História Isolados: três amores - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Comedia, Romance
Visualizações 33
Palavras 1.424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 27 - "Ester!"


{ Jean }

OK...essa semana esta totalmente estranha, Luiza anda de segredos com Jade e Ester, Matheus na bad, João anda estranho parece que vem sonhando com um bebê na ultima semana e eu to tipo, oque ta acontecendo aqui maluco?

Ester disse que precisa contar algo muito serio pro João, e eles vão sair hoje pra jantar. Eu e Math vamos no cinema, aeeeeeeee, vamos assistir oque? Thor: Ragnarok. 

- Vamos matheus - Grito olhando o relógio do celular - MATHEUSSSS! 

- Cheguei - ele entra na sala e olha o relógio - Ainda são 19:30 o filme começa as 21:00.

- Claro, mais só daqui até o shopping são 25 minutos, até chegar na sala dão mais 20 e até pegar pipoca e as coisa pra comer são uns 20 minutos, e tantan, atrasados! - Digo pegando minha carteira e a chave do carro.

Ele tranca a porta do apartamento e saímos.

(...)

Entramos na sala de cinema faltando 15 minutos pra começar o filme. 

- Aió, me apressou pra nada! Que droga! - Ele reclama se sentando na poltrona ao meu lado direito.

{ Jade }

Muito contra minha vontade  Luiza me convenceu a ir com ela no shopping.

Chegamos no shopping, são 19:00.

- Quero ir na livraria - Digo puxando Luiza.

- Fazer oque na livraria? - Ela pergunta puxando o braço dela da minha mão

- quero ver se acho uns livros... 

- Que livros? - Ela pergunta ao entrar na loja.

- After, Despedida de solteira, Atraído e the Duff. - Digo olhando pelas prateleiras.

- Mais, que droga Jade! - Ela diz ne ajudando.

- Para de reclamar, e me ajuda a procurar os livros - Digo olhando pra ela que revira os olhsão 

Depois de algum tempo na livraria, acabo comprando 5 livros, Atraído, After, Despedida de Solteira, the Duff e Harry Potter e a criança amaldiçoada! 

Apos sair da livraria Luiza sorri ao me ver sorrindo olhando para os livros.

- Menina, tu é estranha! - Ela diz eu apenas solto uma gargalhanda, fazendo a mesma rir junto a mim.

Tenho que admitir, as vezes sinto falta do Matheus, mais eu sou orgulhosa de mais pra voltar atrás, e acredite ou não, não falo com ele por mais 10 anos se for preciso!

Saio de meus pensamentos quando trombo em alguem.

- Desculpa - Digo colocando a mão na cabeça. 

Até que sinto uma mão macia acariciando minha bochecha. Assim que olho pra cima vejo, José Henrique.

Mais que droga! Eu tinha até esquecido dessa praga. Porque o fdp tem que ser tão bonito? 

- Oi, Jade. Oque ouve? Estava distraída? - Ele pergunta com um sorriso

- oi, Jose. Só estava pensando.

- como sempre, pra variar. Comprou livros? - Ele sorri.

- Ta rindo de que? - Pergunto lhe dando um tapa na testa, de brincadeira.

- É que... Você não mudou nada, lembro-me de quando tínhamos 10 anos e você obrigou o meu tio a comprar a coleção toda dos livros de Harry Potter. - Ele começa a rir de novo - Quando tínhamos 12 foi de Percy Jackson... Era muito bom ouvir ele reclamando pros vendedores das livrarias - Ele começa a rir e eu cruzo os braços rindo junto a ele.

 - Jade... Vamos, se não perdemos o filme. - Luiza diz me apressando   

- Posso ir com vocês? Vocês vão assistir Thor? -jose  pergunta com um sorriso

- Claro que pode, mais vamos logo - Luiza diz e sai andando.

Jose e eu saímos andando atrás dela, compramos alguma coisa pra comer a saímos entramos na sala de cinema. 

Luiza se sentou ao lado de um menino que me parecia conhecido, jose se sentou ao lado de outro menino que me parecia conhecido também e eu me sento ao lado de José.

Logo o filme começou e começamos a prestar atenção no filme.

(...)

{ Jean }

OK... Respira, meu fim de semana pode se tornar um pesadelo, Luiza se sentou ao meu lado de me deu um tapa no braço, dizendo que eu ti ha estragado tudo, eu não sabia que não era pra trazer o Matheus, ninguém avisou. Olho pro lado e vejo Jade e Jose rindo e conversando sobre o filme enquanto matheus se encolhe no assento mordendo o dedo. 

