História Gunê- O amor é sempre assim? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Gune, Guto, Malhação
Visualizações 603
Palavras 956
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


♡♡♡

Capítulo 3 - Era ela...


ᓠ - Olhava ao redor e podia ver que os amigos do Guto, todos estavam rindo. Aquela movimentação, estava me deixando sufocada, não pensei duas vezes, me retirei dali, segui até uma cadeira um pouco distante deles. Estava sentada ali, completamente distraída fixando o chão, meus olhos marejados, mostrava que realmente estava prendendo o choro. Levantei o olhar e fui surpreendida por perceber que Guto estava olhando em minha direção, não tinha ninguém atrás de mim, então, ele estava olhando para mim?" -Perguntei a mim mesma- será?....ᓤ

—Será que o Guto está gostando da parede? Melhor eu sair e deixar ele paquerar à parede. Nossa, achei que o gosto do Guto fosse outro!

Flashback off;;;

— Benê!?  - Dizia keyla-

Fui interrompida dos meus pensamentos ao ouvir a keyla me chamando.

— Oi Keyla? Algum problema? O Tonico ainda tá dormindo.

-Olhei para trás e vir que ela vinha em minha direção-

— Ei Benê, por que ainda não desceu? Estamos todos na lanchonete do Roney, só falta a Lica chegar. Bom, e vc descer.

- Olhava a keyla sem nenhum ânimo-

— Ei Key! Posso te perguntar uma coisa? - As palavras saiam da minha boca sem perceber-

— Claro que pode Benê, porém, não agora. Precisamos descer! - A keyla disse enquanto ouvia a Ellen gritar o nome dela lá embaixo- Viu só? - ela perguntava rindo enquanto se retirava rapidamente. -

Não sei, aquilo estava doendo, como se eu sentisse falta de algo, mas não faltava nada. Decidi sair do quarto e descer as escadas sem nenhuma vontade, queria ir para casa, queria ficar sozinha, eu queria chorar, por que eu queria chorar?

- Ao chegar na lanchonete, mal tinha colocado o pé e pude ouvir as meninas me gritando-

— BENÊEEEEEE! - A Lica sempre me chamava desse modo, parecia que amava me ver irritada-

— Oi Lica! Por que tem que sempre me chamar assim? -Bufava um pouco irritada-

— Na verdade Benê, eu amo você, sabia? - Lica dizia de um jeito carinhoso-

Engraçado que sempre que ela ia me pedir algo, ela sempre falava isso, sempre!

— Fala logo, o que quer que eu faça? - perguntei um pouco cabisbaixa por não saber o motivo de ainda estar com o Guto martelando na minha cabeça-

— Que isso Benê? Acha que eu sou interesseira? - Lica perguntava com repugnação - tá bom, eu ia te pedir para você ir no mercado comprar 6 latas de leite condensado. -ela ria-

— Tá bom Lica! Mas....Para que tantos? - perguntei um pouco curiosa-

— Vamos fazer uma cachoeira de brigadeiro Benê, assim vamos vender aqui na lanchonete!

—Cachoeira Lica? Aonde vocês vão encontrar uma?

— Não Benê, você vai ver!

—Tá bom Lica, vou indo! - Disse com um sorriso, ela sorrio em forma de agradecimento, eu sabia que ela queria ficar bem perto do Felipe, eles faziam um belo casal-

Me retirei dali sem nem olhar quem se encontrava na lanchonete, afinal, eu gostei por ter que ir, precisava ficar sozinha, queria muito ficar sozinha. Se eu ficasse quieta com as meninas ali, com certeza elas iriam vir em minha direção.

-Estava perdida em meus pensamentos, até que me bati em uma cadeira-

— Ai! - resmunguei por sentir uma leve dor no braço-

— Olha se não é a esquisita!....

Aquela voz era familiar, eu não acredito que era a Samantha, realmente era ela;

"Achei que ela não estivesse aqui hoje!"

-Não disse absolutamente nada, apenas sussurrei- —:Desculpa!!

—Você?...

- ouvi uma voz masculina, por mais que eu não fosse amiga do Guto, eu sempre via ele passar, então já conhecia a voz dele-

 

{Guto}

Estava ali, completamente distraído com as conversas da Samantha, ela falava de tudo, reclamava que estava com fome.

 

—GUTO? VOCÊ TÁ ME OUVINDO? - A Samantha perguntava furiosa-

 

Nossa, realmente dava para perceber que eu não estava prestando atenção? por que eu estava tanto querendo encontrar ela? Não, por que meu pensamento está nela? Nossa, para Guto, que coisa mais sem sentido!


Eu sempre tive à Benê, como uma amiga distante. Ela era amiga das meninas, que por sinal, eu conhecia, através do Felipe, MB, Tina e à Lica. Ah, tem o Jota e o Juca, mas o que importa é: Agora todos se conhecemos."Mais ou menos." Depois que ajudamos arrumar tudo, passamos a frequentar ainda mais à lanchonete do Roney, . Nesse mesmo dia eu fiquei observando à Benê dedilhar no piano, como se fosse um materlo. Não tinha me aguentado, além de reclamar. Ainda toquei na frente dela. Depois disso ela ficou me perturbando para ser seu professor de piano. Às vezes ainda me pegava conversando distraidamente com ela. De uns tempos pra cá, eu passei a observar ela com mais clareza.
E observando bem, ela tem um jeitinho lindo, um jeito que eu nunca parei para reparar. Ela conseguia me fazer sorrir, apenas com uma resposta atrapalhada que ela sempre dava. 
Eu sinceramente estou amando os minutos que apenas à vejo. Talvez eu deva ceder e ensinar ela!Eu estou sentindo algo estranho quando tenho ela perto de mim...

 

— Claro que estou Samantha! - respondi, voltando a ficar distraído- 

-Fui interrompido dos meus pensamentos por algo ter batido em mim, na verdade, foi apenas na cadeira, porém me assustou.

—Desculpa!! 

Aquela voz, meu coração acelerou rapidamente, me virei para encarar quem havia se batido na cadeira. Ou apenas estava querendo ver quem era?

-Me virei rapidamente, se batendo de cara com o olhar dela, faltou ar; o coração estava bastante acelerado, comecei a suar frio. Um pequeno sorriso surgia entre meus lábios ao ficar observando ela." Era a Benê, por que estou assim? Como ela é linda! O quê? Para!"  - Acabava por acordar dos pensamentos ao perceber que  MB e a Samantha estavam olhando para mim-.... 


Notas Finais


Me perdoem se tiver algum erro. ♡♡♡♡
Espero que tenham gostado!

Desde já, agradeço! ♡♡ ♡♡ ♡♡ ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...