História Is not my happiness colorless? - Capítulo 2


Escrita por:

Visualizações 3
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA QUEM BROTOU? Trouxe mais um capítulo para vocês xuxus

Boa leitura ♡

Capítulo 2 - Capítulo -2


Fanfic / Fanfiction Is not my happiness colorless? - Capítulo 2 - Capítulo -2

 Eu estava jogada em um canto do meu quarto me perguntando porque eu ainda tenho vida ....... muitas vezes a gente se pergunta isso né, ou sou só eu?

 Eu me sinto um erro , tantas vezes me vem uma frase na cabeça , " Se eu não tivesse " todos nos pensamos assim as vezes né? Arrependimento por algo é uma coisa normal, eu sou cega mais não surda, se eu não tivesse corrido atrás daqueles balões não ouviria minha mãe chorar pelos cantos 


Em alguns casos se culpar não é uma opção, É a escolha que nos resta , eu me fiz estar assim, não envolve só a min é o breu que tenho perante aos meus olhos e sim a minha mãe, a 16 anos ela tentou de todas as formas me trazer as cores denovo , vários médicos, passamos por boa parte do mundo tentando fazer algo que me fizesse voltar a enxergar mas não conseguimos, e é aí que eu tomo mais alguns goles de culpa 

"Se eu não tivesse"


Toda noite essa frase ecoava em minha cabeça, as piores coisas para se sentir é a culpa , é com ela vem os amigos , arrependimento e peso na consciência, como todo adolescente normal eu me formei , critiquei múltiplas vezes a sociedade , é claro, me exclui da mesma , eu tinha todos os motivos para não querer viver , claramente eu era um erro

Ouvi o rangir da porta e pelo cheiro adocicado do perfume e a fragrância das roupas era Betanny , minha mãe decidiu que eu precisava de alguém para me ajudar no dia a dia, então ela contratou a garota , que insiste em dizer que é minha amiga, mas calma, nos damos um salário e plano de saúde aos nossos amigos ? Acho que não né, então para min ela é só a garota que me ajuda a colocar as roupas pelo lado certo , a descer as escadas 

- -------- O jantar está servido, sua mãe ligou e pediu para avisar, que não conseguirá chegar a tempo para jantar contigo - Disse a garota simplista e ouvi seus Paços em minha direção ela se abaixou ao meu lado e disse

- Não deveria se culpar por isso ----- foi um acidente......  - Ela disse em um tom simplista e calmo


Para os outros poderia ser fácil, só não me culpar e pronto , mas não é , Eu insisti para ter esses balões , então se for olhar por um lado , foi uma escolha minha ter oque eu tenho hoje , foi uma escolha minha ter feito minha mãe chorar 


- Já se sentiu um erro Bettany? - Disse e me levantei apoiando pelos móveis - Não né? Então não sabe oque se passa na situação 


Suspirei pesado, Eu sei que a garota não tinha nada haver com aquilo, mas eu não consigo, não sou mais a garota do sorriso doce , meus sonhos se apagaram junto com a minha visão, tudo se tornou escuro , agora é simplesmente vazio , agora é um nada , agora é se olhar no espelho e não ver o propio reflexo..... 

Descemos para a sala de estar e uma das empregadas abriu a cadeira para min Betanny me ajudava em tudo, Eu já tentei comer sem ajuda , mas minhas roupas que comiam não eu, é melhor evitar do que correr o risco, quando não se vê mais você aprende isso 

Depois de jantar subi novamente para o quarto e escovei meus dentes a única coisa que aprendi com prática, nada que as pessoas se orgulham, afinal a garota tem 20 anos não 4 , ela já escova os dentes sem a ajuda de alguém 

Me joguei na cama e senti o tecido macio o colchão se afundar pus meus fones e coloquei minhas músicas para tocar e simplesmente adormeci ouvindo minha música  favorita 

Me ajude
É como se as paredes estivessem desmoronando
Às vezes, sinto vontade de desistir
Mas eu não posso
Não está no meu sangue

Deitado no chão do banheiro, sem sentir nada
Eu estou sobrecarregado e inseguro, me dê algo
Que eu poderia tomar para relaxar minha mente lentamente ~In My Blood- Shawn Mendes 





Notas Finais


Pequeno né? A história tem muitos encaixes então vamos por partes xuxus

Desculpem qualquer erro ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...