1. Spirit Fanfics >
  2. Isso é amor? >
  3. Corações

História Isso é amor? - Capítulo 39


Escrita por:


Notas do Autor


Temos que aproveitar momentos de inspiração, então aí vai mais um capítulo.

Boa leitura!

Capítulo 39 - Corações


Fanfic / Fanfiction Isso é amor? - Capítulo 39 - Corações

"Que droga! Como isso foi acontecer, tô todo ferrado...aquele desgraçado do Naruto! Sempre ele, sempre ele! Ele me paga. Pior que o maldito me acertou bem, tô sentindo dor, só falta ter me quebrado uma costela" Sasuke se escondeu em um armazém que parecia abandonado, ele sabia que não poderia voltar para a cabana, estava sem dinheiro, sem o carro, sem nada. Saiu andando em direção à estrada para tentar pegar uma carona de volta à cidade, lá ele daria um jeito de ir pra casa, mas com certeza estava sendo procurado. Ele sentia grande ódio do Naruto e da Sakura. Poderia pedir ajuda para o Hidan, mas era arriscado ser traído pelo "amigo" que horas antes ele tinha agredido. "Será que o Hidan me ajudaria?"

 

Shikamaru dá uma carona para o Naruto chegar ao hospital.

- Amanhã você dá um jeito de pegar seu carro, Naruto.

- Sim.

Após algum tempo em total silêncio, Shika indaga: - O que há? Você está bem?

- Não. Eu tô péssimo - fala com voz baixa.

- Calma, já estamos quase no hospital - Fala Shikamaru fitando o amigo.

- Não é isso...

- Hum...

- Sakura e eu nos beijamos - diz pensativo. Shikamaru arregala os olhos.

- Eu não entendo vocês - fala Shikamaru enquanto gira o volante fazendo uma baliza - Acho que são dois idiotas.

Naruto ri anasalado e encara o amigo.

- Muito idiotas. Ambos péssimos em fazer escolhas, tem dedos podres. A Sakura escolheu o Sasuke, pior impossível e você quando teve a chance de consertar, escolheu a Ino. - Ele puxa o freio de mão, olha pro Naruto e completa - Fizeram cagada amigão, tarde demais. Vamos?

 

Kakashi e Sakura também vão a um pronto socorro, mas Kakashi não quis ajuda do Shikamaru, preferiu pegar um táxi para ficar o mínimo possível perto do Naruto. Ele não disse nada e nem diria, mas quando entrou na sala do delegado viu as mãos dadas penduradas entre as cadeiras. No fundo ele sabe que existe um sentimento entre os dois amigos, exatamente qual, não poderia qualificar, mas era melhor que mantivessem uma distância segura. Certas coisas simplesmente acontecem independente de nossas vontades.

Sakura é consultada e o médico solicita alguns exames, mas ela não precisa ficar internada, então eles vão para o hotel e quando os exames ficassem prontos eles retornariam ao médico.

- Kakashi, eu sinto muito, nós teremos que ficar aqui por mais tempo do que havíamos planejado - Sakura fala triste.

- Não liga amor, não tem o menor problema, assim que tudo estiver resolvido, nós voltamos pra casa - diz Kakashi beijando a testa da mulher.

Os dois chegam no hotel abatidos e cansados, entram no quarto e o platinado segura Sakura nos braços e começa beijá-la com cuidado, as mãos de Sakura seguram forte as costas do seu amor, ele coloca o cabelo dela atrás da orelha com carinho, se sentam na beirada da cama:

- Minha namorada está de volta...eu te amo - ele a beija apaixonado sentindo os lábios molhados e quentes de Sakura.

- Eu também te amo, tive tanto medo - Ela sente seu coração batendo forte - Que bom que você está aqui comigo.

 

Naruto chega em casa, abre a porta e tudo estava escuro, ele caminha suave para não fazer barulho, tem a esperança de não acordar Ino, mas ela acende o abajur e ele vê que ela estava no escuro da sala esperando por ele.

- Ino, está acordada, amor? - Ele para e simplesmente fica a olhando.

- Naruto! - Ela se levanta e caminha rápido para vê-lo notando o ferimento no rosto. Além dos hematomas, levou dois pontos. - Não é a primeira vez que você volta assim pra casa... quando a Sakura foi embora você também brigou com o Sasuke e... você se lembra? - diz Ino com os olhos se enchendo de lágrimas.

-Ino, por favor, eu estou tão cansado, e sinto dores...me desculpe, mas podemos conversar amanhã? - diz fazendo um carinho no rosto da esposa. 

Ela fica em silêncio e ele vai tomar um banho. Quando Naruto sai do banheiro, Ino já está na cama encolhida, parecia dormindo, mas ele escutou que ela chorava. Ele se senta na beira da cama olhando para o chão e suspirando diz:

- O Shikamaru disse que sou um idiota. Talvez eu seja mesmo...não quero que você sofra, Ino - fala colocando a mão sobre o quadril da mulher - será que estou fazendo tudo errado?

Ino se vira para ele e levanta um pouco o corpo se apoiando no cotovelo:

- Do que está falando? O que você fez?

- Eu quis ajudar a Sakura e, realmente ajudei, eu tirei ela de lá - diz se arrumando na cama ficando de frente para Ino - O Sasuke tinha uma faca, sabe-la o que teria acontecido se eu não tivesse aparecido, mas você não está feliz. Eu deveria ter deixado tudo como estava? Eu não deveria ter ajudado mesmo sabendo que poderia?

- Não Naruto! - Ela se senta - Não é isso, eu não sabia, me desculpe, claro que você fez bem - ela abraça o marido.

- Por que você tem tanto ciúme? A Sakura está feliz com seu novo amor...ela não quer nada comigo. - Ino olha nos olhos do marido e vê tristeza neles.

- Você ama a Sakura, e é isso o que acaba comigo...e eu sei que não há nada que eu possa fazer - Ino não resiste e começa a chorar, Naruto a puxa para seus braços a consolando.

- Não diga bobagens, eu amo você. 

O que há dentro do coração de Naruto é um mistério só dele, os outros podem ter suspeitas, suposições, mas a verdade, Naruto guardará com ele para sempre.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...