História Is There Still Love? - Camren - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camilacabello, Camren, Fifthharmony, Lgbt, Norminah, Orange, Romance, Romancelesbico
Visualizações 599
Palavras 1.749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Noite maravilhosa


Fanfic / Fanfiction Is There Still Love? - Camren - Capítulo 20 - Noite maravilhosa

      POV LAUREN

 

 

- Eu amo você, sua idiota. – Ela diz com um sorriso nos lábios.

- Eu também amo você, Camz.

Ela leva uma de suas mãos em minha nuca, me puxando para um beijo, e eu levo uma de minhas mãos em sua cintura, virando meu corpo um pouco para o lado.

Ela para o beijo e pega o copo em minha mão, deixando-o em cima da mesa de centro, e levanta um pouco seu corpo, sentando em meu colo logo em seguida, e volta a me beijar.

Levo minhas mãos em sua bunda, apertando-a e Camila solta um gemido entre o beijo feroz, e morde meu lábio inferior com força.

Sugo sua língua enquanto ela arranha minha nuca, subo minhas mãos por dentro de sua blusa e arranho suas costas.

Paro o beijo e afasto um pouco para retirar sua blusa. Voltamos a nos beijar e seguro em suas coxas com firmeza. Levanto do sofá e vou seguindo em direção ao meu quarto carregando ela no colo.

Deito-a na cama e retiro meus sapatos e minhas roupas rapidamente, ficando apenas de lingerie.

Sinto os olhos de Camila em meu corpo, e abro um sorriso ao vê-la morder os lábios. Ela leva suas mãos até minha cintura, me puxando para mais perto, e começa a distribuir beijos em meu abdome. Levo a cabeça para trás, respirando fundo e mordendo meus lábios, ao sentir seus lábios. Volto a olha-la e com uma de minhas mãos, puxo seus cabelos, fazendo com que ela me olhe nos olhos. Avanço em seus lábios, a beijando ferozmente. Depois me afasto e retiro sua calça social e seus sapatos.

Camila rasteja para trás, deitando seu corpo, e eu deito meu corpo por cima do seu. Volto ao beijar seus lábios, e levo uma de minhas mãos por cima de seu seio coberto pelo sutiã, fazendo ela solta um gemido em minha boca assim que o aperto.

Desço minha mão, adentrando sua calcinha, e deslizo meus dedos em sua intimidade, sentindo o quanto ela está molhada.

- Que delícia. – Digo em seu ouvido, mordendo o lóbulo de sua orelha logo em seguida.

Levo meus dedos até seu clitóris e começo a brincar com ele. Camila solta um gemido e arranha minhas costas com força. Volto a beija-la, e ela começa a movimentar seu quadril.

Quando ela estava quase chegando ao orgasmo, eu paro de brincar com seu clitóris e retiro minha mão de sua calcinha. Ela para o beijo, me olhando confusa. Abro um sorriso e desço meu corpo, parando em sua coxa. Levo minha boca até sua calcinha, retirando-a, e começo a distribuir beijos em sua virilha, e depois passo a ponta de minha língua em seu sexo.

- Lauren... – Diz se contorcendo. – Por favor.

Abro um sorriso, e começo a chupar o seu sexo. A chupei com toda vontade que possuía em mim. Camila gemia enquanto contorcia seu corpo, me deixando ainda mais excitada.

Introduzo dois dedos em seu sexo enquanto brinco com seu clitóris com minha língua, e Camila leva suas mãos até meus cabelos, puxando-os.

- Oh! Isso, não para. – Diz entre gemidos.

Intensifico as estocadas enquanto ela remexe seu quadril, e não demorou muito para ela chegar ao clímax. Sugo todo seu gozo e subo meu corpo, encontrando ela ofegante e com os olhos fechado.

- Sinta como o seu gosto é gostoso. – Digo após beijar os seus lábios. Ela sorrir, abrindo os olhos.

