História Isso Só Pode ser Brincadeira dos Deuses! - Capítulo 20


Escrita por:


Capítulo 20 - Capítulo 20



Enquanto Kanon estava fora, Afrodite organizava o evento mais esperado por ele próprio. Peixes já havia comprado os convites e agora escrevia os nomes dos amigos e que precisavam trazer. Saga bufava cada vez que lia a mensagem para algum amigo, ficando abismada com os 'presentinhos'. De uma coisa era certa, o cavaleiro de peixes conseguia ser  mais doido que ela, quando em sua versão original, dominou o Santuário e tocou o terror com a sua versão perversa. Felizmente essa fase ficou para trás e ela teve o perdão de todos.

- Afrodite... isso é mesmo necessário?

- É claro que sim Saga! 

- "Querido titio Mu, venho comunicar através deste convite o meu chá de bebê. Ficarei muito feliz com a sua presença! Ah eu irei precisar de um pacotinho de fraudas para recém nascido tamanho P. Data:" Afrodite... como assim não tem uma data e que história é essa de "querido titio Mu"? Por acaso enlouqueceu foi?

- Ah Saga... é só para ficar bonitinho! Eu fiz assim em todos os convites. 'Querido titio' ou 'querida titia'.

- Pelos deuses do panteão do Olimpo  Dite... você ainda vai me matar de vergonha!

- Que isso Saga! E não pense a senhora que eu me esqueci das fotos que quero fazer!

- Afrodite, nós já conversamos a respeito!

- Blá blá blá,  Saga! -Afrodite pegou uma câmera e tirou uma foto do rosto da jovem emburrada. - Ah Saga.. que cara mais feia! - Disse mostrando para a geminiana que corou forte.

- A-apaga isso agora Afrodite de Peixes!

- Xiii quando você fala minha constelação protetora é porque esta brava com os deuses e o mundo. - Disse rindo.

- E se eu estiver? Queria ver se fosse você na minha situação. Virar uma mulher da noite pro dia, sangrar, acabar se apaixonando ainda mais por quem sempre foi, engravidar, ficar carregando um bebê por 9 malditos meses, ficar com insônia, ficar sem uma posição decente para dormir, ir em lojas e ser descaradamente paquerada por vendedores sejam eles homens ou mulheres, usar roupas femininas, ... deixa eu ver se eu esqueci mais alguma coisa... AAAHHH SIM... e por último e não menos importante... ficar ANDANDO COMO UMA PATA!!

- Credo Saga... você está de péssimo mal humor. Aiolos não tem comparecido é? - Perguntou ele malicioso .

Saga corou ainda mais e avançou para esbofetear um certo sueco. Para salvar o pobre peixinho que mais rir do se defendia da mulher histérica, tentando bater no protetor da última casa, surge Aiolos que veio almoçar com esposa. O novo Grande Mestre do santuário viu a cena e tratou de correr para ajudar o pisciano que dava gargalhadas contagiantes. 

- Saga.. o que se passa por aqui? Achei que vocês fossem fazer os convites do chá da Nike e estão se batendo?

- Ahh...hahaha.. A-Aiolos quanto tempo faz que... hahaha você e Saga não... AHAHAHAHA... transão? AHAHAHAHA..

- AFRODITE... - Saga ficou ainda mais corada e continuou tentando dar uns belos tapas no sueco que continuava rindo. A barriga da grávida atrapalhava em muito nos seus movimentos e essa era a graça para o peixes.

O arqueiro de ouro balançou a cabeça e segurou a esposa com delicadeza para não machucar sua mulher e sua filha. Saga ainda se debatia, mas logo parou. Aiolos disse ainda segurando a grávida em seus braços fortes.

- Afrodite a minha vida íntima com a MINHA esposa só interessa a mim e a ela. Ninguém mais! Eu vou fazer o almoço e não quero esse arranca rabo de vocês. Fui claro?

- ... - O sueco se calou e voltou ao que fazia.

