História Isso não é um adeus (ONESHOT-JIKOOK) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 131
Palavras 810
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
❤🌚🔥

Capítulo 1 - Único;


Lá estava novamente Jimin sentado em sua varanda apreciando o magnifico céu a sua frente... Esperando alguma notícia de seu amado...

A exatos 6 anos atrás, Jeon Jungkook teve que ir para a guerra, Park achava isso desnecessário mas ele era obrigado a comparecer 

Até hoje Jungkook não voltou, Jimin continua com suas esperanças, ele é um homem que nunca desisti de seus sonhos 

Jimin se levanta silenciosamente e vai até o quarto de sua filha de sete anos, Park após ter a pequenina um ano antes de Jeon partir, desenvolveu câncer de pulmão que tem até hoje, Jungkook sempre o ajudou pois era muito sensível ao pensar que poderia morrer 

Sua filha nunca ficou sabendo que seu pai havia uma doença um tanto séria e muito menos que o Park era casado com um homem 

Jimin sempre a escondeu de tudo e de todos com medo de que algo acontecesse com sua pequena, Sana era uma garota forte, mesmo pensando que sua "mãe" havia lhe abandonado, ela ainda tinha esperanças de que "ela" voltaria 

Jimin deu uma pequena espiada dando um sorriso bobo ao ver a garota sorrindo e brincando com alguns brinquedos espalhados pelo chão do imenso quarto 

Abriu ainda mais seu sorriso ao ver que Sana brincava com o antigo coelho de Jeon e deixou uma lagrima involuntária cair sobre o chão 

- papai, não chore – diz a pequena correndo em direção a Jimin que estava escorado na porta do quarto 

- está tudo bem Sana, só estou com saudades...

- da mamãe? – pergunta a baixinha abaixando sua cabeça e brincando com seus dedos junto aos seus cabelos escuros 

- sim...da mamãe – Jimin acaba rindo internamente por dizer "mamãe" em vez de "papai" , mas logo volta a sua postura anterior se lembrando de quando Jeon o derrubava na cama o fazendo cócegas enquanto o mais velho ria o pedindo para parar 

Aaah Jungkook, porque me abandonou? – Jimin se perguntou pelos pensamentos 

- ela vai voltar, eu sei que vai – Sana diz abraçando seu pai como se não houvesse amanhã

- ele vai...– sente mais lágrima. passearem pelas suas buchechas gordas e acaba dando um sorriso sofrido ao ver sua filha sorrindo com seus dentes de coelho e secando suas lágrimas.

Jimin e sua filha acabaram por dormir encima da cama da pequena, dormiram abraçadas para espantar os monstros e pesadelos, como dizia Jungkook

Mas depois de longos minutos, Park acordou com o som da campainha ecoando por sua casa, se levanta rapidamente na esperança de ser Jeon a coloca sua pantufa indo em passos largos en direção a porta.

Assim que abre a porta toma um susto ao ver o entregador de cartas com uma caixa e um papel em mãos 

- o senhor é....– confirma o nome no papel – Park Jeon Jimin? 

- sim, sou eu – diz com suas mãos suando frio, Jimin nunca foi de ter amigos, então que lhe mandaria aquilo? 

- assine aqui por favor – o entregador aponta para uma parte da folha fina entregando uma caneta a Jimin e o vê assinar seu nome completo com os olhos ainda arregalados.

O senhor de certa idade entrega a caixa para Park e se retira sem dizer mais nada 

Jimin leva a caixa de papelão até o sofá e a abre vendo algumas fotos e duas cartas 

O garoto resolve ler a primeira carta que parecia ter a letra de Jeon 

"oi Jimin, sei que vai ser difícil de explicar mas né... Vamos lá, você sabe o quanto eu amo você e a Sana não é? E eu nunca, jamais irei deixar vocês... Mas agora eu estou partindo para outra guerra e sinto que dessa vez não irei conseguir voltar para casa e te encher de beijinhos como todas as noites... Se eu não voltar te peço que cuide bem da Sana e cuide bem de você 

Te amo

Jeon Jungkook 

[18.05.2013] " 

Jimin acaba de ler a carta de cinco anos atrás e fica intacto enquanto sente lágrimas lhe aprofundarem cada vez mais 

Depois de longos minutos apenas ouvindo os sons de seus soluços, Park volta a olhar a caixa e resolve ler a outra carta que dizia ser do governador 

" informamos por essa carta, a família de Jeon Jungkook, que o mesmo faleceu após o avião que estava sobrevoando o perímetro dos inimigos caiu e se explodiu em destroços, sinto muito [20.05.2013]" 

Jimin não conseguia parar de chorar, sentia seus olhos e principalmente seu coração arderem, ele perdeu seu amado a cinco anos atrás e só foi avisado agora! 

Park continua a vasculhar a caixa percebendo fotos de Jeon com seus amigos, Hoseok e Yoongi, e também fotos com seu supervisor de treinamento, Namjoon 

Ele não poderia imaginar que perdeu seu marido, não conseguia acreditar, isso não entrava em sua cabeça

O pior de tudo, era como contaria a sua filha..


Notas Finais


Esse é meu primeiro oneshot...não sei se ficou legal *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...