Ela leva suas mãos até o fecho do meu sutiã, abrindo e o retirando com agilidade.

- Agora é a minha vez.

Rapidamente, ela gira nossos corpos, ficando por cima de mim. Mordo meus lábios enquanto olho em seus olhos, e solto um gemido assim que ela passa sua língua quente em meu mamilo. Ela mordisca e depois começa a suga-lo, enquanto massageava o outro com sua mão. Depois ela desce distribuindo mordidas por todo meu abdômen, e quando chega em meu sexo, ela passa sua língua ainda em cima da calcinha, solto um gemido, e rapidamente ela retira a peça. Olho em seus olhos que transbordam sexualidade, e ela abre um sorriso safado ao passar os dedos em meu sexo encharcado, e logo em seguida leva seus dedos em seus lábios, sugando-os deliciosamente, enquanto mira meus olhos.

- Céus! – Suspiro, passando minhas mãos em meus cabelos.

Ela morde os lábios e depois os leva até o meu sexo, dando apenas algumas lambidas, me deixando ainda mais louca.

- Camila, você está me deixando louca. – Minha voz sai mais rouca do que o normal.

- Estou? – Questiona, e da apenas uma chupada em meu clitóris, me fazendo soltar um gemido.

- Camz...

- O que você quer, Lolo? – Da outra lambida, e eu solto outro gemido. – Pedi. Pedi para que eu faça. – Diz com uma voz sensual.

- Me chupa... Me chupa... Por favor. – Imploro entre os gemidos. Ela então começa a sugar meu sexo com vontade.

Cravo minhas unhas em seus ombros, e isso a faz me chupar com muito mais vontade. E não demorou muito para que eu gozasse em sua boca.

Ela volta a deitar o seu corpo em cima do meu, e sorrir limpando os cantos dos lábios com a língua.

- Você é ainda mais deliciosa do que eu me lembrava. – Diz sensualmente.

Abro um sorriso e retiro seu sutiã, tendo a visão maravilhosa de seus seios. Levo minhas mãos até eles e começo a massageá-los. Camila fecha os olhos, mordendo seus lábios. Levo meus lábios até um de seus seios, enquanto massageio o outro. Camila começa a mexer o quadril, roçando nossos sexos. Paro de sugar seu seio e solto um gemido e arranho suas costas enquanto lhe acompanho com os movimentos. Intensificamos os movimentos e não demorou muito para chegarmos ao clímax juntas.

 

 

         ______

 

Estamos deitadas com os corpos nus, Camila está com a cabeça em meu ombro, e fazendo carinho em meu abdômen com as pontas dos dedos, enquanto faço carinho em seus cabelos.

Havíamos feito amor por várias vezes, e o sol já começava a nascer. Nossos corpos estão exaustos, mas não queremos dormir. Queremos aproveitar mais o nosso momento.

- Eu amo você, Camz. – Digo quebrando o silêncio.

Camila levanta um pouco sua cabeça para me olhar nos olhos, e sorrir. Ela leva sua mãos ao meu rosto, e eu fecho os olhos ao sentir seu carinho.

- Eu amo você, Lolo. – Abro os olhos, e ela sela nossos lábios em um beijo apaixonado.

 

 

          _______

 

 

Vou até a sala de Camila para chama-la para irmos almoçar, e assim que abro a porta de sua sala, tenho uma surpresa desagradável.

- O que essa mulher está fazendo aqui? – Questiono irritada.

Camila e Hailee olham em minha direção, e Hailee levanta as sobrancelhas, me lançando um olhar sínico.

Aproximo-me, parando próximo das duas que estão sentadas no sofá.

- O que ela está fazendo aqui, Camila? – Cruzo os braços na altura dos seios, esperando por uma resposta.

Camila se levanta e se aproxima de mim.

- Estamos apenas conversando.

Desvio o olhar de Camila, levando para a idiota sentada no sofá, com um sorriso no rosto.

- Eu quero você fora da minha empresa. – Digo entre dentes.