Saga sorriu maldosa com a resposta do marido. Em partes, Dite tinha razão. Já fazia um tempo que não se entregava ao marido. Mas aquilo não era para se falar assim. As vezes, Afrodite passava dos limites. E ela achando que Milo era desse jeito.

- Aliás o que vocês querem almoçar? Temos peixes, arroz, berinjela, carne de carneiro, tomates, feijão, frango...

- Moussaka! - Assim que ouviu o marido dizer berinjela, carne de carneiro e tomates, teve desejo.

- Moussaka? Certo. E você Dite?

- Aceito moussaka. E senão for pedir muito, um peixe grelhado, por favor.

- Moussaka com peixe? Não fica estranho? E Dite, você não é alérgico a frutos do mar?

- Saga minha querida amiga eu gosto das duas culinárias. Eu não tenho restrição alguma por carnes num geral. Mas eu fiquei com vontade também de comer um peixe grelhado. As vezes é bom sair do meu cardápio sueco. -Riu. - Normalmente eu só como legumes e verduras. Mas eu também gosto uma carne branca ou vermelha. O Deba já me chamou pra comer.. er... Acho que o nome é churrasco, em sua casa. E eu gostei!

Saga e Afrodite continuaram conversando sobre comidas enquanto faziam os convites. O moreno apenas ouvia e dava risadas em algumas partes. Pelo menos eles pararam com o arranca rabo na sua presença. 

-_-_-

Kanon havia retornado para a casa de gêmeos, mas dessa vez, não estava sozinho. Tétis veio para ficar ao seu lado até o chá de bebê de Nike ser realizado. O mais novo casal subiu as longas escadas das doze casas até chegarem na nona casa. Saga ouviu passos no salão e fora ver quem chegou. Ela pensava que  era o irmão mais novo do esposo tinha ido lá para vê-lo. Mas se enganou ao ouvir a voz do gêmeo lhe chamando.

- Saga? Onde está?

- Kanon? - A geminiana saiu da mesa em que estava e andou até a voz que a chamava. 

Aiolos e Afrodite apenas se olharam e a seguiram em seguida. A grávida parou e olhou para aquele que era seu igual. Antes que Saga pudesse fazer qualquer loucura, Kanon se aproximou rápido e a abraçou forte, mas sem apertar a barriga. Tétis que apenas sorria com a cena, deu um 'oi' balançando uma das mãos enquanto sorria.

- Kanon... quando você chegou?

- Hoje. Deixei meus pertences na terceira casa e subi. Demorei muito irmãzinha?

- Não. Até que foi rápido. Mas muito rápido.

- Ora... os três dias que eu disse que ficaria fora ja acabaram. 

- Mas... Mas foi tão rápido...

- Foi rápido porque você e Afrodite se distrairam fazendo os convites. 

- Convites?

- Do chá da Nike, Kanon querido. Em que mundo você vive hein? - Afrodite já foi soltando seu veneno. - Aliás, você poderia nos ajudar a escolher um dia.

- Escolher um dia? Achei que fosse coisa de madrinha, já que você se alto intitulou. Se vira Dite. Vim aqui ver minha irmã e sobrinha.

- Hmm grosso! - Dite saiu pisa do duro em direção da cozinha.

- Você nem sabe o quanto!! - Kanon acabou gritando de volta, fazendo Tétis e Saga corarem. E riu.

- Kanon!!

- Ah Saga qual é... Afrodite as vezes é muito chato!

- Eu ouvi isso Kanon! - Ele gritou da cozinha.

- Viu só. - Acabou rindo de novo. - Mas e então? Estão na dúvida em que dia será?

- Por mim, isso não aconteceria. Mas sabe com Afrodite é...

- Ainda estou ouvindo! - Ele gritou. - Que tal para daqui a uma semana?

- Tá muito em cima. Melhor para daqui a duas semanas. Assim da pra pelo menos dar um jeito ou na nona casa ou no salão do grande mestre. Isso se for lá.. - Disse o irmão mais novo de Saga. - Escuta Saga.. esse doido do peixes já tirou a ideia de te fotografar grávida?

- Kanon, meu amor... qual parte do 'ainda estou te ouvindo' você não entendeu?

