1. Spirit Fanfics >
  2. Isso não é tão simples (Romance Gay) >
  3. O novato

História Isso não é tão simples (Romance Gay) - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


boa leitura

Capítulo 29 - O novato



~NARRADOR ON~

 

Jefferson saiu correndo sem chorar, sem gritar, só sem emoção nenhuma. Nem o garoto sabia o que estava se passando na sua cabeça. Era um turbilhão de pensamentos e emoções sem explicações que o o garoto não sabia explicar. Ele estava confuso, só sabia que precisava respirar. Então chegou a quadra, a mesma quadra em que conheceu Maurílio. Onde Maurilio o beijou pensando que fosse seu irmão, ele estava agora ainda mais confuso, só queria gritar e assim ele fez, ele riu pra si mesmo e então: 
 

- Caralhooooooooooooo - foi o que o garoto gritou tentando mostrar o que estava sentindo, mas não chegava nem perto do que ele estava sentindo. O sentimento de amargura ainda estava ali.

Ele precisava encontrar Maurílio. Não sabia ao certo pra que, mas sabia que precisava encontrar o garoto, o quanto antes. Ele só queria encontrar ele e poder perguntar o que tinha acontecido naquele banheiro. Ele também sabia que Maurílio não devia nenhuma explicação para ele, muito menos depois daquela idiota música que o cacheado cantou no palco.

Jefferson saiu em disparada. Correndo ainda mais rápido do que antes, até encontrar Maurílio na sala rindo de algo no seu celular. Jeff pegou o celular do garoto e jogou em cima da mesa, respirou fundo e começou a falar: 

- Eu sei que eu mais do que ninguém deveria tá falando isso ou qualquer coisa para você. Ainda mais depois daquela apresentação incrível do caralho que você fez lá, mas se você não quer amar alguém e tals, por que você tava fudendo com alguém no banheiro? 
Maurílio arqueou uma das sombracelhas e olhou sem entender pro garoto. Procurar traços de brincadeira ou algo assim, mas não encontrou, então disse:

- Me diz agora o número do cara que você comprou essa droga, porque eu preciso de umas iguais - Maurílio diz rindo, depois pega o celular e volta a fazer o que estava fazendo

- você realmente vai fingir que não sabe do que eu tô falando? - Jeff fala soltando um riso do garoto 

- Peguei meu celular pra você falar o número e tu ainda não tá falando, mas algo me diz que você não tá drogado. Olha cara, minhas últimas experiências sexuais não tem sido muitos boas, então eu não vou tá transado em um banheiro, ainda mais nessa escola, então por favor, tenha mais um pouco de senso 

- Maurílio pelo amor de Deus, a menina tava gemendo seu nome, O SEU NOME lá no banheiro e você vem pra cá falar que não fudeu ninguém?? - Maurílio olha assustado e confuso pra Jefferson que agora percebe que o cacheado realmente não tem ideia do que ele tava falando, então ele olha pra cara de Mau com uma sobrancelha levantada e Maurílio faz o mesmo pra ele.
então os dois comeram a rir iguais uns idiotas, e falaram em uníssono:

- Não acredito que... - a risada não sessava, então Jefferson percebeu que a risada do garoto era ainda mais linda quando saía assim, sem deboche ou qualquer tipo de receio, totalmente natural e real. Ele era lindo, mas rindo conseguia chegar o mais perto da perfeição que o mundo já viu.Jeff queria ser o anjo da guarda dele, mas sabia que o garoto não precisava mais disso

- Até parei de rir. Tu fica me olhando com essa sua cara, como se eu fosse o último pedaço de carne do mundo - Maurílio diz e Jeff ri de lado e diz:

- Não. Tô olhando como se você fosse uma criatura indefesa, e que está assustada e é estranhamente perfeito demais pra esse mundo - Jeff diz o que estava se passando na sua mente 

- Não sou indefeso, muito menos perfeito, mas tem razão, o mundo não me merece, sou extraordinário demais pra tanta mediocridade - Maurílio ri e então continua - mas então, quem estava no banheiro? 

