1. Spirit Fanfics >
  2. Is This Still Love >
  3. Capítulo Dez

História Is This Still Love - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Voltamos de novo!!
E lá vou eu postar capítulo em plena madrugada.
A realidade que eu preferi deixar o que seria o Cap. 10 ser o 11.
E escrevi esse. Eu estou baseando minhas ideias em algumas fotos que estou vendo, e essa imagem me deixou empolgada em fazer uma parte da história com nosso amado Hokage.
Espero que gostem ♥️

Capítulo 10 - Capítulo Dez


Fanfic / Fanfiction Is This Still Love - Capítulo 10 - Capítulo Dez

Sakura levemente deixou os olhos se abrirem. O dia finalmente tinha amanhecido e olhou para o relógio em cima da cômoda, acordou mais cedo que o despertador. Ultimamente isso tem acontecido, sentiu um peso em suas costas e sua barriga. Olhou por cima do ombro e Sasuke dormia pesadamente ao seu lado, uma mão possessiva sobre sua cintura a fez sorrir de leve. Perceberá que durante a noite ele se mexeu muito, será que estava tendo algum sonho ruim? Se esquivou de leve sobre o braço possessivo e caminhou lentamente até o banheiro para realizar sua higiene matinal.

Saiu vestindo um robe e mesmo contrariada sorriu vendo aquele homem deitado em sua cama, ou diria na cama deles? 

"Oh Sasuke-Kun, eu só queria que fossemos uma família normal."


Saiu do quarto descendo as escadas e caminhou até a cozinha onde colocou uma água para esquentar para o chá de cada dia. O abençoado chá que ela não dispensa. Olhou para os armários e viu que precisa fazer compras, colocou a mão no queixo pensativa sobre o que iria fazer de café da manhã.

Talvez algumas panquecas.. 

Pegou a tigela e os ingredientes para começar a fazer, após aquecer a frigideira e começar empilhar algumas ouviu a campainha. Franziu o cenho pois não estava esperando ninguém, desligou o fogo e foi até a porta. 

— Bom dia.

A cabeleira loira e olhos azuis cansados fizeram a surpresa de Sakura. Ela abriu espaço para ele entrar, Naruto tirou os sapatos e viu Sakura fechar a porta. 

—Aconteceu alguma coisa Naruto?

—Vim visitar só.

Ele murmurou mas Sakura sabia que aquilo não era uma visita, ao olhar o estado do seu amigo poderia dizer que nem dormiu ainda. Por impulso chegou perto dele e o abraçou. Naruto surpreso apenas retribuiu, Sakura era sua família também e às vezes se sentia culpado por não se verem tanto. Mas quem ele queria enganar, não conseguia ser presente na própria família quem dirá com Sakura. Ouviram barulho na escada e uma presença de Chakra poderoso que estava intenso demais. Sakura se afastou de Naruto e sentiu os olhares de Sasuke em cima deles.

— Sasuke, desculpa vir esse horário…

— Naruto.

Sasuke cumprimentou ainda olhando para eles porém seu olhar passou a ser intenso em cima de Sakura. 

— Você teve sorte, estou fazendo o café da manhã. — Sakura segurou a mão o amigo e o puxando para cozinha. — Sasuke-Kun porque não chama Sarada para o café da manhã?

— Porque você não pode fazer isso?

— Porque estou ocupada e estou pedindo para o meu marido fazer.

Sakura soltou a mão de Naruto e colocou as mãos na cintura encarando Sasuke, emburrado ele subiu as escadas dizendo que faria isso pela filha. Ela balançou a cabeça e voltou atenção amigo que parecia derrotado.

—E porque você não foi pra casa? Pelo visto passou a noite no escritório.

—Ontem foi aniversário da Himawari e eu não consegui ir… 

— E você mandou um clone?

— Ah Sakura-Chan, eu nunca achei que ser Hokage iria ocupar tanto meu tempo. 

Sakura riu e terminou de fazer as panquecas enquanto Naruto estava encostado no armário e lhe contava sobre o acidente que o clone deixou o bolo cair no chão.

— Boruto me odeia.

— Não fale assim, ele apenas tem que entender que ser Hokage não é tão fácil.

Sakura colocou uma tigela com cereais e colocou no lugar que geralmente sua filha ocupava.

— Sabe Sakura-Chan, eu não cresci com meu pai. - Naruto olhou para baixo e suspirou. — Talvez eu não sei como lidar com meu filho.

— Ele é teimoso, gosta de chamar atenção. — Sakura terminou de arrumar a mesa e viu Sarada passar pela cozinha com seu Pai que continuava de cara fecha. — Ele me lembra alguém que conheço muito bem.

— Nanadaime!

Sarada sorriu abertamente ao ver o Hokage em sua casa.

— Ei Sarada, somente Naruto aqui!