- Todas! 

- Dá pra vocês pararem? Aiolos, eu e sua filha estamos com fome! Quando que sai essa moussaka?

- Moussaka? - Tétis não conhecia muito da culinária grega.

- É uma delícia! Parece uma lasanha tradicional. Mas ao invés de massa, é feita com berinjela, carne moída de carneiro, tomates, as vezes com fatias de queijo, ervas finas no molho.. é muito bom.

- Carne? Acho que nunca comi moussaka.

- Se quiser experimentar, eu irei fazer. Aliás,  já comecei.

- Quer ajuda cunhadinho?

- Quero! Lave bem essas mãos e me ajude a cortar o tomate e a berinjela. A carne eu ja estou refolgando.

- É pra já! - Kanon fez o que marido de sua irmã disse e voltou para ajudar.

Tétis se juntou aos outros dois que discutiam uma data para colocar no convite e com Saga reclamando de todas.

-_-_-

Depois do almoço, Afrodite se despediu de todos e foi ele mesmo entregar os convites aos amigos. Saga queria apenas que um buraco se abrisse na nona casa para que pudesse se engiar dentro. Dite decidiu colocar para daqui a duas semanas o chá de bebê da pequena Nike. E ainda disse que faria as malditas fotos de Saga com aquela barrigona. A geminiana corava só de se imaginar em fotos ridiculamente de todas as formas... Tétis disse que caso ela resolvesse fazer, escolheria as roupas que a escondesse, mas que focasse em sua gravidez. A gêmea de Kanon apenas ficou de pensar sobre o assunto.

Na casa de escorpião,  Dite entrou como furacão, procurando por seu guardião dourado. Não demorou muito e o encontrou na cozinha junto de Camus, terminando de guardar a louça usada no almoço. Milo viu um homem entrar saltitando todo feliz e lhe entregou um envelope. Fez o mesmo com o aquariano. 

Os dois se encararam e resolveram abrir. Camus sorriu ao ver um desenho bem delicado de um bebê sendo carregado por uma cegonha. Milo bem que tentou fazer uma cara séria. Impossível. Ele sorriu ao ver o mesmo desenho delicado, mas ao ler o conteúdo,  ele gargalhou. Só Afrodite para deixar tudo cômico. 

- Gostei do "querido titio Milo". Hum.. chupeta e mamadeira.. fechou! Vou hoje mesmo comprar no centro de Atenas.

- Amei o meu! "Querido titio Camus" bom.. fraudas tamanho M e um brinquedo não deve ser tão dificil de se achar! Me avise quando você foi Milo. Iremos juntos ver o que se pede.

- Ah eu sabia que vocês iriam gostar do querido titio... Saga me infernizou por causa disso.

- Não é pra menos! Há quase sete meses atrás,  ela ainda era homem e sem nenhuma preocupação, fora com os seus deveres de cavaleiro de ouro. E por causa de brincadeira que os deuses fizeram, agora é uma bela mulher, com belos atributos... Desculpe Camus, mas é verdade! E grávida do Aiolos. Deve ser confuso pra ela.

- Eu concordo com o Milo. Saga se tornou uma bela mulher e muito bem casada. E ainda espera a nossa pequena Nike. Isso deve mexer com psicológico de qualquer pessoa.

- Vocês estão corbertos de razão. Saga deveria estar em sua forma física antiga, e não presa num corpo feminino. Mas infelizmente não se pode fazer nada. Nike terá uma missão em recuperar Saga.

- Agora gostei de ver! Afrodite sem fazer voz fina e dar pulinhos de alegrias. 

- Milô...

- Ah Camus.. prefiro o Dite assim! Não me leve a mal, Dido, mas prefiro você assim.

- Não dê ouvidos para esse doido, Dite. O que importa é todos gostamos de você. Com voz fina ou não. 

- Hahaha eu sei. Não me importo. Bom eu vou descer e na volta, entrego os convites na casa de capricórnio. Até mais meus amores!. - Ele simplesmente some saltitante, feliz da vida com a vinda do bebê. 