OK.... Ta tudo bem, mais temos a possibilidade de haver treta assim que o filme acabar e sairmos dessa sala de cinema.

Espera, qual a probabilidade da Jade ter marcado de se encontrar com o José? Minima no maximo 5% mais acho impossível.

{ Jade }

O filme acabou dr acabar, Luiza sai conversando com o menino, cujo ela sentou ao lado e só ai eu vejo que o menino é Jean, mais se o menino é o Jean, então o menino ao lado dele é o...

- JADE! - Escuto alguém me chamar, mais puxo jose pela mão e aperto o passo pra fora da sala de cinema. - JADE ! - me chamam de novo, mais eu saio da sala do cinema e vou em direção a lanchonete, onde Jean e Luiza se encontravam. - PORRA MAISA, ESPERA - Matheus grita novamente e Jose se senta numa cadeira a frente de Luiza. - JADE, CARAMBA VAMOS CONVERSAR - ele grita de novo e eu me vira pra bruscamente, vendo o mereno correr até mim.

- NAO TEMOS NADA PRA CONVERSAR, MATHEUS! - Grito olhando pra cima pra encarar o menino de olhos verdes a minha frente.

- Que droga! Será que você pode me perdoar? - Ele pergunta passando a mão nos cabelos 

- Não! Você desconfiou de mim. Você é... Você é... - Tento completar mais não consigo

- O que? O que eu sou? - Ele pergunta alterando um pouco da voz.

- Você é um tremendo de um filho da puta, desgraçado! - Altero minha voz também empurrando ele pra trás.

{ Jean }

Jade e Matheus estão discutindo. Eu ne levantei pra separar os dois, mais Luiza puxou meu braço e eu me sentei de volta. Jose se levantou, mais Luiza cochichou algo pra ele, e ele se sentou de novo olhando pra baixo.

{ Jade }

- Já te pedi desculpas, desculpa, foi sem querer, eu não quis dizer aquilo - Ele diz argumentando e logo olho pra ele com a cara fechada.

- "Não quis dizer aquilo?" - Repito oque ele diz - Você nunca quer dizer nada ne matheus? Você só fala, e quando magoa alguem de verdade você não quis dizer aquilo. 

- Jade, você sabe que foi na pressão do momento.

- A claro, você tem uma prima que vive se jogando pra cima de você, mais eu nunca falei nada ne? Nunca insinuei que vocês tinham nada, sabe porque? Porque eu tenho confiança, ou pelo menos, tinha confiança em você. - Dou uma pausa e ele me olha - Eu acreditei em você matheus, mais você não acreditou em mim - Cóloca a mão na cabeça sinto as lagrimas querem sair. Mais como disse sou orgulhosa de mais pra deixar ele me ver chorando. Me viro pra Luiza e pego minha sacola de compras - Eu já vou, Luiza - Sou um abraço nela - Xau mano - Dou um beijo na bochecha dele - Tchau jose - Digo e dou um beijo na bochecha dele, mais o filho de um puta vira o rosto me fazendo lhe dar um selinhos. Aregalo os olhos e separo nossos labios rapidamente.

Solto um suspiro e saio andando, quando ia passar por Matheus, ele se põe na minha frente. 

- Depois quer que eu não insinue nada entre vocês - Ele diz fechando a cara.

Agora ele me irritou, sem nem perceber oque estou fazendo, pulo no pescoço de mais e começo a lhe bater. 

Jean vem até mim e me puxa cintura fazendo com que eu me debata pra tentar pegar Matheus. 

Após isso eu me acalmo com um abraço de Luiza, me viro e saio andando.

- Se você aparecer na minha frente de novo, eu te mato - Digo o olhando com raiva e saio da praça de alimentação.

Assim que chego em casa, vejo Ester jogada no sofá.

- Como foi? - Pergunto e me sento ao lado dela no sofá.

- uma droga, não consegui falar pra ele.

- Eu não falei pra ser direta? - digo olhando pro ela 

- Então ta bom... - Ela se levanta do sofá e sai do apartamento, vou atrás dela e ele entra no apartamento dos meninos.

João estava na cozinha, ela cutuca o braço dele e quando ele se vira ela diz:

- João, você vai ser pai! - Antes de protestar contra, João cai no chão desacordado.

- ESTER! - Grito olhando pro menino caido no chão - Não era pra ser tão, tão direta! - 








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...