1. Spirit Fanfics >
  2. Is This It >
  3. The end has no end

História Is This It - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - The end has no end


Fanfic / Fanfiction Is This It - Capítulo 3 - The end has no end

Alex estava dirigindo em direção ao casamento. Ele estava determinado a fazer de tudo para que Joana desistisse daquela ideia maluca de se casar. Alex sabia que ele não tinha direito algum de fazer isso, mas ele não podia deixar o amor da sua vida ir embora desse jeito.

Assim que chegou ao local, que era uma enorme mansão, com um belo jardim. Alex entrou na mansão e viu que lá dentro já estava tudo preparado para o casamento, o local era enorme, cabia unas duzentas pessoas ali e parecia que seria essa quantidade de pessoa que iria, já que haviam vários bancos para os convidados.

Ele foi em direção as escadas e começou a procurar pelo quarto onde Joana estava se arrumando. O moreno percebeu que havia uma porta entreaberta ali e a espiou, vendo que Joana estava ali, já arrumada e falando ao celular com alguém.

— Sim, na semana que vem nós vamos viajar para o Hawaii. – Joana dizia. – Vou levar o Enzo comigo sim, tenho que avisar ao Alex ainda, mas é só um fim de semana. – Falava tranquila. – Vamos na sexta às 9h da manhã. – Disse e ficou um tempinho em silêncio, apenas escutando a pessoa do outro lado da linha. – Relaxa, prima, eu entendo o motivo de você não poder ter vindo, mas depois marcamos alguma coisa, pode ser? – Sorriu. – Bom, o John é maravilhoso, ele me trata muito bem, adora ficar com o Enzo e o Enzo também o adora. – Se sentou na cama. – Eu não poderia estar melhor. – Deu um pequeno sorriu e Alex engoliu o seco.

Agora ele estava em dúvidas se entraria o ou não. Joana terminou de falar ao telefone e se olhou no espelho, ela estava tão linda, com aquele enorme vestido branco.

Alex não sabia que ela estava tão feliz com o John e no final das contas aquela era a única coisa que importava para ele, ver a sua garota feliz.

Por isso que ele se afastou aos poucos da porta e desistiu de estragar o dia mais importante da vida dela.

UMA HORA DEPOIS

Alex estava sentado no banco, entre os outros convidados, haviam tantas pessoas desconhecidas, o moreno até tentou achar Matt e Natalie, mas não conseguiu. Ele se levantou para ir embora, pois não queria ver Joana se casando com outro.

Mas antes de se mover, todos se levantaram também e isso significava que a noiva estava entrando no local. Alex não iria conseguir sair dali, pois havia muitas pessoas e ele foi obrigado a assistir toda a cerimônia.

[...]

Depois do casamento, Alex encontrou Enzo no meio da multidão.

— Onde você se meteu, moleque? – Perguntou.

— Eu estava com a Sophia.

— Quem é Sophia? – Perguntou confuso.

— Minha amiga.

— Amiga, né? – Perguntou desconfiado. – Sei. – Enzo riu. – Eu estava indo ver a sua mãe, quer ir comigo?

— Quero.

Os dois subiram as escadas para ir até o quarto onde Joana estava trocando de roupa. Assim que entraram, Enzo já correu para o lado dela.

— Mamãe! – Ele disse animado indo abraça-la e ela o pegou no colo.

— Oi, querido. – Sorriu.

Ela estava vestida com um vestido preto, curto, salto alto preto e seus longos cabelos pretos ondulados nas pontas. Alex estava completamente admirado.

— Mãe, posso ir brincar?

— Pode. – Ela disse o colocando no chão e o garoto já saiu correndo. – Ei! Volta aqui. – Ordenou e Enzo voltou confuso. – Lembra o que eu te disse hoje?

— Que se eu sujar a roupa não era nem para voltar? – Ele perguntou.

— Exatamente!

— Deixa ele brincar. – Alex falou dando de ombros.

— Então se sujar, quem vai lavar é você.

— Eu mando alguém fazer isso. – Encarou Enzo. – Vai lá, garoto.

— Eba! – O garoto saiu correndo dali, animado.

Joana encarou Alex e riu.

— Você sempre manda alguém fazer as coisas para você.

— Eu tenho dinheiro para isso. – Falou convencido. – Você está linda.

— Obrigada. – Sorriu.

Antes de Alex falar mais alguma coisa, alguém apareceu na porta.

— Joana, o John está te esperando no jardim. – Falou uma mulher.

— Eu já estou indo. – Disse a ela e encarou Alex. – Depois conversamos. – Sorriu para ele. – E obrigada por ter vindo.

Ela saiu de lá o deixando sozinho.

Alex resolveu ir beber alguma coisa na festa que estava rolando do jardim.

ALGUMAS HORAS DEPOIS

Alex andava tranquilamente pelo jardim, em uma parte um pouco afastada da festa e ali ele encontrou Joana, sozinha, sentada em um balanço, tomando uma bebida que pela cor, parecia ser Whisky.

— O que faz aqui sozinha? – Ele perguntou se sentando ao lado dela e deu um gole em sua bebida.

— Eu estava vendo o Enzo brincando com os amiguinhos dele. – Disse sorrindo, apontando cinco crianças brincando perto de um pequeno lago.