— Sentem-se o café está posto.

Sakura lançou um olhar para Sasuke que continuava quieto encostado no batente da porta da cozinha, lentamente ele caminhou sentando-se ao lado da esposa a pegando de surpresa.

Naruto interpretou aquilo como se ele tivesse marcando território e achou graça, como apesar de anos Sasuke poderia ter ciúmes dele. Justo dele. Tomaram café e logo Naruto se despediu dizendo que foi bom vê-los e que gostaria que se viessem mais.

— Ei Sasuke, te vejo mais tarde do escritório? Preciso falar com você.

Sasuke assentiu e acompanhou Naruto até a porta. Sarada olhou confusa para mãe que retribuiu o olhar confuso.

— Será que Papai está com ciúmes do Nanadaime?

Sarada sussurrou baixinho para Sakura que piscou para filha. Sasuke com ciúmes? Desde quando? 

— Termine de se arrumar que irei lhe acompanhar até a academia e de lá vou para o Hospital.

Sarada assentiu para mãe e subiu as escadas correndo. Sakura recolheu toda louça e a lavou rapidamente, iria guardar na volta. Viu que Sasuke ainda conversava com Naruto na porta mas se policiou para não ouvir. Subiu as escadas e entrou em seu quarto pegando sua roupa para se banhar rapidamente para ir para o hospital. 


Sakura ajeitava seu laço na cabeça quando sentiu Sasuke entrando no quarto, o olhou pelo reflexo do espelho e ele parecia perdido.

— Tudo bem Sasuke-Kun?

Ela se virou e sentiu os olhos do marido para sí, sentiu sua face corada. O que tinha de errado em suas roupas, talvez fosse pela pequena abertura na barriga? 

"Oh Sasuke-Kun estava com ciúmes?"

Sakura comemorava por dentro ao perceber que o marido mesmo em silêncio ele parecia um pouco perturbado. Ele apenas assentiu e Sakura pegou o jaleco sobre a penteadeira do quarto.

— Não venho para o almoço, geralmente Sarada almoça fora. - Sakura sorriu. — Venho pelo final da tarde, irá ficar bem?

— Sim.

— Ótimo! — Sakura ouviu a batida na porta. — Pode entrar Querida.

— Estou pronta.

Sarada sorriu envergonhada e olhou para os pais, achava estranho pois não estava entendendo o motivo do clima tenso entre eles.

— Vamos logo, não queremos nos atrasar.

Sarada sorriu para o Pai e se virou descendo as escadas, Sakura se preparou para sair mas sentiu Sasuke segurando sua mão o que fez ela de virar para ele.

— Será que posso acompanhar vocês?

Sakura sorriu e assentiu puxando de leve pela mão, ele simplesmente a seguiu sem protestar pelo puxão. Desceram as escadas e Sarada já esperava com a porta aberta.

— Sarada, seu pai irá nos acompanhar.

Sarada colocou a mão no rosto animada com a ideia. Ambos colocaram seus sapatos e começaram a andar lado a lado pelas ruas de Konoha. Sasuke sentia os olhares das pessoas mas resolveu ignorar, passou a prestar a atenção em sua esposa que apontava alguma coisa e Sarada concordava atenta ao que sua mãe falava. Sarada era tão madura para sua ideia, ele queria fazer valer a pena esses dias que iria ficar na vila. Próximo a academia Sakura se abaixou e beijou o topo da cabeça de Sarada que ficou envergonhada pela mãe demonstrar tanto carinho.

ChōChō gritava pelo nome da filha do casal que não estava acreditando, se aquele era Pai de Sarada.

Sarada olhou para o pai que não sabia como se portar e que apenas tocou seu ombro e deu um sorriso ladino. Ela sorriu e foi ao encontro de ChōChō que a esperava com as outras garotas.

— Sarada! Sarada!

ChōChō comia suas batatinhas ansiosa.

— Aquele é seu pai? 

— É sim, ele voltou da missão.

— Chaaa.

As garotas olhavam apaixonada para o casal que se afastava das garotas. Sarada sorriu, realmente seus pais era um casal muito deslocado da vila.


— Ei Sasuke-Kun, a torre fica para lá. Eu sigo daqui.

Sakura sorriu e tocou seu braço como uma despedida, mas estranhou quando o homem a continuou acompanhando.

— Irei lhe acompanhar até o hospital.

Ela piscou e não disse mais nada, apenas concordou e caminharam em silêncio.


Notas Finais


Quero Pedir desculpa caso tenha algum erro, é que eu escrevo pelo celular e as vezes o word do meu telefone troca as palavras.

O que vocês estão achando do nosso Sasuke-Kun com certo ciúmes do nosso Hokage??
Vocês não perdem por esperar do Capítulo 11, vou postar ele amanhã a noite 🙊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...