1. Spirit Fanfics >
  2. Isso Foi Por Você. >
  3. Capítulo Oito.

História Isso Foi Por Você. - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


.

Capítulo 8 - Capítulo Oito.


Fanfic / Fanfiction Isso Foi Por Você. - Capítulo 8 - Capítulo Oito.

É um sensação libertadora sair de dentro de uma caixa que você está trancado a horas. Quando chegou a nossa carona que era um carro até que em um estado bom. Entramos lá dentro e pego meu telefone para iniciar a fase dois do plano: Acionar o segundo alarme no mesmo canto para que possamos viver em paz sem a porra da polícia na nossa cola.


Quando chegamos ao nosso “apartamento” que mais parece uma caixa de sapato, Saray joga-se na cama dizendo:


-Agora sim, agora sim, nem parece aquela merda de cama da cadeia.


Macarena deita-se com ela escapando umas risadas altas.


-Saray agora não, primeiro temos que arrumar nossas coisas para que depois a gente poder relaxar. Digo eu abrindo o guarda-roupa para ver se tem algo. 


Pego a nossa bolsa com os nove milhões de euros e faço uma abertura interna no guarda-roupa e escondo todo o dinheiro lá Hierro me ajuda a fazer isso, quando termino digo em alta voz olhando para Saray e Macarena:


-A gente vai jantar hoje em um restaurante aqui perto, se quiserem ir com a gente podem vim. Digo.


-A gente quem? Pergunta Macarena.


-Eu e o Hierro, qual o problema? Digo apontando o dedo para Hierro.


-Eles estão namorando Macarena, relaxa! Diz Saray com uma voz irônica e com a língua para fora.


-Não fala o que tu não sabe Saray. Digo seca.


-Não de boas, a gente fica aqui né Macarena? Pergunta Saray.


-Si.. Sim. Responde Macarena com uma voz trêmula.


Pisco um dos olhos enquanto me arrumo, pego uma calça vermelha com uma blusinha rosa bebê e botas de salto pretas. Aproveito e coloco a pistola na cintura e cubro com a roupa, quando viro-me para trás vejo Hierro de blaser preto com a camisa branca e uma gravata. 


-Você está a pessoa mais linda da França Zulema. Diz ele ajeitando-se a gola.


-Obrigada. Digo eu levantando uma das pernas para trás. 


Percebo que está com uma pequena dificuldade para ajeitar a gola de sua camisa e vou até ele e arrumo, quando estou com as duas mãos na cola ele tira as minhas mãos de sua cola e leva até o pescoço e diz:


-Eu sei arrumar minha gola, só queria “dificultar” para você vim aqui, ficarmos coladinhos..


Quando ele está terminando de falar, dou-lhe um beijo em sua boca, sinto sua barba que está para nascer ele desce as mãos até a minha bunda e da um tapinha de leve. Ate que eu digo:


-Você não vale nada hein Hierro, Vamos, estamos atrasados. Saímos correndo pelos corredores do prédio onde ficava nosso apartamento e entramos no carro. A viagem foi bem tranquila e não teve imprevistos. 


Chegamos ao restaurante a minha primeira impressão do restaurante foi: (Meu deus, que coisa mais chique) vendo todas aquelas pessoas com joias, sapatos caros e utensílios com ouro e diamante até não querer mais.


O garçom dirigiu a gente até nossa mesa que lá está um cardápio com os preços de deixar todos os órgãos do seu corpo para pagar uma taça de champanhe. Hierro pediu um prato chamado: “Escargot” que basicamente  é um prato de caracóis com manteiga e algumas ervas. Pediu também uma garrafa de champanhe com duas taças.


Quando o garçom saiu Hierro disse:


-Quem diria, que eu estaria na França jantando com você Zulema.


-É verdade. Digo.


-Mas então, me fala sobre sua família Zulema? Diz Hierro.


-Minha mãe queria me vender para um cara de oitenta anos. Merda de cultura árabe. Digo dando um leve murro na mesa.


-Ãh, entendi, bom não precisava falar assim. Diz Hierro com a voz trêmula.


Quando terminamos de jantar e chegamos no apartamento percebo alguns sussurros dentro do quarto que mais parecem gemidos, pego minha arma na cintura e Hierro pega a dele quando abrimos a porta vejo que Saray e Macarena estão nuas uma em cima da outra.


-Puta que pariu suas putas, não podiam trepar em outro quarto? Tinha que ser justo na minha cama. Digo eu com uma voz furiosa:


-Desculpas Zulema. Diz Saray as risadas altas.


Quando olho para Hierro ele está olhando para Saray e Macarena nuas, e digo:


-Aí meu deus Hierro, para de olhar merda.


Depois daquilo tudo fui fazer as minhas necessidades para poder dormir. Hierro está está de cueca deitado na cama acho que está dormindo. Deito de conchinha com ele até que apago por completo..



 


Notas Finais


.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...