Afrodite chegava na casa de Libra, e ouviu uns barulhos estranhos vindo da parte residencial. Ele tratou de deixar os convites de Dohko e Shion e se mandou dali o mais rápido possível, com um sorriso malicioso no rosto. Nunca imaginou que iria presenciar o mestre de Mu implorando por alívio. 

Enquanto Afrodite saia, no quarto do libriano, Shion sentia as mãos fortes do chinês lhe fazendo massagem para aliviar a tensão. Correr atrás de Genbu para tentar imperdir a criança levada de destruir a sétima casa, esgotou com o ariano que não tinha mais idade para isso. Dohko apenas lhe massageava as costas. O peixinho saiu dali pensando em outra coisa...

Ele caminhava para a sexta casa. Shaka como sempre meditava. Mas ele não estava só. Peixes foi anadando com cautela e viu que Kiki também estava ali. Se o pupilo de Mu está ali, então... o defensor da primeira casa deveria estar perto!

O guardião da última casa ficou apenas esperando. Esperando. Esperando e esperando. Mu não apareceu e nem aqueles dois se mexiam. Ele esperou mais um pouco e se cansou. Foi para as costas dos dois e ficou ali. Observou a grande estatueta em ouro de Buda e pedir perdão mentalmente por sua brincadeira.

Ele inflou os pulmões e gritou.

- SHAAAAAAAAAAKAAAAAAAAAAAAAAAAAA ACORDAAAAAAAAAAAAAAAAA!!! 

Kiki abriu os olhos e caiu no chão. Levantou chorando, pois caiu de bunda no chão duro. Shaka abriu os olhos e por muito pouco, não destruiu metade do santuário de Athena. O indiano colocou as mãos em seu coração,  sentindo as batidas descompassadas e a respiração ofegante. Olhou para o ser que interrompeu sua meditação e deu aquele maldito susto.

- Afrodite.... - Sua voz era baixa e assustadora. - Eu quase te matei sabia? - Ele olhou para o peixinho se encolhendo. - Kiki? Se machucou? -Ainda usando o mesmo tom de voz. 

- E-estou bem senhor Shaka. Preciso ir para a casa de Áries. O mestre Mu deve tá precisando de mim. - O garotinho saiu massageando seu bumbum.

Shaka olhou a cena e balançou a cabeça. Pobre criança. Tinha conseguido se acalmar e finalmente entrar em transe, quando Afrodite deu aquele berro.

- Espero ser importante para me tirar da minha meditação. O garoto só conseguiu se acamar agora e estava em transe quando você gritou, nos assustando. 

-É que... bem..me desculpa... eu só vim para entregar uma coisa e...

- Que coisa é essa que não pode esperar, Afrodite? Tem noção do que fez? Eu poderia ter destruído metade do santuário de Athena.  Incluindo você e o Kiki.

- Me desculpa Shaka... mas vocês não perceberam que eu estava aqui.

- Eu sabia muito bem que você entrou. Poderia ter esperado e não ter feito essa palhaçada! Agora me diga. O que é tão importante assim para me atrapalhar?

- Bem eu... EuvimtrazeroconvitedochádebebêdeNike.

- Como?

- Eu vim trazer o convite do chá de bebê da Nike. 

- E não poderia ter esperado ou me chamado educadamente? Francamente Afrodite.. você é pior que o Milo quando criança! Vamos entregue o convite.

- ... - Ele entregou o envelope e esperou que o loiro lesse.

Shaka olhou para o envelope e depois abriu. Por mais que estivesse com raiva, assim que viu o desenho de um bebê sendo carregado por uma cegonha, ele sorriu. Shaka leu e sorriu ainda mais. Titio só poderia ser coisa do psiciano. Saga nunca toparia com isso.

- Tudo bem! Dessa vez passa. Mas que isso não se repita outra vez, Dite.

- Claro, claro. Bom eu preciso continuar a descer. Ainda tem alguns convites para entregar.

- Está com o do Mu?

- Sim. Porque?

- Deixa que eu levo. Vou precisar me desculpar com Kiki pelo incidente que aconteceu aqui.