- Lauren, o que é isso? – Camila me olha incrédula.

- Agora! Ou irei chamar os seguranças.

- Lauren, para com isso! – Diz Camila irritada.

- Está tudo bem, Mila. – A idiota se levanta. – A gente continua nossa conversa em outra hora.

- Hailee, me desculpa. – Olho incrédula para Camila.

É sério que ela está se desculpando com essa garota?

- Está tudo bem, Mila. Está na minha hora mesmo.

Sinto minha raiva ficar ainda maior ao ver a vagabunda dando um beijo no rosto de Camila.

- Que merda foi essa? – Camila pergunta furiosa, assim que a vagabunda sai da sala.

- Eu que lhe pergunto. Depois de saber a verdade sobre os sentimentos dela, como pode deixa-la vir aqui?

- Ela é minha amiga, caramba!

- Ah, por favor, Camila. – Solto uma risada irônica. – Essa garota não é sua amiga.

- Sim, ela é!

- Meu Deus, Camila! Como você pode ser tão...

- Tão o quê? – Diz me interrompendo, e eu solto um suspiro, irritada. – Me diz, Lauren!

- Ela não é sua amiga. Ela não te ver desse jeito.

- E você acha que só por causa disso, eu tenho que acabar com anos de uma amizade?

- Nesse caso, sim!

- Se fosse a Verônica, você por acaso acabaria com a amizade de vocês? – Questiona, e eu nada digo. – Pois é, foi o que imaginei.

Ficamos nos olhando por alguns segundos, e depois Camila solta um suspiro cansado.

- Quer saber? Acho melhor você voltar para sua sala, Srta. Jauregui. – Diz me olhando seriamente.

Mordo os lábios e solto uma pequena risada irônica, balançando a cabeça negativamente. Olho para ela mais uma vez e saio de sua sala.

Eu sei que posso ter exagerado lá dentro, mas a raiva que eu senti ao ver as duas juntas foi muito grande. Eu simplesmente não consegui me controlar.

 

           _______

 

 

Assim que acaba o expediente, eu vou para o estacionamento e fico esperando por Camila, ao lado de seu carro.  Depois de alguns minutos, ela aparece com Ally ao seu lado.

- Eu vou pegar um táxi. – Ally diz assim que elas se aproximam.

- Não precisa, Ally. Eu e a Srta. Jauregui não temos nada para conversarmos.

- Camila, por favor. – Desencosto de seu carro e me aproximo dela.

- É melhor eu ir de táxi mesmo. – Ally diz se retirando.

- O que você quer, hein? Dar outro showzinho? – Cruza os braços, impaciente.

- Me desculpe, Camz. – Tento segurar em sua mão, mas ela se afasta.

- O que você fez foi ridículo, Lauren.

- Eu fiquei com ciúmes, tá legal? Eu sei que talvez eu tenha exagerado, mas...

- Talvez? – Pergunta me interrompendo. – Você exagerou, sim e foi muito.

- Me desculpa. Eu... – Dou uma pausa. – Eu prometo que vou tentar me controlar.

Volto a me aproximar e seguro em suas mãos, fazendo ela descruzar os braços.

- Tivemos uma noite tão maravilhosa. Não vamos deixar isso atrapalhar a gente.

- Tudo bem. Mas eu não quero mais você fazendo essa palhaçada novamente.

- Não vou. Eu prometo.

Selo nossos lábios, e depois nos despedimos. Mesmo querendo ficar mais tempo ao lado, eu fui para minha casa. Estamos muito cansadas por causa da noite que tivemos juntas, e mesmo sem dormir direito, tivemos que vir trabalhar.


Notas Finais


Hey, amores!
Voltei e nem demorei tanto rsrs...
Finalmente rolou um hot entre essas duas hein?
Não sou boa escrevendo essas cenas kkk eu até tento, mas sou melhor fazendo do que escrevendo...
Enfim, espero que gostem...
Bjoos e até sábado que vem ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...