- Eu não sei ao certo, mas eu não posso julgar essa pessoa, eu faria o mesmo que ela - Jeff ri e sai, deixando o garoto sozinho
Assim que Jefferson saiu, Lana adentra na sala e vai falar com Maurílio, pensa uma, duas, três vezes, até que cria coragem pra falar:

- O diretor me pediu pra dirigir uma apresentação, de um aluno da minha escolha ... - Ela pausa olha pra Maurílio como se quisesse identificar o que o garoto estava pensando ou sentindo, mas o garoto estava com um rosto neutro, e então ela continua - bom vou começar de novo, me desculpe por... - Ela ia continuar, mas Maurílio a interrompeu falando:

- Não precisa se desculpar por erros que você não cometeu, Johan errou, não você, então nao precisa se desculpar por isso, e suponho que você queira que eu seja a pessoa certo? - ele fala completamente neutro e com a cara do mesmo jeito e então Lana fala:

- Sim, sua apresentação foi incrível, sua voz é... puta que pariu, perfeita demais, e eu queria pedir que... - Maurílio a interrompe de novo 

- okay, eu faço, mas só se eu escolher a música - Maurílio fala, não neutro,. Fala com um tanto de empolgação na voz, e ainda solta um leve sorriso. A garota concorda, e eles ficam ali conversando por horas até que os alunos voltam e os gêmeos chegam juntos e encaram com cara de dois idiotas como se perguntassem o porquê deles estarem amigando 

Maurílio solta uma risada alta e Lana pergunta o porquê dele está rindo do nada, e então ele aponta para os gêmeos e diz:

- parece que os dois idiotas tão fazendo aquele lance de "pessoa e espelho" que fazem no teatro, só não sei dizer quem é o espelho e quem é a pessoa, já que os dois são a fotocópia um do outro - Maurílio diz entre risos, e a garota ri juntamente com ele, até que os gêmeos se olham e continuam, sentam nos seus lugares e perguntam em uníssono 

- desde quando? – os gêmeos se entreolham e Maurílio solta uma ultima gargalhada antes de responder

- faz algumas horas, a gente ta fazendo uma aliança pra saber quem mata johan primeiro. 
Lana e Maurílio soltam uma risada, parecem que se conhecem a anos,, Johan então diz:

- eu, mas e o Jefferson – Maurílio olha para ele como se falasse “isso é serio” encara ele por instantes até notar que ele ta falando sério, então solta um sorriso debochado de lado e diz:

-  Jefferson não fez um drama por um beijo qualquer Jeff também não usou alguém como tapa buraco, só pra sexo 
Johan ia falar algo, mas sabia que estava errado, então calou-se

**
 

As aulas passaram-se normalmente. Maurílio e Lana tavam tentando saber qual música eles iriam colocar, e quem seria os outros dançarinos e coro. Maurilio então teve uma ideia para a música de abertura. Anyone da Demi Lovato, e Lana concordou. E teve uma ideia para quando ele terminasse de cantar, teriam anyone e mais 3 músicas , mas eles ainda não tinham decidido quais seriam.
Depois de pensarem em quase todas as músicas para o show, faltando apenas a última os novos amigos se despediram. Maurilio estava saindo de sua sala e indo até a Jenny, quando se encontrou com Verônica 

- Mau, a gente tem que conversar – ela falou um tanto seria

- Eu não posso, tô indo encontrar a Jenny – Maurílio falou tentando sair, mas Verônica não deixou que ele saísse 

- Jenny saiu tem uns dez minutos com a Rose. Os gêmeos falaram que você tava ocupado com sua nova amiga e ela saiu com a namorada, e os gêmeos tão lá na diretoria com um aluno novo que veio de uma colégio interno, serio, a gente precisa conversar 

- okay. O que quer ? – Maurílio falou com a sua voz doce e suave de sempre 

- aa, Mau eu preciso te contar uma coisa – ela olhou pra Maurilio como se quisesse confirmação que poderia continuar e Maurilio olhou como se quisesse falar “to esperando” e então ela continuou:

- Eu sei que aquilo foi só um beijo qualquer pra você, mas eu sinto como se fosse mais qie isso. Eu ate fiquei molhada com...

- A então era você no banheiro – Jefferson falou com uma voz de nojo e raiva, atrapalhando a garota e Maurilio viu que ela ficou vermelha e então tentou mudar o assunto 

- E então cadê o aluno novo, e o outro gêmeo – Maurilio falou sem saber direito se quem tava ali era Johan ou Jefferson 

- Johan foi levar o garoto novo ao banheiro, porque ele tava apertado 

- Ah sim – Maurilio procurou algo no bolso e não encontrou virou-se para ir ate a sala para pegar as chaves que provavelmente esqueceu na sala e se bateu com o aluno novo

- Desculpe eu... MACK ?? – Maurílio falou reconhecendo o garoto

- Mau ? Maurílio Montgomery – os dois riram e se abraçaram 

Os gêmeos e Verônica ficaram confusos e então ainda abraçados, o novato sussurra algo no ouvido de Maurílio e pega na bunda do mesmo 

Continua...
 


Notas Finais


desculpe qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...