- Oh quanto a isso, deixa que eu me desculpo. Afinal, a culpa foi minha.

Shaka insistiu em ficar com o convite do ariano e o peixinho deixou. Ele pediu desculpas mais uma vez e continuou a descer. A casa de leão era a proxima. Não sabia como estaria o humor do leão rejeitado...

Em leão, foi mais fácil. Ele deixou o convite com Aiolia que se preparava para sair e este sorriu. Uma roupinha de recém nascido. Ao final do expediente, ele irira ver uma roupa para a sobrinha. Ele deu as costas para o guardião da última casa e saiu. Parece que ele não sabe do retorno de Kanon e de que não esta sozinho...

Já na casa de câncer... Dite torcia o rosto. Por mais que as cabeças tivessem sumido, o horror da morte ainda se fazia presente. Ele encontou o canceriano na cozinha, sem camiseta. Vestia apenas um short folgado. Ele não deveria usar nada por baixo, pois seu membro desfilava pra lá e pra cá conforme caminhava. 

Afrodite amou a cena, mas precisava se concentrar em entregar todos os convites. Não precisou ser anunciado pois o italiano se virou assim que sentiu o perfume de rosas que ele exalava.

- Dite.. o que veio fazer aqui?

- Oi Mask.. como vai? Eu vim apenas entregar o convite de chá de bebê da pequena Nike. 

- Um convite? De bebê? Da logo essa coisa  aqui!

- Hum... Grosso! - Ele entregou o convite. Pensando que ele apenas pegaria o envelope,  Máscara aproveitou e o segurou pelo pulso. -Ei me solta Mask. Eu não quero!

- O que foi rosa? Não quer o que? - Pegou os convites que este trazia nas mãos e os colocou na mesa da cozinha.

- Não quero isso! Me solte!

- Hmm..pois não é isso o que seu corpo pede!

- Então não repare na linguagem corporal. Repare naquilo que eu digo. Me solta, seu grosso!

- Ah isso eu sou! Me lembro perfeitamente de você gemendo quando eu metia forte em seu interior.

- Ah Mask..cala a boca. Você deve ter ficado broxa sem ter alguém do seu lado. E eu preciso entregar esses convites! E você nem leu o seu!

- Che cazzo di noia!* - Ele soltou o peixes apenas para ler. Ele gargalhou alto. - Titio Máscara da Morte? Mas que coisa é essa Afrodite? Hahahaha.

- Aah mas é um grosso! 

- Disso eu sei. Não precisa repetir. E você também sabe! Hmm frauda e chupeta? Ta certo...vou levar somente o meu estômago pra essa festinha infantil.

Afrodite já se preparava para sair com os convites, quando foi impedido pelo italiano novamente. Máscara o virou para si e tomou seus lábios. Afrodite pensou que ele estivesse bêbado,  mas não sentiu o gosto de álcool nos lábios do carcamano. Abandonou os convites num outro lugar e segurou a nuca do moreno. 

O canceriano sorriu e o levou dali para a parte residencial da quarta casa...

-_-_-

Em sagitário, Saga estava se olhando no espelho de seu quarto. A quase reta final de sua gestação lhe assustava. Ela resolveu tirar aquela roupa toda e se olhou novamente.  A calcinha para gestante ajudava a firmar sua barriga sem machucar. Seus seios aumentavam de tamanho ainda mais. E isso a incomodava. Esperava que voltasse "ao normal" antes de engravidar. Onde eram grandes, mas não pareciam com melancias cortadas ao meio igualmente. Não que estivesse feia, mas ter aquelas curvas todas... ela sabia qua a maioria das mulheres lhe olhavam com inveja daqueles seios enormes. Resolveu tirar o sutiã. Até que não eram tão caídos assim.

Tampou com um dos braços, os mamilos salientes e se olhou novamente.  Até que não ficaria tão ruim em fotos. Distraída com as poses que fazia na frente do espelho, seu marido surgiu e ficou a admirar. Seu membro dava pontadas mesmo em repouso. Decidiu aproximar da mulher, lhe abraçando por trás, e tirando as mãos delas dos seios, substituindo pelas suas próprias mãos. 

