História It a coisa - the King of Derry - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa
Personagens Benjamin "Ben" Hanscom, Beverly "Bev" Marsh, Edward "Eddie" Kaspbrak, Georgie Denbrough, Henry Bowers, Michael "Mike" Hanlon, Pennywise - o Palhaço Dançarino ("A Coisa"), Personagens Originais, Richard "Richie" Tozier, Stanley "Stan" Uris, William "Bill" Denbrough
Visualizações 38
Palavras 630
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Fantasia, Hentai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiramente peço desculpas pelo capítulo curto, ele pode estar bem pouco envolvente mas é por que estou quase finalizando. Talvez eu finalize ele entre o capitulo 5-10 então espero que façam bom proveito, quanto a história cuidado pois haverá algumas coisas "esquentando" de vez em quando. Não leia perto da família °^° boa leitura

Capítulo 4 - Capítulo três


Fanfic / Fanfiction It a coisa - the King of Derry - Capítulo 4 - Capítulo três

Beverly estava novamente a caminho de casa, a este ponto seu pai já havia ido trabalhar.

ao chegar em casa não era seu pai que lhe esperava, ela abriu a porta vendo aquele palhaço. que porra seria aquela

— ora, ora, ora Beverly.

— o que está fazendo na minha casa?

— não posso mais visitar?

— não aceito visitas suas.

Pennywise fica em silêncio por um tempo, ele se senta na poltrona do pai de Beverly com intuito de provoca-la com sua presença

— some daqui

ele assume a forma do pai dela é encosta suas costas na poltrona

— oh Beverly, eu não quero ir em bora agora

Beverly por um estante se cala porém logo responde ele:

— pois eu quero que saia

ela como uma criança teimosa (não que seja) segura ele pelo braço e começa a puxar mas a diferença de peso e força era perceptível assim como o tamanho dela é dele era notável mesmo sendo pouco.

ele puxou o próprio braço fazendo Beverly cair sobre ele, ela estapeou o rosto dele foi quando a pele dele onde recebeu o tapa esbranquiçou fazendo ele assumir a forma de palhaço novamente, ele beijou Beverly.

— só ate aí que me lembro

diz Beverly já grande em uma curta troca de cena falando com a losers club também já adultos, aquele grupo realmente cresceu muito. reunidos novamente pelo único que ficou em Derry Mike hanlon acaricia o rosto de Beverly em forma de afeto para que possa acalmar ela. ela estava nervosa só de pensar na aparência que o palhaço assumiu para, até aí eles estavam falando um pouco das coisas que aconteceram com eles. depois da grande noite de conversas eles foram dormir, claramente em uma casa que os hospedará. a separação dos quartos ficou como Ben e Beverly

Mike e Eddie

Stanley e Bill

Richie ficou com Beverly e Ben, Beverly dormiu na cama de casal com Ben e Richie. Beverly ficou no meio entre deles

no dia seguinte Beverly acordou com leves dores de cabeça, nada demais imagino afinal ela ouvia Richie e Ben tagarelarem a noite toda, elas tinham muito o que falar.

“ mais uma vez torna aquela mesma cena várias e várias vezes desta vez mais e mais claro, Beverly e pennywise juntos no mesmo quarto. o olhar de Beverly era de desgosto ao ver Pennywise, ele não estava fazendo nada demais. na verdade Beverly pegou a arma mais próxima para jogar contra Pennywise quando ele se amostrou aproximando (foi um atiçador de lareira que ela escondeu em seu quarto para defender-se de seu pai) Pennywise colocou uma de suas pernas para cima entre as pernas de Beverly fazendo ela levantar uma delas é pressionada contra a parede ela cravou o atiçador de lareira em seu crânio. ele sorria e de forma que sua perna estivesse abaixo de seu vestido continuou ali parado a encarando, ela por vez empurrou ele e saiu correndo” aquela cena que se repetia em sua mente como dito sempre mais claro e com mais detalhes considerava como um erro não ter deixado. ela já não se importava com isso mas por instinto de defesa como qualquer um faria ela se defendeu, afinal, ele poderia devorar ela a qualquer hora ali mesmo.

Mike começa a equipar-se com armas, entre elas Beverly coloca o atiçador de lareira (o bela arma para matar) Mike coloca sim uma arma de fogo por garantia e coloca sua carga, se ele pretendia infrentar um monstro deve estar equipado

— você está bem? – perguntou Beverly se atentando a Mike

— estou mas precisamos estar garantidos de que aquela coisa morrerá

em uma suposta proposta a batalha final Mike pretendia atiçar a coisa ainda fraca, sem que comece muito e não estivesse se fortalecendo, Mike tosse. não era uma tosse sutil, era hostil, uma tosse atrás da outra até que a mesma para. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...