Alex observou onde eles estavam e viu que era tudo muito bonito.

— Foi um belo casamento. – Comentou a fazendo olhar para ele. — Queria ter te dado algo assim. – Sorriu. – Estava nos meus planos, mas aí veio o Enzo e depois nós brigamos e por fim, você foi embora. Tudo que ficou foi a lembrança daquele casamento maluco de Las Vegas.

— Não se engane, Alex. – Forçou um sorriso. – Esse não é o casamento dos meus sonhos. Eu não pude escolher nada, nem o meu próprio vestido, fui obrigada a fazer coisas que não queria e você acha que eu conheço essas pessoas? – Apontou para os convidados que estavam na mesa mais a frente. – De duzentos e cinquenta, eu só convidei dez. – Alex ficou surpreso. – Se fosse para escolher, eu prefiro mil vezes o nosso casamento em Vegas, você sabe que eu gosto das coisas mais simples. – Sorriu.

— É, eu sei.

— Sabe de uma coisa... – Ela o encarou. – Se você tivesse me pedido para desistir desse casamento, eu não teria me casado.

Alex ficou assustado e se arrependeu amargamente de ter desistido de entrar naquele quarto.

— Bom, mas agora é tarde demais. – Se levantou. – Eu vou lá ver os convidados, fica de olho nas crianças para mim por um tempinho?

— Claro.

— Obrigada, Alex. – Ela disse segurando o ombro dele e logo em seguida, saiu dali.

Alex a observava se afastar e ficou mal por ter a perdido por burrice dele... Novamente.

CINCO DIAS DEPOIS

— Você não pode ficar se culpando por isso, Alex, já passou. – Matt falava.

Os dois estavam em um bar Stripper. Alex sempre gostava de ir lá quando estava irritado e acabava arrastando Matt para ir junto. Ele estava de férias do trabalho e estava precisando ocupar sua mente com qualquer coisa.

— Eu fico pior ainda ao saber que eu poderia ter impedido aquilo tudo! Se eu tivesse entrando no quarto dela aquele dia, ou até mesmo antes disso, ela não estaria casada com aquele idiota do John. Ela estaria comigo!

— Espera... – Matt falou chamando a atenção do amigo. – Aquele ali não é o John?

Alex olhou e os dois viram John conversando com uma stripper e logo em seguida entrou em um quarto com ela.

— Ele está traindo a Joana? – Perguntou surpreso.

— Ou é isso, ou ele está apenas conversando com ela. – Matt falou e Alex o encarou com tédio. – Não resisti. – Riu. – Mas o que vamos fazer? Vamos contar a ela?

— Eu não sei. Se eu contar, é bem capaz dela não acreditar em mim.

— E agora?

SEXTA-FEIRA

Alex estava deitado em seu quarto, encarando o teto, pensando na cena que havia visto no bar na noite anterior. Ele estava pensando se seria uma boa ideia ir ao aeroporto impedir Joana de ir para a lua de mel com seu marido traidor.

O moreno olhou para o lado e encarou a loira, que ele nem sabia o nome, dormindo profundamente ali.

A vontade de Alex era de deixar tudo pra lá e não se meter em mais anda.

COM JOANA

A morena andava pelo aeroporto, segurando a mão de Enzo, enquanto puxava a mala de rodinhas com a outra.

O garoto tentava acompanhar a sua mãe, mas ela estava mais apressada que o normal, ele olhou para trás e ficou animado ao ver quem vinha logo atrás deles.

— PAI! – Enzo gritou, largando a mão de sua mãe e correu até Alex.

Joana ficou confusa e olhou para trás, vendo Alex pegar Enzo no colo. Ela se aproximou dos dois e Alex tirou o sorriso do rosto.

— O que faz aqui? – Ela perguntou confusa.

— O John, eu o vi com uma mulher e, eu nem sei como dizer isso direito, mas ele está te traindo e... – Ela riu o fazendo parar de falar.

— Eu sei. Eu já pedi o divórcio. Ele é o cara mais babaca do mundo, teve a coragem de me trair com a secretária dele, encima de nossa cama, mas tudo bem, eu não o amava mesmo. – Deu de ombros.

— E por que está aqui?

— Eu achei que seria bom ir viajar com o Enzo e esquecer um poucos esses problemas.

— Vamos com a gente, papai! – Enzo disse animado.

— Temos uma passagem a mais. – Ela disse sorrindo. – Com tudo pago pelo John Evans.

— Então o desgraçado já pagou todas as despesas. – Alex perguntou rindo, colocando Enzo no chão.

— Todinhas. – A morena sorriu.

— Eu te amo, sabia? – Ele disse sem perceber e ela riu.

— Eu também te amo, Alex Turner. – Ela falou e o puxou para dar um beijo.

— ECA! – Ouviram Enzo reclamar e riram dele. – Vamos logo!

— Então vamos. – Alex falou.

Enzo estava animado em ver os seus pais juntos e sorrindo, mas estava odiando a melação em que os dois estavam. Joana e Alex riram das caretas que ele fazia, e eles estávamos felizes por tudo ter dado certo no final.


Notas Finais


Fim! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...