- A-Aiolos... - Ela corava até o último fio de cabelo. 

- Calma. Seu irmão e sua cunhada já foram. Estamos sozinhos.

- Aiolos.. eu..

- Você fará as fotos?

- Acho que sim... Mas... mas só se você tampar certas partes como faz agora.

- Será uma prazer participar desse ensaio fotográfico com minha esposa.

- Sagitário..eu...e-eu...

- Eu sei Saga. Já faz um tempo desde a última vez. Eu também tenho saudade. 

- Será que podemos?

- Sempre! Eu quero e sei que você também quer. Mas só farei quando você permitir.

- Então faz... ou eu vou subir pelas paredes...

- Não precisa exagerar. Vem..vamos para a nossa cama.

Aiolos a lelava delicadamente para a cama de casal e a fez se deitar. O beijo começou calmo, tornando-se ousado aos poucos.  O homem desceu os beijos pelo pescoço, ouvindo os suspiros de Saga se tormando gemidos de prazer. Aproveitou que ela estava sem sutiã,  e chupava delicadamente os mamilos salientes um a um, sem pressa. 

Ele retirou a última peça do vestuário feminino e a ajudar a procurar uma posição em que ficaria confortável e chupou a intimidade dela devagar. Não havia pressa pela parte do sagitariano. Daria prazer a ela e depois se preocuparia em resolver o seu. Antes de tudo, vinha Saga e seus desejos...

-_-_-

Dite terminava de recompor. Máscara da Morte estava largadão em sua cama, fumando um cigarro. Ele vira que Afrodite saiu de sua cama, usou seu chuveiro e agora se arrumava para terminar de entregar os convites. Mas o que ele não esperava é: ver um canceriano sair da cama,  tomar um banho rápido,  se arrumar e dizer que o acompanhava para entregar os convites restantes.

O 'casal' descia as escadarias para a casa de gêmeos. Não havia ninguém ali. Ainda. Eles atravassaram e seguiram para touro. Este estava limpando a casa e não foi difícil para que Afrodite o localiza-se. Aldebaran cumprimentou os dois e aceitou de bom grado o envelope. De choro fácil, o grandalhão se emocionou com as palavras e sorriu. Estaria presente na festinha com os presentes. Um mordedor e um brinquedo.

Os três se despediram e continuaram a descer. Afrodite não iria admitir por conta própria, mas adorou aqueles minutos em passou na cama do carcamano. Ele até sentiu sua pele mais firme. O que um exercício não faz... essa era o pensamento do peixinho naquele momento. 

Na primeira casa, Shaka já estava lá e ambos conversavam sobre o convite e a festa. Quando viram o 'casal' o indiano contou ao lilás que quase o matou pelo susto. Afrodite se desculpou novamente e todos cairam na risada quando o loirinho disse que daquela vez, ele deixaria passar apenas porque era pelo chá de bebê. Se fosse por outra coisa, Afrodite poderia preparar os dracmas para pagar o barqueiro Caronte. Afrodite corou com isso e acabou rindo com os demais.  

Quando iam descer, Shura aparece com Shaina. Ambos de mãos dadas. Dite começa soltando piadas e quase que a mulher usa as Garras do Trovão em certo peixe que não sabia ficar calado. Mesmo rindo, Afrodite entrega para cada um, o convite. Shaina sorri, mas pediu os convites que fossem das amazonas. Mesmo que elas fossem mais fracas que a elite dourada, ainda assim era um território proibido para os homens. E assim ele entregou para ela. O não tão 'casal' assim, continuou descendo. Pois os prateados precisavam estar presentes também. 


Notas Finais


*mas que chatice do caralh*! Google tradutor XD
Não..dessa vez, não teve limonada pra refrescar neste calor... essa parte eu deixo na imaginação :v
Povo eu paro por aqui :'D próximo capítulo será a seção de fotos da gravidinha e o chá de bebê da pequena Nike :3 inté lá!! Kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...