebastian- E foi muito bom eu ter essa ideia de tirar umas pequenas férias, só que se continuarmos assim vamos acabar cansados antes mesmo de chegarmos no Caribe

  Camily- Você sabe que é meio impossível isso acontecer né

  Sebastian- Eu sei, mas nós temos que descansar um pouco, nos alimentarmos, e irmos fazer alguma atividade, quem sabe ir na piscina?

  Camily- Pode ser uma boa idéia, então vou colocar um biquíni, você coloca sua roupa de banho e vamos

  Sebastian- Ok- vou para o banheiro e coloco (foto da capa), volto para o quarto e ele já está com uma bermuda- Parece que terei que ficar de olho em você

  Camily- E eu em você hahaha

  Nós saímos do quarto e vamos para piscina vejo várias mulheres olhando pro Sebastian, eu não as julgo eu também estaria olhando se não estivesse com ele.

  Sinto ele passando o braço pela minha cintura, olho para ele que me da um lindo sorriso o qual eu retribuo, depois olho em volta e vejo alguns olhares masculinos sobre mim.

  O Sebastian está na piscina, eu optei por ficar na espreguiçadeira tomando um pouco de vodka, eu vejo o Sebastian vindo até mim, ele se senta ao meu lado e fala.

  Sebastian- Você não vai entrar na piscina amor?

  Camily- Acho que vou ficar aqui só bebendo

  Sebastian- Nada disso, nós viemos aqui para entrarmos na piscina

  Camily- A não meu amor, vou ficar aqui e você pode entrar lá

  Sebastian- Não, você também vai entrar- ele se levanta vem até mim e  me pega no colo me levando até a piscina e pulando junto comigo

  Camily- Eu te mato Sebastian

  Sebastian- Você pode tentar mas  só se conseguir me pegar

  Camily- Bom já que é assim, vou pensar em uma ótima punição pra você- dou um sorriso safado pra ele


Notas Finais


Não foi um dos melhores pois estou sem criatividade.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...